Banca de DEFESA: PEDRO AUGUSTO DIAS TIMOTEO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PEDRO AUGUSTO DIAS TIMOTEO
DATA : 22/01/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Online - link: meet.google.com/xrc-bzmu-qpk
TÍTULO:

O exame físico musculoesquelético associado à anatomia clínica: proposta para um currículo integrado em medicina

 


PALAVRAS-CHAVES:

Sistema musculoesquelético; anatomia clínica; exame físico; educação médica.


PÁGINAS: 45
RESUMO:

Introdução: As doenças musculoesqueléticas apresentam um impacto significativo na sociedade, pela morbidade e custos que acarretam. A despeito da sua alta prevalência, o ensino do sistema musculoesquelético é negligenciado nas escolas médicas, dificultando a abordagem dessas queixas, especialmente na atenção primária. Esforços são desenvolvidos para preencher essa lacuna e, entre estes, o ensino do exame físico musculoesqueléticoassociadoà anatomia clínica. Objetivo: implementar o ensino do exame físico musculoesquelético, associado à anatomia clínica, em um currículo médico integrado e avaliar a percepção dos estudantes quanto à estratégia utilizada e quanto às habilidades adquiridas sobre omesmo. Metodologia:Estudo descritivo, de natureza qualitativa, que utilizou a metodologia da pesquisa-ação. Participaram 40 estudantes da Escola Multicampi de Ciênci09as Médicas (EMCM) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), durante dois componentes curriculares. No segundo ano,ocorreram 5 atividades teórico-práticas, voltadas para o ensino do exame físico musculoesquelético associado à anatomia clínica. Uma avaliação do tipo ObjectiveStructuredClinicalExamination (OSCE) foi aplicada. No terceiro ano, os mesmos estudantes, realizaramo exame físico musculoesquelético em pacientes ambulatoriais. Ao final, um questionário (Likert) foi aplicado para avaliar a percepção dos estudantes sobre a estratégia utilizada para o ensino do exame físico musculoesquelético e sobre as habilidades adquiridas. Resultados: Utilizando vinhetas clínicas das principais síndromes dolorosas (membros superiores, inferiores e coluna vertebral), professores de reumatologia e anatomia levaram os estudantes a buscarem as estruturas anatômicas relacionadas em manequins de corpo inteiro e peças dos segmentos axial e apendicular, direcionando para a compreensão de pontos relevantes do exame musculoesquelético. Posteriormente, baseado nessas atividades, outro treinamentodo exame físico foi realizado pelos estudantes entre pares. No terceiro ano, o exame físico dos vários segmentos foi realizado por todos os estudantes em pacientes reais, sob supervisão docente. Sobre a estratégia utilizada, todos os estudantes concordaram que a anatomia clínica orientou o aprendizado do exame físico e ajudou no raciocínio clínico quanto as queixas musculoesqueléticas. Os estudantes também responderam estarem seguros em realizar o exame físico da maioria dos segmentos pesquisados. Considerações Finais: Autilização da anatomia clínica para treinamento do exame físico musculoesquelético dentro de um currículo integrado, poderá ser um caminhopara melhorar essa habilidade clínica do futuro médico pensando na formação generalista.A manutenção e aprimoramento da estratégia de forma curricular na EMCM, poderá ser experimentada em outras escolas médicas, especialmente aquelas com um currículo baseado em metodologias ativas e centradas no estudante.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2172036 - MARIA JOSE PEREIRA VILAR
Interno - 1348383 - GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
Externo à Instituição - TANIA MARIA DA SILVA MENDONÇA - UFU
Notícia cadastrada em: 12/01/2021 18:02
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao