Banca de DEFESA: VANESSA DIAS DE ARAÚJO BARRÊTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : VANESSA DIAS DE ARAÚJO BARRÊTO
DATA : 17/05/2019
HORA: 14:00
LOCAL: EMCM
TÍTULO:

IMPORTÂNCIA DO CONHECIMENTO PARA A PREVENÇÃO DAS DOENÇAS CARDIOVASCULARES


PALAVRAS-CHAVES:

Doenças cardiovasculares; fatores de risco; prevenção


PÁGINAS: 50
RESUMO:

As doenças cardiovasculares afetam todos os grupos sociais, causando imenso impacto nos gastos públicos em saúde, incluindo tratamento ambulatorial, internações e intervenções realizadas em nível hospitalar, além da reabilitação. Atualmente, de acordo com dados da OMS, tais doenças são responsáveis por 21,5% das causas de óbito no Brasil, dos quais 12,4% são por doenças coronarianas e 9,1% por acidentes vasculares encefálicos. Tudo isso causa impacto econômico significativo no Sistema Único de Saúde – SUS, uma vez que os custos se dão de maneira crescente, pois, diuturnamente, surgem novas tecnologias para serem aplicadas e aumentam as demandas por atendimento. O número de mortes prematuras e o surgimento de morbidades associadas às doenças cardiovasculares requerem significativos investimentos em pesquisa, vigilância, prevenção, promoção da saúde e defesa de uma vida saudável. Os objetivos deste projeto são (1) Analisar a importância do nível de conhecimento de pacientes portadores de doenças cardiovasculares para a prevenção das referidas doenças, (2) Delinear o perfil socioeconômico dos pacientes acometidos por doenças cardiovasculares hospitalizados na Unidade Hospitalar Regional do Seridó – UHRS; (3) Evidenciar o nível de conhecimento dos pacientes acometidos por doenças cardiovasculares hospitalizados na UHRS acerca das complicações decorrentes da sua não prevenção; (4) Identificar as estratégias de prevenção para doenças cardiovasculares adotadas por esses pacientes (acompanhamento médico regular, adoção de hábitos alimentares saudáveis, prática de atividades físicas, entre outros); (5) Avaliar o interesse e/ou disposição dos pacientes acometidos por doenças cardiovasculares hospitalizados na UHRS para mudar práticas culturais/cotidianas, visando mitigar as consequências decorrentes dessas patologias; e (6) Propor estratégias/ações no âmbito da educação em saúde em parceria com outras Instituições de Ensino Superior – IES, como, por exemplo, a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte – UERN. Os dados serão coletados a partir da revisão de prontuários e de entrevistas com os pacientes portadores de doenças cardiovasculares internados na UHRS, utilizando-se questionário estruturado para coleta das informações que serão usadas em análises posteriores.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1168152 - SERGIO RICARDO FERNANDES DE ARAUJO
Interna - 2245637 - MICHELLINE DO VALE MACIEL
Externa à Instituição - MAIARA DE MORAES - UFERSA
Notícia cadastrada em: 15/03/2019 16:21
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao