Banca de QUALIFICAÇÃO: PRISCILA TORRES NOBRE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PRISCILA TORRES NOBRE
DATA: 13/12/2013
HORA: 10:30
LOCAL: Sala da PPGPA
TÍTULO:

MODELAGEM DOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE CAPRINOS LEITEIROS 


PALAVRAS-CHAVES:

caprinocultura, pequenos ruminantes, agronegócio de leite de cabra


PÁGINAS: 39
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
RESUMO:

A caprinocultura leiteira é uma atividade tradicional, especialmente na agricultura familiar e/ou nos pequenos produtores rurais, que vem crescendo em importância ao longo dos anos no agronegócio brasileiro. Na região Sudeste (SE) do país essa atividade vem crescendo significativamente em termo de investimentos na produção de caprinos, focando principalmente na produção de leite dos seus rebanhos.Por esses motivos, este trabalho objetivou realizar a caracterização de sistemas produtivos de leite caprino de fazendas afiliadas a ACCOMIG/Caprileite no estado de Minas Gerais. As propriedades foram selecionadas por serem afiliadas a Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos do Estado de Minas Gerais–ACCOMIG/Caprileite; possuírem sistemas de produção e manejo de caprinos leiteiros semelhantes e terem parceria e/ou buscarem orientações técnicas com os docentes da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Os dados foram coletados por meio de entrevistas estruturadas, utilizando questionários aplicados com os produtores, e o acompanhamento dos sistemas de produção durante visita as suas propriedades. Os dados obtidos foram analisados utilizando estatística descritiva e a planilha eletrônica Excel® do Office®. Com os resultados obtidos foi possível identificar que todas as propriedades foram classificadas como minifúndios, porém com sistema intensivo de produção e bom nível tecnológico. Essas condições resultam em desempenho individual dos animais do rebanho, que apresentaram média de 63,75 cabras em lactação perfazendo assim 153,38 litros de leite/dia. A média de leite produzido foi de 2,33 ± 0,63 l/cab./dia. Em todas as propriedades selecionadas há a preocupam com a qualidade do leite devido às bonificações por essa característica recebida ou na busca de um produto final (derivados lácteos) diferenciado. Um ponto favorável é que a região se destaca pela diversa variedade de canais de comercialização do leite fluido e derivados lácteos. Com relação a mão de obra é de suma importância aperfeiçoar o sistema e/ou diminuir o tempo de contenção e retorno às baias, pois essas ações contabilizaram juntas uma média aproximada de 25 minutos/dia, o que representa mais de 20% do tempo total de ordenha. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1282620 - HENRIQUE ROCHA DE MEDEIROS
Interno - 2313454 - ADRIANO HENRIQUE DO NASCIMENTO RANGEL
Interno - 127.568.146-87 - LUCIANO PATTO NOVAES - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 10/12/2013 08:48
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao