PPGMUS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MÚSICA ESCOLA DE MÚSICA Telefone/Ramal: (84) 99474-6734 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgmus

Banca de DEFESA: GLEISON COSTA DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GLEISON COSTA DOS SANTOS
DATA : 19/12/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 22 Escola de Musica
TÍTULO:

A FORMAÇÃO DE PESQUISADORES EM MÚSICA: concepções e vivências de mestrandos em dois estudos de caso nos Programas de Pós-Graduação em Música da UFRN e UFPB


PALAVRAS-CHAVES:

Formação do Pesquisador em Música. Formação na Pós-Graduação. Mestrado em Música.


PÁGINAS: 170
RESUMO:

O tema desta pesquisa está centrado na formação do pesquisador em música, a partir do universo da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) brasileira. Nessa perspectiva, o trabalho teve como objetivo compreender e refletir como se dá o processo de formação de pesquisadores a partir das vivências formativas de mestrandos dos Programas de Pós-Graduação em Música da UFRN e UFPB. Esta dissertação foi norteada em termos teóricos por autores que versam sobre a formação do pesquisador e sobre pós-graduação, tendo, sobretudo, como autores basilares, Severino (2009; 2012), por partir da premissa de que o conhecimento produzido e a formação de novos pesquisadores na pós-graduação se dá através de um sujeito coletivo, bem como Trejo Léon (2017), por tratar sobre a formação acadêmica e de pesquisa com egressos de cursos de mestrado em música (educação musical), tendo em vista que são sujeitos envolvidos em uma comunidade científica. A metodologia utilizada nesta dissertação teve como perspectiva a abordagem qualitativa de pesquisa, tendo como método o estudo de caso. Utilizei como instrumentos de construção dos dados o questionário online, via Google Docs, em uma primeira etapa, e a entrevista semiestruturada em uma segunda etapa do processo investigativo com o objetivo de aprofundar os conhecimentos acerca da temática formação do pesquisador em música, assim como realização de pesquisa documental. Desse modo, os sujeitos participantes desta pesquisa foram mestrandos(as) do PPGMUS/UFRN e PPGM/UFPB. Como resultados posso citar que a formação como pesquisador em música é diversificada e considera uma série de elementos importantes para tal formação. Nesse sentido, destaco alguns aspectos que foram evidenciados a partir das análises, como, por exemplo, a curiosidade, o conhecimento e aprofundamento teórico sobre determinado tema, a leitura e escrita acadêmica, bem como a mudança de postura e a continuidade nos estudos pós-graduados, com o ingresso em um curso de doutorado. Concluo que essa é uma formação diversa e que pode ser vista e configurada a partir de vários aspectos, que vão desde elementos técnicos e teóricos, até o amadurecimento enquanto ser humano, sendo algo proporcionado pelo curso de mestrado. A partir disso, reflito que estudar a formação do pesquisador em música é uma necessidade da área, inclusive como uma maneira de compreender e estruturar estratégias formativas que possam contemplar os anseios dos aprendizes de pesquisador em música na contemporaneidade.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2669418 - CAROLINA CHAVES GOMES
Presidente - 1648016 - JEAN JOUBERT FREITAS MENDES
Externo à Instituição - LUCIANA MARTA DEL BEN - UFRGS
Notícia cadastrada em: 19/11/2018 17:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao