PPGH/CCHLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Telefone/Ramal: Não informado https://posgraduacao.ufrn.br/ppgh

Banca de QUALIFICAÇÃO: HELIO SANTANA GARCIA SOTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HELIO SANTANA GARCIA SOTO
DATA: 06/09/2012
HORA: 15:00
LOCAL: Sala C-4 do setor II de aulas
TÍTULO:

Campina Grande, escolarização e presença masculina no magistério infantil (1909-1941): experiências modernas às avessas?


PALAVRAS-CHAVES:

Espaço escolar; modernidade; masculinidades


PÁGINAS: 44
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

A pesquisa realiza uma cartografia das experiências de homens professores durante os anos iniciais do século XX em Campina Grande, quando ocorre a expansão da escolarização e de novas sensibilidades em torno das mudanças sociais desencadeadas por esse processo educativo, considerando esse período privilegiado para observação das relações de gênero, sobretudo das apreensões acerca da masculinidade. Temos como objetivo principal discutir a relação entre o avanço da escolarização, a instauração dos grupos escolares e a presença/ausência masculina no magistério infantil, questionando em que medida esses aspectos se relacionaram na constituição de experiências modernizadoras do espaço escolar durante os primeiros anos republicanos. A escolarização é apreendida na pesquisa como um processo de incorporação de novos saberes, discursos e práticas que alteraram o panorama geral das atividades educativas, constituindo a materialização do espaço escolar, enquanto um espaço disciplinar, transformações que racionalizaram o ensino, tornando-o afeito aos ideais burgueses e republicanos. A partir dessas mudanças, verificamos que algumas gradações foram criadas para a atuação profissional do homem no espaço escolar, sendo mais comum vê-los durante as primeiras décadas do século XX entre os segmentos posteriores ao ensino primário ou nos cargos administrativos, de coordenação e direção. Investigamos o recorte espaço-temporal que compreende Campina Grande durante o período de 1909 a 1941 questionando em que medida o espaço escolar como fenômeno moderno ligado a expansão da cidade visibilizou e dizibilizou a atuação dos corpos masculinos no magistério, sobretudo no ensino primário, criando outras espacialidades para estes no ensino formal, a partir de um discurso racionalista e modernizante.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 336185 - DURVAL MUNIZ DE ALBUQUERQUE JUNIOR
Interno - 1088824 - RAIMUNDO NONATO ARAUJO DA ROCHA
Interno - 1280374 - RENATO AMADO PEIXOTO
Notícia cadastrada em: 13/08/2012 10:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa27-producao.info.ufrn.br.sigaa27-producao