Banca de QUALIFICAÇÃO: JOEDERSON LUIZ SANTOS DANTAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOEDERSON LUIZ SANTOS DANTAS
DATA : 30/10/2017
HORA: 14:00
LOCAL: AUDITÓRIO DA DIREÇÃO EAJ.
TÍTULO:

FONTES PROTEICAS ALTERNATIVAS ASSOCIADAS À PALMA FORRAGEIRA NA ALIMENTAÇÃO DE OVINOS EM CONFINAMENTO


PALAVRAS-CHAVES:

biodiesel, consumo, cordeiros, digestibilidade, subprodutos.


PÁGINAS: 53
RESUMO:

 Objetivou-se com este estudo avaliar o consumo e desempenho de ovinos alimentados com fontes proteicas alternativas associadas à palma forrageira. Foram utilizados 32 ovinos SRPD (sem padrão racial definido) com peso médio inicial de 22,34 ± 2,05 kg, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e oito repetições. Os animais foram alojados em baias individuais para acompanhamento de ganho de peso (pesados semanalmente), medição de consumo alimentar, determinação do consumo e da digestibilidade aparente da matéria seca e dos nutrientes. Os quatro tratamentos foram compostos pela associação do feno de capim massai e a palma forrageira com as diferentes fontes proteicas, que são: Farelo de Soja, Torta de Babaçú, Torta de Coco e Torta de Algodão. Observou efeito do tratamento (P<0,05) sobre o consumo de matéria seca (CMS) expresso em kg/dia, %PV e PV0,75 com as seguintes médias: 1,27 kg/dia; 4,24%PV; 99,33 PV0,75, respectivamente, como também para o consumo de matéria orgânica (CMO) 1,16 kg/dia, consumo de proteína bruta (CPB) 0,142 kg/dia, consumo de carboidratos não fibrosos (CCNF) 0,640 kg/dia, com maiores médias para o tratamento do Farelo de Soja. Foi observado efeito (P<0,05) para o consumo de fibra em detergente neutro (CFDN) 0,440 kg/dia e para o consumo de extrato etéreo (CEE) 0,061 kg/dia, com maiores médias para os tratamentos da Torta de Algodão e Torta de Coco, respectivamente, assim como foi observado efeito (P<0,05) para o ganho de peso médio diário (GMD) 204,24 g/dia, com maiores médias para o tratamento da Torta de Algodão. Não foi observada influência dos tratamentos sobre o peso final 35,40 kg, ganho de peso total 13,19 kg, conversão alimentar 6,36, e eficiência alimentar 16,49 % e digestibilidade aparente da MS, MO, PB, FDN e CNF com médias de 68,62%, 69,56%, 74,78%, 45,72%, 85,50%, respectivamente. Conclui-se que, as fontes torta de algodão e torta de babaçu podem ser utilizadas como alternativas ao farelo de soja associados a palma forrageira em dietas para ovinos em confinamento. Embora a torta de coco tenha resultado em menor desempenho que as outras fontes em termos de ganho de peso diário, seu uso também pode ser considerado, principalmente por levar em consideração o seu valor econômico e sua disponibilidade.

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 986835 - GELSON DOS SANTOS DIFANTE
Presidente - 1726100 - MARCONE GERALDO COSTA
Interno - 2339534 - STELA ANTAS URBANO
Notícia cadastrada em: 20/10/2017 16:26
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao