Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIA APARECIDA CARDOSO DE SOUZA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA APARECIDA CARDOSO DE SOUZA
DATA: 26/03/2015
HORA: 10:00
LOCAL: Anfiteattro do departamento de Tocoginecologia
TÍTULO:

FATORES DETERMINANTES DA NEAR MISS MATERNA EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA OBSTÉTRICA: AVALIAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS DA ÁREA MÉDICA

 


PALAVRAS-CHAVES:

mortalidade materna, morbidade, gestantes, educação em saúde, estudantes de medicina.


PÁGINAS: 25
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
SUBÁREA: Saúde Materno-Infantil
RESUMO:

Objetivo: avaliar os fatores determinantes da morbimortalidade em unidade de terapia intensiva obstétrica (UTIO) e competências profissionais dos estudantes do curso médico e dos residentes de Ginecologia e Obstetrícia de um hospital universitário. Métodos: estudo observacional de corte transversal com 492 gestantes ou puérperas e 261 alunos e residentes. Foram selecionadas pacientes internadas na UTIO no período de um ano, sendo informadas sobre as propostas do estudo e realizada aplicação do questionário. A análise foi feita através do Microsoft Excel 2013 e GraphPad6. Foram empregados testes x2 para verificar associação entre os fatores de risco para morbi-mortalidade materna e testes t de student para avaliar competências dos alunos da graduação e residentes referentes ao teste cognitivo e ao Mini-cex. Resultados: Foram encontrados como riscos relativos significativamente elevados para desenvolvimento de near miss quando comparada a morbidade materna grave, a raça não-branca (OR=2,527; RR=2,342); pacientes casadas (OR=7,968; RR=7,113), escolaridade até 2º grau incompleto (OR=3,177; RR=2,829), procedente do interior (OR=4,643; RR=4,087), renda familiar menor que 1 salário mínimo (OR=7,014; RR=5,554), distúrbios hipertensivos gestacionais (OR=16,35; RR=13,27), realização do pré-natal (OR=5,023; RR=4,254) e a via de parto cesárea (OR=39,21; RR=31,25). Na análise cognitiva, foi notada uma diferença significativa nas performances dos estudantes sobre o tema (3,75 ± 0,93, 4,03 ± 0,94 e 4,88 ± 0,35 médias e desvios padrões dos acadêmicos, internos e residentes, respectivamente; p < 0,01) e no Mini-cex mostrando um melhor desempenho global dos residentes quando comparados aos alunos da graduação. Conclusões: Questões socioeconômicas, clínicas e assistenciais mostraram-se relacionados à prevalência de near miss, revelando a importância de intervenções amplas para melhorar estes indicadores. Sugere-se, também, uma maior inserção curricular do tema nas disciplinas do curso médico, tendo em vista a importância de se evitar a near miss através da adequação no âmbito da educação médica.

 

Palavras chaves: mortalidade materna, morbidade, gestantes, educação em saúde, estudantes de medicina.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1199080 - ANA KATHERINE DA SILVEIRA GONCALVES DE OLIVEIRA
Interno - 1348383 - GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
Interno - 346268 - TÉCIA MARIA DE OLIVEIRA MARANHÃO
Notícia cadastrada em: 26/03/2015 08:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao