Banca de DEFESA: FABIO AZEVEDO DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FABIO AZEVEDO DE SOUZA
DATA: 29/09/2015
HORA: 08:30
LOCAL: Sala de Videoconferência 5 da SINFO
TÍTULO:

 Experimentos Fatoriais Fracionados Assimetricos para Avaliação de Modelos para Previsão de Chuva no Nordeste do Brasil  


PALAVRAS-CHAVES:

Gráficos de Lenth; Modelagem Numérica; Parametrização; Planejamento de experimentos; Previsão de tempo; Weather Research Forecasting.


PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Probabilidade e Estatística
SUBÁREA: Estatística
ESPECIALIDADE: Planejamento de Experimentos
RESUMO:

No Estado do Rio Grande do Norte, episódios de chuvas intensas têm causado transtornos, tais como, deslizamento de barreiras, alagamentos, trânsito caótico, etc.. Assim, a ocorrência de chuvas é uma das principais preocupações dos pesquisadores e demais órgãos ligados à  pesquisa meteorológica. A previsão acurada de eventos extremos como chuvas intensas é fator essencial para que políticas públicas possam ser adotadas com o intuito de mitigar os efeitos causados pelos fenômenos meteorológicos.  Desde meados do século XX o uso de métodos quantitativos para realizar previsão de tempo através de simulacão numérica vem se destacando na meteorologia, pois com o avanço tecnológico da computação, cada vez mais torna-se possível simular fenômenos atmosféricos em alta resolução. Nesses modelos, identicar combinações e/ou congurações de parametrizações de física atmosférica é um desafio para os pesquisadores. Neste sentido, o principal objetivo deste trabalho e implementar técnicas de planejamento de experimentos para selecionar congurações de parametrizações e avaliar modelos numéricos de previsão de tempo. Este trabalho apresenta o uso de experimentos fatoriais fracionados assimetricos (EFFA) para avaliar o desempenho do modelo Weather Research and Forecasting (WRF), utilizando diversas congurações de física, para simular um evento ocorrido no segundo bimestre de 2008 no Estado do Rio Grande do Norte. Foram selecionados quatro esquemas de parametrização de cúmulus (Grell-Deveyi, NSAS, Tiedtke e Kain-Fritsch), dois de microfísica (WSM6 e Thompson), dois de camada limite planetária (YSU e MYJ) e duas congurações de topo do modelo (10mb e 50mb), para três domínios distintos (36Km, 12Km e 4Km) e realizadas 32 simulações. As análises do experimento utilizam gráficos de Lenth para auxiliar na identificação de parametrizações adequadas. Os resultados finais deste trabalho mostram-se promissores e corroboram para que a metodologia proposta de experimentos estatisticamente planejados seja considerada ferramenta de suma importância para avaliação do WRF, trazendo avancos significativos neste campo. Cabe ressaltar que o mesmo procedimento pode ser usado para outros modelos numéricos de previsão de tempo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1218831 - CARLA ALMEIDA VIVACQUA
Interno - 1217007 - ANDRE LUIS SANTOS DE PINHO
Externo ao Programa - 1066308 - MARCUS ALEXANDRE NUNES
Externo à Instituição - MICHEL DOS SANTOS MESQUITA - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 28/09/2015 09:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao