Banca de DEFESA: MARIA IZABEL BATISTA PEREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA IZABEL BATISTA PEREIRA
DATA : 18/08/2017
HORA: 10:00
LOCAL: Sala de Reuniões da Direção - EAJ
TÍTULO:

Avaliação do cultivo mixotrófico da spirulina platensis utilizando soro de queijo mozzarella de búfala como fonte de carbono orgânico


PALAVRAS-CHAVES:

Biomassa, microalga, soro de leite, fonte de carbono.


PÁGINAS: 83
RESUMO:

O soro de queijo bubalino, um resíduo rico em carbono gerado por indústrias laticinistas, podem causar poluição ambiental, caso não sejam tratados de forma correta ou descartado erroneamente em cursos d’água. Resíduos agroindustriais ricos em nutrientes têm sido estudados como alternativa promisssora para viabilização dos custos de produção de microalgas. Objetivou-se avaliar os efeitos da utilização do soro de queijo bubalino como meio alternativo para cultivo da microalga Spirulina platensis. O delineamento experimental foi distribuído em quatro tratamentos e três repetições, sendo os tratamentos constituídos por diferentes percentuais de solução Zarrouk e soro bubalino. O tratamento controle constituiu-se apenas de solução Zarrouk. Ao atingirem a fase estacionária, os cultivos foram colhidos, lavados e filtrados para retirada de sais e em seguida liofilizados para posteriores análises químico-bromatológicas e físico-químicas. Foram avaliados crescimento, produção de biomassa, compostos bioativos e perfil lipídico da biomassa. As curvas de crescimento foram realizadas mediante dados de absorbância dos cultivos e determinação do peso seco da biomassa.  O uso de diferentes percentuais de inclusão do soro de queijo bubalino influenciou no aumento do crescimento e produção de biomassa. Para os compostos bioativos, houve aumento  nos teores de compostos fenólicos em relação ao tratamento controle. O perfil de ácidos graxos apresentou maior quantidade de ácidos graxos insaturados, destacando-se o ácido merístico. Contudo, pode-se concluir que o soro de queijo bubalino promoveu melhorias nos valores quantitativos e qualitativos da biomassa, podendo ser utilizado como fonte alternativa de carbono na produção de microalgas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2313454 - ADRIANO HENRIQUE DO NASCIMENTO RANGEL
Externo ao Programa - 346498 - GUILHERME FULGENCIO DE MEDEIROS
Externo à Instituição - BRUNA MARIA EMERENCIANO DAS CHAGAS - UFRN
Externo à Instituição - ROBERTO SASSI - UFPB
Notícia cadastrada em: 10/08/2017 14:41
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao