Banca de DEFESA: MARIA EMANUELA MARTINS DOS REIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA EMANUELA MARTINS DOS REIS
DATA : 20/12/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Morfologia
TÍTULO:

DISTRIBUIÇÃO DE NEURÔNIOS NITRÉRGICOS NO DIENCÉFALO DO MOCÓ (Kerodon rupestris)


PALAVRAS-CHAVES:

Óxido nítrico, Mocó, Kerodon rupestris, Diencéfalo, Óxido nítrico sintase.


PÁGINAS: 92
RESUMO:

O óxido nítrico (NO) é uma molécula muito simples (N=O), gasosa, com propriedades químicas de um radical livre e até meados da década de 1980 era considerado apenas membro de uma família de poluentes ambientais indesejáveis e carcinógenos potenciais. Desde sua descoberta no sistema nervoso, NO tem sido implicado em diversas funções, o que condiz com sua ampla distribuição no encéfalo. NO também tem sido descrito no encéfalo de diversas espécies animais, mas ainda não foi descrito em mocó (Kerodon rupestris), um roedor endêmico da caatinga brasileira que habita áreas rochosas e tem hábitos crepusculares. Devido a estas características interessantes objetivamos descrever a distribuição do NO do diencéfalo do mocó. Através das técnicas de imunoperoxidase padrão contra a óxido nítrico sintase (NOS), enzima de síntese de NO, e histoquímica para NADPHdiaforase pudemos identificar de forma indireta a presença de neurônios nitrérgicos ao longo de todo diencéfalo. O hipotálamo apresentou uma densidade alta de neurônios imunorreativos a NOS (NOS-IR) em vários núcleos, dentre eles alguns como o núcleo supraóptico, decussação supraóptica e a parte lateral da área retroquiasmática. Com densidade moderada temos a área pré-óptica lateral, o núcleo pré-óptico magnocelular, a parte parvocelular anterior e a parte parvocelular medial do núcleo paraventricular do hipotálamo, o núcleo ventrolateral do hipotálamo, a parte peduncular da área hipotalâmica lateral e o núcleo posterior do hipotálamo. A divisão anterior do núcleo ventromedial do hipotálamo e a área hipotalâmica dorsal apresentaram densidade baixa, e a parte lateral do núcleo pré- óptico medial apresentou densidade muito baixa. No tálamo, neurônios NOS imunorreativos estiveram presentes no núcleo geniculado ventral com densidade alta. Na parte lateral do núcleo habenular lateral, o núcleo talâmico posterodorsal ventral e a parte mediocaudal do núcleo talâmico posterior com densidade moderada. O núcleo paraventricular do tálamo, zona incerta e o núcleo talâmico parafascicular, apresentaram densidade baixa. Comparando nossos resultados com o descrito em outros animais podemos dizer que o sistema nitrégico é um sistema de neurotransmissor evolutivamente bem conservado.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JOSÉ DE ANCHIETA DE CASTRO E HORTA JÚNIOR - UNESP
Presidente - 3550124 - JUDNEY CLEY CAVALCANTE
Externo ao Programa - 3492786 - RUTHNALDO RODRIGUES MELO DE LIMA
Notícia cadastrada em: 24/11/2016 16:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao