Banca de QUALIFICAÇÃO: IRALICE MONTENEGRO DE MEDEIROS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IRALICE MONTENEGRO DE MEDEIROS
DATA: 26/10/2012
HORA: 08:00
LOCAL: A definir.
TÍTULO:

suplementação de zinco orgânico na ração de frangos de corte alojados em cama nova e reutilizada


PALAVRAS-CHAVES:

suplementação de zinco orgânico na ração de frangos de corte alojados em cama nova e reutilizada


PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
RESUMO:

Objetivou-se avaliar o efeito dos níveis de zinco orgânico na ração de frangos de corte de 1 a 42 dias. O experimento foi conduzido no setor de avicultura da Unidade Especializada em Ciências Agrárias da EAJ/UFRN. Foram utilizados 576 pintos de 1 dia da linhagem comercial Cobb, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 4x2 com quatro níveis de zinco orgânico (ZnO) 0; 40; 80 e 120 ppm  e dois ambientes, cama nova (CNo) e cama reutilizada (CRe), resultando em 8 tratamentos com 6 repetições de 12 aves. As variáveis avaliadas foram: ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, rendimento de carcaça, cortes e peso de órgãos, resistência de pele e concentração de cálcio e zinco na tíbia. Na fase pré-inicial houve efeito linear crescente dos níveis de ZnO sobre o consumo de ração e efeito quadrático sobre o peso vivo eo ganho de peso. Os níveis de 72,41, 70,05 e 80 ppm de ZnO na ração de pintos melhoraram o peso vivo, ganho de peso e a conversão alimentar, respectivamente. Na fase inicial e de crescimento, o consumo de ração, o ganho de peso e a conversão alimentar não foram influenciados pela adição de níveis crescentes de ZnO na dieta das aves. Entretanto de 1 a 35 dias de idade o consumo de ração diminuiu em função dos níveis de ZnO. As aves criadas em cama reutilizada apresentaram maior ganho de peso e melhor conversão alimentar. Houve interação entre os níveis de ZnO e o tipo de cama utilizada, onde o nível de 40 ppm de ZnO promoveu uma melhor conversão alimentar de frangos de corte criadas em cama reutilizada de 1 a 42 dias. Observou-se efeito quadrático dos níveis de ZnO sobre o rendimento de carcaça de frangos de corte aos 42 dias onde o nível que promoveu o maior rendimento foi 57,5 ppm de ZnO. O nível de 61,5 e 85,30 ppm de ZnO aumentou o peso da bursa de fabricius e a deposição de zinco na tíbia de frangos de corte aos 42 dias de idade.  O ZnO melhorou a resistência de pele de  frangos aos 42 dias de idade


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CLAUDIA DE CASTRO GOULART - UEVA
Presidente - 1605626 - ELISANIE NEIVA MAGALHAES TEIXEIRA
Interno - 1323030 - JANETE GOUVEIA DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 18/10/2012 14:27
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao