Banca de DEFESA: FRANCISCO DE ASSIS COSTA BARROS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRANCISCO DE ASSIS COSTA BARROS
DATA : 31/08/2021
HORA: 14:30
LOCAL: Sala de videoconferência do Google: meet.google.com/oun-hmtf-cfq
TÍTULO:

ADVOCACIA 4.0: COMO A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL PODE IMPACTAR A SOBREVIVÊNCIA DOS ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA


PALAVRAS-CHAVES:

Transformação digital; Inovação; Planejamento estratégico; Pandemia; COVID-19; Advocacia 4.0; Inteligência artificial na área jurídica.


PÁGINAS: 86
RESUMO:

A presente dissertação apresenta um estudo de caso único através de uma abordagem qualitativa e descritiva, analisando os impactos da transformação digital nos escritórios de advocacia, especialmente no escritório Costa Barros Advogados, e sua contribuição para o enfrentamento da Pandemia COVID-19, descrevendo as estratégias e tecnologias utilizadas que caracterizam a chamada advocacia 4.0. A inovação é analisada a partir de conceitos de diversos autores e também no contexto da legislação brasileira em vigor, demonstrando-se a importância de uma revisão do planejamento estratégico dos escritórios jurídicos para enfrentar a crise provocada pela referida pandemia. Este cenário de crise impactou mais de um milhão de advogados brasileiros e, somado ao fato de o brasil possuir 98% dos processos trabalhistas do planeta, contribui para a relevância do estudo ora apresentado, sendo ainda relevante o período de funcionamento do escritório analisado, que abrange mais de 20 anos e promoveu sua autotransformação para manter-se competitivo durante a pandemia ainda em curso. O trabalho apresenta os fundamentos da transformação digital no Brasil e na área jurídica e diversos aspectos da inteligência artificial na área jurídica. Considerando que a transformação digital não se trata apenas do uso de tecnologia e sim de mudança do pensamento estratégico, o trabalho aborda ainda a evolução do planejamento estratégico e como ocorreu a adaptação do escritório objeto de estudo para as novas condições de trabalho, especialmente o home office, abordando inúmeros aspectos práticos de gestão de pessoas, planejamento e tecnologias que estão sendo empregadas pelo referido escritório. Além disso, também é apresentada como foi formada a cultura da inovação e aprendizagem permanente da equipe, partindo da consolidação do propósito até o desenvolvimento de iniciativas para a criação de valor para os clientes e para a equipe. Ao final, através da chamada “generalização naturalística” espera-se que o conteúdo da experiência aqui relatada possa contribuir para a melhoria da transformação digital e longevidade de outros escritórios de advocacia.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1943220 - ORIVALDO VIEIRA DE SANTANA JUNIOR
Interno - 1714250 - JAMERSON VIEGAS QUEIROZ
Externo ao Programa - 1358062 - MARCO BRUNO MIRANDA CLEMENTINO
Externo à Instituição - ANDRÉ LAGE FREITAS
Notícia cadastrada em: 26/08/2021 07:15
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao