PMPQRN/IQ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA - REDE NACIONAL INSTITUTO DE QUÍMICA Telefone/Ramal: (84) 3342-2323/124 https://posgraduacao.ufrn.br/PROFQUI

Banca de DEFESA: PAULO VICTOR ALVES DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PAULO VICTOR ALVES DE SOUZA
DATA : 09/12/2022
HORA: 14:30
LOCAL: Container 2 - sala de webconferência do IQ
TÍTULO:

Uma proposta de sequência didática para abordagem de cinética química utilizando redes sociais.


PALAVRAS-CHAVES:

Ensino de química, TICs, Redes Sociais, Cinética química.


PÁGINAS: 75
RESUMO:

O uso das tecnologias da informação, em particular, as redes sociais, se apresentam como um meio de distração dentro da estrutura escolar. Normalmente, a primeira ação para resolver os problemas causados pelo desvio de atenção agravado pelo uso dessas tecnologias é a proibição ou a limitação do uso. As novas tecnologias de comunicação possuem sincronicidade e permitem que os alunos troquem informações em tempo real, possibilitando o compartilhamento de informações de interesse mútuo. As redes sociais twitter, facebook, instagram e tiktok são novas formas de comunicativas ainda pouco explorada pela escola e que possuem grande potencial para divulgação científica e de comunicação com os jovens estudantes. O objetivo desse trabalho é avaliar se a utilização das redes sociais contribui para o ensino de cinética química através do desenvolvimento de uma sequência didática. Essa pesquisa se baseia nos pressupostos da teoria Histórico-Cultural, principalmente da visão de Vygotsky para quem a linguagem é um instrumento cultural complexo e por onde pode-se refletir sobre as práticas escolares e como pode-se contribuir para melhorar a comunicação e incentivar as diferentes formas de expressão no processo de ensino. A pesquisa é qualitativa do tipo pesquisa-ação e terá como participantes os estudantes da 2° série do ensino médio da Escola Cidadã Integral Deputado Carlos Pessoa Filho, localizada na cidade de Aroeiras, pertencente a região metropolitana de Campina Grande, na Paraíba. A coleta dos dados foi realizada através de questionários na escala likert e por meio da análise de conteúdos digitais produzidos pelos estudantes. Os estudantes participantes da pesquisa indicaram que a utilização dos recursos digitais é motivadores e pode ser utilizado no processo de ensino aprendizagem da cinética química de forma positiva, colocando o estudante em uma posição mais ativa na construção do seu conhecimento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1530500 - ANA CRISTINA FACUNDO DE BRITO PONTES
Interno - 2681542 - FABIANO DO ESPIRITO SANTO GOMES
Interna - 1569330 - GRAZIELLE TAVARES MALCHER
Externa à Instituição - REGILANY PAULO COLARES - UNILAB
Notícia cadastrada em: 01/12/2022 12:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao