PPGH/CCHLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Telefone/Ramal: Não informado https://posgraduacao.ufrn.br/ppgh

Banca de QUALIFICAÇÃO: PEDRO PINHEIRO DE ARAUJO JUNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PEDRO PINHEIRO DE ARAUJO JUNIOR
DATA : 30/08/2018
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório B - CCHLA
TÍTULO:

Não é terra de préstimo e nunca foi povoada": a territorialização dos sertões do Cabo de São Roque (1500-1763)


PALAVRAS-CHAVES:

Cabo de São Roque. Cartografia colonial. Sesmarias. Espaços coloniais.


PÁGINAS: 71
RESUMO:

Investiga como se desenvolveu o processo de apropriação territorial, perpetrado pela Coroa Portuguesa, no litoral norte da Capitania do Rio Grande entre os anos de 1500 e 1763.  Para tanto, problematiza a ocupação desse espaço, pois os estudos que compõem a historiografia sobre a Capitania do Rio Grande, relegaram a essa região litorânea a uma grande lacuna nessas produções, tal como se aquele espaço fosse um pedaço invisível do território. Apropria do conceito de “território” de Antônio Robert de Moraes, onde o processo colonizador utilizou os serviços militares e todo aparato jurídico-administrativo para expandir as terras coloniais. Metodologicamente, utiliza tanto uma análise dos documentos cartográficos e escritos do período, como também investiga através do método onomástico, norteado por Carlo Ginzburg e Carlo Poni, as trajetórias de vida dos que adquiriram terras nas adjacências do Porto do Touro, Pititinga e Cabo de São Roque. Nessa análise, identificou indícios do contato entre indígenas Potiguara e de corsários franceses na Enseada de Pititinga e nas imediações Cabo de São Roque no século XVI. Como também identificou o vereador Domingos de Carvalho da Silva, membro do Senado da Câmara do Natal, como uma das figuras proeminente nesse processo de apropriação dos sertões do Cabo de São Roque. Por fim, o exame dessas fontes, demonstrou que o cruzamento de diferentes mananciais arquivísticos, principalmente cartográficos, traz resultados profícuos para o trabalho do historiador interessado em investigar a ocupação dos espaços coloniais e as relações entre os diferentes níveis da administração portuguesa no Ultramar. 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1324248 - CARMEN MARGARIDA OLIVEIRA ALVEAL
Presidente - 2432663 - HELDER ALEXANDRE MEDEIROS DE MACEDO
Interno - 1879280 - LIGIO JOSE DE OLIVEIRA MAIA
Externo à Instituição - THIAGO DO NASCIMENTO T DE PAULA
Notícia cadastrada em: 27/08/2018 10:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao