Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFRN

2021
Dissertações
1
  • CANDYCE DE LIMA E SILVA
  • Formação para o trabalho interprofissional nas residências multiprofissionais em saúde dos hospitais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

  • Orientador : MARCELO VIANA DA COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • EUDES EULER DE SOUZA LUCENA
  • RENEIDE MUNIZ DA SILVA
  • Data: 01/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • A integralidade na assistência em saúde é um dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil. Para atender essa demanda, compete ao SUS a formação continuada de seus recursos humanos. Nesse sentido, a Educação Interprofissional (EIP) é um dos eixos formativos centrais da educação em saúde atualmente. O nosso objetivo é analisar a proposta de EIP dos Programas de Residências Multiprofissionais em Saúde (PRMS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, vinculados a hospitais, bem como a percepção de seus/suas residentes sobre a formação que estão recebendo para o trabalho interprofissional. Esta pesquisa é um estudo exploratório de natureza qualitativa. O corpus da pesquisa são os Projetos Pedagógicos (PP) dos cursos e entrevistas semidirigidas transcritas, realizadas junto aos(às) residentes. Analisamos os PP e 29 entrevistas através da análise documental e análise de conteúdo (abordagem do framework), respectivamente. Os resultados nos mostram que todos os programas propõem mudança de práticas tradicionais de ensino na saúde, tendo objetivo formativo central a prática colaborativa em seus PPs, os projetos possuem as mesmas matrizes pedagógicas e sistema de avaliação e todos citam metodologias ativas como ferramenta de aprendizagem. Os(as) residentes têm uma boa compreensão sobre EIP, o que corrobora com a definição apresentada pela literatura e reconhecem a importância do trabalho em equipe. Percebemos, todavia, uma dissonância entre a EIP prevista no PP e aquela percebida pelos(as) residentes que consideram os  PRMS cenário fértil para a EI, porém relatam que: A formação uniprofissional da graduação é uma ameaça para EI; O modelo biomédico ainda é  hegemônico dentro dos hospitais provocando um distanciamento das demais profissões com o curso de medicina; A separação total da residência médica e multiprofissional enfraquece a colaboração. A criação de um pensamento interprofissional é um desafio dentro da educação em saúde, porém somente será fomentada se ampliarmos as atividades formativas dentro dos PRMS que produzam interações solidárias e colaboraivas.


  • Mostrar Abstract
  • The integral health care, essential for quality assistance, is one of the principles of the Sistema Único de Saúde (SUS) in Brazil. To meet this demand, compete to SUS ongoing training of its human resources. In this sense, Interprofessional Education (IE) is currently one of the central training axes of health education. Our goal is to examine a proposal for the IE at Multi-professional Residency Programs in Health (MRPH) of theFederal University of Rio Grande do Norte, linked to hospitals, as well as the perception of their residents about the training that they are receiving for interprofessional work. This research is qualitative with an exploratory nature. The corpus of the research is the Pedagogical Projects (PP) of the transcribed courses and semi-directed interviews, carried out with the residents. We analyzed the PP and 29 interviews through document analysis and content analysis ( framework approach ), respectively. The results show us that all programs propose a change from traditional health teaching practices, with the central formative objective of collaborative practice in their PPs, the projects have the same matrixes and evoluation system and all cite active methodologies as a tool for learning. Residents have a good understanding of IPE, which corroborates the definition presented in the literature and recognize the importance of teamwork. We observed a dissonance between the IE foreseen in the PP and that that perceived by residents who consider PRMS a fertile setting for IE. But they report that graduate students are threat to IE; The biomedical model is still hegemonic within hospitals causing a distance from other professions within medical school. The total separation of medical and multi-professional residency weakens the collaboration. The creation of interprofessional thinking is a challenge within health education. However will only be promoted if we expand the training activities within the PRMS that they produce solidary and collaborative interactions.

2
  • ANA NEILMA PINHEIRO DAS NEVES
  • PROPOSTA DE FORMAÇÃO ORIENTADA POR COMPETÊNCIA E AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM PARA A RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE

  • Orientador : JANETE LIMA DE CASTRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • CLAUDIO ORESTES BRITTO FILHO
  • JANETE LIMA DE CASTRO
  • QUENIA CAMILLE SOARES MARTINS
  • Data: 25/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • CONTEXTO: O ensino na área da saúde vem passando por modificações importantes e o advento dos programas de Residência Médica e Multiprofissional no Brasil tem possibilitado aos profissionais dos serviços de saúde discussões e reflexões relativas aos princípios e diretrizes do SUS. Tendo em vista que formar especialistas para o Sistema Único de Saúde requer a aquisição e/ou aprimoramento das competências, atitudes e conhecimentos dentro de sua área de domínio, se torna primordial orientar a formação por meio de avaliações pertinentes.OBJETIVO: Elaborar matriz de competências e instrumento avaliativo do desempenho dos Residentes da Residência Multiprofissional em Assistência Materno-Infantil do Hospital Universitário Ana Bezerra. METODOLOGIA: Estudo qualitativo do tipo intervencional, tendo como participantes os Residentes do primeiro ano de 2019, tutores e a coordenadora da Residência. A coleta de dados do estudo foi desenvolvida em duas etapas: A primeira, consistiu na realização de uma oficina com Residentes e tutores para discussão e elaboração de uma proposta de matriz de competências e de um novo instrumento avaliativo para a Residência. A segunda etapa, que também se deu em forma de oficina, contou com a participação dos tutores e da coordenadora da Residência para ajustes nos instrumentos propostos. As falas dos participantes da primeira oficina foram transcritas e analisadas tendo Bardin (2011) como referência. RESULTADOS: Este trabalho tem como resultado a construção de dois instrumentos. O primeiro intitulado de Matriz de Competências e o segundo denominado Instrumento Avaliativo Por Competência.  As discussões realizadas nas oficinas revelaram as dificuldades dos Residentes na elaboração desses dois instrumentos, como também a necessidade da elaboração de uma avalição capaz de mensurar a competência dos mesmos. 


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: the teaching in the health field has undergone important changes and the advent of Medical and Multiprofessional Residency programs in Brazil has enabled health service professionals to discuss and reflect on SUS principles and guidelines. Bearing in mind that training specialists for the Unified Health System requires the acquisition and / or improvement of skills, attitudes and knowledge within their area of expertise, it is essential to guide training through relevant assessments. Objective: To elaborate a skills matrix and an evaluation tool for the performance of Residents of the Multiprofessional Residence in Maternal and Child Care at the Ana Bezerra University Hospital. Methodology: Qualitative study of the interventional type, with participants from the Residents of the first year of 2019, tutors and the coordinator of the Residence. The data collection of the study was developed in two stages: The first, consisted of a workshop with Residents and tutors to discuss and elaborate a proposal for a skills matrix and a new evaluation instrument for the Residence. The second stage, which also took place in the form of a workshop, counted on the participation of tutors and the coordinator of the Residence to adjust the proposed instruments. The speeches of the participants of the first workshop were transcribed and analyzed using Bardin (2011) as a reference. Results: This work results in the construction of two instruments. The first is called the Competency Matrix and the second is called Competence Assessment Instrument. The discussions held in the workshops revealed the residents' difficulties in preparing these two instruments, as well as the need to develop an instrument capable of assessing their competence.

3
  • FRANCISCO PIRES NEGROMONTE DE MACÊDO
  • Elaboração e implantação de um novo instrumento de avaliação de residentes no programa de residência médica em radiologia e diagnóstico por imagem do Hospital Universitário Onofre Lopes – HUOL - UFRN

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • RUBENS CHOJNIAK
  • Data: 11/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A Residência Médica constitui uma modalidade de pós-graduação com nível de especialização, fundamentada no treinamento em serviço. Existe um interesse crescente, nas últimas décadas, pela Educação Médica Baseada em Competências nas residências médicas, com foco nos resultados educacionais. A avaliação constitui um de seus pilares centrais, devendo ter caráter formativo e prover feedback. A Educação Médica Baseada em Competências já foi implementada em alguns países, com diferentes estruturações. No Brasil, a Comissão Nacional de Residência Médica deu os primeiros passos nessa direção, definindo os objetivos educacionais para várias especialidades, incluindo a Radiologia e Diagnóstico por Imagem. A sistematização dos métodos de avaliação de competências envolve múltiplas variáveis, porém a literatura carece de instrumentos de avaliação específicos para a Radiologia, especialmente no Brasil. Objetivos: Elaborar e implantar um instrumento avaliativo com caráter formativo para o programa de residência médica em Radiologia e Diagnóstico por Imagem do Hospital Universitário Onofre Lopes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Metodologia: Estudo de abordagem descritiva, exploratória e de intervenção, com três etapas. As duas primeiras consistiram em oficinas com médicos residentes e preceptores, uma para capacitação em avaliação de competências, e a outra para construção coletiva de um instrumento avaliativo adequado à Radiologia. Na terceira etapa, os pesquisadores acompanharam a aplicação inicial do instrumento pelos preceptores. Resultados: As duas oficinas tiveram participação dos três pesquisadores, dezesseis preceptores e cinco residentes. O instrumento de avaliação resultante inclui sete competências que devem ser avaliadas em relação ao esperado para o nível do residente, e uma escala para conceito geral da avaliação. Este foi aplicado 33 vezes, num período de seis meses. Conclusão: A realização de oficinas de capacitação para os preceptores, com a introdução de uma nova cultura de avaliação, foi fundamental para a construção e experiência inicial na aplicação do instrumento no referido programa. Este apresentou viabilidade, baixo custo e teve boa aceitabilidade entre preceptores e residentes.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Medical Residency is a post-graduate modality with a specialization level, based on in-service training. There has been a growing interest in the use of Competency-Based Medical Education in the last few decades, whose focus is on educational outcomes. Assessment is one of its central pillars, and it should be formative and provide feedback. Competency-Based Medical Education has been implemented in some countries, with different structures. In Brazil, the National Medical Residency Commission took the first steps in this direction, defining the educational objectives for various specialties, including Diagnostic Radiology. The systematization of competency assessment methods involves multiple variables. The literature lacks specific assessment tools for Radiology, especially in Brazil. Objectives: Develop and implement a formative assessment tool for the Diagnostic Radiology Residency Program at Onofre Lopes University Hospital of the Federal University of Rio Grande do Norte. Method: It is a study with a descriptive, exploratory and intervention approach, with three stages. The first two consisted of workshops with residents and preceptors, one for training in competency assessment, and the other for the collective construction of an assessment tool suitable for Radiology. In the third stage, the researchers followed the initial application of the instrument by the preceptors. Results: The two workshops were attended by the three researchers, sixteen preceptors and five residents. The resulting assessment tool includes seven competencies that must be assessed against what is expected at the resident level, and an overall scale of the evaluation. The instrument was applied 33 times in practice scenarios, over a period of six months. Conclusion: The realization of the training workshops for preceptors, with the introduction of a new culture of assessment, was fundamental for the construction and initial experience in the application of the assessment tool. This tool presented viability, low cost and had good acceptability between preceptors and residents.

4
  • ÂNGELA GONÇALVES COSTA
  • RESIDÊNCIA MÉDICA: FATORES EMOCIONAIS E SÍNDROME DE BURNOUT

  • Orientador : SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA CARLA BARBOSA DE OLIVEIRA
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 22/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • A residência médica é uma modalidade de pós-graduação, que visa oferecer ao residente um treinamento em serviço, com alto grau de exigência e elevada carga horária. Esse contexto pode comprometer o bem-estar do residente, provocando sofrimento psíquico e até adoecimento mental. Diante disso, esse trabalho se propôs a estimar a prevalência do estresse, depressão e síndrome de Burnout entre residentes e preceptores do serviço de Clínica Médica do Hospital Universitário Onofre Lopes. Realizou-se um estudo quantitativo, epidemiológico do tipo transversal. Participaram do estudo, médicos residentes do primeiro e segundo anos inscritos no programa de Clínica Médica do Hospital Universitário Onofre Lopes e preceptores deste serviço. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFRN (Parecer nº 3.558.898) e todos os voluntários assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), após serem informados sobre os objetivos da pesquisa. Para coleta de dados, foram utilizados os seguintes instrumentos: Ficha de identificação, Inventário de Sintomas de Estresse de Lipp (ISSL), Inventário de Depressão de Beck e o Maslach Burnout Inventory - Human Services Survey. Em relação aos participantes, 13 (25%), eram residentes do 1º ano de Clínica Médica, 15 (28,8%) do 2º ano e 24 (46,2%) preceptores do programa de Clínica Médica totalizando 52 médicos. De acordo com o ISSL, 29 participantes (55,7%), tinham estresse, com predominância nos residentes do 2º ano, 12 (41,4%). A maioria dos médicos com estresse estava na fase de resistência: 28 participantes (53,8%), com predominância de sintomas psicológicos em 19 (36,5%) médicos. Os sintomas de depressão estavam presentes em 7 (13,5%) dos participantes sendo mais prevalentes também nos residentes do 2º ano: 4 (57,1%).Do grupo pesquisado, 3 (5,8%) apresentaram a Síndrome de Burnout e todos eram médicos residentes do 2º ano.  Assim, faz-se necessário refletir sobre saúde mental no contexto das residências médicas, de modo a contribuir para o desenvolvimento de estratégias positivas de enfrentamento do estresse, favorecendo o autocuidado e a prevenção de sintomatologias psicológicas.


  • Mostrar Abstract
  • Medical residency is a post-graduate modality, which aims to offer the resident in-service training, with a high degree of demand and high workload. This context can compromise the resident's well-being, causing psychological distress and even mental illness. Therefore, this study aimed to estimate the prevalence of stress, depression and Burnout syndrome among residents and tutors of the Medical Clinic service at Hospital Universitário Onofre Lopes. A quantitative, epidemiological, cross-sectional study was carried out. The first and second year resident physicians enrolled in the Medical Clinic program at Hospital Universitário Onofre Lopes and preceptors of this service participated in the study. This study was approved by the UFRN Research Ethics Committee (Opinion No. 3,558,898) and all volunteers signed the Free and Informed Consent Form (ICF), after being informed about the research objectives. For data collection, the following instruments were used: identification form, Lipp's Stress Symptom Inventory (ISSL), Beck's Depression Inventory and the Maslach Burnout Inventory - Human Services Survey. Regarding the participants, 13 (25%) were residents of the 1st year of Clinical Medicine, 15 (28.8%) of the 2nd year and 24 (46.2%) preceptors of the Medical Clinic program, totaling 52 doctors. According to ISSL, 29 participants (55.7%) had stress, with a predominance of 2nd year residents, 12 (41.4%). Most doctors with stress were in the resistance phase, 28 participants (53.8%), with a predominance of psychological symptoms 19 (36.5%). The symptoms of depression were present in 7 (13.5%) of the participants, being more prevalent also in the residents of the 2nd year: 4 (57.1%). Of the group surveyed, 3 (5.8%) had Burnout Syndrome and all were resident physicians in the 2nd year. Thus, it is necessary to reflect on mental health in the context of medical residences, in order to contribute to the development of positive strategies for coping with stress, favoring self-care and the prevention of psychological symptoms.

5
  • ANA GERMANA LEITE
  • Contribuições para a construção de uma Matriz de Competências Colaborativas para a Residência Multiprofissional de uma Maternidade Escola

  • Orientador : JANETE LIMA DE CASTRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CLAUDIA CAVALCANTI PEIXOTO DE VASCONCELOS
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • JANETE LIMA DE CASTRO
  • Data: 19/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • A interprofissionalidade apresenta-se na atualidade como fundamental para a formação de profissionais de saúde que visem o cuidado verdadeiramente integral de pacientes e o trabalho em equipe. Nesse sentido, o desenvolvimento de competências colaborativas vem para auxiliar docentes e discentes a atingirem esse objetivo. A Educação Interprofissional reconhece e respeita os pressupostos específicos de cada profissão e protege sua identidade. Ao lidar com a diferença, ela trabalha no sentido de atingir os resultados baseados em competências dentro de uma estrutura comum. O objetivo geral deste trabalho de conclusão de mestrado consiste em propor elementos para a construção de uma matriz de competências colaborativas para o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde com Área de Concentração em Terapia Intensiva Neonatal de uma maternidade escola. A proposta apresentada neste trabalho foi pensada na perspectiva de orientar o processo de formação e capacitação dos residentes, no tocante às competências colaborativas. Trata-se de um estudo qualitativo secundário, do tipo revisão bibliográfica e análise documental, realizado na Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), Natal, Rio Grande do Norte. As fontes de investigação foram o Projeto Político Pedagógico (PPP) da Residência Multiprofissional em Saúde com Área de Concentração em Terapia Intensiva Neonatal da referida maternidade e matrizes de competências encontradas na literatura. A realização do estudo ocorreu em duas etapas. A primeira consistiu no levantamento bibliográfico acerca das competências colaborativas necessárias à formação de profissionais de saúde na leitura do PPP e de outras matrizes. A segunda etapa teve como objetivo a construção de uma proposta de   matriz que foi desenvolvida com base em quatro eixos: relacionamento interpessoal e comunicação; profissionalismo e ética; senso de responsabilidade e proatividade; abordagem centrada na pessoa, na família e na comunidade. Cada eixo apresenta as competências desejadas ao egresso da Residência Multiprofissional em Saúde com Área de Concentração em Terapia Intensiva Neonatal da MEJC. O propósito é que a proposta aqui apresentada forneça elementos para a elaboração de instrumento de avaliação de competências colaborativas dos residentes do programa. Acredita-se que ele chega em um momento oportuno, quando o ensino na MEJC toma proporções maiores e galga um novo patamar, o da profissionalização do ensino. É o momento em que a grande maioria dos preceptores e tutores já foi capacitada para o ensino e que surge a necessidade de aprimorar processos práticos, como o da avaliação dos residentes.


  • Mostrar Abstract
  • Interprofessionality is currently presented as fundamental for the training of health professionals who aim at truly comprehensive care for patients and teamwork. In this sense, the development of collaborative skills comes to help teachers and students to achieve this goal. Interprofessional Education recognizes and respects the specific assumptions of each profession and protects its identity. By dealing with the difference, it works towards achieving competency-based outcomes within a common framework. The general objective of this master's conclusion work is to propose elements for the construction of a matrix of collaborative competences for the Multiprofessional Residency Program in Health with Area of Concentration in Neonatal Intensive Care of a teaching maternity hospital. The proposal presented in this work was designed from the perspective of guiding the training and training process of residents, with regard to collaborative skills. This is a qualitative secondary study, of the bibliographic review and document analysis type, carried out at the Maternity School Januário Cicco (MEJC), Natal, Rio Grande do Norte. The sources of investigation were the Political Pedagogical Project (PPP) of the Multiprofessional Residency in Health with Area of Concentration in Neonatal Intensive Care of the aforementioned maternity hospital and competency matrices found in the literature. The study was carried out in two stages. The first consisted of a bibliographic survey about the collaborative skills necessary for the training of health professionals in reading the PPP and other matrices. The second stage aimed to build a matrix proposal that was developed based on four axes: interpersonal relationships and communication; professionalism and ethics; sense of responsibility and proactivity; person, family and community centered approach. Each axis presents the competences desired by the graduate of the Multiprofessional Residency in Health with a Concentration Area in Neonatal Intensive Care at MEJC. The purpose is that the proposal presented here provides elements for the elaboration of an instrument to assess the collaborative skills of the program's residents. It is believed that it comes at an opportune moment, when teaching at MEJC takes on greater proportions and rises to a new level, that of the professionalization of teaching. It is the moment when the vast majority of preceptors and tutors have already been trained for teaching and the need to improve practical processes, such as the evaluation of residents, arises.

6
  • ARACELI MARIA DE LIMA SANTOS
  • DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVO DE SMARTPHONE COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO À ELABORAÇÃO DE UMA PRESCRIÇÃO SEGURA

  • Orientador : MARISE REIS DE FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • IZABEL CRISTINA MEISTER MARTINS COELHO
  • Data: 23/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • O uso seguro de medicamentos é a terceira meta global proposta pela Organização Mundial de Saúde.  Eventos adversos medicamentosos ocorrem por erros de prescrição, dispensação ou administração de medicamentos. A elaboração da prescrição é a tarefa mais comum da prática médica, no entanto, preparar um médico em formação para fazê-lo é um grande desafio. Nesse sentido, utilizar uma ferramenta de m-learning, como aplicativo de smartphone, auxiliará nesse processo, pela disponibilidade e facilidade de acesso, servindo como ferramenta de busca para uma aprendizagem ativa. Os objetivos da pesquisa foram desenvolver e disponibilizar um aplicativo de smartphone com informações sobre medicamentos para auxiliar os residentes médicos na elaboração de uma prescrição segura em uma instituição de ensino, servindo como ferramenta para estudo auto-dirigido, com informações confiáveis. Métodos: Realizou-se de uma pesquisa-ação desenvolvida em 4 etapas: fase 01 - exploratória, na qual se observou a necessidade de uma nova intervenção para melhorar a segurança na prescrição médica; fase 02 - planejamento, com a pactuação, junto às equipes do Núcleo da Segurança do Paciente do hospital e da Farmácia Hospitalar, sobre o conteúdo do aplicativo; fase 03 - desenvolvimento do conteúdo com a catalogação dos fármacos utilizando-se as plataformas UpToDate®, Micromedex® Drug Info e as bulas disponíveis no site da ANVISA; e o desenvolvimento do aplicativo; fase 04 – uso e avaliação da ferramenta, através  de questionário estruturado. Resultados: Um aplicativo de smartphone gratuito foi desenvolvido para uso institucional, com informações básicas relativas a 72 fármacos de alta vigilância padronizados neste hospital de ensino, além de um e-book com as mesmas informações. Uma avaliação piloto foi realizada para obtenção da opnião dos potenciais usuários sobre a utilidade da ferramenta após utilizarem a mesma por cerca de 15 dias. Dos 73 convidados para avaliar a ferramenta,  35% (26) concluíram todas as etapas da pesquisa, destes 84% (16) consideraram o aplicativo útil, 53% (10) ficaram muito satisfeitos com a ferramenta, 89% (17) a consideraram útil como ferramenta de aprendizagem e 100% concordaram que a instituição deveria ampliar a ferramenta contemplando todos os medicamentos padronizados. Conclusão: A ferramenta foi bem aceita entre os potenciais usuários, e servirá para facilitar o acesso à informação segura durante a elaboração da prescrição médica, contribuindo para a redução das inadequações nas mesmas.

     


  • Mostrar Abstract
  • The safe use of drugs is the third global goal proposed by the World Health Organization. Adverse drug events occur due to errors in prescribing, dispensing or administering drugs. Prescription preparation is the most common task in medical practice, however, preparing a physician in training to do so is a great challenge. In this sense, using an m-learning tool, such as a smartphone application, will help in this process, due to its availability and ease of access, serving as a search tool for active learning. The research objectives were to develop and make available a smartphone application with information about medications to assist medical residents in the elaboration of a safe prescription in an educational institution, serving as a tool for self-directed study, with reliable information. Methods: An action research was carried out in 4 stages: phase 01 - exploratory, in which the need for a new intervention to improve safety in medical prescription was observed; phase 02 - planning, with the agreement, with the teams of the Hospital's Patient Safety Center and the Hospital Pharmacy, about the content of the application; phase 03 - content development with the cataloging of drugs using the platforms UpToDate®, Micromedex® Drug Info and the leaflets available on the ANVISA website; and application development; phase 04 – use and evaluation of the tool, through a structured questionnaire. Results: A free smartphone app was developed for institutional use, with basic information related to 72 highly surveillance drugs standardized in this teaching hospital, in addition to an e-book with the same information. A pilot evaluation was carried out to obtain the opinion of potential users about the usefulness of the tool after using it for about 15 days. Of the 73 invited to evaluate the tool, 35% (26) completed all stages of the research, of these 84% (16) considered the application useful, 53% (10) were very satisfied with the tool, 89% (17) considered it useful as a learning tool and 100% agreed that the institution should expand the tool to include all standardized drugs. Conclusion: The tool was well accepted among potential users, and will serve to facilitate access to secure information during the preparation of medical prescriptions, contributing to the reduction of inadequacies in them.

7
  • IRACY LUANNA DE ALBUQUERQUE SILVA
  • Compreensão dos preceptores de graduação quanto ao seu papel na formação de profissionais de saúde críticos e reflexivos

  • Orientador : ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • RODRIGO DOS SANTOS DINIZ
  • YONARA MONIQUE DA COSTA OLIVEIRA
  • Data: 27/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • CONTEXTO: Em virtude da necessidade de mudanças na formação dos cursos na saúde, a resolução nº 569 de 08 de dezembro de 2017 reitera o Art. 200 da Constituição de 1988 e aprova princípios a serem incorporados nas Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos da Saúde, como quesitos a serem levados em consideração na adequação e construção dos novos currículos. OBJETIVO: O presente estudo teve como objetivo conhecer, como os preceptores de graduação do Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes compreendem o seu papel na formação de profissionais de saúde críticos e reflexivos. METODOLOGIA: O estudo do tipo pesquisa descritivo-exploratória, de abordagem qualitativa, de escolha intencional, não probabilística, realizada com preceptores de graduação de múltiplas áreas do Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes. A amostra foi constituída por 08 preceptores de graduação convidados à discussão em 1 (um) grupo focal (GF) e 3 preceptores de graduação entrevistados individualmente, tendo como eixo temático a “compreensão dos preceptores de graduação quanto ao seu papel na formação de profissionais de saúde críticos e reflexivos”. A discussão em GF e as entrevistas individuais foram guiadas por meio de um roteiro semiestruturado, previamente elaborado com 5 questões abertas, tendo o pesquisador como mediador. RESULTADOS: Os resultados obtidos através desta pesquisa geraram um produto na forma de relatório, a ser divulgado para a Direção da Instituição em conjunto com o NEP (Núcleo de Educação Permanente) onde o presente documento é capaz de fornecer subsídios para compreender a percepção dos preceptores quanto ao conhecimento dos novos currículos na saúde, desenvolvimento das habilidades crítico-reflexivas nos graduandos e o seu papel na formação de profissionais críticos e reflexivos, utilização de metodologias ativas para o desenvolvimento de tais habilidades e as potencialidades e fragilidades no exercício da preceptoria para o desenvolvimento destas habilidades nos graduandos. 


  • Mostrar Abstract
  • CONTEXT: Due to the need for changes in the formation of courses in the health field, the resolution number 569 of December 8, 2017 reiterates Art. 200 of the 1988 Constitution and approves principles to be incorporated in the National Curriculum Guidelines for Health Courses, as requirements to be taken into account when adapting and building new curricula. OBJECTIVE: The present study aimed to understand how the graduate tutors at the Pediatric Hospital Maria Alice Fernandes understand their role in the formation of critical and reflective health professionals. METHODOLOGY: Descriptive-exploratory study, with a qualitative approach, with an intentional, non-probabilistic choice, carried out with undergraduate preceptors from multiple areas at the Pediatric Hospital Maria Alice Fernandes. The sample consisted of 08 undergraduate preceptors invited to the discussion in 1 (one) focus group (FG) and 3 undergraduate preceptors interviewed individually, having as a thematic axis the “understanding of undergraduate preceptors as to their role in the training of critical and reflective health professionals”. The FG discussion and individuals interviews were guided through a semi-structured script, previously prepared with 5 opens questions, with the researcher as a mediator. RESULTS: The results obtained through this research generated a product in the form of a report, to be disclosed to the Institution's Management together with the NEP (Continuing Education Center) where this document is able to provide subsidies to understand the perception of preceptors regarding the knowledge of new health curricula, development of critical-reflective skills in undergraduates and their role in the training of critical and reflective professionals, use of active methodologies for the development of such skills and the strengths and weaknesses in the exercise of preceptorship for the development of these skills in undergraduates.

8
  • DANIEL CAMARA ALVES DE MEDEIROS
  • Implantação e análise de uma estratégia de avaliação baseada em procedimentos (PBA) na residência médica de urologia do Hospital Universitário Onofre Lopes

  • Orientador : PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RODOLFO BORGES DOS REIS
  • ELAINE LIRA MEDEIROS
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • Data: 30/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Mudanças na sociedade e nas práticas da Medicina tem demandado melhorias no processo de ensino cirúrgico nas Residências Médicas em todo o mundo, levando ao surgimento de novos modelos de ensino-aprendizagem e avaliação baseados em competências. Nesse processo, o Procedure Based Assessment (PBA) se destaca como uma ferramenta de avaliação em ambiente de trabalho, com características somativa e formativa, amparada na avaliação de competências e no feedback estruturado. Este trabalho objetivou a elaboração, implantação e análise do PBA no Programa de Residência Médica de Urologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (PRMUro-HUOL), através de um estudo exploratório, prospectivo, do tipo pesquisa-ação, envolvendo residentes e preceptores do Programa nos anos de 2019 e 2020. As etapas do trabalho envolveram a capacitação dos participantes, a elaboração do PBA por consenso de grupo, a aplicação das avaliações e a captação da percepção do grupo através de um questionário. Nos resultados, verificou-se a participação de 13 preceptores e 6 residentes, contribuindo para a criação de 06 modelos de PBAs. Foram aplicadas 34 avaliações. Na análise individual de desempenho, o PBA foi capaz de captar uma tendência de melhora das competências em todas as cirurgias e para todos os residentes. O feedback estruturado foi considerado uma estratégia importante no processo de ensino-aprendizagem por preceptores e residentes. Na percepção do grupo, o PBA é capaz de certificar a competência cirúrgica, avaliar o desenvolvimento dessas competências e melhorar a curva de aprendizado, creditando bom valor educacional ao mesmo. Dificuldades e pontos negativos foram levantados, como a inexperiência com o método, falta de tempo adequado dentro da rotina institucional, falta de engajamento de alguns preceptores, dúvidas sobre a acurácia e a qualidade do feedback ofertado. Sugestões foram feitas no sentido da sistematização das avaliações, capacitação continuada e estímulo institucional. Todos os participantes foram favoráveis à utilização regular do PBA no PRMUro-HUOL. O estudo concluiu que a experiência do grupo com o PBA foi positiva, com boa aceitação e percepção de diversos benefícios do ponto de vista pedagógico, de maneira que a adoção rotineira da ferramenta no PRMUro-HUOL se mostra promissora.


  • Mostrar Abstract
  • Changes in society and in the practices of Medicine have demanded improvements in the surgical teaching process in Medical Residencies worldwide, leading to the emergence of new teaching-learning and assessment competency-based models.  In this process, the Procedure Based Assessment (PBA) stands out as an assessment tool in the work environment, with summative and formative characteristics, supported by competency-based assessment and structured feedback.  This research aimed at the elaboration, implantation and analysis of the PBA in the Urology Medical Residency Program of the Hospital UniversitárioOnofre Lopes (PRMUro-HUOL), through an exploratory, prospective, research-action type study, involving residents and preceptors of the Program in the years 2019 and 2020.  The stages of the study involved the training of participants, the preparation of the PBA by group consensus, the assessments’ application and the capture of the group's perception through a questionnaire.  In the results, there was the participation of 13 preceptors and 6 residents, contributing to the creation of 06 models of PBAs. Thirty four assessments were applied.  In the individual performance analysis, the tool was able to capture a tendency to improve competencies in all surgeries and for all residents. Structured feedback was considered an important strategy in the teaching-learning process by preceptors and residents.  In the group's perception, the PBA is able to certify surgical competence, evaluate the development of these competencies and improve the learning curve, crediting good educational value to it. Difficulties and negative points were raised, such as inexperience with the method, lack of adequate time within the institutional routine, lack of engagement by some tutors, doubts about the accuracy and quality of the feedback offered.  Suggestions were made in the sense of systematizing evaluations, continued training and institutional encouragement. All participants were in favor of the regular use of PBA in PRMUro-HUOL. The study concluded that the group's experience with PBA was positive, with good acceptance and perception of several benefits from a pedagogical point of view, so that the routine adoption of the tool at PRMUro-HUOL is promising.

9
  • FELIPE LEITE GUEDES
  • CONSTRUÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM ATLAS ONLINE DE PATOLOGIA RENAL PARA APOIAR O ENSINO DAS GLOMERULOPATIAS

  • Orientador : JOSE DINIZ JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANNA GISELLE CAMARA DANTAS RIBEIRO RODRIGUES
  • EDNA REGINA SILVA PEREIRA
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • PETALA TUANI CANDIDO DE OLIVEIRA SALVADOR
  • Data: 02/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • OBJETIVOS: Os objetivos do projeto sãodesenvolver e publicar uma plataforma virtual de Patologia Renal para o ensino das Glomerulopatias e avaliar como médicos residentes reagiram a forma de aprender através do uso da tecnologia educacional desenvolvida.METODOLOGIA: O trabalho foi dividido em duas partes. A primeira relacionou-se a construção de uma plataforma online para ensino das glomerulopatias, o NefroAtlas. O desenvolvimento da plataforma foi realizado através da colaboração dos serviços de Nefrologia do Hospital Universitário Onofre Lopes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (HUOL-UFRN), do Laboratório de Imunofluorescência e Microscopia Eletrônica da Universidade Federal do Maranhão (LIME-UFMA) e do Instituto Metrópole Digital da UFRN (IMD-UFRN). Para a apresentação do desenvolvimento da plataforma foi apresentado o modelo de design instrucional “ADDIE”. A segunda parte da pesquisa incluiu uma pesquisa qualitativa, em que 8 médicos residentes do HUOL, utilizaram o Atlas por um intervalo de quinze dias e deram opiniões sobre seu processo de ensino-aprendizagem através de um grupo focal. Foi realizada uma análise temática do material obtido por gravação de voz. RESULTADOS: A plataforma de ensino foi desenvolvida e publicada no formato de website. Apresenta três seções: Módulos, Provas e Relatórios. Os Módulos contemplam: dois principais temas (Rim Normal e Nefrite Lúpica, principal patologia diagnosticada por biópsia renal no HUOL). Como recursos didáticos foram incluídos: casos clínicos, direcionamentos e questões motivadoras, textos explicativos, imagens de patologia renal destacadas e provascom objetivo de autoavaliação do discente. A avaliação dos residentes evidenciou que o projeto foi favorável a aquisição de novos conhecimentos, apresentou pontos positivos relacionados ao uso do recurso tecnológico e na forma de apresentação do conteúdo. Houve espaço para a exposição das mudanças sugeridas pelo grupo de residentes. CONCLUSÕES: O projeto pode ser ampliado utilizando as colaborações obtidas através do grupo focal. Plataformas de ensino semelhantes ao NefroAtlas podem ser inseridas através do Ensino Híbrido para complementar o aprendizado dos campos de prática da Residência Médica, tendo potencial para serem inclusas na Graduação.


  • Mostrar Abstract
  • OBJECTIVES: The project's objectives are to develop and publish a virtual platform in Renal Pathology for the teaching of Glomerulopathies and to evaluate how resident physicians reacted to the way of learning using the developed educational technology. METHODOLOGY: The work was divided into two parts. The first was related to the construction of an online platform for teaching glomerulopathies, NefroAtlas. The development of the platform was carried out through the collaboration of the Nephrology services of HUOL-UFRN,  LIME-UFMA and IMD-UFRN. For the presentation of the development of the platform, the instructional design model “ADDIE” was presented. The second part of the research included a qualitative research, in which 8 medical residents, who used the Atlas for a period of fifteen days, gave their opinions on their learning process through a focus group. A thematic analysis of the material obtained through recording was carried out.RESULTS:The teaching platform was developed and published in website format. It has three sections: Modules, Exams and Reports. The Modules include: two main themes (Normal Kidney and Lupus Nephritis, the main pathology diagnosed by renal biopsy at HUOL). As didactic resources, the following were included: clinical cases, directions and motivating questions, explanatory texts, highlighted images of renal pathology and tests aimed at the student's self-assessment. The evaluation of the residents showed that the project was favorable to the acquisition of new knowledge and presented positive points related to the motivation to use the technological resource, but also the way in which the content was presented. The group of residents also suggested points of changes.CONCLUSIONS:The project can be expanded using the collaborations obtained through the focus group. Teaching platforms can be inserted through the Blended Learning to support the learning of the post and undergraduated medical students. 

10
  • ANA TERESA LEIROS DE AZEVEDO
  • ANSIEDADE, DEPRESSÃO E ESTRESSE EM RESIDENTES MULTIPROFISSIONAIS DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES

  • Orientador : SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARLOS ALVES BEZERRA
  • RODRIGO DA SILVA MAIA
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 24/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • Os programas de residência multiprofissional no Brasil buscam integrar ensino-serviço-comunidade, visando favorecer a inserção qualificada de profissionais da saúde no mercado de trabalho, preferencialmente recém-formados, particularmente para o SUS. Por se tratar de um modelo de ensino que foge do tradicional, o residente precisa lidar não só com dificuldades que são próprias do processo de ensino-aprendizagem, como também com a cobrança exigida a um profissional atuante no mercado de trabalho. Sendo assim, esse trabalho tem como objetivo estimar a prevalência de estresse, ansiedade e depressão dos residentes multiprofissionais do Hospital Universitário Onofre Lopes. Trata-se de um estudo com abordagem quantitativa, transversal e descritiva. Para coleta dos dados, foram utilizados os seguintes instrumentos: Ficha de Identificação, Inventário de Sintomas de estresse para adultos de Lipp (ISSL) e as escalas de Ansiedade (BAI) e Depressão de Beck (BDI).  A amostra foi constituída por 75 residentes, de distintas áreas da saúde (enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos, nutricionistas, odontólogos, psicólogos e assistentes sociais) e diferentes programas (atenção à saúde da criança, unidade de terapia intensiva, cardiologia e atenção psicossocial). Os resultados obtidos mostraram que 34,70% dos participantes apresentaram sintoma de estresse, sendo que a maioria se encontra na fase de resistência (30,7%); 57% dos residentes apresentaram algum grau de ansiedade (leve, moderado e severo)  e 20% apresentaram sintomas depressivos e de disforia. Esses resultados evidenciam a necessidade de valorização da saúde mental dos residentes multiprofissionais, de modo a desenvolver, nos programas de residência, espaços de reflexão e acolhimento às questões emocionais desses residentes.


  • Mostrar Abstract
  • Multiprofessional residency programs in Brazil seek to integrate teaching-service-community, aiming to favor the qualified insertion of health professionals in the labor market, preferably recent graduates, particularly for the SUS. As this is a teaching model that is different from the traditional one, the resident needs to deal not only with difficulties that are typical of the teaching-learning process, but also with the demands required of a professional working in the labor market. Therefore, this study aims to estimate the prevalence of stress, anxiety and depression in multidisciplinary residents of the University Hospital Onofre Lopes. This is a study with a quantitative, transversal and descriptive approach. For data collection, the following instruments were used: Identification Form, Lipp's Stress Symptoms Inventory for Adults (ISSL) and the Anxiety (BAI) and Beck Depression (BDI) scales. The sample consisted of 75 residents, from different areas of health (nurses, physiotherapists, pharmacists, nutritionists, dentists, psychologists and social workers) and different programs (child health care, intensive care unit, cardiology and psychosocial care). The results obtained showed that 34.70% of the participants presented symptoms of stress, with the majority in the resistance phase (30.7%); 57% of residents had some degree of anxiety (mild, moderate and severe) and 20% had depressive symptoms and dysphoria. These results highlight the need to value the mental health of multiprofessional residents, in order to develop, in the residency programs, spaces for reflection and acceptance of these residents' emotional issues.

11
  • SEVERINO ALVES DE MOURA FILHO
  • PROPOSTA DE CURSO A DISTÂNCIA SOBRE METODOLOGIAS ATIVAS DE ENSINO PARA PRECEPTORES DA GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA

  • Orientador : PETALA TUANI CANDIDO DE OLIVEIRA SALVADOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DIANA PAULA DE SOUZA REGO PINTO CARVALHO
  • KISNA YASMIN ANDRADE ALVES
  • PETALA TUANI CANDIDO DE OLIVEIRA SALVADOR
  • Data: 24/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • Por considerar a importância das capacitações e da educação continuada para os farmacêuticos preceptores da graduação em Farmácia como estratégias fundamentais na construção de um modelo ensino aprendizagem dinâmico e efetivo, atendendo às Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Farmácia e sua proposta pedagógica, foi idealizada uma capacitação à distância para os preceptores do Curso de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte sobre as metodologias ativas de ensino em saúde, com intuito de sensibilizar e estimular a implementarem essas metodologias durante as atividades práticas nos variados cenários de ensino farmacêutico. Assim, com o objetivo de propor um curso a distância sobre metodologias ativas de ensino para preceptores dos cenários de prática farmacêuticas do Curso de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, foi realizada pesquisa metodológica em três etapas: 1) Diagnóstico Situacional; 2) Estudo de revisão de literatura; e 3) Construção do curso de capacitação para os preceptores. A pesquisa contou com envio de 104 formulários eletrônicos através do Google forms, com a aceitação de 43 preceptores para participarem da pesquisa, esses em sua maioria do sexo feminino (72,1%) e com título de especialista (46,6%), idade média de 38,1 anos e com experiência profissional entre 11 a 20 anos (51,2%). Com relação a treinamentos para exercerem a preceptoria, 36 (83,7%) nunca receberam treinamentos e em 100% dos casos a inserção como preceptores ocorreram casualmente, devido ao profissional trabalhar em ambientes que fazem parte de campo de estágios do curso de farmácia. Nas análises das dificuldades e potencialidades dos preceptores, foi apontado como pontos positivos o gosto pelo ensino, motivação pela aprendizagem dos alunos, já entre as dificuldades estão a sobrecarga de trabalho (tempo), espaço físico, momentos para troca de conhecimento e falta de treinamentos. Tais achados corroboraram com a etapa de revisão de literatura, que revelou ser a temática das metodologias de ensino na preceptoria da graduação de Farmácia ainda uma lacuna a ser explorada. Sendo assim, elaborou-se uma proposta de curso à distância sobre as metodologias ativas de ensino em saúde com o intuito de apresentar variados métodos disponíveis que os preceptores possam utilizar com os discentes durante a prática, nos variados cenários, contribuindo para habilidades pedagógicas adequadas e um ensino-aprendizagem que promova o desenvolvimento de uma formação crítico-reflexiva dos alunos.


  • Mostrar Abstract
  • Considering the importance of training and continuing education for preceptor pharmacists, as fundamental strategies in the construction of a dynamic and effective teaching-learning model, in compliance with the National Curriculum Guidelines for the undergraduate course in Pharmacy and its pedagogical proposal, a distance training program was created. for the preceptors of the Pharmacy Course at the Federal University of Rio Grande do Norte on active teaching methodologies in health, in order to raise awareness and encourage the implementation of these methodologies during practical activities in the various scenarios of pharmaceutical teaching. This is a methodological research carried out in three stages: 1) Situational Diagnosis; 2) Literature review study; and 3) Construction of the training course for preceptors. The survey included the submission of 104 electronic forms through Google forms, with the acceptance of 43 preceptors to participate in the survey, these mostly female (72.1%) and with a specialist title (46.6%), average age of 38.1 years and with professional experience between 11 to 20 years (51.2%). With regard to training to exercise preceptorship, 36 (83.7%) never received training and in 100% of the cases the insertion as preceptors occurred casually, due to the professional working in environments that are part of the internship field of the pharmacy course. In the analysis of the preceptors' difficulties and potentials, the taste for teaching, motivation for student learning was pointed out as positive points. Among the difficulties are the work overload (time), physical space, moments to exchange knowledge and lack of training. These findings corroborate the literature review stage, which revealed that the theme of teaching methodologies in preceptorship in Pharmacy is still a gap to be explored. Therefore, a proposal for a distance course on active health teaching methodologies was elaborated in order to present various available methods that preceptors can use with students during practice, in different scenarios. Contributing to adequate pedagogical skills and teaching-learning that promotes the development of critical-reflective training for students.

2020
Dissertações
1
  • LAIS IZABEL MAIA MELO CRISANTO
  • DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS EM MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE: FORTALEZAS E DIFICULDADES EM UM PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA NA PERSPECTIVA DO RESIDENTE EGRESSO

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • KARLA PATRICIA CARDOSO AMORIM
  • MAGDA MOURA DE ALMEIDA PORTO
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • Data: 14/02/2020

  • Mostrar Resumo
  •  Introdução: A formação na medicina de família e comunidade (MFC) envolve um conjunto de competências complexo. A Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) desenvolveu um Currículo Baseado em Competências (CBC) frente ao cenário de expansão dos programas de residência em MFC no Brasil, de forma a nortear a formação de jovens médicos de família. Esse trabalho tem o objetivo de analisar os fatores facilitadores e limitantes no desenvolvimento de competências durante a residência em MFC. Metodologia: Trata-se de um estudo qualitativo, observacional e analítico, desenvolvido com egressos do Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade do Hospital Universitário Onofre Lopes (PRMFC/HUOL) a partir de 2016. Foram utilizadas duas estratégias: um questionário virtual, sobre dados sócio-demográficos dos egressos e do PRMFC/HUOL, com posterior análise descritiva dos mesmos; e entrevistas individuais com egressos, no sentido de aprofundar o entendimento sobre as competências a serem desenvolvidas e como se deu esse processo na Residência Médica (RM). Para avaliar o material das entrevistas foi utilizada a análise de conteúdo temática categorial, fundamentada em Bardin, sendo definidas 3 categorias a priori: Competências da MFC a serem abordadas durante a RM; Fatores que influenciaram no desenvolvimento das competências da MFC; Desenvolvimento de competências em habilidades de comunicação e raciocínio clínico no PRMFC/HUOL.  Resultados: Foram entrevistados 7 egressos, e 9 responderam ao questionário virtual, correspondendo uma parte significativa dos 11 residentes que encerraram o PRMFC/HUOL  nos anos de 2016 a 2019. Além das 3 categorias a priori já estabelecidas, surgiu uma categoria a posteriori: Análise propositiva sobre a formação para a MFC. Quanto ao CBC da SBMFC, este foi percebido pelos egressos como documento conhecido e aplicado pelo PRMFC/HUOL, tanto que as competências citadas nas entrevistas estão em consonância com as categorias encontradas no currículo citado. O contato com a preceptoria e a importância do preceptor no desenvolvimento dessas competências foram falas bem recorrentes em todas as entrevistas, sendo denotado como facilitador importante para o desenvolvimento do residente durante o Programa. A autonomia do residente também foi citada com frequência no sentido de ser um quesito fundamental para o desenvolvimento de competências e melhor aproveitamento da RM, o que corrobora com a aprendizagem de adultos e traz desafios para a preceptoria e para o planejamento dos espaços teórico-práticos e avaliativos, além dos cenários de prática. Conclusões: Os egressos do PRMFC/HUOL são, em geral, jovens médicos, graduados em instituições cujo currículo tem atendido às Diretrizes Curriculares Nacionais, e são motivados pela diversidade de competências da especialidade. A preceptoria foi percebida como um fator fundamental para o desenvolvimento de competências da MFC. A reorientação curricular do PRMFC/HUOL associado à melhor estruturação da Rede de Atenção a Saúde e interlocução ensino-serviço, valorizando a preceptoria, poderão trazer benefícios e novos desafios ao sistema de saúde do município de Natal.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Training in Family Practice (FP) involves a complex set of skills. The Brazilian Society of Family and Community Medicine (SBMFC) developed a Competency-Based Curriculum (CBC) in view of the scenario of expansion of FP residency programs in Brazil, in order to guide the training of young family physicians. This work aims to analyze the facilitating and limiting factors in the development of competences during residency in MFC. Methods: This is a qualitative, observational and analytical study, developed with graduates from the Residency Program in Family Practice at Hospital Universitário Onofre Lopes (RPFP/HUOL) from 2016. Two strategies were used: a virtual questionnaire, on socio-demographic data of the graduates and the RPFP/HUOL, with subsequent descriptive analysis of them; and individual interviews with graduates, in order to deepen the understanding of the competences to be developed and how this process took place at the Medical Residency (MR). To assess the material of the interviews, thematic content analysis, based on Bardin, was used, with 3 a priori categories being defined: FP competences to be addressed during MR; Factors that influenced the development of FP competences; Development of competences in communication skills and clinical reasoning at RPFP/HUOL. Results: 7 graduates were interviewed, and 9 responded to the virtual questionnaire, corresponding to a significant part of the 11 residents who closed the RPFP/HUOL in the years 2016 to 2019. In addition to the 3 a priori categories already established, an a posteriori category emerged: Analysis proposal on training for FP. As for the SBMFC’s CBC, it was perceived by the graduates as a document known and applied by the FPRP/HUOL, so much so that the competences mentioned in the interviews are in line with the categories found in the aforementioned curriculum. The contact with the preceptorship and the importance of the preceptor in the development of these competences were very recurrent speeches in all interviews, being denoted as an important facilitator for the development of the resident during the Program. The resident's autonomy was also frequently cited in the sense of being a fundamental requirement for the development of skills and better use of MR, which corroborates with adult learning and brings challenges to the preceptorship and to the planning of the theoretical-practical spaces and evaluative, in addition to the practice scenarios. Conclusions: RPFP/HUOL graduates are, in general, young doctors, graduated from institutions whose curriculum has complied with the National Curriculum Guidelines, and are motivated by the diversity of skills in the specialty. Preceptorship was perceived as a fundamental factor for the development of FP competences. The curricular reorientation of the RPFP/HUOL associated with better structuring of the Health Care Network and teaching-service dialogue, valuing preceptorship, may bring benefits and new challenges to the health system of the municipality of Natal.

2
  • ALDENISIA ALVES ALBUQUERQUE BARBOSA
  • IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETOS DE INTERVENÇÃO: UMA VISÃO DE ATORES ENVOLVIDOS NO INTERNATO DE SAÚDE COLETIVA DO CURSO DE MEDICINA DA UFRN NO MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE - RN

  • Orientador : ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • JANETE LIMA DE CASTRO
  • LYANE RAMALHO CORTEZ
  • GEORGIA COSTA DE ARAUJO SOUZA
  • Data: 20/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • P

    Projetos de intervenção são frequentemente utilizados como recurso metodológico para Trabalhos de Conclusão de Curso no campo da saúde, seja na graduação ou pós-graduação. Os Projetos de Intervenção procuram dar conta de um conjunto de propostas que buscam solucionar e/ou minimizar uma problemática observada por estudantes nos territórios que são os cenários de práticas. Na perspectiva de levar os estudantes para vivenciarem o dia a dia das Unidades Básicas de Saúde (UBS), o Internato em Saúde Coletiva (ISC) do Curso de Medicina da UFRN proporciona essa experiência buscando contemplar também a integração ensino-serviço-comunidade. O acompanhamento dos estudantes do ISC fica sob responsabilidade de preceptores que são profissionais de saúde das Equipes da Estratégia de Saúde da Família das UBS do município. Para a finalização de cada ciclo precisa-se apresentar um projeto de intervenção oriundo de uma problemática local de saúde observada pelos estudantes. A presente pesquisa analisou a percepção dos atores envolvidos no ISC/UFRN quanto a importância de implementação dos projetos de intervenção no município de São Gonçalo do Amarante/RN. Trata-se de um estudo analítico de abordagem qualitativa utilizando-se o estudo de caso. Os dados foram coletados através de questionários semiestruturados, tendo como participantes 10 profissionais de saúde (06 enfermeiros, 02 cirurgiões-dentistas, 02 médicos), preceptores dos estudantes e 02 técnicas da Secretaria Municipal de Saúde (01 fonoaudióloga e 01 nutricionista) profissionais da equipe gestora responsável pela organização do ISC no município. Os dados obtidos foram submetidos a análise de conteúdo de Bardin. A análise do conteúdo possibilitou o agrupamento de resultados em quatro categorias temáticas: fragilidades, potencialidades, papel do preceptor/equipe gestora e efetividade dos projetos de intervenção. A percepção dos atores envolvidos no Internato de Saúde Coletiva do Curso de Medicina da UFRN quanto a importância de implementação dos projetos de intervenção no município de São Gonçalo do Amarante-RN, perpassa principalmente pelo entendimento que seria necessário uma maior orientação através de processos de capacitações para que eles entendam as nuances e peculiaridades dos vários fatores que envolvem o fazer,  o para que e para quem fazer os Projetos de Intervenção. Bem como possam entender os benefícios que podem ser alcançados ao inferir em uma problemática local resolvendo-a ou minimizando-a. A fim de atender a esta necessidade sugeriu-se como produto o Curso de formação pedagógica para preceptores da Atenção Primária à Saúde. Mediante o exposto, espera-se que este trabalho possa contribuir para levantar maiores discussões acerca da implementação e concretização dos projetos de intervenção contemplando a interação ensino-serviço-comunidade.


  • Mostrar Abstract
  • Intervention projects are frequently utilized as methodological resource for senior thesis in the health realm, whether graduation or in post graduation. The intervention projects pursuit to manage a combined of purposes that search resolve and/or minimize a problematic observed for students in the territory that are the pract realm. in the perspective of carry the students to live the daily routine of the Basic Health Units (BHU), Collective Health Internship (CHI) of medicine course in UFRN offer this experience in search of contemplate a integration of teaching-service-community too. The follow-up of the students of CHI are responsibility of the perceptors that are the health professionals of the Family Health Strategy Team of BHU of the municipality. for the finalization of every circle is required a presentation of a intervention project that is originally of a local health problematic observed for the students. the present research analyzed a perception of the actors involved in the CHI/UFRN as the importance of the implementation of the intervention projects in the municipality of São Gonçalo do Amarante/RN. Come to an analytical study of qualitative approach utilizing a case study. The data were collected through a semi-structured questionnaire, having as participants 10 health professionals ( 06 nurses, 02 dental surgeon, 02 doctors), students perceptions and 02 Municipal Health Secretary techniques (01 speech therapist and 01 nutritionist) professionals of the gestor team responsible for the CHI organization in the municipality. Th  data obtained were submetedto an analyze pf content of Bardin. The analysis of the content enabled the aggregation of results in four theme categories: fragility, potentiality, preceptor role/ gestor team and the effectivity of the intervention projects. The perception of the actors involved in the Collective Health Internship of the Medicine Course of UFRN as the importance of the intervention project implementation in the municipality of São Gonçalo do Amarante-RN, pass mostly by for the understanding that would be necessary a bigger orientation through the training process for them to understand the nuance and the peculiarity of many factors that involve the to do, what to and to whom do the intervention projects. As well as they can understand the benefits that can be reached by infer in a local problematic resulting or minimizing it. in order to attend this necessities it was suggested as a pedagogical formation course for preceptors of Health Primary Attention. Through the exposed, is expected that this research can contribute to raise more discussion about the implementation of the intervention project considering the interaction of teaching-service-community.

3
  • Priscila Pereira Machado Guimarães
  • Aprendizagem baseada em equipes como estratégia de educação permanente em aleitamento materno

  • Orientador : MARCELO VIANA DA COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • THAIZ MATTOS SUREIRA
  • JOSÉ RODRIGUES FREIRE FILHO
  • Data: 20/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • A história da educação profissional em saúde nos mostra que as políticas nessa área se desenvolveram na perspectiva de conectar a formação dos trabalhadores à realidade dos serviços. No contexto das maternidades, a capacitação na área de promoção da amamentação é fundamental para uma boa prática, sobretudo dos profissionais que prestam assistência às gestantes e puérperas. Entretanto, o contexto educacional baseado em metodologias tradicionais impede que os profissionais de Saúde operem de modo a transformar as práticas de Saúde e organizar os serviços. Nesse cenário, as metodologias ativas se apresentam como ferramenta poderosa na capacitação e na tentativa de transformação das práticas cotidianas. Este estudo teve como objetivo discutir as implicações do uso de metodologias ativas nas atividades de educação permanente em saúde com foco no aleitamento materno para a mudanças das práticas dos profissionais de saúde e da dinâmica de trabalho em saúde. Trata-se de um estudo de natureza mista realizado em duas etapas, sendo a primeira a execução da Aprendizagem Baseada em Equipes (ABE), realizado com 41 profissionais de saúde, seguida da realização de dois grupos focais, com 8 e 6 participantes, respectivamente. Verificou-se que a capacitação com metodologia ativa (ABE) norteada pelas necessidades de aprendizagem teve resultados positivos, pois os profissionais que participaram demonstraram grande engajamento na atividade, como também interesse em aprender os conceitos abordados. Além disso, após a análise da falas dos grupos focais e categorização das mesmas, concluímos que a metodologia aplicada tem grande potencial para trabalhar não só com conhecimento teórico, como também oportuniza que os participantes vivenciem o trabalho em equipe, fomentando as competências colaborativas e tornando o processo de aprendizagem mais significativo e transformador. Com emprego de metodologias ativas nesse contexto, o aprendizado e a retenção do conhecimento podem ser mais exitosos, transformando o aprendizado em uma ferramenta multiplicadora de mudanças. A contribuição deste estudo se deu principalmente pelo impacto da ação educativa e pela utilização, inédita em nosso meio, da ABE em uma capacitação sobre amamentação com profissionais de saúde.


  • Mostrar Abstract
  • The history of professional health education shows us that policies in this field were developed from the perspective of connecting workers' education with the reality of services. In the context of maternities, training in the area of breastfeeding promotion is fundamental for good practice, specially for professionals who provide care to pregnant women and mothers. However, the educational context based on traditional methodologies prevents health professionals from operating in ways that transform health practices and organize services. In this scenario, active methodologies present themselves as a powerful tool in training and attempting to transform everyday practices. This study aimed to discuss the implications of the use of active methodologies in permanent health education activities focused on breastfeeding for changes in health professionals' practices and health work dynamics. This is a mixed study conducted in two stages, the first being the implementation of Team Based Learning (TBL), conducted with 41 health professionals, followed by two focus groups, with 8 and 6 participants, respectively. It was found that training with active methodology (TBL) guided by learning needs had positive results by virtue of the professionals who participated showing great engagement in the activity, as well as interest in learning the concepts covered. In addition, after analyzing the speeches of the focus groups and categorizing them, we conclude that the applied methodology has great potential to work not only with theoretical knowledge, but also allows the participants to experience teamwork, fostering collaborative skills and making the most meaningful and transformative learning process. Using active methodologies in this context, learning and retaining knowledge can be more successful, turning learning into a multiplier tool for change. The contribution of this study was mainly due to the impact of the educational action and the use, unprecedented in our environment, of the TBL in a training on breastfeeding with health professionals.

4
  • CAROLINE ARAUJO LEMOS FERREIRA
  • EXPERIÊNCIA DE RESIDENTES MÉDICOS EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA FACE AO CUIDADO A PACIENTES COM PERDA PERINATAL: UM OLHAR SOBRE A FORMAÇÃO

  • Orientador : SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • MARIA DE LOURDES COSTA DA SILVA
  • ALDA KAROLINE LIMA DA SILVA
  • Data: 10/06/2020

  • Mostrar Resumo
  • A maternidade, geralmente, está relacionada com nascimento, vida, sonhos realizados. No entanto, muitas vezes, a morte se impõe levando pais e profissionais a vivenciarem situações de angústias e frustração. Óbitos perinatais englobam as mortes fetais (in útero) e mortes neonatais, ou seja, aquelas que ocorrem no período entre 22ª semana de gestação e sete dias completos após o nascimento. Pesquisas envolvendo a formação e atuação de profissionais de saúde no atendimento a situações que envolvem morte e luto são escassas. Assim, torna-se relevante conhecer a experiência dos médicos residentes em Ginecologia e Obstetrícia que atuam diariamente no acolhimento a perda perinatal nas maternidades do Estado. Trata-se de um estudo, de abordagem qualitativa, descritivo e exploratório, de recorte transversal. Os participantes da pesquisa foram 10 residentes do Programa de Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte que atuam no acolhimento a mulheres e famílias em situação de perda perinatal. A construção dos dados ocorreu por meio da realização de entrevistas individuais, orientadas por roteiro semiestruturado. O conteúdo das entrevistas foi transcrito, organizado e codificado, objetivando o agrupamento de trechos de relatos similares. Em seguida, o produto foi analisado por meio da técnica de análise temática. Após a análise do material, emergiram quatro temáticas, a saber: Formação em saúde para o cuidado de mulheres com perda perinatal; Papel do profissional obstetra frente a situações de perda perinatal; Estratégias de intervenções utilizadas pelos residentes; Dificuldades dos profissionais no serviço. Os resultados revelam que os residentes reconhecem não ter formação específica para o acolhimento de mulheres com perda perinatal, durante o período de especialização, necessitando do apoio de um preceptor treinado e da instituição. Os entrevistados compreenderem que o papel do obstetra nesse contexto consiste, sobretudo, em comunicar o óbito à família, esclarecer a sua provável causa, realizando orientações em relação a futuras gestações. Dessa forma, compreende-se a relevância de refletir sobre a formação de profissionais de saúde no que tange às competências desenvolvidas no processo de formação profissional, bem como a necessidade de diretrizes institucionais que orientem os profissionais do serviço em suas intervenções e ações de preceptoria que envolvam o acolhimento de mulheres em situação de perda perinatal.


  • Mostrar Abstract
  • Motherhood is usually related to birth, life, dreams come true. However, death is often imposed, leading parents and professionals to experience situations of anguish and frustration. Perinatal deaths include fetal deaths (in utero) and neonatal deaths, that is, those that occur between 22 weeks of gestation and seven full days after birth. Research involving the training and performance of health professionals in dealing with situations involving death and grief is scarce. Thus, it is relevant to know the experience of doctors residing in Gynecology and Obstetrics who work daily to welcome perinatal loss in state maternity hospitals. This is a study, with a qualitative, descriptive and exploratory approach, with a transversal cut. The research participants were 10 residents of the Medical Residency Program in Gynecology and Obstetrics at the Federal University of Rio Grande do Norte who work to welcome women and families in situations of perinatal loss. The construction of the data occurred through individual interviews, guided by a semi-structured script. The content of the interviews was transcribed, organized and coded, aiming at grouping excerpts from similar reports. Then, the product was analyzed using the thematic analysis technique. After analyzing the material, four themes emerged, namely: Health training for the care of women with perinatal loss; Role of the obstetrician professional in the face of perinatal loss situations; Intervention strategies used by residents; Difficulties of professionals in the service. The results reveal that the residents recognize that they do not have specific training for the reception of women with perinatal loss, during the specialization period, requiring the support of a trained preceptor and the institution. The interviewees understand that the role of the obstetrician in this context consists, above all, in communicating the death to the family, clarifying its probable cause, providing guidance in relation to future pregnancies. Thus, it is understood the relevance of reflecting on the training of health professionals with regard to the skills developed in the professional training process, as well as the need for institutional guidelines to guide service professionals in their interventions and actions of preceptorship that involve the reception of women in situations of perinatal loss.

5
  • RUY MEDEIROS DE OLIVEIRA JUNIOR
  • CRIAÇÃO DE PODCAST COMO FERRAMENTA EDUCACIONAL PARA ESTUDANTES DE MEDICINA.

  • Orientador : MARCELO VIANA DA COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • ANTONIO DE PADUA PITHON CYRINO
  • MARIO LUIS RIBEIRO CESARETTI
  • SYLVIA HELENA SOUZA DA SILVA BATISTA
  • Data: 12/06/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: As novas Diretrizes Curriculares Nacional (DCN) do curso de medicina têm o objetivo de permitir um preparo mais completo do médico e sugere que a educação médica deverá usar mecanismos pedagógicos que possibilitem a atuação do aluno na construção do conhecimento. Uma ferramenta amplamente usada no meio acadêmico, atualmente, e como tecnologia de ensino em saúde em todo o mundo tem sido o webcast, ou podcast. O podcast é uma forma de publicação de arquivos de mídia digital em áudio ou vídeo na internet, através de um feed rss, sendo uma ferramenta amplamente utilizada para divulgação científica de centros universitários e como tecnologia de e-learning por ser familiar a nova geração de estudantes, e ter baixo custo de produção. Objetivo: Avaliar o processo de criação do podcast como ferramenta educacional em saúde para estudantes de graduação de medicina. Metodologia: O tipo de estudo é de natureza qualitativa, com orientação metodológica da pesquisa-ação, onde foram selecionados quatro grupos de estudantes, sendo atribuído a cada um deles um período de desenvolvimento de um bebê (0 a 3 meses; 3 a 6 meses; 6 a 9 meses; e 9 a 12 meses). Numa primeira etapa, foi realizada discussão sobre o desenvolvimento infantil no primeiro ano de vida, mediada pelo mestrando. Numa segunda etapa foi designado aos grupos de estudantes a criação de roteiros de podcast com a finalidade de educação da população acerca da estimulação de crianças no primeiro ano de vida, de acordo com cada período preestabelecido para cada grupo. Numa terceira etapa, foi realizada a gravação dos podcasts de acordo com os roteiros criados, sob supervisão do mestrando e análise dos participantes. Após a edição do material, os podcasts foram veiculados via Whatsapp para mães de pacientes do Centro de Educação e Pesquisa Anita Garibaldi, e disponibilizados publicamente via agregadores de podcast. Por fim, os alunos foram submetidos a grupo focal para discussão da experiência na confecção do produto, e no processo de aprendizagem. Resultado: os estudantes percebem a criação de podcast como uma experiência interessante tanto para o processo de aprendizagem do conteúdo como também para o desenvolvimento de competências relacionadas à comunicação com os pacientes. Apesar da dificuldade em associar o assunto proposto à uma linguagem acessível à população, a criação de podcasts mostrou-se uma ferramenta interessante para treinar a linguagem dos estudantes e o trabalho em equipe. Entretanto, é preciso atentar-se para a confecção do texto, sob supervisão de especialista, evitando assim ruídos na interpretação pelos ouvintes. Por fim, foi sugerido pelos alunos uma avaliação dos ouvintes quanto à importância do material veiculado e a possibilidade de envolvimento dos pacientes no processo de elaboração dos podcasts, bem como análise da audiência e alcance do produto.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The new National Curriculum Guidelines (NCG) of the medical course has the objective of allowing a more complete preparation of the doctor and suggests that medical education should use pedagogical mechanisms that enable the performance of the student in the construction of knowledge. A widely used tool in academia today, and as a technology for teaching health across the world has been the webcast, or podcast. The podcast is a way of publishing digital media files in audio or video on the internet, through an rss feed. It is a widely used tool for the scientific dissemination of university centers and as an e-learning technology because it is familiar to the new generation of students, and has low production cost. Objective: To evaluate the process of creating the podcast as an educational health tool for undergraduate medical students. Methodology: The type of study is qualitative in nature, with methodological guidance for action research, where it was selected four groups of students, and each one of the groups were assigned a period of development of a baby (0 to 3 months; 3 to 6 months; 6 to 9 months; and 9 to 12 months). In a first stage, there was a discussion about the child’s development in the first year of life, mediated by the master's student. In a second stage, the groups of students were assigned to create podcast scripts with the purpose of educating the population about the stimulation of children in the first year of life, according to each pre-established period for each group. In a third stage, the recording of the podcasts was carried out according to the scripts created, under the supervision of the master’s student and analysis of the participants. After editing the material, the podcasts were distributed through WhatsApp for mothers of patients from the Centro de Educação e Pesquisa Anita Garibaldi, and publicly available trhough podcast aggregators. Finally, students were submitted to a focus group to discuss the experience in making the product, and in the learning process. Result: students understood the creation of a podcast as an interesting experience both for the content learning process and for the development of skills related to communication with patients. Despite the difficulty in associating the proposed subject with an accessible language to the population, the creation of podcasts proved to be an interesting tool to train students' language and teamwork. However, it is necessary to pay attention to the creation of the text, under expert supervision, in order to avoid noise in the interpretation by the listeners. Finally, it was suggested by the students a survey for the listeners regarding the importance of the shared material and the possibility of involving the patients in the process of preparing the podcasts, as well as analysis of the audience and the reach of the product.

6
  • HERNANI DE PAIVA GADELHA JUNIOR
  • DESENVOLVIMENTO DE MONITOR PARA O ENSINO BASEADO EM SIMULACÃO DE MANOBRAS DE RESSUSCITAÇÃO CARDIOPULMONAR COM MONITORIZAÇÃO HEMODINÂMICA EM MANEQUINS

  • Orientador : MARISE REIS DE FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • CARLOS ALBERTO ALMEIDA DE ARAUJO
  • HELIO ROBERTO HEKIS
  • HELIO PENNA GUIMARAES
  • Data: 14/07/2020

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: A parada cardiorrespiratória(PCR) é uma situação grave e potencialmente fatal com elevadas taxas de mortalidade após uma PCR, apesar dos protocolos de atendimentos e suas atualizações. A existência de discrepâncias no treinamento da reanimação cardiopulmonar entre o ambiente simulado e o real, levaram ao desenvolvimento de dispositivos de feedback, utilizados durante os treinamentos, que demonstram diversas variáveis, no entanto nenhuma delas abordam dados hemodinâmicos de monitorização que demonstrem maior precisão e eficiência da massagem. OBJETIVO GERAL: Desenvolver um dispositivo para monitorização hemodinâmica durante o ensino das manobras de Reanimação Cardiopulmonar em laboratório de simulação. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo experimental que descreve o desenvolvimento de um dispositivo eletrônico para mensurar Frequência cardíaca(FC), Compressão Máxima(CM) e Pressão Arterial Média(PAM) na simulação de uma PCR em boneco, capaz de monitorar continuamente através da exibição de curvas e valores relativos àquelas três variáveis. O dispositivo em estudo (modelo inovação/monitor de reanimação) está conforme as recomendações da RDC 15, Art. 43 que recomenda que, os demais equipamentos utilizados devem ser monitorados de acordo com normas específicas e orientações do fabricante. Para validação do dispositivo foi realizado um teste piloto com um aluno treinado onde as manobras de massagens no boneco foram realizadas em 10 períodos de 2 minutos. Foram observados os valores e curvas demonstrados no display do dispositivo e preenchido o checklist com os critérios visuais preconizados pelo protocolo ACLS(Advanced Cardiac Life Suport).  Os dados colhidos foram analisados para se averiguar a reprodutibilidade dos achados com a eficácia da massagem cardíaca(MC) e em qual momento houve melhor desempenho na sua qualidade. RESULTADOS: Um protótipo foi produzido, o qual fornece informações sobre duas variáveis hemodinâmicas: frequência cardíaca e PAM, bem como o nível de força aplicada. O dispositivo é composto por um display, um cabo com um sensor distal que será acoplado ao boneco e uma fonte de alimentação. Foram utilizados processadores que transformam a variável frequência e força aplicável em pressão arterial média e frequência cardíaca á partir de sensores posicionados na caixa torácica do boneco, devidamente calibrados. Todos os seus componentes são leves, de fácil manuseio, adaptação e transporte, características que facilitam sua aplicabilidade nos diversos ambientes de ensino. Due to the information that was shown (hemodynamic data), being new for this type of teaching tool; a possibilidade de análise dos dados gerados e suas características de fácil manuseio e adaptabilidade, há potencial para o registro de patente do protótipo produzido. Faz-se necessário estudos para avaliar a eficácia dessa ferramenta para o ensino das manobras de RCP.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Cardiorespiratory arrest (CRP) is a serious and potentially fatal situation with high mortality rates after a CRP, despite the care protocols and their updates. The existence of discrepancies in the training of cardiopulmonary resuscitation between the simulated and the real environment, led to the development of feedback devices, used during training, which demonstrate several variables, however none of them address hemodynamic monitoring data that demonstrate greater accuracy and efficiency of the massage. GENERAL OBJECTIVE: To develop a device for hemodynamic monitoring during the teaching of Cardiopulmonary Resuscitation maneuvers in a simulation laboratory. METHODOLOGY: This is an experimental study that describes the development of an electronic device to measure heart rate (HR), maximum compression (MC) and average blood pressure (AAP) in the simulation of a doll PCR, capable of continuously monitoring through the display curves and values related to those three variables. The device under study (innovation model / resuscitation monitor) complies with the recommendations of RDC 15, Art. 43, which recommends that the other equipment used must be monitored according to specific standards and manufacturer's guidelines. To validate the device, a pilot test was carried out with a trained student, where the massage maneuvers on the doll were performed in 10 periods of 2 minutes. The values and curves shown on the device's display were observed and the checklist was filled out with the visual criteria recommended by the ACLS protocol (Advanced Cardiac Life Support). The collected data were analyzed to verify the reproducibility of the findings with the effectiveness of cardiac massage (CM) and at what time there was the best performance in its quality. RESULTS: A prototype was produced, which provides information on two hemodynamic variables: heart rate and AAP, as well as the level of applied force. The device consists of a display, a cable with a distal sensor that will be attached to the doll and a power supply. Processors were used to transform the variable frequency and force applicable to mean arterial pressure and heart rate using sensors positioned in the doll's rib cage, properly calibrated. All its components are light, easy to handle, adapt and transport, characteristics that facilitate its applicability in different teaching environments. Due to the information that was shown (hemodynamic data), they are new for this type of teaching tool; the possibility of analyzing the data generated and its characteristics that are easy to handle and adaptable, there is potential for patenting the prototype produced. Studies are needed to evaluate the effectiveness of this tool for teaching CPR maneuvers.

7
  • MICHELLE ARAÚJO MACHADO
  • PRECEPTORIA EM UM MINUTO: Capacitação dos preceptores de uma Maternidade Escola para a melhoria do ensino-aprendizagem dos residentes

  • Orientador : ELAINE LIRA MEDEIROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELAINE LIRA MEDEIROS
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • RAQUEL AUTRAN COELHO PEIXOTO
  • Data: 18/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O preceptor possui papel extremamente importante na Residência médica, porque realiza o ensino no treinamento em serviço. Porém, em geral não há experiências de capacitação pedagógica. A preceptoria em saúde é uma prática pedagógica que ocorre no ambiente de trabalho conduzida por profissionais da assistência, com cargo de professor ou não, onde a grande maioria desses atua de forma intuitiva, reproduzindo sua própria formação, confundindo transmissão de informação com ensino. A formação de preceptores com competência para transmitir conhecimentos de forma eficaz e em curto espaço de tempo tem sido um desafio, especialmente em setores de urgência e emergência. Objetivo: Capacitar preceptores que atuam no setor de urgência da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC) com o método preceptoria em um minuto - One Minute Preceptor (OMP) e com isso contribuir para uma melhora na formação do residente, tornando-o um sujeito ativo no seu processo de aprendizagem. Metodologia: Tratou-se de estudo com delineamento transversal intervencional, de abordagem quantitativa, realizado com preceptores e médicos residentes em Ginecologia e Obstetrícia da MEJC. Três etapas foram realizadas: questionário pré-intervenção com residentes, planejamento e execução de um curso de capacitação pedagógica para os preceptores envolvendo uma aula expositiva dialogada sobre OMP e finalizando com dramatização. Após um mês os residentes responderam outro questionário sobre a aplicação e vantagens do método. Resultados: Na avaliação de ensino dos residentes pré-intervenção, os resultados mostraram que 91,7% concordam que existem divergências quanto a metodologia de ensino entre preceptores. Após a capacitação todos os preceptores concordaram que o método envolve o aluno no processo de tomada de decisão e que aplicariam o método na sua rotina de plantão. Os resultados pós intervenção mostraram que 95,8% concordam que OMP é mais atrativo que os métodos de ensino tradicionais. Houve, para 70,9% dos residentes, uma percepção demelhora da  aprendizagem e, além disso, observou-se uma mudança significativa do recebimento de feedback antes e após a implantação do método de 20,8% para 66,7%. Conclusão: O método OMP mostrou-se eficiente no fornecimento de feedback adequado aos residentes no setor de urgência da MEJC.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The preceptor has an extremely important role in the training of residents, because he teaches in-service training. However, in general there are no pedagogical training experiences. Health preceptorship is a pedagogical practice that takes place in the work environment conducted by healthcare professionals, whether teaching or not, where the vast majority of them act intuitively, reproducing their own training, confusing information transmission with teaching. The training of preceptors with the competence to transmit knowledge effectively and in a short period of time has been a challenge, especially in the Urgency and Emergency sectors. Objective: To train preceptors who work in the urgency of Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC) with the One Minute Preceptor (OMP) method and thereby contribute to an improvement in the training of residents, making them an active subject in their learning process. Methodology: This was a cross-sectional study with a quantitative approach, carried out with preceptors and doctors resident in Gynecology and Obstetrics at the MEJC. Three stages were carried out: pre-intervention questionnaire with residents, planning and execution of a pedagogical training course for the preceptors involving an expository class dialogued about OMP and ending with simulations. After one month, residents answered another questionnaire about the impacts of the method. Results: In the teaching assessment of pre-intervention residents, the results showed that 91.7% agree that there are differences in the teaching methodology between preceptors. After the training, all preceptors agreed that the method involves the student in the decision-making process and that they would apply the method in their on-call routine. The post-intervention results showed that 95.8% agree that OMP is more attractive than traditional teaching methods. There was, for 70.9% of residents, a perception of improvement in learning and, in addition, there was a significant change in the receipt of feedback before and after the implementation of the method from 20.8% to 66.7%. Conclusion: The OMP method proved to be efficient in providing adequate feedback to residents in the MEJC emergency department.

8
  • DEVANI FERREIRA PIRES
  • A puericultura como cenário de educação e trabalho interprofissional em saúde

  • Orientador : MARCELO VIANA DA COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • CRISTIANE SPADACIO
  • Cristiano Gil Regis
  • Data: 28/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • A primeira infância é um período caracterizado por um rápido crescimento físico, desenvolvimento neuropsicomotor, sensorial, imunológico e pela aquisição da linguagem. É considerado um período crítico e sensível pelo impacto que exerce sobre a saúde ao longo da vida. A Puericultura exige a interdisciplinaridade para lidar com as múltiplas demandas biopsicossociais e ambientais que envolvem a criança e a sua família. A pesquisa tem como objetivo geral analisar o processo de incorporação dos marcos teórico-conceituais e metodológicos da educação interprofissional no ensino em Puericultura para diferentes estudantes dos cursos da área das ciências da saúde. O desenho do estudo é do tipo qualitativo, através da pesquisa-ação, desenvolvido em três etapas. A primeira etapa corresponde a construção de um projeto pedagógico e a elaboração de um programa educacional destinado ao ensino interprofissional em puericultura; na segunda etapa, a realização da oferta pedagógica e a terceira etapa à avaliação do programa educacional. O diário de pesquisa foi utilizado como método de coleta de dados na primeira etapa, resultando na elaboração de um E-book com a sistematização do grupo de discussão. A segunda etapa contará de registro observacional das atividades desenvolvidas no curso e a análise da escala Likert na avaliação do curso realizada pelos estudantes. A terceira etapa corresponderá a análise de conteúdo dos portfólios reflexivos elaborados por docentes e discentes. O estudo contou com a participação de dezenove estudantes distribuídos entre os cursos de graduação em Enfermagem, Fonoaudiologia, Medicina e Nutrição e quatro docentes, um por departamento. Os dados obtidos dos portfólios serão submetidos à análise de conteúdo, observando as seguintes fases: leitura flutuante; leitura minuciosa; classificação segundo o critério de objeto de referência; codificação e a determinação das categorias. A Puericultura enquanto espaço de educação interprofissional e prática colaborativa em saúde mostrou-se factível e reprodutível, com a potencialidade de contribuir com melhores resultados na saúde através da capacitação de discentes.


  • Mostrar Abstract
  • Childhood is a period that brings a quick physical growth, neuro psychomotor, sensorial and immunological development and language acquisition. It is also a critical and sensible period due to the health impact to the rest of life. Childcare needs interdisciplinary and interprofessionality to deal with diverse biopsychosocial demands that involve the child and his/her family. This research aims to analyze the process of incorporation of theoretical conceptual and methodological approach of interprofessional education in the childcare teaching to students in the different courses of health sciences. This study is qualitative, based on research-action, developed in three steps.  The first step is related to the elaboration of an educational program to interprofessional teaching in childcare; the second step is a pedagogical offer; and the third step is the evaluation of the educational program. The research diary is taken as the method to collect data in the first step, resulting in the e-book creation based on discussion group systematization. The second one consists in the observational register of the activities developed in the course and the Likert scale analysis about students evaluation. The third step is to collect data, to analysis writings of the students and teachers’ portfolios. There are nineteen students participating of this study from graduation courses of Nursing, Speech therapy, Medicine and Nutrition, and four teachers from each course’s department. Data from portfolios will be submitted to the content analysis, focusing on the following steps: fluctuating reading portfolios; meticulous reading; classification according to the object of reference; codification and determination of categories. Childcare as a space of interprofessional education and collaborative practice in health is a fact and can be reproduced, with a potential contribution to the best results in the health due to the training of students.

9
  • EDINARA LIMA DE OLIVEIRA
  • O Ensino de Ética e Bioética nos Programas de Residência Multiprofissional em Saúde da UFRN: Um Estudo de Caso

  • Orientador : MICHELLE CRISTINE MEDEIROS JACOB
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXSANDRO GALENO ARAUJO DANTAS
  • CLAUDIO ORESTES BRITTO FILHO
  • MICHELLE CRISTINE MEDEIROS JACOB
  • Data: 01/10/2020

  • Mostrar Resumo
  • Nesta pesquisa analisamos aspectos teóricos e práticos do Ensino de Ética e Bioética (EEB) no contexto dos Programas de Residência Multiprofissional em Saúde (PRMS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Para avaliar a proposta teórica analisamos, por análise documental, projetos pedagógicos (PP) dos programas supracitados, comparando com o Core Curriculum da Unesco. Para avaliação dos aspectos práticos realizamos 11 entrevistas semiestruturadas (critério de saturação) com preceptores(as) das residências e as avaliamos por análise de conteúdo (abordagem framework). Observamos que a carga horária e módulos temáticos estão aquém daqueles propostos no currículo referência. O conhecimento dos(as) participantes oscila entre perspectiva teórica principialista e ético profissional. Os(as) preceptores(as) desconhecem que o EEB faça parte do currículo dos PRMS. Apontamos que a qualificação da comunicação entre universidade e serviços, além do reconhecimento das contribuições dos preceptores(as) na formação dos residentes, são medidas importantes para aprimorar o EEB nos currículos dos PRMS.


  • Mostrar Abstract
  • In this research, we analyzed theoretical and practical aspects of Teaching Ethics and Bioethics (EEB) in the context of Multiprofessional Residency Programs in Health (PRMS) at the Federal University of Rio Grande do Norte. To evaluate the theoretical proposal, we analyzed, by documentary analysis, the programs mentioned above' pedagogical projects, compared with the Core Curriculum of Unesco. To assess the practical aspects, we conducted 11 semi-structured interviews (saturation criterion) with home tutors. We evaluated them by content analysis (framework approach). We observed that the workload and thematic modules are below those proposed in the reference curriculum. The participants' knowledge oscillates between a principled theoretical perspective and professional ethics. The preceptors are unaware that BSE is part of the PRMS curriculum. We point out that the qualification of communication between university and services, in addition to the recognition of the preceptors' contributions in the training of residents, are essential measures to improve BSE in the PRMS curricula.

10
  • SHEILA DUARTE DE MENDONÇA FERNANDES
  • PROPOSTA DE CURSO SEMIPRESENCIAL SOBRE METODOLOGIAS ATIVAS DE ENSINO PARA PRECEPTORES DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL

  • Orientador : PETALA TUANI CANDIDO DE OLIVEIRA SALVADOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • DIANA PAULA DE SOUZA REGO PINTO CARVALHO
  • MARIA DE LOURDES COSTA DA SILVA
  • PETALA TUANI CANDIDO DE OLIVEIRA SALVADOR
  • Data: 18/11/2020

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: propor um curso semipresencial sobre Metodologias Ativas de Ensino em Saúde para preceptores da Residência Multiprofissional em Intensivismo Neonatal. Método: pesquisa metodológica, com coleta prospectiva de dados mistos, realizada em três etapas (diagnóstico situacional, Scoping Review e construção da proposta do curso), entre abril de 2019 e março de 2020. Participaram 22 preceptores da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal da Maternidade Escola Januário Cicco da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, com nº do parecer 3.180.283/2019. Resultados: todos os profissionais iniciaram a preceptoria de forma repentina e apenas um recebeu treinamento, 36,4% não orientam a prática e teoria de forma interligada, 31,8% não conhecem as metodologias ativas e apenas 27,2% utilizam pelo menos um tipo, sem dificuldades. Algumas das fragilidades da preceptoria foram a falta de tempo, de formação e de curso específico para preceptor. Na Scoping Review, foi observada produção ascendente na área da educação na saúde, provavelmente pela preocupação recente com o uso de metodologias ativas. Quanto ao uso dessas metodologias, destacaram-se a Tenda Invertida e Projeto Terapêutico Singular. Algumas das potencialidades destacadas foram: favorecimento do cuidado interprofissional e aprendizagem significativa. Enquanto alguns desafios: dificuldade de superar a lógica tradicional de ensino e despreparo pedagógico do preceptor. Foi elaborada uma proposta de curso semipresencial sobre as metodologias ativas de ensino direcionado aos preceptores da Residência Multiprofissional em Intensivismo Neonatal para apoio à prática pedagógica adequada que promova uma formação crítico-reflexiva dos residentes. Com um total de 60 horas, o curso abordará sobre o que são, como e quando utilizar as metodologias ativas; os tipos de metodologias com suas possibilidades e especificidades do uso; e feedback para o residente. Conclusão: com a proposta de uma parceria com o hospital para tornar a capacitação institucionalizada, pretende-se realizar o curso, implementar o uso das metodologias ativas e avaliação de todo o processo de treinamento e implementação e, assim, contribuir com a qualidade do ensino no âmbito da Residência Multiprofissional em Saúde.


  • Mostrar Abstract
  • Objective: to propose a semi-presential course about Active Methodologies in Health Teaching for preceptors of the Multiprofessional Residency in Neonatal Intensivism. Method: methodological research, with prospective collection of mixed data, carried out in three stages (situational diagnosis, Scoping Review and construction of the course proposal), between April 2019 and March 2020. Participated of the research 22 preceptors of the Neonatal Intensive Care Unit of the Maternidade Escola Januário Cicco of the Universidade Federal do Rio Grande do Norte. The study was approved by the Research Ethics Committee, under opinion number 3.180.283/2019. Results: all professionals started preceptorship suddenly and only one received training, 36.4% do not guide the practice and theory in an interconnected way, 31.8% do not know the active methodologies and only 27.2% use at least one type, without difficulties. Some of the weaknesses of preceptorship were the lack of time, training and a specific course for preceptor. In the Scoping Review, upward production was observed in the area of health education, probably due to the recent concern with the use of active methodologies. Regarding the use of these methodologies, the Inverted Tent and the Singular Therapeutic Project stood out. Some of the potentialities highlighted were: favoring interprofessional care and meaningful learning. While some challenges: difficulty to overcome the traditional teaching logic and pedagogical unpreparedness of the preceptor. A proposal for a semi-presential course on active methodologies in teaching aimed at the preceptors of the Multiprofessional Residency in Neonatal Intensivism was developed to support the appropriate pedagogical practice that promotes critical-reflective training for residents. With a total of 60 hours, the course will address what they are, how and when to use the active methodologies; the types of methodologies with their possibilities and specificities of use; and feedback to the resident. Conclusion: with the proposal of a partnership with the hospital to make the training institutionalized, it is intended to carry out the course, implement the use of active methodologies and evaluate the entire training and implementation process and, thus, contribute to the quality of teaching within the scope of the Multiprofessional Residency in Health.

11
  • MANUEL MOREIRA NETO
  • Desenvolvimento da plataforma Neurorad, para arquivamento de casos clínicos de neuroimagem voltados ao ensino e aprendizagem em Neurorradiologia a distância

  • Orientador : CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HENRIQUE CARRETE JÚNIOR
  • CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • Data: 17/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho teve como objetivo principal elaborar uma plataforma digital para arquivamento e compartilhamento na internet de imagens radiológicas de casos clínicos de patologias neurológicas, apresentados pelos residentes da Radiologia e discutidos nas reuniões semanais do setor de Neurorradiologia do serviço de Diagnóstico por Imagem do Hospital Universitário Onofre Lopes – HUOL/UFRN – os quais refletem a epidemiologia do nosso estado e região, sendo essa plataforma voltada para o ensino a distância e pesquisa. A ferramenta foi desenvolvida em parceria com a equipe de programadores do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde da UFRN (LAIS-UFRN), com apoio de um profissional de Pedagogia, tendo sido denominada NeuroRad. Essa plataforma está hospedada em um servidorpróprio da rede de computadores do Hospital Universitário Onofre Lopes e será disponibilizada on-line, com acesso livre aos usuários na internet, como fonte de aprendizado dos alunos de graduação, Médicos Residentes e Preceptores da Radiologia, Neurologia, Neurocirurgia, Pediatria e Infectologia do HUOL, bem como aos demais médicos e outros profissionais de saúde que se interessarem pelo tema. Os casos clínicos de neuroimagem já apresentados nas reuniões dos últimos anos estão sendo selecionados para arquivamento na plataforma, e semanalmente novos casos serão publicados pelos Residentes de Radiologia sob a supervisão deste pesquisador. Além disso, os usuários Médicos Residentes, ou Especialistas de outros serviços ou instituições de ensino, poderão se cadastrar como usuário colaborador e submeter seus casos de neuroimagem, os quais serão avaliados pelo administradore,após homologação, publicados com a identificação dos respectivos autores. Espera-se que esse instrumento: a) possa garantir a perenidade de um acervo de casos clínicos com imagens neurológicas do nosso hospital e instituições parceiras do  estado do RN;b) que a participação ativa dos residentes da Radiologia do HUOL, na publicação semanal de casos, seja um estímulo ao seu aprendizado e desenvolvimento das suas habilidades na arte da interpretação das imagens neurorradiológicas e, c) que a disponibilização da Plataforma NeuroRad, para acesso livre na internet, seja mais uma significativa fonte de consulta para os usuários que buscam o aprendizado on-line sobre esse tema.


  • Mostrar Abstract
  • The present work aims to develop a network-based platform for archiving and sharing radiographic images on clinical cases of neurological pathologies, which attest the epidemiology in our region. These clinical cases are reported by the radiology residents and are debated in regular weekly meetings in the neuroradiology department of the imaging diagnosis unit at Hospital Universitário Onofre Lopes- HUOL/UFRN. Therefore, the platform is focused on distance learning and research. The tool, named NeuroRad, has been developed in partnership with a team of developers in the research and innovation laboratory in health at UFRN (LAIS-UFRN) supported by a professional in education. The network-based platform enables medical students, residents, HUOL preceptors (radiology, neurology, neurosurgery, pediatric, infectology), attendings and healthcare practitioners interested in the subject to access the internet as a source of information and learning. The clinical cases in neuroimaging, reported during the last few years, have been uploaded to the NeuroRad platform and new clinical cases should be uploaded weekly by radiology residents under the supervision of the researcher. Besides that, residents and specialists from other Hospitals or educational institutions mayregister as acollaborating userto submit their neuroimaging cases. Then,they should be ratified by the administrator and published under the author’s name. It is expected that the use of NeuroRad tool: a) could ensure continuity of clinical case compilations in neuroimaging by collaborators at HUOL and in the State (Rio Grande do Norte); b) residents’ participation in the publication of works would improve their learning and develop their skills of interpreting neuroradiological images; and c) the free access to the NeuroRad platform could be a deeply significant source to NeuroRad users regarding online learning.

12
  • ALEXANDRA SILVA DE LIMA
  • Proposta de Matriz de Competências Comuns para a prática interprofissional no cuidado às pessoas em situação de violência sexual

  • Orientador : REGINALDO ANTONIO DE OLIVEIRA FREITAS JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • REGINALDO ANTONIO DE OLIVEIRA FREITAS JUNIOR
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • ANA LUIZA DE OLIVEIRA E OLIVEIRA
  • CRISTIANE SPADACIO
  • Data: 23/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • A violência sexual contra crianças, adolescentes e mulheres é um grave problema social e de saúde pública na atualidade. A atenção a estas pessoas requer atuação de profissionais dotados não apenas de conhecimentos técnicos pertinentes, mas também de habilidades e atitudes que possibilitem um cuidado efetivo e integrado. Reconhecendo a importância crucial da educação e do trabalho interprofissional para o enfrentamento deste relevante problema, o objetivo deste trabalho foi construir uma proposta de Matriz de Competências Comuns para a prática interprofissional no cuidado às pessoas em situação de violência sexual. Realizamos estudo observacional descritivo, com abordagem qualitativa, que utilizou a pesquisa-ação como percurso metodológico. A metodologia compreendeu a realização de oficina com 76 participantes de diferentes profissões e áreas de atuação, para obtenção de dados escritos e representações gráficas sobre que conhecimentos, habilidades e atitudes seriam necessários para a atenção às pessoas em situação de violência sexual. Com o mesmo objetivo, foi aplicado questionário com questões abertas a uma amostra constituída por 32 profissionais que atuam nos serviços de referência para atendimento às pessoas em situação de violência sexual no Rio Grande do Norte. A partir da análise dos dados coletados por meio das técnicas de Análise de Conteúdo Temática Categorial e Discurso do Sujeito Coletivo foi proposta uma matriz com 15 competências comuns para a prática interprofissional. O produto contendo as competências e seus conhecimentos, habilidades e atitudes relacionados foi representado através de infográfico de disposição radial. Dentre os atributos considerados essenciais ao desenvolvimento da maioria das competências comuns estabelecidas, os resultados apontam: “entender a importância do trabalho em equipe com profissionais de várias áreas para a rede de cuidado”(conhecimento), “atender com agilidade e presteza às pessoas em situação de violência sexual” (habilidade) e “estar disponível para a prática do trabalho em equipe” (atitude). Estes atributos reforçam a importância da intersetorialidade e da educação e do trabalho interprofissional para o enfretamento do problema da violência sexual. Adicionalmente, os resultados revelam desafios importantes para a educação das profissões da saúde, tendo em vista que as competências delineadas demandam conhecimentos, habilidades e atitudes que são transversais à operacionalização dos currículos. Conclui-se que a proposta de Matriz de Competências Comuns poderá contribuir para alicerçar a prática interprofissional em cenários de atuação e de aprendizagem nos serviços de atenção às pessoas em situação de violência sexual no Rio Grande do Norte. 


  • Mostrar Abstract
  • Sexual violence against children, adolescents and women is a serious social and public health problem today. Attention to these people requires the performance of professionals with not only relevant technical knowledge, but also skills and attitudes that enable effective and integrated care. Recognizing the crucial importance of education and interprofessional work to face this relevant problem, the objective of this work was to build a proposal for a Common Skills Matrix for interprofessional practice in caring for people in situations of sexual violence. We carried out a descriptive observational study, with a qualitative approach, which uses action research as a methodological path. The methodology comprised the realization of a workshop with 76 participants from different professions and areas of activity, to obtain written data and graphic representations about what knowledge, skills and attitudes foreseen for the care of people in situations of sexual violence. With the same objective, he was consulted with open questions to a sample obtained by 32 professionals who work in the reference services to assist people in situations of sexual violence in Rio Grande do Norte. Based on the analysis of the data collected through the techniques of Categorical Thematic Content Analysis and Collective Subject Discourse, a matrix with 15 common commons for an interprofessional practice was proposed. The product containing the competencies and their related knowledge, skills and attitudes was represented through a radial layout infographic. Among the attributes considered essential to the development of most of the common competencies established, the results point out: “to understand the importance of teamwork with professionals from various areas for the care network” (knowledge), “to serve people with agility and promptness in situation of sexual violence ”(ability) and“ being available to practice teamwork ”(attitude). These attributes reinforce the importance of intersectoriality and education and interprofessional work to face the problem of sexual violence. Additionally, the results reveal important challenges for the education of the health professions, considering that the outlined competences demand knowledge, skills and attitudes that are transversal to the operationalization of the curricula. It is concluded that the proposal of Common Matrix of Competences can contribute to base the interprofessional practice in scenarios of performance and learning in the services of attention to people in situations of sexual violence in Rio Grande do Norte.

2019
Dissertações
1
  • KLEBER NOBRE DA CUNHA
  • ATENDIMENTO INICIAL AO QUEIMADO: PROPOSTA DE UM CURSO INOVADOR PARA O ALUNO DE MEDICINA

  • Orientador : PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • MAYARA MYTZI DE AQUINO SILVA
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • Data: 24/01/2019

  • Mostrar Resumo
  • As queimaduras constituem um dos mais frequentes agravos à saúde nos serviços de urgência e emergência, e o atendimento inicial correto é decisivo na redução da morbidade e da mortalidade dos pacientes queimados. Desde 2013, a Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ) ministra anualmente o Curso Nacional de Normatização do Atendimento ao Queimado (CNNAQ), organizado sob a forma de módulos, que capacita médicos e demais profissionais de saúde a realizar o atendimento inicial ao paciente vítima de queimaduras. No entanto, a inserção do tópico queimaduras durante a graduação em Medicina na UFRN permanece deficiente, limitada a uma aula teórica sobre o tema durante o sétimo período (Disciplina de Medicina de Urgência) e atividades práticas durante os plantões do Internato em Urgência e Emergência (12º. Período). A proposta do autor é desenvolver uma atividade voltada para o ensino do atendimento inicial ao queimado, nos moldes do CNNAQ, empregando metodologias ativas, que seja ofertada como um terceiro momento de inserção do tema durante a graduação em Medicina. A atividade, baseada na metodologia da pesquisa-ação, e desenhada no formato de um minicurso de um dia de duração, foi dividida em quatro módulos, enfocando: 1) a avaliação inicial e o manejo das vias aéreas, 2) o cálculo da superfície corporal queimada e da hidratação, 3) o planejamento terapêutico e os cuidados com a ferida e 4) os critérios para referência ao centro de tratamento de queimados. Foram empregadas somente metodologias ativas de ensino-aprendizado, como resolução em grupo de situações-problema, “role playing” e elaboração de fluxogramas. Trinta e sete alunos do Internato em Clínica Cirúrgica (10º. Período) participaram dos módulos e responderam a um questionário avaliativo pré e pós-atividade, onde foi observado o impacto causado na percepção dos discentes em relação ao tema queimaduras. É apresentada a estruturação do curso em todos os seus módulos padronizados, o que permite a sua reprodução e aplicação em diferentes cenários. O autor conclui que a proposta de modificação curricular é factível, de custo e complexidade baixos, e bem avaliada pelos alunos, de modo que propõe sua adoção como atividade permanente durante a programação curricular do Internato em Clínica Cirúrgica. Adicionalmente, levanta a possibilidade de levar a atividade a outras instituições de ensino de graduação, na forma de minicurso nos moldes do que já é feito no CNNAQ para profissionais graduados, já que se trata de uma metodologia facilmente reprodutível e que pode ser inclusive adotada em outras disciplinas.


  • Mostrar Abstract
  • Burns are one of the most common injuries among emergency medical services, and their correct initial management is crucial in reducing morbidity and mortality among burned patients. Since 2013, Brazilian Burns Society (SBQ) promotes each year the National Course on Guidelines for Burns Assistance (CNNAQ), organized as modules, which trains doctors and other health professionals to perform the initial assistance to burned patients. However, the insertion of the burns theme during the medical graduation is still deficient, limited to one theoretical class during seventh semester (Discipline of Urgency and Emergency Medicine) and some practical activities during shifts within the Urgency Internship (12th semester). The author’s proposal is to develop an activity designed to teach the initial assistance to the burned patient, similar to CNNAQ, based on active methodologies, which is intended to be offered as a third moment of insertion of the theme during medical graduation. The activity, based on action-research methodology, and outlined as a one-day course, is divided in four modules focusing: 1) Initial evaluation and airway management, 2) Burn surface area measurement and fluid replacement, 3) Therapeutic planning and wound care, and 4) Referral criteria to burns treatment center. Only active methodologies of teaching and learning were adopted, as group solution of problem situations, role-playing and elaboration of flow charts. Thirty-seven students from the Surgical Internship (10th semester) attended the modules and answered to questionnaires prior and after the activities, where the impact over the students’ perception related to the theme of burns was analyzed. The structure of the course and of its standardized modules is fully presented, and this allows for its reproduction and application at different scenarios. The author concludes that the proposal of curricular modification is feasible, with low costs and complexity, well evaluated by the students, and so proposes its adoption as a permanent activity during the Surgical Internship. Additionally, suggests offering the activity to other institutions, as a mini-course in the ways that are already done in the CNNAQ for graduated professionals, since it is a very reproductible methodology which can also be adopted in a large range of disciplines.

2
  • TOMAS PEREIRA JUNIOR
  • CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL PARA SEGURANÇA DO PACIENTE CRÍTICO EM TERAPIA RENAL SUBSTITUTIVA

  • Orientador : ELAINE LIRA MEDEIROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CAROLINA LARA NEVES
  • ELAINE LIRA MEDEIROS
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 22/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: A segurança do paciente é atualmente um dos assuntos de maior importância para os gestores de sistemas de saúde no mundo todo. É definida como o conjunto de iniciativas ou práticas, desenvolvidas com o objetivo de evitar, prevenir e reduzir os desfechos adversos decorrentes da assistência à saúde com redução dos riscos potenciais. A partir de James Reason em seu “Human Error”, foi proposto o modelo do “queijo suíço”, onde um erro ativo é visto como resultado de uma sequência alinhada de erros latentes. Ele defende a necessidade de criar camadas sobrepostas a fim de “blindar” o sistema, evitando suas falhas. Em 1999 se estabelece um marco mundial através da publicação do Institute of Medicine (IOM) denominada: “To Err is Human: Building a Safe Health Care System” que mostrava as altas taxas de mortalidade nos hospitais Norte Americanos (44 a 98.000 mortes/ano) relacionadas a erros na assistência à saúde. Pacientes com graves condições clinicas, multi-morbimortalidade, utilização intensa e fragmentada do sistema de saúde e alto nível de exposição hospitalar, caracterizam-se pelo risco aumentado à eventos adversos, incluindo nesse grupo, os portadores de doença renal em terapia renal substitutiva. A Cultura de segurança do paciente é definida pela AHRQ (Agency for Healthcare Research e Quality) como: “O produto de valores, atitudes, competências e padrões de comportamento, que determinam o compromisso, o estilo e a proficiência da administração de uma organização saudável e segura”. Uma organização com forte apelo na cultura de segurança em suas ações se caracteriza pelas seguintes virtudes: Comunicação eficiente, Trabalho em equipe, Liderança, Imparcialidade nas avaliações de falhas, Atendimento centrado no paciente, Ações de saúde baseadas em evidências e Educação continuada das equipes. Nesse contexto, entendemos o ensino na saúde como pedra angular para o fortalecimento de um sistema pautado nas boas práticas, e indispensável ao aprimoramento das competências profissionais. Utilizamos iniciativas inovadoras denominadas metodologias ativas de ensino, onde o discente ocupa papel central no processo e é desafiado a “aprender a aprender”. OBJETIVO: Capacitar profissionais da saúde na área de segurança do paciente, afim de reduzir a incidência de eventos adversos durante a diálise. METODOLOGIA: Foi realizado estudo tipo pesquisa-ação através de evento de extensão da UFRN direcionados a Médicos, Enfermeiros e Graduandos de ambas as áreas, no formato de workshop, através de dois módulos, com carga horária de 10 horas, utilizando Metodologia convencional e ativa de ensino. RESULTADOS: Foram disponibilizadas 33 vagas, distribuídas entre o público interno e externo à universidade. Apenas 22 alunos iniciaram o curso, sendo 94% de Enfermagem (05 graduados e 16 graduandos) e somente 01 graduando em Medicina. Após o módulo teórico foi elaborada avaliação on-line com questões tipo múltipla escolha, onde a média de acertos foi de 82%. Durante o módulo prático implementou-se O.S.C.E. com duas estações, havendo média de 80,3% de acertos para o grupo. Procedeu-se ainda, pesquisa de satisfação on-line com 80% dos participantes satisfeitos. Os autores consideraram o evento de extensão como bem sucedido em seus objetivos, havendo a necessidade de continuidade, aperfeiçoamento em sua estrutura com melhor ajuste da programação, estímulo às novas metodologias ativas de ensino e estratégias para motivar os profissionais Médicos a aumentar sua participação.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Patient safety is currently one of the most important issues for health system managers worldwide. It is defined as the set of initiatives or practices designed to avoid, prevent and reduce the adverse outcomes resulting from health care with the reduction of potential risks. From James Reason in his "Human Error", the "Swiss Cheese" model was proposed, where an active error is seen as the result of an aligned sequence of latent errors. He defends the need to create overlapping layers in order to "shield" the system, avoiding its flaws. A global milestone was established in 1999 through the publication of the Institute of Medicine (IOM) entitled "To Err is Human: Building a Safe Health Care System" which showed high mortality rates in North American hospitals (44 to 98,000 deaths/year) related to errors in health care. Patients with severe clinical conditions, multi-morbimortality, intense and fragmented use of the health system and high level of hospital exposure, are characterized by the increased risk of adverse events, including in this group, those with renal disease in renal replacement therapy. The Patient Safety Culture is defined by the Agency for Healthcare Research and Quality (AHRQ) as: "The product of values, attitudes, skills and behavioral patterns that determine the commitment, style and proficiency of managing a healthy and safe". An organization with a strong appeal in the security culture in its actions is characterized by the following virtues: Efficient communication, Teamwork, Leadership, Impartiality in assessments of failures, Patient-centered care, Evidence-based health actions and Continuing education of teams. In this context, we understand health education as a cornerstone for strengthening a system based on good practices, and indispensable for the improvement of professional skills. We use innovative initiatives called active teaching methodologies, where the student plays a central role in the process and is challenged to "learn to learn". OBJECTIVE: To train health professionals in the area of patient safety in order to reduce the incidence of adverse events during dialysis. METHODOLOGY: it was conducted a research-action study through an extension event of UFRN, directed to Doctors, Nurses and undergraduates from both areas, in the workshop format, through two modules, with a 10-hour workload, using conventional and active teaching methodologies. RESULTS: It was offered 33 vacancies, distributed among the internal and external public, only 22 students started the course, 94% of Nursing (05 graduates and 16 undergraduates) and only 01 undergraduate in Medicine. After the theoretical module, we performed an online evaluation with multiple choice questions, with a mean of 82%. During the practical module it was performed O.S.C.E. with two stations, with an average of 80.3% of hits for the group. It was also conducted an online satisfaction survey with 80% of satisfied participants. The authors considered the extension event to be successful in its objectives, and there is a need for continuity, improvement in its structure with better adjustment of programming, stimulation of new active teaching methodologies and strategies to motivate medical professionals to increase their participation.

3
  • IDIVALDO ANTONIO MICALI
  • Estudo para a Promoção do Ensino do Uso Racional De Medicamentos nos Cursos de Farmácia, Medicina e Odontologia da UFRN

  • Orientador : JOSE DINIZ JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • CARLA BEATRICE CRIVELLARO GONÇALVES
  • Data: 27/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: o Uso Racional de Medicamentos (URM) é uma das Diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS), proporcionando a todos cidadãos, medicamentos que, quando selecionados e empregados racionalmente, possam propiciar benefícios individuais, institucionais e nacionais. A Política Nacional de Medicamentos (PNM) orienta para a importância do processo educativo como estratégia para a promoção ao URM tanto para as equipes de saúde quanto para o usuário. No âmbito dos profissionais de saúde a universidade assume papel relevante em particular durante a graduação, devido ao seu papel decisivo em ampliar o conhecimento sobre o valor real dos medicamentos, especialmente numa sociedade com elevado grau de medicalização. Objetivos: o objetivo principal foi analisar as Diretrizes Curriculares dos Cursos de Graduação de Farmácia, Medicina e Odontologia e Projetos Pedagógicos dos Cursos de Graduação de Farmácia, Medicina e Odontologia da UFRN, identificando conteúdo específico sobre o URM, além de conhecer o nível de entendimento e conhecimentos assimilados sobre o URM de seus graduandos; o objetivo específico foi de interpretar os estudos desenvolvidos no objetivo geral, apontando para a possibilidade de orientar coordenações destes cursos  a disponibilizar componente curricular específico, voltado para o ensino do URM. Metodologia: estudo em parte documental, pela análise das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Farmácia, Medicina e Odontologia, através da coleta de dados de arquivos digitais de domínio público do Ministério da Educação (MEC), e dos Projetos Pedagógicos dos Cursos de Graduação de Farmácia, Medicina e Odontologia da UFRN, através do Sistema de Gerenciamento de Atividades Acadêmicas (SIGAA), avaliando o comprometimento pedagógico para com o URM. De outro lado, pesquisa descritiva quantitativa e qualitativa, com a aplicação de questionários semi-estruturados a estes graduandos. Os dados, tanto de origem documental como descritiva, foram processados e analisados, em parte estatisticamente através de planilha computadorizada em Excel; a análise de conteúdo das comunicações expressas pelos voluntários, manifestadas através de significados variados, foram interpretadas através do programa Wordle®. O  armazenamento de dados também foi o computadorizado. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa e os participantes tiveram ciência e assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Resultado: este estudo identificou que, apesar das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Farmácia, Medicina e Odontologia terem orientação para cumprimento para com as Diretrizes do SUS, ainda assim o URM é negligenciado nos Projetos Pedagógicos destes cursos da UFRN; exceção se faz ao Curso de Farmácia onde o assunto é tratado num único momento, mesmo assim não como um componente curricular específico. Quanto aos graduandos, estes revelaram saberes que apontam para o URM, porém com pouco acesso e orientação às informações sobre o URM. Sobre o percentual de graduandos que possuem contato frequente com tema URM, no Curso de Farmácia ficou em torno de 40%, Medicina 50% e Odontologia 27%. O destaque ficou para o expressivo significado que este graduandos manifestaram em acreditar que uma disciplina de URM poderá contribuir como medida educativa sobre o assunto: em Farmácia 97%, Medicina 85% e Odontologia 96%. Quanto ao interesse que estes graduandos possuem em ampliar conhecimento no URM ainda durante a graduação, os índices chegaram a 100% em Farmácia, 80% em Medicina e 96% em Odontologia. Conclusão:  este estudo concluiu que diante da existência de deficiência no ensino do URM nos Cursos de Graduação de Farmácia, Medicina e Odontologia da UFRN, e do  expressivo interesse de seus graduandos pela temática, a implementação de um componente curricular específico sobre o URM, no Projeto Pedagógico destes cursos, aponta ser viável e poderá desenvolver valores e princípios adequados, lineares ao SUS e PNM.


  • Mostrar Abstract
  • Unified Health System (SUS) Guidelines, providing all citizens with medicines that, when selected and rationally employed, can provide individual, institutional and national benefits. The National Medicines Policy (PNM) guides the importance of the educational process as a strategy to promote the URM both for the health teams and for the user. In the field of health professionals, the university plays a particularly important role during graduation due to its decisive role in increasing knowledge about the real value of medicines, especially in a society with a high degree of medicalization. Objectives: The main objective was to analyze the Curricular Guidelines of the Pharmacy, Medicine and Dentistry Undergraduate Courses and Pedagogical Projects of the Pharmacy, Medicine and Dentistry Undergraduate Courses of UFRN, identifying specific content about the URM, besides knowing the level of understanding and assimilated knowledge about the URM of its graduates; the specific objective was to interpret the studies developed in the general objective, pointing to the possibility of guiding coordinations of these courses to provide specific curricular component, aimed at teaching the URM. Methodology: a documentary study, through the analysis of the curricular guidelines of the courses of Pharmacy, Medicine and Dentistry, through the collection of data from digital archives in the public domain of the Ministry of Education (MEC), and the Pedagogical Projects of Pharmacy Undergraduate Courses , Medicine and Dentistry of UFRN, through the System of Management of Academic Activities (SIGAA), evaluating the pedagogical commitment to the URM. On the other hand, quantitative and qualitative descriptive research, with the application of semi-structured questionnaires to these undergraduates. The data, both of documentary and descriptive origin, were processed and analyzed, in part statistically through spreadsheet in Excel; the content analysis of the communications expressed by the volunteers, manifested through varied meanings, were interpreted through the Wordle® program. The data storage was also computerized. This study was approved by the Ethics and Research Committee and the participants were informed and signed the Free and Informed Consent Form. Result: this study identified that, although the Curriculum Guidelines for Pharmacy, Medicine and Dentistry Courses have guidelines for compliance with SUS Directives, URM is still neglected in the Pedagogical Projects of these UFRN courses; exception is made to the Pharmacy Course where the subject is treated in a single moment, even though not as a specific curricular component. As for undergraduates, they revealed knowledge that points to the URM, but with little access and orientation to the information about the URM. About the percentage of graduates who have frequent contact with URM, in the Course of Pharmacy was around 40%, Medicine 50% and Dentistry 27%. The highlight was the expressive meaning that these graduates expressed in believing that a URM discipline could contribute as an educational measure on the subject: in Pharmacy 97%, Medicine 85% and Dentistry 96%. As for the interest that these graduates have in expanding knowledge in the URM even during graduation, the indexes reached 100% in Pharmacy, 80% in Medicine and 96% in Dentistry. Conclusion: this study concluded that, given the existence of a deficiency in the teaching of the URM in the Undergraduate Courses of Pharmacy, Medicine and Dentistry of UFRN, and the expressive interest of its undergraduates in the subject, the implementation of a specific curricular component on the URM, in the Pedagogical Project of these courses, points out to be feasible and can develop adequate values and principles, linear to SUS and PNM.

4
  • AMANDA BAPTISTA ARANHA
  • IMPLEMENTAÇÃO DA DISCIPLINA DE CUIDADOS PALIATIVOS NA GRADUAÇÃO EM MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE (UFRN)

  • Orientador : ELAINE LIRA MEDEIROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELAINE LIRA MEDEIROS
  • NIELE SILVA DE MORAES
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 23/04/2019

  • Mostrar Resumo
  • Contexto: A mudança no perfil de morbi-mortalidade no Brasilcria a necessidade de formar médicos capazes de atender pacientes com doenças ameaçadoras de vida através de ações paliativas. Afim de agregar tais competências sentiu-se a necessidade da criação da disciplina de cuidado paliativo (CP) na graduação em medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

    Objetivo: Descrever o processo de planejamento, implementação e avaliação da disciplina de CP na graduação em medicina da UFRN.

    Métodos: O planejamento da disciplina foi realizado a partir das principais diretrizes internacionais, analisando as temáticas que deveriam ser abordadas, destacando a interdisciplinaridade, comunicação e vivência prática. Durante o desenvolvimento da disciplina definiu-se ainda carga horária, metodologia de ensino-aprendizagem para cada encontro, além dos processos avaliativos e ementa da disciplina. Quinze vagas foram disponibilizadas, com  carga horária total de 45 horas, divididas em encontros teóricos, práticos, avaliações e feedbacks. Ao final do semestre os discentes avaliaram a disciplina através de um questionário eletrônico.

    Resultados: A disciplina foi ofertada em 2016.2, com um encontro semanal, 30 discentes se pré matricularam na disciplina. Foram 10 encontros teóricos, todos em metodologias ativas de ensino aprendizagem, 6 encontros práticos, além das avaliações, sempre com feedbacks imediatos. As avaliações foram somativa, prática simulada do tipo OSCE (Objective Structered Clinical Examination) e de profissionalismo, sendo a última de maneira continuada. Os alunos avaliaram a disciplina de forma satisfatória, sendo as metodologias mais elogiadas as aulas expositivas dialogadas, TBL (Team Based Learning), Role Play e Estudo de Caso.  O desempenho dos alunos foi considerado bom e bastante semelhante entre os diferentes períodos.

    Conclusão: As professoras obtiveram sucesso no planejamento e  implementação da disciplina, traduzidos pelo desempenho estudantil e a avaliação da disciplina. A continuidade da disciplina ainda esbarra na falta de especialização do corpo docente e de espaço no currículo da graduação em medicina.


  • Mostrar Abstract
  • Background: Epidemiological changes of diseases in the world and in Brazil result in the need of physicians able to attend patients with life-limmiting illness through palliative actions. In this context, the need of a discipline of Palliative Care (PC) in medical school of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN) urged.

    Objective: To describe the planning, development and evaluation of undergraduate PC curriculum in medicine in UFRN.

    Methods: Based on international guidelines recommendations, relevant contents were defined and multi-professional education, comunication and practical trainning were prized. During the curriculum planning, learning methods, workload, assessments and syllabus were defined. Fifteen places were available with a total workload of 45 hours divided into theoretical, practical trainning, evaluations and feedbacks. At the end of the semester, an electronic questionnaire was sent to studentes to evaluate the PC course.

    Results:  The PC subject were taught in second semester of 2016, thirty students pre registered in the optional component. Ten theoretical classes, 6 practical meetings and 3 assessments were provided. The syllabus were well evaluated and most praised educational strategies were lectures, TBL, Role-play and Case Study. The performance of the students was satisfactory and similar between different years students.

    Conclusion: The planning and implementation of the PC component were well accomplished given the positive evaluation of the course and satisfactory student performance. The lack of qualified teachers and the overload of udergraduate medicina curriculum are still the major challenge to continue with PC curriculum.

5
  • SANDRA LUCIA DIAS NUNES
  • POTENCIALIDADES E DESAFIOS NO EXERCÍCIO DA PRECEPTORIA NO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

  • Orientador : ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • ANA ELZA OLIVEIRA DE MENDONCA
  • ISABEL CRISTINA AMARAL DE SOUSA ROSSO NELSON
  • Data: 03/05/2019

  • Mostrar Resumo
  • A preceptoria é uma nova modalidade de ensino no cenário de formação em saúde, na qual o profissional do serviço de assistência assume a função de acolher, orientar e mostrar ao aluno a inserção no mundo real do trabalho. Com vistas a compreender e refletir sobre esse assunto, realizou-se o presente estudo com o objetivo de identificar as potencialidades e desafios no exercício da preceptoria no estágio curricular supervisionado hospitalar da graduação em enfermagem. O estudo foi do tipo descritivo e abordagem qualitativa, realizado nos meses de maio e junho de 2018em um Hospital Universitário de Referência no Nordeste. A amostra foi composta por 21 enfermeiros assistenciais que exercem a função de preceptoria de estudantes do curso de graduação em enfermagem, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Para a pesquisa empírica, foi utilizado um roteiro semiestruturado composto por 14 perguntas abertas, dividido em duas partes: caracterização do profissional e dificuldades vivenciadas pelos enfermeiros no exercício da preceptoria e as suas potencialidades. Contou com a anuência da instituição onde se desenvolveu o estudo e a aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa do HUOL, conforme CAAE n°80784017.7.0000.5292. A análise do conteúdo com referencial teórico de Bardin possibilitou o agrupamento de resultados em quatro categorias temáticas, a posteriori: potencialidades, dificuldades, sugestões e experiências, a partir das quais, pode-se inferir que a concepção de formar o aluno para o mercado de trabalho é desafiadora, contudo, vem se consolidando e se revelando uma perspectiva de mudança no modelo de ensino e formação de profissionais de saúde.Também foi utilizado o software Alceste 4.9 que após uma análise léxica do conteúdo delimitou quatro classes,sendo três agrupadas no eixo dois e uma classe no eixo um.Como produto desse estudo, foi proposto um procedimento operacional padrão de acompanhamento de Estágio Curricular supervisionadopara alunos de graduação em Enfermagem.


  • Mostrar Abstract
  • Precepting is a new teaching modality in the clinical practice education where the health professional takes on the responsibility of welcoming, guiding, showing and inducting the student into the real-world work environment. Therefore, the present study aimed to identify the potentialities and challenges in the exercise of preceptory in the nurse internship program of nursing graduation. The descriptive study was carried out with a qualitative approach in May and June of 2018 in a University Hospital of Reference in the Northeast of Brazil. The sample consisted of 21 nurses who were precepting nursing students of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN). For the empirical research, a semi-structured script was used, consisting of 14 questions, divided in two parts: the professional 's characterization and difficulties experienced by the nurses in the exercise of the preceptory and their potentialities. The study was approved by the institution where the study was developed and by the research ethics committee of the HUOL under the number of 80784017.7.0000.5292. The data were analyzed using the proposed analysis of content (theoretical reference) of Bardin which allowed the results to be grouped intofour categories: potentialities, difficulties, suggestions and experiences. From our results, it can be concludedthat the preparation of the student for the workplace is challenging. However, this work is being consolidated and shows a perspective change in the teaching and training model of health professionals. Alceste 4.9 software was also used and the lexical analysis of the content delimited four categories, three of them grouped in axis two and one in axis one. As a result of this study, a standard operating procedure was proposed for the internship program of nursing students in their mandatory supervised stage.

6
  • MARILIA FERNANDES MORRONI DE PAIVA
  • PROPOSTA DE MODIFICAÇÕES DO PROTOCOLO DE PREVENÇÃO DE QUEDAS DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES (HUOL) A PARTIR DE UMA ABORDAGEM MULTIPROFISSIONAL

  • Orientador : CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • DIANA PAULA DE SOUZA REGO PINTO CARVALHO
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 27/05/2019

  • Mostrar Resumo
  • A queda é o terceiro evento adverso mais notificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) no ambiente hospitalar, causando incapacidades e dependência em pessoas acima de 60 anos. Este estudo teve por objetivo propor modificações do protocolo de prevenção de quedas do HUOL a partir de uma abordagem multiprofissional. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo descritiva-exploratória, sendo a amostra constituída pela população total dos residentes do 1º ano (R1) da Residência Multiprofissional em Saúde (RMPS), dos programas de cardiologia e terapia intensiva do adulto, desenvolvida no período de agosto a dezembro de 2018. Para a coleta de dados, optou-se pela técnica de grupo focal, com 12 participantes das áreas de enfermagem, fisioterapia, farmácia e nutrição, utilizando um roteiro elaborado com questões abertas para a discussão, sendo mediado por um coordenador, um moderador e um observador. As conversas foram gravadas e transcritas na íntegra; após isso, os dados foram organizados pelo software NVIVO12® e a análise do conteúdo pela abordagem de BARDIN. O percurso metodológico foi constituído por três etapas: a primeira, o grupo focal; a segunda, uma atividade à distância cadastrada no SIGAA para a elaboração de modificações do protocolo de prevenção de quedas do HUOL, com abordagem multiprofissional; e por fim, um formulário de feedback construído no Google forms e enviado via e-mail para os participantes. Quanto aos resultados e discussão, evidenciou-se a importância da identificação de risco de quedas em pacientes internados; a necessidade de educação permanente em saúde, de forma contínua; a integração dos profissionais do serviço para um trabalho em equipe de forma interprofissional; e a revisão periódica de protocolos para promover a redução de quedas no HUOL. No final do estudo, foi realizado o feedback dos participantes, que se sentiram na sua maioria satisfeitos; moderadamente motivados e que a pesquisa contribuiu para sua formação profissional. Espera-se, que a divulgação deste trabalho possa estimular pesquisas futuras, com o uso de estratégias semelhantes em outros serviços, para confrontar o problema de identificação de risco de quedas em pacientes internados.


  • Mostrar Abstract
  • Fall is the third most adverse event notified by the Brazilian Health Regulatory Agency (ANVISA) in the hospital environment, causing disability and dependence in people over 60 years. The purpose of this study was to propose modifications to the Onofre Lopes University Hospital (HUOL) fall prevention protocol from a multiprofessional approach. This is a descriptive exploratory qualitative research, the sample consisting of the total population of first year residents (R1) of the Multiprofessional Health Residency (RMPS), of the cardiology and intensive care programs for adults, developed in the period from August to December, 2018. Data collection was based on the focal group technique, with 12 participants from the areas of nursing, physiotherapy, pharmacy and nutrition, using a script prepared with questions open to the discussion, being mediated by a coordinator, a moderator and an observer. The conversations were recorded and transcribed in full; after that, the data were organized by the NVIVO12® software and content analysis based on BARDIN's approach. The methodological pathway was consisted of three stages: the first, the focal group; the second, a distance activity registered in a Virtual Platform for Academic Activities (SIGAA) for the elaboration of modifications of the fall prevention protocol of the HUOL, with a multiprofessional approach; and finally, a feedback form built on Google forms and sent via email to the participants. Regarding the results and discussion it was evidenced the importance of identifying the risk of falls in hospitalized patients; the need for education in health, on an ongoing basis; the integration of services professionals into teamwork in an interprofessional manner; and the periodic review of protocols to promote reduction of falls in HUOL. As a feedback after participating on this study, most of the participants reported that they felt satisfied and moderately motivated, and that the research contributed to their professional training. It is hoped that this work may stimulate future research, with the use of similar strategies among other services, to confront the problem of identifying the risk of falls in hospitalized patients.

7
  • FELIPE NOBREGA ZENAIDE
  • A ATENÇÃO PRÉ-NATAL COMO ESTRATÉGIA DE EDUCAÇÃO INTERPROFISSIONAL NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE

  • Orientador : MARCELO VIANA DA COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • ROSANA APARECIDA SALVADOR ROSSIT
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 30/05/2019

  • Mostrar Resumo
  • A realidade dos serviços de saúde com indicadores insatisfatórios, alto custo e pouca efetividade mostra a necessidade de mudança urgente. Este cenário tem sido alcançado como reflexo da formação dos profissionais da saúde de forma isolada, fragmentada e com pouca comunicação e interação. A educação interprofissional com o desenvolvimento de competências colaborativas para o trabalho em equipe tem se mostrado como estratégia eficaz para esta transformação. Partindo dessa problemática a pesquisa tem o objetivo de explorar os princípios teóricos e metodológicos da Educação Interprofissional através da inserção dos residentes de Medicina (ginecologia e obstetrícia), Enfermagem, Fisioterapia, Psicologia, Odontologia, Serviço Social, Farmacologia e Nutrição na consulta interprofissional de pré-natal. Trata-se de um estudo de caso observacional e de abordagem qualitativa. Os participantes da pesquisa foram residentes, do programa e multiprofissional e médica do Hospital Universitário Ana Bezerra, que participaram da consulta de pré-natal interprofissional. Adotou o grupo de discussão como técnica de coleta de dados, a partir de casos atendidos na consulta de pré-natal interprofissional. A análise do grupo foi realizada através de três fases: uma pré-análise com as expectativas do pesquisador, a análise do discurso grupal com a captação da linguagem verbal e não verbal, consensos e dissensos e uma fase reflexiva com as contestações entre a primeira e a segunda fases de análise. Os resultados foram de grande riqueza com o surgimento de competências colaborativas como clareza de papéis, centralidade no usuário já no primeiro encontro, seguido por funcionamento em equipe, liderança colaborativa no segundo encontro de forma a surpreender as expectativas dentro da pré-análise com assimilação e aplicação durante as consultas seguintes das competências trabalhadas. A evolução do grupo ao longo dos encontros teve uma trajetória positiva, evidenciando as potencialidades referentes ao serviço em questão, confirmando a educação interprofissional como ferramenta frutífera na transformação dos profissionais, o pré-natal como cenário adequado, o método eficaz na produção de conhecimento e o ambiente das residências médica e multiprofissional como potente e fértil à implementação da educação interprofissional e o desenvolvimento do trabalho em equipe colaborativo. Todo o estudo foi realizado com base nos princípios da ética e bioética, estabelecidos pela Resolução do CNS nº466/12.


  • Mostrar Abstract
  • The reality of health services with unsatisfactory indicators, high cost and little effectiveness shows the need for urgent change. This scenario has been achieved as a reflection of the training of health professionals in an isolated, fragmented way with little communication and interaction. The interprofessional education with the development of collaborative skills for teamwork has proven to be an effective strategy for this transformation. Based on this problem the research aims to explore the theoretical and methodological principles of Interprofessional Education through the insertion of the residents of Medicine (gynecology and obstetrics), Nursing, Physiotherapy, Psychology, Dentistry, Social Work, Pharmacology and Nutrition in the interprofessional consultation of pre -Christmas. This is an observational case study and a qualitative approach.
    The participants of the research were residents of the program and multiprofessional and medical of the University Hospital Ana Bezerra, who participated in the interprofessional prenatal consultation. He adopted the discussion group as a technique for data collection, based on cases attended at the interprofessional prenatal visit.
    The analysis of the group was carried out through three phases at each meeting: a pre-analysis with the researcher's expectations, the analysis of the group discourse with the acquisition of verbal and non-verbal language, consensus and dissent, and a reflexive phase with the disputes between the first and second phases of analysis. The results were of great wealth with the emergence of collaborative skills such as clarity of roles, patient centred-care already in the first meeting, followed by team functioning, collaborative leadership in the second encounter in order to surprise expectations within the pre-analysis with assimilation and during the subsequent consultations on the competencies worked. The evolution of the group during the meetings had a very positive trajectory, evidencing the potentialities related to the service in question, confirming the interprofessional education as a fruitful tool in the transformation of professionals, prenatal care as an appropriate scenario, effective method in production of knowledge and the environment of medical and multiprofessional residences as potent and fertile to the implementation of interprofessional education and the development of collaborative teamwork. The entire study will be carried out based on the principles of ethics and bioethics, established by CNS Resolution 466/12.

8
  • GEORGE PAULO COBE FONSECA
  • DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS EM ECOCARDIOGRAFIA DO RESIDENTE MÉDICO EM CARDIOLOGIA.

     

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLÉBER DE MESQUITA ANDRADE
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 30/05/2019

  • Mostrar Resumo
  •             As Residências Médicas representam o padrão ouro para a formação de especialistas, sendo realizadas através de treinamentos supervisionados por preceptores experts, no próprio ambiente de trabalho, muitas vezes sem um planejamento curricular e sem uma formação educacional adequadas. Mudanças curriculares na educação médica, vêm sendo discutidas nas últimas décadas, visando uma formação mais humanista e resolutiva, com modelos avaliativos e certificações mais consistentes. Os currículos orientados por competência, têm sido observados em programas de treinamento de diversas áreas da saúde, já sendo uma realidade bem estabelecida na educação médica nos Estados Unidos e na Europa. No Brasil, não há um consenso em relação a metodologia de treinamento em ecocardiografia para o residente médico de Cardiologia, nem as competências mínimas necessárias e nem tão pouco um sistema avaliativo que conceda uma característica formativa. Este projeto teve como finalidade utilizar métodos ativos de ensino-aprendizagem para aperfeiçoar o desenvolvimento de competências em ecocardiografia do residente médico em cardiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL). O estudo foi exploratório, prospectivo e descritivo, que envolveu os residentes da cardiologia do HUOL, residentes provenientes de outras instituições nacionais e os preceptores de ecocardiografia do HUOL, sendo desenvolvido nas seguintes etapas: 1) Revisão da literatura 2) Desenvolvimento de um instrumento avaliativo (DOPS - Direct Observed Procedural Skills), capacitação dos preceptores e aplicação do instrumento 3) Construção coletiva da matriz de competências em ecocardiografia para o residente de cardiologia, seguindo a metodologia Delphi modificadapara obtenção do consenso entre os especialistas. A descrição dos domínios a serem avaliadas pelo DOPS foram desenvolvidas coletivamente pelos especialistas e o instrumento foi aplicado a 10 residentes de cardiologia durante o projeto, sendo 07 residentes do HUOL e 03 de outras instituições nacionais. Os encontros avaliativos, registrados através do DOPS, permitiram uma análise descritiva de vários aspectos técnicos e educacionais, fortalecendo a relação preceptor-residente. O consenso da Matriz de competências em ecocardiografia foi alcançado já na primeira rodada da estratégia Delphi modificada, com uma elevada taxa de concordância, com mais de 50% entre todas as competências e domínios apresentados, sendo o painel de especialistas constituído por 05 participantes (83,3%) dos selecionados inicialmente. A incorporação de ferramentas e estratégias ativas de ensino-aprendizagem permitiu a uniformização e padronização do treinamento em ecocardiografia do HUOL e aperfeiçoamento na aquisição de competências determinadas.


  • Mostrar Abstract
  •             The Medical Residences represent the gold standard for the training of specialists, being performed through training supervised by expert preceptors, in the work environment, often without proper curriculum planning and education. Curricular changes in medical education have been discussed in the last decades, aiming at a more humanistic and resolutive formation, with evaluation models and more consistent certifications. Competency-based curricula have been observed in training programs in various health areas, already a well-established reality in medical education in the United States and Europe. In Brazil, there is no consensus about the methodology of training in echocardiography for the medical resident of Cardiology, nor the necessary minimum competencies nor even an assessment system that provide a formative characteristic. The purpose of this project was to use active teaching-learning methods to improve the development of skills in echocardiography of the medical resident in cardiology at Onofre Lopes University Hospital. The study was exploratory, prospective and descriptive, involving the residents of the cardiology at Onofre Lopes University Hospital, residents from other national institutions, and the echocardiography preceptors. It was developed in the following steps: 1) Literature review 2) Development of a Direct Observed Procedural Skills (DOPS), training of preceptors and application of the DOPS tool 3) Collective construction of the competency matrix in echocardiography for the cardiology resident, following the modified Delphi methodology to obtain the consensus among the specialists. The description of the competences to be evaluated by the DOPS were developed collectively by the specialists and the tool was applied to 10 cardiology residents during the project, with 07 residents of HUOL and 03 of other national institutions. The assessments meetings, registered through the DOPS tool, allowed a descriptive analysis of various technical and educational aspects, strengthening the resident-preceptor relationship. The consensus of the competency matrix in echocardiography was achieved in the first round of the modified Delphi strategy, with a high concordance rate, with more than 50% among all competencies and domains presented, being the panel of specialists composed of 05 participants (83.3%) of those initially selected. The incorporation of tools and active teaching-learning strategies allowed the standardization of the training in echocardiography of the cardiology resident of the University Hospital Onofre Lopes, improving the acquisition of specific skills.

9
  • CRISTINA ROCHA DE MEDEIROS MIRANDA
  • Modelo guia do exame físico mamário, para estudantes de medicina, no laboratório de habilidades clínicas da UFRN

  • Orientador : ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • FRANCISCO EDILSON LEITE PINTO JUNIOR
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 06/08/2019

  • Mostrar Resumo
  •  

     

    RESUMO

     

    O objetivo do presente trabalho, aprovado no Comitê de Ética e Pesquisa do Hospital Universitário Onofre Lopes, sob o número 2.841.025, foi sistematizar um “Modelo Guia do Exame Físico Mamário” no Laboratório de Habilidades Clínicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. O público alvo constituiu-se de 41 alunos regularmente matriculados no componente curricular de oncologia clínica, do curso de medicina da referida universidade. Constituiu-se numa pesquisa- ação, em que a intervenção é pensada a partir do diagnóstico da situação, com as seguintes etapas: (1) Recepção dos alunos e aplicação do TCLE; (2) Aplicação do questionário diagnóstico; (3) Orientação teórica e prática sistematizada e interativa de como realizar o exame físico; (4) Orientação prática para a realização do exame mamário no manequim; (5) Aplicação do questionário avaliativo após a realização da aula; (6) Discussão e avaliação da atividade com os alunos; (7) Avaliação dos questionários e (8) Análise dos resultados. A nota média da avaliação do questionário pré-intervenção foi de 4,1 (± 2,06), sendo a menor nota igual a zero e a maior nota 8. Após a aula, a nota média foi de 8,71 (± 1,3), sendo a menor nota 6 e a maior 10. Identificou-se diferença entre as médias de 4,6 pontos (Teste T; pareado p<0,0001). Considerando-se os critérios de avaliação, constatou-se que a palpação da mama foi o procedimento mais realizado entre os estudantes (87,8%), enquanto a conversa com o paciente (9,8%) e a inspeção dinâmica (4,9%) foram os itens menos realizados. Após a aula, todos os alunos descreveram a palpação da mama e a inspeção estática e dinâmica como procedimentos do exame, enquanto a conversa com o paciente continuou sendo o item menos realizado, porém com aumento de 9,8% para 42,7% em relação à avaliação pré-intervenção. Conclui-se que a sistematização de um guia para o exame físico mamário possibilitou um melhor desempenho dos alunos na realização prática desse exame, sendo uma ferramenta teórica e prática possível de ser desenvolvida e reaplicada nas demais áreas da saúde que realizam o exame físico mamário.


  • Mostrar Abstract
  • The aim of the present study was to systematize a "Guide Model of the Mammary Physical Examination in the Laboratory of Clinical Skills of the Federal University of Rio Grande do Norte" for the discipline of Oncology (MIC0064) offered to the students of the UFRN Medical Course. The project was approved by the Ethics and Research Committee of the University Hospital Onofre Lopes, under number CAAE95004318.7.00005292. The target audience consisted of 41 students enrolled in the curricular component and during the course the following steps were performed: (1) Reception of the students and application of the TCLE; (2) Application of the diagnostic questionnaire; (3) Systematic and interactive theoretical and practical guidance on how to perform the physical examination; (4) Practical guidance for performing the mammary examination on the manikin; (5) Application of the evaluation questionnaire after class; (6) Discussion and evaluation of the activity with students; (7) Evaluation of the questionnaires and (8) Analysis of the results. The mean grade of the evaluation of the pre-intervention questionnaire was 4.1 (± 2.06), the lowest grade being equal to zero and the highest grade. 8 After class, the average grade was 8.71 (± 1, 3), being the smallest note 6 and the largest 10. A difference between the means of 4.6 points was identified (test T, p <0.0001). Considering the evaluation criteria, it was verified that the palpation of the breast was the most accomplished procedure among the students (87.8%), while the conversation with the patient (9.8%) and the dynamic inspection (4, 9%) were the least accomplished items. On the other hand, after the class all the students described the palpation of the breast and the static and dynamic inspection as examination procedures. Meanwhile, the conversation with the patient continued to be the least performed 

10
  • GUILHERME LUCAS DE OLIVEIRA LIMA
  • A NEUROFOBIA NOS ESTUDANTES DE MEDICINA DA UFRN:

    Um estudo com métodos mistos

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BRUNO LOPES DOS SANTOS LOBATO
  • CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • Data: 16/08/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A crescente prevalência de doenças neurológicas impõe a necessidade de formação de médicos capazes de prestar o atendimento inicial a essa população. O sentimento de incapacidade ao atender pacientes neurológicos e de medo frente à neuromedicina (ramo que estuda a neurociência, neurologia e neurocirurgia) estão presentes entre estudantes e médicos de longa data, o que suscitou o uso do termo “neurofobia” há 25 anos. Objetivos: Diagnosticar a neurofobia, compreender seu desenvolvimento nos estudantes de medicina da UFRN-Natal-RN e propor medidas transformadoras do ensino-aprendizagem da neuromedicina. Método: Um estudo misto explanatório, com uma fase quantitativa seguida da qualitativa, foi aplicado aos 600 estudantes do curso de medicina da instituição. Na fase qualitativa, um instrumento eletrônico avaliou as percepções sobre a neuromedicina em escala Likert de 5 níveis. Os itens versavam sobre o nível de conhecimento, confiança (na resolução de problemas), interesse, dificuldade para com a neuromedicina, importância para a formação generalista e medo atual do conteúdo, no momento da pesquisa. O grupo neurofóbico representou os estudantes que se auto-avaliaram com níveis de medo em 4 ou 5. As médias ponderadas dos itens Likert mostram tendências: positiva(>4), neutra (entre 3 e 4), e negativa (<3), exceto para dificuldade e medo. A análise estatística descritiva e comparativa dos grupos foi realizada de acordo com as categorias de variáveis e calculou-se a correlação linear entre a neurofobia e os critérios independentes, permitindo associações e correlações dos fatores envolvidos na neurofobia com nível de significância p<0,05. Na fase qualitativa, participaram do Grupo Focal oito estudantes e cinco entrevistas foram integradas ao corpus com intuito de atingir a saturação. A transcrição permitiu análise de conteúdo temática categorial de acordo com Bardin e Minayo. A triangulação dos métodos quanti e qualitativos foi realizada. Resultados: Na fase quantitativa, 215 instrumentos foram completos, a prevalência geral da neurofobia foi de 41,9% (n=90), com crescimento ao longo do curso. A média ponderada dos níveis de conhecimento, confiança, interesse, dificuldade, importância e medo foi, respectivamente, 2,31; 2,00; 3,57; 3,69; 4,39 e 2,97. Houve uma correlação positiva de 36% entre a neurofobia e a percepção de dificuldade, e correlação negativa de 49% para o interesse. O grupo neurofóbico percebeu mais dificuldade, menos conhecimento, menos confiança e menos interesse em neuromedicina do que o grupo não-neurofóbico. Na fase qualitativa, as falas sugeriram uma visão preconcebida que pode estar associada à imaturidade do estudante, e ambas corroboram a percepção negativa frente à neuromedicina no início do curso. Além da origem precoce da neurofobia, há uma tendência de seu agravamento que parece decorrer das metodologias aplicadas: no início do curso, que não priorizam a contextualização e, ao longo do curso, ao expor conteúdos específicos e de pouca relevância ao médico generalista. Ademais, o modelo curricular em disciplinas tende a diminuir a integração dos conteúdos e dos professores. As propostas de melhoria versaram na adequação do professor como protagonista da integração curricular e a aplicabilidade da neuromedicina no contexto geral. Considerações finais: A neurofobia está presente entre os estudantes de medicina da UFRN. Ela está mais relacionada às percepções de alta dificuldade e baixo interesse em neuromedicina. Mudanças no perfil de ensino tradicional para uma aprendizagem significativa adaptativa, com metodologias ativas de aprendizado em um currículo neuromédico integrado, focado na formação generalista, são as propostas dos estudantes para mitigar a neurofobia.


  • Mostrar Abstract
  • Background: The increasing prevalence of neurological diseases imposes the need for training of doctors able to provide initial care to this population. The feeling of inability to treat neurological patients and fear of neuromedicine (the branch that studies neuroscience, neurology, and neurosurgery) are present among students and doctors for a long-time, which led to the use of the term “neurophobia” 25 years ago. Objectives: To diagnose neurophobia, understand its development in medical students at UFRN-Natal-RN and to propose transformative measures for teaching neuromedicine. Method: A mixed-method explanatory study, with a quantitative phase followed by a qualitative one, was applied to the 600 medical students of the institution. In the qualitative phase, an electronic instrument assessed the perceptions of 5-level Likert neuromedicine. The items were about the level of knowledge, confidence (in problem-solving), interest, difficulty with neuromedicine, importance for generalist training and current fear of content at the time of the research. The neurophobic group represented the students who assessed themselves with fear levels of 4 or 5. The weighted average of the Likert items show trends: positive (>4), neutral (between 3 and 4), and negative (<3), except for difficulty and fear. The descriptive and comparative statistical analysis of the groups was performed according to the variable categories and the linear correlation between the neurophobia and the independent criteria was calculated, allowing associations and correlations of the factors involved in neurophobia with a significance level of p<0.05. In the qualitative phase, eight students participated in the Focus Group and five interviews were integrated into the corpus to reach saturation. The transcription allowed categorical thematic content analysis according to Bardin and Minayo. The triangulation of the quantitative and qualitative methods was performed. Results: In the quantitative phase, 215 instruments were completed, the overall prevalence of neurophobia was 41.9% (n = 90), with increase throughout the course. The weighted average levels of knowledge, confidence, interest, difficulty, importance, and fear were, respectively, 2.31; 2.00; 3.57; 3.69; 4.39 and 2.97. There was a 36% positive correlation between neurophobia and perceived difficulty, and a 49% negative correlation for interest. The neurophobic group noticed more difficulty, less knowledge, less confidence, and less interest in neuromedicine than the non-neurophobic group. In the qualitative phase, the speeches suggested a preconceived view that may be associated with student immaturity, and both corroborate the negative perception of neuromedicine at the beginning of the course. Besides the early origin of neurophobia, there is a tendency of its aggravation that seems to be due to the applied methodologies: at the beginning of the course, which do not prioritize the contextualization and, throughout the course, by exposing specific content of little relevance to the general doctor. Also, the curriculum model in disciplines tends to decrease the integration of content and teachers. The improvement proposals dealt with the suitability of the teacher as a protagonist of the curricular integration and the applicability of neuromedicine in the general context. Final considerations: Neurophobia is present among medical students at UFRN. It is more related to perceptions of high difficulty and low interest in neuromedicine. Changes in the traditional teaching profile for meaningful adaptive learning, with active learning methodologies in an integrated neuromedical curriculum, focused on generalist education, are the students’ proposals to mitigate neurophobia.

11
  • CYNTHIA CRISTINA BASTIA VIEIRA DE SOUSA
  • Implementação do DOPS (direct observation procedural skills) como ferramenta de avaliação no Programa de Residência Médica em Anestesiologia do Hospital Unversitário Onofre Lopes (HUOL).

  • Orientador : JOSE DINIZ JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IRAMI ARAUJO FILHO
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • JOÃO MANOEL DA SILVA JÚNIOR
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • Data: 19/08/2019

  • Mostrar Resumo
  • O Programa de Residência Médica (PRM) constitui uma modalidade de ensino destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização, caracterizada por treinamento em serviço, em regime de 60 horas semanais, funcionando em Instituições de saúde, universitárias ou não, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional, sendo reconhecida como a melhor forma de inserção de profissionais médicos na vida profissional, sob supervisão, e  capacitação em uma especialidade. A adequação da ferramenta avaliativa Direct Observation Procedural Skills (DOPS) no Programa de Residência Médica em Anestesiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) visa avaliar de maneira mais integral o residente, baseando-se em competências, contribuindo juntamente com outras formas de avaliação para ampliar a visão sobre os avanços e fragilidades individuais dos mesmos. As oficinas de capacitação dos Preceptores foram desenvolvidas com métodos ativos de ensino-aprendizagem, entre estes vídeos com simulações dos cenários reais de trabalho na instituição seguido por reflexão e discussão em grupos, o que permitiu a padronização dos domínios considerados essenciais a serem avaliados pelo DOPS. Foram realizadas 39 avaliações envolvendo 10 residentes (91%), sendo três do primeiro ano, três do segundo ano e quatro do terceiro ano. Apenas um residente não foi avaliado por motivo de afastamento temporário do PRM. A maioria dos residentes foi avaliada mais de uma vez, em diferentes procedimentos, tendo como resultado da avaliação o status “acima do esperado”. Fato interessante, foi a constatação pela ferramenta DOPS de mais fragilidades nos procedimentos de menor complexidade, provavelmente atribuída a uma percepção equivocada de já ter atingido as competências necessárias em tais procedimentos. As autoavaliações, em sua maioria, foram concordantes com as avaliações realizadas pelos preceptores, com mais reflexões e apontamentos a serem modificados pelos residentes avaliados. O processo de implementação do DOPS na residência de anestesiologia obteve sucesso, sendo o instrumento bem aceito e adequado à avaliação de procedimentos no referido programa.


  • Mostrar Abstract
  • The Medical Residency Program (PRM) is a teaching modality for physicians, in the form of a specialization course, characterized by in-service training, on a 60-hour weekly basis, operating in health institutions, university or not, under the guidance from medical professionals of high ethical and professional qualifications, being recognized as the best way to insert medical professionals into professional life, under supervision, and training in a specialty. The appropriateness of the Direct Observation Procedural Skills (DOPS) assessment tool in the Anesthesiology Medical Residency Program of the Onofre Lopes University Hospital (HUOL) aims to more fully assess the resident, based on competencies, contributing along with other forms of assessment to broaden the vision of their individual advances and weaknesses. Preceptors training workshops were developed using active teaching-learning methods, among these videos with simulations of the real work scenarios in the institution followed by reflection and group discussion, which allowed the standardization of the domains considered essential to be evaluated by DOPS. There were 39 evaluations involving 10 residents (91%), three of the first year, three of the second year and four of the third year. Only one resident was not assessed because of temporary withdrawal from PRM. Most residents were assessed more than once in different procedures, resulting in the “above-expected” status. Interestingly, the DOPS tool found more weaknesses in less complex procedures, probably attributed to a misperception of having already achieved the necessary skills in such procedures. Most self-assessments were in agreement with the assessments made by the preceptors, with more reflections and notes to be modified by the evaluated residents. The DOPS implementation process in the anesthesiology residency was successful, being the instrument well accepted and suitable for the evaluation of procedures in the referred program.

12
  • LUCIANA CARLA MARTINS DE AQUINO PIMENTEL
  • COMUNICAÇÃO DE NOTÍCIAS DIFÍCEIS NA FORMAÇÃO MÉDICA: DESENVOLVENDO COMPETÊNCIAS RELACIONAIS

  • Orientador : SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO EDILSON LEITE PINTO JUNIOR
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 27/08/2019

  • Mostrar Resumo
  • A comunicação é um ato inerente ao ser humano que envolve o compartilhamento e a compreensão de mensagens enviadas e recebidas entre dois ou mais indivíduos, é uma habilidade clínica fundamental ao desenvolvimento de uma relação médico-paciente satisfatória. Sabe-se que a boa comunicação contribui para a adesão do paciente à proposta terapêutica, como também pode minimizar sofrimentos advindos da sua condição de saúde, através do apoio emocional dispensado. Assim, comunicar más notícias é uma das tarefas mais difíceis do médico, pela necessidade de responder às emoções do paciente de forma empática e continente, exigindo habilidades relacionais, que precisam ser ensinadas no processo de formação profissional. Apesar disso, os estudantes ainda têm pouca oportunidade, dentro do currículo formal, de vivenciar situações de comunicar más notícias. Diante disso, alguns projetos de extensão tentam suprir essa lacuna na formação médica. Na UFRN o projeto de extensão Dying: a human thing se propõe ao ensino de comunicação de más notícias, como também refletir sobre a morte e o morrer dentro da formação médica. Este projeto ocorre semestralmente com participação de 20 estudantes de medicina que são selecionados através de processo seletivo. O objetivo deste estudo foi analisar a percepção dos participantes do projeto de extensão Dying acerca da influência desse projeto no desenvolvimento de habilidades de comunicação. A metodologia utilizada foi qualitativa, descritiva do tipo estudo de caso. Durante o semestre de 2018.2 participaram 20 estudantes do 2º ao 4º período de medicina. Aconteceram 5 encontros, com discussões teórico-práticas. Ao final do processo, 8 alunos participaram do Grupo Focal (GF), a fim de analisar o projeto, destacando as suas potencialidades e/ou fragilidades. As falas foram transcritas e analisadas por meio da temática categorial proposta por Bardin. Após a análise do material, emergiram três categorias: (1) motivação/interesse pelo projeto Dying, (2) momentos interessantes /relevantes do projeto e (3) auto avaliação do aprendizado. Nesse contexto, acredita-se que o projeto contribuiu para o desenvolvimento de habilidades de comunicação dos estudantes de medicina, como também para uma maior aproximação da temática da morte, tema pouco explorado durante a formação médica. Assim, a participação neste projeto, possibilitou aos estudantes, uma maior aproximação aos aspectos humanísticos da formação médica, tão importante para a construção de uma relação médico-paciente satisfatória.


  • Mostrar Abstract
  • Communication is an inherent human act that involves the sharing and understanding of messages sent and received between two or more individuals, it is a fundamental clinical skill for the development of a satisfactory doctor-patient relationship. Good communication contributes to the patient's adherence to the therapeutic proposal, as well as minimizing suffering arising from their health condition through the emotional support provided. Thus, breaking bad news is one of the most difficult doctor's tasks, because of the need to respond to the patient's emotions emphatically and continually, requiring relational skills, which need to be taught in the vocational training process. Nevertheless, students still have little opportunity, within the formal curriculum, to experience situations of breaking bad news. Given this, some projects try to fill this gap in medical education. At UFRN the Dying: a human thing project proposes to teach bad news communication as well as reflect on death and dying in medical training. This project takes place every six months with the participation of 20 medical students who are selected through the selection process. The aim of this study was to analyze the perception of the Dying´s participants about the influence of this project on the development of communication skills. The methodology used was qualitative, descriptive of the case study type. During the semester 2018.2 twenty students from the 2th to the 4th period of school medicine participated. There were 5 meetings, with theoretical and practical discussions. At the end of the process 8 students participated in the Focal Group (GF), in order to analyze the project, highlighting its potentialities and / or weaknesses. The speeches were transcribed and analyzed using the categorical theme proposed by Bardin. After material analysis, three categories emerged: (1) motivation / interest in the Dying project, (2) interesting / relevant project moments, and (3) learning self-assessment. In this context, it is believed that the project contributed to the development of communication skills of medical students, as well as a approximation of the theme of death, a subject not explored during medical training. Thus, participation in this project allowed students, a greater approximation to the humanistic aspects of medical education, so important for the construction of a satisfactory doctor-patient relationship.

13
  • HAROLDO ADRIAN GUSMAO DE MACEDO
  • O treinamento em simulador laparoscópico melhora as habilidades laparoscópicas de residentes de ginecologia e obstetrícia?

  • Orientador : PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GUSTAVO MAFALDO SOARES
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • RICARDO NEY OLIVEIRA COBUCCI
  • Data: 02/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: a laparoscopia consolida-se atualmente como técnica cirúrgica minimamente invasiva, apresentando, em relação a cirurgias convencionais análogas, ganhos em resultados pós-operatórios sendo procedimento padrão para diversas cirurgias. O treinamento laparoscópico possui peculiaridades que dificultam a aquisição de suas habilidades e apresenta uma longa curva de aprendizado. Objetivo: avaliar se o treinamento em simulador laparoscópico é eficaz para o desenvolvimento de habilidades laparoscópicas em residentes de ginecologia e obstetrícia. Metodologia: prospectivo não-randomizado, do tipo quasi-experimental, no qual os participantes foram treinados, em igual teor e período do tempo, em sutura intracorpórea laparoscópica, através da técnica do gladiador, descrita por Armando Romeo, utilizando modelo laparoscópico E-Knot. Foi utilizada como ferramenta de avaliação o Global Operative Assessment of Laparoscopic Skills (GOALS), gerando um escore para cada avaliação. Os participantes além de realizarem suas autoavaliações, foram examinados por dois avaliadores independentes. Os dados obtidos foram analisados estatisticamente com as técnicas não-paramétricas de Wilcoxon e Friedman. A coleta de dados foi realizada na Maternidade Escola Januário Cicco/Universidade Federal do Rio Grande do Norte (MEJC/UFRN), durante o período de janeiro a fevereiro de 2019. Resultados: o treinamento realizado demonstrou ganhos de habilidades laparoscópicas, estatisticamente significantes pelo teste de Wilcoxon, com uma diferença média de 2,5 a 5,167 pontos no total do escore GOALS. No entanto, quando analisados os critérios individualmente, o item manuseio tecidual não atingiu p-valor < 0,05 para um dos avaliadores. Não houve diferença estatisticamente significante entre os escores GOALS obtidos pela avaliação pré-intervenção entre os avaliadores, pelo teste de Friedman, porém houve divergência em todos os itens pós-treinamento, com exceção do manuseio tecidual. Conclusão: o treinamento em simulador da sutura intracorpórea pela técnica de Armando Romeo foi eficaz para ganhos de habilidades laparoscópicas avaliados pelo GOALS.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: laparoscopy is currently consolidated as a minimally invasive surgical technique, presenting, in relation to analogous conventional surgeries, gains in postoperative results being standard procedure for several surgeries. The laparoscopic training presents peculiarities that hinder the acquisition of their abilities and it has a long learning curve. Objective: to evaluate whether laparoscopic simulator training is effective for the development of laparoscopic skills in gynecological and obstetrical residents. Methodology: prospective non-randomized, quasi-experimental study, in which participants were trained, in the same content and period of time, in laparoscopic intracorporeal suture, utilizing the gladiator technique, described by Armando Romeo, using E-Knot laparoscopic model. The Global Operative Assessment of Laparoscopic Skills (GOALS) was used as an evaluation tool, generating a score for each evaluation. The participants, besides conducting their self-assessments, were assessed by two independent evaluators. The data obtained were statistically analyzed using the non-parametric techniques of Wilcoxon and Friedman. Data collection was performed at the Maternidade Escola Januário Cicco/Universidade Federal do Rio Grande do Norte (MEJC/UFRN) during the period from January to February, 2019. Results: the provided training demonstrated statistically significant laparoscopic skill gains by the Wilcoxon test, with a mean difference of 2.5 to 5.167 points in the total GOALS score. However, when analyzing the criteria individually, the item tissue handling did not reach p-value < 0.05 for one of the evaluators. There was no statistically significant difference between the GOALS scores obtained by the pre-intervention assessment between the evaluators by the Friedman test, but there was divergence in all post-training items, except for tissue handling. Conclusion: training in intracorporeal suture simulator by the Armando Romeo technique was effective for laparoscopic skills gains evaluated by GOALS. Conclusion: training in an intracorporeal suture simulator using the Armando Romeo technique was effective for gains in laparoscopic skills assessed by GOALS.

14
  • KESSIA LARISSA DE MEDEIROS QUIRINO
  • Avaliação da Interactive Spaced Education como ferramenta de ensino no contexto da Doença Renal Crônica

  • Orientador : PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • MAURICIO GALVAO PEREIRA
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • Data: 03/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A Doença Renal Crônica (DRC) atualmente atinge proporções epidêmicas no mundo e apesar do esforço empenhado para o ensino da abordagem apropriada desta doença, estudos têm identificado lacunas no conhecimento da DRC, surgindo a necessidade de buscar estratégias pedagógicas que auxiliem no seu processo de ensino-aprendizagem. Objetivos: Avaliar a ferramenta Interactive Spaced Education (ISE) para o aprendizado de estudantes de medicina do 2º, 3º e 4º ano em um curso extra-curricular sobre DRC, objetivamente e sob a perspectiva do aluno. Métodos: Trata-se de um estudo quase-experimental cuja população foi composta por estudantes de medicina do 2º, 3º e 4º ano do Curso de Medicina inscritos em curso de extensão sobre DRC, com duração de 6 semanas. O curso foi ofertado para duas turmas no segundo semestre letivo, utilizando aula expositiva e ferramenta online ISE. O programa ISE foi composto por 3 ciclos, com 20 itens cada que se repetiam em todos os ciclos. Foram calculados a taxa de participação da ISE nas duas turmas, extrato de desempenho progressivo entre os alunos que concluíram > 75% dos itens da ISE, além da avaliação da ferramenta pelos alunos através de questionário com score de Likert e de questões abertas sobre opinião e sugestões. Resultados e discussão: A taxa de participação foi baixa devido o curso não fazer parte do currículo da graduação. Demonstrou-se através de teste de Friedman que houve efeito da utilização da ferramenta sobre a melhoria no desempenho dos estudantes, e por meio da correção de Bonferoni, evidenciou-se que foi significativa a diferença entre o primeiro e o terceiro ciclo. Os alunos julgaram a estratégia útil para reforço de aspectos-chave e para prática profissional, além de demonstrarem interesse de participar de outras atividades com o uso da ferramenta. Os estudantes identificaram no curso as vantagens dos efeitos de teste e espaçamento da ISE. Conclusão: A ISE mostrou-se eficaz em melhorar o desempenho e apresentou boa aceitabilidade entre os alunos que completaram o programa.


  • Mostrar Abstract
  • Background: Chronic Kidney Disease (CKD) currently reaches epidemic proportions in the world and despite the effort to teach the appropriate approach to this disease, studies have identified gaps in the knowledge of CKD, emerging the need to seek pedagogical strategies that help in its teaching-learning process. Aims: To evaluate the Interactive Spaced Education (ISE) tool for the second-, third-, and fourth-year medical students learning in an extracurricular course on CKD, objectively and from the perspective of the student. Methods: It is a quasi-experimental study whose population was composed of second-, third-, and fourth-year medicine students enrolled in a CKD extension course, lasting 6 weeks. The course was offered to two classes in the second semester, using lecture and ISE online tool. The ISE program was composed for 3 cycles, with 20 items each that were repeated in all cycles. The ISE participation rate in the two groups and progressive achievement among students who completed > 75% of ISE items were calculated. The tool has been evaluated by the students through a Likert score questionnaire and open questions about opinion and suggestions. Results and discussion: The participation rate was low because the course did not form part of the graduation curriculum. It was demonstrated through the Friedman test that there was an effect of the use of the tool on the improvement in student performance, and through the Bonferoni correction, it was evidenced that the difference between the first and third cycle was significant. The students judged the strategy useful for reinforcing key aspects and for professional practice, in addition to showing interest in participating in other activities with the use of the tool. Students have identified the benefits of test and spacing ISE effects. Conclusion: ISE was effective in improving performance and presented good acceptability among students who completed the program.

15
  • BETINA BARBIERO SAAD FORMIGA
  • O ENSINO DA GERIATRIA E GERONTOLOGIA NO CURSO DE MEDICINA DA UFRN: REFLEXÕES PARA A ELABORAÇÃO DA MATRIZ CURRICULAR PARA A GRADUAÇÃO.


     

     
  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO PIGNATARO LIMA
  • MARIA DO CARMO SITTA
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 09/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • O envelhecimento populacional e aumento da longevidade são fatores marcantes em todo o mundo. Em resposta a este desafio e ao impacto gerado nas questões da saúde, muitas das escolas de medicina de todo o mundo vem desenvolvendo alguma forma de programa de Educação Médica voltada para a Medicina Geriátrica. O objetivo deste estudo foi construir uma proposta de matriz de competências para o ensino da Geriatria e Gerontologia para o curso de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Trata-se de estudo exploratório, prospectivo desenvolvido em etapas: análise documental das ementas e programas dos componentes curriculares do curso de medicina e levantamento da literatura em busca de matrizes de competências nacionais e internacionais em geriatria; análise da percepção docente sobre o ensino de geriatria e gerontologia na UFRN e elaboração da matriz de competência em geriatria e gerontologia para o curso de Medicina da UFRN. Para validação desta matriz utilizou-se a Estratégia Delphi com 11 especialistas em Geriatria, docentes e tutores das Instituições de Ensino Superior do Rio Grande do Norte. Como resultados foram encontradas ementas e programas pouco detalhados, diversas propostas de matrizes de competência publicadas que foram úteis na elaboração de uma proposta de matriz própria da UFRN. Esta foi enviada para o painel de especialistas para obtenção, de consenso (50% de concordo + concordo totalmente), em cada item, em todos os conteúdos e competências propostos pela matriz. Os especialistas também puderam sugerir metodologias de ensino e avaliação, predominando as mais tradicionais, porém, já com inserção de metodologias ativas de ensino-aprendizagem, demonstrando a necessidade de capacitação docente para as mesmas. A construção desta matriz pretende tornar o ensino da geriatria mais integrado ao longo de todo o curso, com maior envolvimento interdisciplinar e com desenvolvimento de competências gradativas. Assim, possibilitará a formação de médicos generalistas mais competentes para a atenção a saúde do idoso.


  • Mostrar Abstract
  • Population aging and increased longevity are a major factor worldwide. In response to this challenge and the impact generated on health issues, many medical schools around the world have been developing some form of Medical Education program for Geriatric Medicine. The aim of this study was to construct a proposal of a competency matrix for the teaching of Geriatrics and Gerontology for the Medicine course of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN). It is an exploratory, prospective study developed in stages: documentary analysis of the menus and curricular components of the medical course and literature survey in search of matrices of national and international competences in geriatrics; analysis of teacher perception on the teaching of geriatrics and gerontology at UFRN and elaboration of the competence matrix in geriatrics and gerontology for the UFRN Medicine course. To validate this matrix, we used the Delphy Strategy with 11 Geriatrics specialists, teachers and tutors from the Higher Education Institutions of Rio Grande do Norte. As a result, was find very detailed reports and programs, several proposals of published competence matrices that were useful in the elaboration of a proposal of UFRN's own matrix, sent to the experts who expressed their opinion on each item with consensus reach (50% agreement + fully agree) in all the contents and competences proposed by the matrix. The specialists were also able to suggest teaching and evaluation methodologies, predominantly the most traditional ones, but already with the insertion of active methodologies, demonstrating the need for teacher training for new methodologies. The construction of this matrix intends to make teaching geriatrics more gradual throughout the course, with greater interdisciplinary involvement, and is probably better able to train general practitioners more competent to care for the elderly.

16
  • EDSON DA SILVA FREITAS
  • ENSINO DA CIRURGIA AMBULATORIAL AO GRADUANDO DE MEDICINA NO ÂMBITO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE

  • Orientador : PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • THIAGO GOMES DA TRINDADE
  • Data: 11/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O ensino da cirurgia ambulatorial costuma ser acompanhado de métodos formais e informais combinado com atividades em ambulatórios, centros cirúrgicos e enfermarias, baseando-se principalmente na observação e execução de procedimentos práticos mediante supervisão adequada e experiente. Dentre as estratégias para ensino, moldes, esponjas, manequins, simuladores, realidade virtual, filmes, vídeos interativos, softwares, games, uso responsável de animais, cadáveres, tecidos humanos, oficinas de técnicas cirúrgicas, laboratório de suturas e nós, são recursos educativos auxiliares para ensino-aprendizagem-avaliação. Na instituição proponente, o ensino da cirurgia ambulatorial no âmbito da Atenção Primária a Saúde não é respaldado por um componente curricular específico.

    Objetivos: Estruturar o ensino da cirurgia ambulatorial no Internato de Medicina de Família (IMFC) e Comunidade da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

    Métodos: O estudo é caracterizado como quase-experimental, exploratório e analítico. Envolveu todos os alunos egressos do nono período do curso de medicina da UFRN nos semestres 2018.1 (grupo controle) e 2018.2 (grupo intervenção) e contou com equipe colaboradora de 8 alunos monitores/atores, além de 10 preceptores/professores/avaliadores.  O percurso metodológico envolveu várias etapas como: estruturação dos campos de prática; treinamento dos preceptores; elaboração de videoaulas; desenvolvimento de modelos de bancada padronizados em silicone para o ensino; aula teórico-prática; estimulação a prática de procedimentos nos campos de prática e elaboração de estações simuladas de avaliação. Instrumentos baseados na Global Rating Scale (GRS), foram utilizados para avaliação do desempenho dos alunos nas estações. A GRS é uma escala validada internacionalmente na qual é possível identificar aspectos do desempenho dos estudantes da prática cirúrgica. A avaliação foi aplicada inicialmente ao grupo controle e posteriormente ao grupo intervenção. Para análise estatística dos dados, foram escolhidos o teste T de student para as variáveis de médias, e o teste Qui-Quadrado de Pearson para as variáveis de proporções. Foi considerado o nível de significância de p <0,05.

    Resultados: Dos egressos do semestre 2018.1, 42 (100%) participaram do estudo, enquanto do semestre 2018.2, 35 (68,6%) dos 51 alunos estiveram presentes para realização da avaliação. A média de idade foi semelhante (24,5 anos vs 25,3 anos, p=0,497), com predomínio do sexo masculino em ambos os grupos (59,5% vs 60%, p=0,996). O escore geral de desempenho do grupo intervenção foi de 5,44 (DP ±1,75), superior ao grupo controle que teve média de 3,15 (DP ±1,47), com p<0,001. Quando considerado a proporção de escores acima de 5,0 (nível competente) em relação a escores abaixo de 5,0 (insuficiente), pode-se observar um número maior de alunos com competência adquirida na realização de PCA no grupo intervenção (57,1%) em relação ao grupo controle (9,5%), com p<0,001.

    Conclusões: O estudo cumpriu em grande parte seus objetivos ao estruturar o ensino da cirurgia ambulatorial no IMFC da UFRN através do desenvolvimento de métodos de ensino-aprendizagem e avaliação de alguns procedimentos cirúrgicos ambulatoriais. Conseguiu implementar e aumentar a realização da pequena cirurgia na maioria das unidades de campo de prática. Além de constatar o ganho de competência do grupo intervenção através de análise comparativa.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Teaching ambulatory surgery  usually is accompanied by formal and informal methods, combined with activities in ambulatory care clinics, operating rooms and wards, mainly based on observing and performing practical procedures through appropriate and experienced supervision. Teaching strategies comprehend use of molds, sponges, simulators, virtual reality, movies, interactive videos, software, games, responsible use of animals, corpses, human tissues, surgical technique workshops, suture lab and knots. At the proposing institution, the teaching of ambulatory surgery in Primary Health Care is not supported by a specific curricular component.

    Objectives: To structure the teaching of ambulatory surgery at the Family Medicine Clerkship (FMC) of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN).

    Methods: The study is characterized as quasi-experimental, exploratory and analytical. It involved all students from the fifth year of UFRN medical school in semesters 2018.1 (control group) and 2018.2 (intervention group) and had a collaborative team of 8 student monitors / actors, as well as 10 preceptors / teachers / evaluators. The methodological course involved several steps such as: structuring the fields of practice; preceptors training; preparation of video lessons; development of standardized silicone rubber bench models for teaching; theoretical and practical class; stimulation the practice of procedures in the practice fields and elaboration of simulated evaluation stations. Instruments based on the Global Rating Scale (GRS) were used to assess students performances at the stations. GRS is an internationally validated scale in which it is possible to identify aspects of students' performance in surgical practice. The evaluation was initially applied to the control group and later to the intervention group. Statistical analysis was performed using Student's t-test for mean variables and Pearson's chi-square test for proportion variables. The significance level of p <0.05 was considered.

    Results: From the 2018.1 semester, 42 students (100%) participated in the study, while from the 2018.2 semester, 35 (68.6%) of the 51 were present for the evaluation. The mean age was similar (24.5 years vs 25.3 years, p = 0.497), with male predominance in both groups (59.5% vs 60%, p = 0.996). The overall performance score of the intervention group was 5.44 (SD ± 1.75), higher than the control group which had an average of 3.15 (SD ± 1.47), with p <0.001. When considering the proportion of scores above 5.0 (competent level) in relation to scores below 5.0 (insufficient), we can observe a larger number of students with acquired competence in performing PCA in the intervention group (57, 1%) compared to the control group (9.5%), with p <0.001.

    Conclusions: The study largely achieved its objectives by structuring the teaching of ambulatory surgery at the FMC of UFRN through the development of teaching-learning methods and the evaluation of some ambulatory surgical procedures. It has been able to implement and increase minor surgery in most field practice units. Besides noting the gain of competence of the intervention group through comparative analysis.

17
  • CICERO TIBERIO LANDIM DE ALMEIDA
  • DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIA PARA O USO DA ULTRASSONOGRAFIA COMO GUIA PARA REALIZAÇÃO DE ACESSO VENOSO CENTRAL NA RESIDÊNCIA MÉDICA.

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLÉBER DE MESQUITA ANDRADE
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 24/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O acesso venoso central é um procedimento invasivo realizado comumente em pacientes graves internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Vários estudos demonstram que a utilização do ultrassom (US) como guia no acesso venoso central aumenta a taxa de sucesso, reduz o número de complicações e melhora a segurança do paciente. Nas últimas décadas, observa-se um número crescente de estudos apontados para a necessidade da formação por competências no âmbito da residência médica. Objetivo: Elaborar um modelo de treinamento com métodos ativos de ensino-aprendizagem para o desenvolvimento de competência para utilização do aparelho de ultrassom como guia para as punções de veia jugular interna. Método: Estudo tipo pesquisa-ação, de caráter exploratório, prospectivo, envolvendo 43 participantes, sendo 31 residentes médicos, 9 preceptores intensivistas do Hospital Universitário Onofre Lopes e 3 preceptores da disciplina de cardiologia. Foram realizados 4 cursos teórico-práticos utilizando um modelo de peito de frango resfriado para punção central guiada por ultrassom. Todos realizaram teste pré e pós-treinamento e foram avaliados pelo Direct Observation of Procedural Skills (DOPS) nos domínios: domínio 1: Conhecimento prévio; domínio 4: habilidade técnica e domínio 10: Conjunto (habilidade geral). Resultados: O modelo de avaliação aplicado aos participantes gerou respostas afirmativas, conforme mostram os resultados descritivos por meio da medida do coeficiente de alfa de Cronbach, que avalia a consistência e confiabilidade das respostas. Desse modo, o curso foi considerado positivo por 100% dos integrantes, com predomínio de desempenho satisfatório de todos os 43 participantes e o nível de satisfação do treinamento foi considerado ótimo ou excelente. Além de bem aceito, o modelo permitiu a avaliação de desempenho e autoavaliação estruturada, fato relevante para a formação de competência no acesso venoso central guiado por ultrassom. Conclusão: O modelo de treinamento utilizando o peito de frango é exequível, bem aceito e permitiu desenvolver a competência na utilização do aparelho de ultrassom como guia para as punções. A utilização do DOPS mostrou-se confiável e relevante como ferramenta de avaliação que confira autenticidade profissional.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Central venous access is an invasive procedure commonly performed in critically ill patients hospitalized in Intensive Care Units (ICU). Several studies have demonstrated that the use of ultrasound (US) to guide venous access increases the success rates of catheter placement, reduces the number of complications and improves the patient safety. In the last decades there has been an increase in the number of studies directed towards the importance of the professional competence formation in medical residency. Aim: To create a training program with active teaching-learning methods in order to develop the competence to perform ultrasound-guided internal jugular punctures. Methods: This is an action research, an exploratory prospective study that involved 43 participants, of these 31 were medical residents, 9 were intensivist preceptors of the University Hospital Onofre Lopes and 3 were preceptors of the Cardiology discipline. Four theoretical-practical courses were taken using a chicken breast model to simulate an ultrasound-guided venous access. Every participant performed pre and post-training tests and was evaluated by the Direct Observation of Procedural Skills (DOPS) on the following areas: area 1: previous knowledge; area 4: technical skills; and area 10: general skills. Results: The evaluation model applied to the participants generated affirmative responses, according to the descriptive results measured by Cronbach's alpha coefficient, which evaluates the consistency and reliability of the responses. Therefore, the training was considered positive by 100% of the participants, who also had a good performance in their majority, and the level of satisfaction regarded to the course was considered great or excellent. In addition to being accepted, this model allowed the assessment of competence in a ultrasound-guided central venous access. Conclusion: The training model using chicken breast is feasible, well accepted and allowed to develop competence in using the ultrasound device as a guide for punctures. The use of DOPS proved to reliable and relevant as an evaluation tool that confers professional authenticity.

18
  • ARLINDA MARIA PINHEIRO DOS SANTOS DE GOIS
  • DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PEDAGÓGICAS PARA PRECEPTORES DA RESIDÊNCIA DE ENDOSCOPIA DIGESTIVA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES.

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JORGE CARVALHO GUEDES
  • JOSÉ EYMARD MORAES DE MEDEIROS FILHO
  • LUCIANNA PEREIRA DA MOTTA PIRES CORREIA
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 26/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O ensino na saúde é, muitas vezes, realizado de forma intuitiva e seguindo princípios pedagógicos tradicionais. Existe na atualidade, um movimento em inserir técnicas pedagógicas já bem estabelecidas e comprovadas em outras áreas do conhecimento no ensino médico. A carência de desenvolvimento pedagógico de docentes e preceptores dificulta o processo de ensino-aprendizagem resultando em treinamento de residentes com enfoque no conhecimento e não na competência profissional. Ademais, pode causar desconforto em preceptores e docentes que, sem preparo específico, sobre como ensinar e avaliar os aprendizes/residentes, o fazem de forma intuitiva ou ainda, afastam-se da preceptoria prejudicando a qualidade da formação. Os preceptores são “experts” em realizar todos os procedimentos, porém sem formação acadêmica acerca do processo de ensino-aprendizagem. Objetivos: Este estudo, tem por objetivo Identificar o conhecimento prévio e eventuais dificuldades dos preceptores e docentes para o ensino na residência de endoscopia digestiva, visando sistematizar um programa de capacitação voltado ao desenvolvimento de competências pedagógicas do docente e preceptor no programa de endoscopia digestiva do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL). Métodos: Trata-se de estudo exploratório, descritivo, envolvendo preceptores e docentes atuantes no programa de residência médica em endoscopia digestiva do Hospital Universitário Onofre Lopes. Inicialmente, aplicou-se questionário para identificar o conhecimento prévio sobre ensino e aprendizagem, como também as principais dificuldades enfrentadas no exercício da preceptoria. Em seguida foram realizados dois encontros de capacitação pedagógica e elaboração de dois manuais, uma para residentes e outro para preceptores da residência em endoscopia digestiva do HUOL. Ao final, foram analisadas as percepções dos residentes e preceptores quanto ao processo de formação na residência de endoscopia.. Resultados: Participaram oito preceptores, com tempo de atuação na preceptoria prevalente inferior a cinco anos (75%), sendo pouco frequente a experiência com ensino (37%). A principal dificuldade relatada foi relacionada a avaliação dos residentes e a carência de capacitações pedagógicas para se discutir o processo de formação na residências. Os manuais elaborados tiveram como conteúdo a apresentação de todo o programa de residência, desde questões gerenciais e administrativas até o sistema de avaliação dos residentes. Para os preceptores foram inserido tópicos específicos sobre estratégias de ensino, aavlaiaçãoe, feedback e aprendizagem de adultos. A percepção de residentes e preceptores foram concordantes em relação ao estímulo do raciocínio clínico, aprendizagem ativa e utilização de feedback como relevantes e presentes no processo de ensino-aprendizagem da residência. Conclusão: Os preceptores da residência em endoscopia são jovens, com pouco tempo de atuação na preceptoria e pequena experiência pedagógica. Os manuais poderão apoiar o desenvolvimento docente, fato reconhecido como relevante e carente no citado programa de residência. As iniciativas de melhoria do processo de ensino-aprendizagem têm resultado em incentivo ao raciocínio clínico e ao aprendizagem ativa, bem como uma avaliação mais elaborada com oportunidade de feedback na percepção dos e residentes e preceptores.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Health education is often performed intuitively and following traditional pedagogical principles. There is currently a movement to insert well-established and proven pedagogical techniques in other areas of knowledge in medical education. The lack of pedagogical development of teachers and preceptors makes the teaching-learning process difficult, resulting in the training of residents focusing on knowledge rather than professional competence. In addition, it may cause discomfort to preceptors and teachers who, without specific preparation, on how to teach and evaluate learners / residents, do so intuitively or even move away from preceptorship impairing the quality of training. Preceptors are “experts” in performing all procedures, but without academic training about the teaching-learning process. Objectives: This study aims to identify the previous knowledge and possible difficulties of teachers and teachers for teaching in the residence of digestive endoscopy, aiming to systematize a training program aimed at the development of teaching skills of the teacher and preceptor in the digestive endoscopy program of the University Hospital Onofre Lopes (HUOL). Methods: This is an exploratory, descriptive study involving preceptors and teachers working in the digestive endoscopy residency program of the Onofre Lopes University Hospital. Initially, a questionnaire was applied to identify prior knowledge about teaching and learning, as well as the main difficulties faced in the exercise of preceptorship. Then, two educational training meetings were held and two manuals were prepared, one for residents and one for HUOL digestive endoscopy residency preceptors. At the end, the perceptions of residents and preceptors regarding the training process at the endoscopy residency were analyzed. Results: Eight preceptors participated, with less than five years of experience in the preceptorship prevalent (75%). education (37%). The main difficulty reported was related to the assessment of residents and the lack of pedagogical skills to discuss the process of training in residences. The elaborated manuals had the presentation of the entire residency program, from management and administrative issues to the residents' evaluation system. For the preceptors, specific topics on teaching strategies, assessment, feedback and adult learning were included. The perceptions of residents and preceptors were in agreement with regard to stimulating clinical reasoning, active learning and the use of feedback as relevant and present in the teaching-learning process of residence. Conclusion: The preceptors of the endoscopy residency are young, with little time in preceptorship and little pedagogical experience. The manuals may support teaching development, a fact recognized as relevant and lacking in the aforementioned residency program. Initiatives to improve the teaching-learning process have resulted in encouraging clinical thinking and active learning, as well as a more elaborate assessment with opportunity for feedback on the perceptions of residents and preceptors.

19
  • RAPHAEL NEPOMUCENO GALVÃO SANTOS
  • UTI: Uma Tecnologia Intuitiva

  • Orientador : ELAINE LIRA MEDEIROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DIANA PAULA DE SOUZA REGO PINTO CARVALHO
  • ELAINE LIRA MEDEIROS
  • FABIANE ROCHA BOTARELI
  • PETALA TUANI CANDIDO DE OLIVEIRA SALVADOR
  • Data: 27/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • Diante de evidências que atestam lacunas na formação do enfermeiro em cuidados críticos, vislumbra-se a necessidade de desenvolver estratégias para qualificar indivíduos no uso dos recursos tecnológicos aplicados no suporte à vida. Trata-se de um estudo de desenvolvimento metodológico que visou a construção e validação, em conteúdo e aparência, de um objeto virtual de aprendizagem idealizado para facilitar o manuseio de bombas de infusão, monitores multiparamétricos de sinais vitais e ventiladores mecânicos, por estudantes e profissionais de Enfermagem. Assim, foi desenvolvido website intitulado “UTI: Uma Tecnologia Intuitiva”, que abordou, para cada equipamento contemplado, aspectos como mecânica de funcionamento, componentes, indicações de uso e principais alarmes. Seis juízes avaliaram o material didático construído quanto ao conteúdo e 24 usuários quanto à aplicabilidade prática, por meio de questionários com escalas tipo Likert e questões abertas, tendo sido obtidas, em ambas avaliações, médias superiores a 80% a partir do Índice de Validação de Conteúdo. Considera-se, portanto, que a ferramenta desenvolvida possui validade semântica e de conteúdo e, atualmente, é compatível ao fim a que se propõe, tendo potencial para ser amplamente utilizada na área acadêmica e profissional, contribuindo para a formação profissional e para uma prática clínica qualificada, pautada na segurança do paciente.


  • Mostrar Abstract
  • Given the evidences that confirm gaps in the formation of nurses in critical care, it is important to develop strategies to qualify individuals in the use of technological resources applied in life support. This is a methodological development study aimed at the construction and validation, in content and appearance, of a virtual learning object designed to facilitate the handling of infusion pumps, multiparametric vital signs monitors and mechanical ventilators, by nursing students and professionals. Thus, a website was developed entitled “UTI: Uma Tecnologia Intuitiva”, which addressed, for each contemplated equipment, aspects such as mechanics, components, indications of use and main alarms. Six judges evaluated the didactic material built for content and 24 users for practical applicability, through questionnaires with Likert-type scales and open questions. In both evaluations, averages higher than 80% were obtained from the Content Validation Index. Therefore, it is considered that the developed tool has semantic and content validity and is currently compatible with its intended purpose, having the potential to be widely used in the academic and professional area, contributing to the professional formation and to a more qualified clinical practice, based on patient safety.

20
  • BRUNO THIEME LIMA
  • Avaliação do aprendizado de procedimentos cirúrgicos no programa de residência de otorrinolaringologia do Hospital Universitário Onofre Lopes - UFRN, com o instrumento de ‘avaliação baseado em procedimento’ (Procedure Based Assessment)

  • Orientador : JOSE DINIZ JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • LUCIANA FONTES SILVA DA CUNHA LIMA
  • EKTOR TSUNEO ONISHI
  • Data: 03/12/2019

  • Mostrar Resumo
  • Instituída pelo Decreto nº 80.281, de 5 de setembro de 1977, a residência médica é uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos, baseada no ensino em serviço. Questões éticas, médico-legais, bem como mudanças na prática da medicina atual, levam a exigências de melhorias no processo de treinamento e avaliação na residência. Foi realizado um projeto para adaptação e introdução de um instrumento de avaliação objetiva da prática cirúrgica, no serviço de otorrinolaringologia do Hospital Onofre Lopes (HUOL). O instrumento escolhido foi a ‘avaliação baseada no procedimento’(Procedure based assessment - PBA), utilizado em programas de residência do Reino Unido. O intuito dessa avaliação é propiciar uma padronização e melhorias no processo de ensino-aprendizagem de cirurgias realizadas nessa área, permitir a avaliação da progressão dos residentes e também a identificação e correção de fragilidades nesse processo. Trata-se de um estudo exploratório, prospectivo e descritivo, realizado com todos residentes de otorrinolaringologia no HUOL. O projeto foi realizado em três etapas, a primeira consistindo na tradução e adaptação do instrumento. A segunda na aplicação do instrumento de avaliação e análise dos dados coletados. A terceira na aplicação de um questionário para a avaliação da experiência dos residentes com a utilização desse instrumento. Foram aplicados 18 PBAs no período de avaliação. Foi possível constatar em que grau de competência os alunos se encontravam durante o treinamento. O instrumento se demonstrou útil para enfatizar os pontos desenvolvidos e as dificuldades a serem superadas no treinamento cirúrgico. O instrumento teve boa aceitação e demonstrou ser uma ferramenta útil na melhoria do processo de treinamento cirúrgico no nosso serviço de residência de otorrinolaringologia no SUS.


  • Mostrar Abstract
  • Institution of Decree No. 80,281, of September 5, 1977, medical residency is a modality of post-graduation teaching for physicians, based on in-service education. Ethical issues, medical-legal, as well as changes in current medical practice, lead the demand of improvement on the training and assessment in residence. We performed a project to adaptate and introduce an instrument for objective evaluation of surgical practice, at the otolaryngology department of Hospital Onofre Lopes (HUOL). The chosen instrument was the 'procedure based assessment' used in residence programs of United Kingdom . The purpose of the evaluation is to allow a standardization and improve the teaching-learning process of surgeries performed in this area, allowing an evaluation of the resident progress and also the identification and correction of weaknesses in this process. This is an exploratory, prospective and descriptive study carried out with all residents of otolaryngology at HUOL. The project was performed in three stages, the first consisting in the translation and adaptation of the instrument. The second, in the application of the evaluation instrument and analysis of the data collected. The third, in the application of a questionnaire for an evaluation of the residents experience with the use of this instrument. 18 PBAs were applied in the evaluation period. It was possible to verify in what degree of competence the students were during the training. The instrument shown to be useful to emphasize the points developed and the difficulties to be overcome in the surgical training. The instrument was well accepted and demonstrated to be a useful tool in improving the surgical training process in our service of otolaryngology residence in SUS.

21
  • LEONARDO NOGUEIRA PIMENTEL
  • O processo de ensino/aprendizagem em refratometria usando ferramenta digital (Helper Keratoconus)

  • Orientador : JOSE DINIZ JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • MAIRA TIYOMI SACATA TONGU NAZIMA
  • Data: 09/12/2019

  • Mostrar Resumo
  • A presença de ceratocone sempre dificultou o cálculo da refratometria do paciente, seja por meio da retinoscopia (esquiascopia), seja utilizando o autorefrator. Desta forma, algumas vezes fica difícil encontrar tais valores de maneira rápida e confiável no dia-a-dia do consultório oftalmológico. Somado a isso, o ensino da refratometria sempre representou um desafio para os serviços de formação de oftalmologista, isso se explica pelo fato de se tratar de um exame que carrega certa habilidade específica a ser dominada, além da necessidade do conhecimento da física, matemática e geometria para a compreensão de como determinar e anular os chamados vícios refracionais (ametropias) do sistema óptico do olho humano. O aplicativo HELPER KERATOCONUS fornece de forma rápida e prática a medida teórica da refratometria, a partir da ceratometria do paciente, a qual será inserida no refrator e refinada. Realizamos um workshop de ensino da competência em refratometria com o uso do aplicativo, utilizando a técnica de ensino flipped classroom. Trata-se de uma pesquisa explotatório descritiva, que foi desenvolvida no Hospital Universitário Onofre Lopes – HUOL/UFRN.  Envolveram residentes e preceptores do serviço de oftalmologia do HUOL. Aconteceu em 3 fases. A primeira fase foi composta por uma sala de aula invertida com duração de aproximadamente 50 minutos, com metodologia flipped classroom, cujo tema foi o funcionamento e o uso do aplicativo HELPER KERATOCONUS, após isso houve discussões, esclarecimentos, exercícios ou outras atividades de aprendizado para melhorar a aplicação do conhecimento. Na segunda fase, os residentes tiveram aula prática, onde foram treinados para utilizarem o aplicativo na rotina de atendimento. Na terceira fase, os residentes responderam a um questionário semiestruturado, onde foram abordadas informações sobre as atividades de ensino e aprendizagem.  Nesse contexto, acredita-se que o projeto contribuiu para o desenvolvimento de habilidades no ensino da refratometria, como também para uma maior aproximação dos avanços tecnológicos e novas técnicas de ensino na residência médica. 


  • Mostrar Abstract
  • The presence of keratoconus always made it difficult to calculate the patient's refractometry, either through retinoscopy (skiascopy) or using the autorefractor. Thus, it is sometimes difficult to find such values quickly and reliably in the day-to-day office of the eye doctor. In addition, the teaching of refractometry has always been a challenge for ophthalmologist training services, which is explained by the fact that it is an exam that carries a specific skill to be mastered, besides the need for knowledge of physics, mathematics and geometry for understanding how to determine and annul the so-called refractive vices (ametropia) of the optical system of the human eye. The HELPER KERATOCONUS app quickly and practically provides the theoretical measurement of refractometry from the patient's keratometry, which will be inserted into the refractor and refined. We conducted a workshop on teaching the refractometry competency using the application using the flipped classroom teaching technique. This is a descriptive exploratory research, which was developed at the Onofre Lopes University Hospital - HUOL / UFRN. They involved residents and preceptors of the HUOL ophthalmology service. It happened in 3 phases. The first phase consisted of an inverted classroom of approximately 50 minutes, with flipped classroom methodology, whose theme was the operation and use of the HELPER KERATOCONUS application, after which there were discussions, clarifications, exercises or other learning activities for improve the application of knowledge. In the second phase, the residents had a practical class, where they were trained to use the application in the service routine. In the third phase, residents answered a semi-structured questionnaire, which addressed information about teaching and learning activities. In this context, it is believed that the project contributed to the development of skills in the teaching of refractometry, as well as to a closer approximation of technological advances and new teaching techniques in medical residency.

22
  • PAULO HENRIQUE FREITAS LIMA
  • SISTEMATIZAÇÃO DA AVALIAÇÃO 360º COM FEEDBACK NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • PETALA TUANI CANDIDO DE OLIVEIRA SALVADOR
  • ELIANA GOLDFARB CYRINO
  • Data: 10/12/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Os programas de residência multiprofissionais - RMS em saúde objetivam capacitar profissionais para atuarem no Sistema Único de Saúde. As RMS possuem atividades práticas e teórico-práticas com atuação do preceptor, um profissional com expertise, apto a orientar alunos por meio da preceptoria, prática pedagógica no ambiente de trabalho, realizada por profissionais assistenciais, professores ou não. A avaliação é etapa relevante na qualidade dos processos educativos. Considerada como o fator mais importante para motivar o comportamento estudantil. O uso de diferentes métodos pode contribuir para uma melhor avaliação do desempenho do aluno nas práticas clínicas reais. A avaliação desenvolvida com instrumentos como o Mini-CEx envolve observação direta do desempenho clínico do aluno e oportunizar a etapa fundamental da avaliação formativa, o feedback. Objetivos: Sistematizar uma metodologia avaliativa na residência multiprofissional em saúde com base na estratégia de avaliação 360 graus com feedback. Metodologias: Estudo do tipo pesquisa-ação, com abordagem descritiva envolvendo 27 preceptores da Residência Multiprofissional em Saúde do HUOL/UFRN. Realizado em duas etapas: primeira destinada a capacitar os profissionais envolvidos com o ensino na residência multiprofissional para avaliação de desempenho do residente e a segunda a aplicação das avaliações de desempenho clínico com o Mini-CEx, ambas compondo um curso de desenvolvimento pedagógico para a preceptoria na RMS. O estudo foi aprovado pela comissão de ética em pesquisa da instituição Parecer nº 3.084.892/2018. Resultados: Analisamos as percepções dos participantes quanto ao conhecimento, uso e domínio das estratégias avaliativas, dificuldades no processo de avaliação, a frequência e conforto ao aplicar as microhabilidades da preceptoria minuto para o ensino. As avaliações de desempenho, como avaliação 3600, são desconhecidas por 23 (85%). A microhabilidade mais usada foi dar feedback específico sobre o que o aluno faz bem. A mais desconfortável explicar os erros do aluno sobre o caso. A avaliação de desempenho dos residentes multiprofissionais utilizando o Mini-CEx foi realizada com maior frequência pelos fisioterapeutas e enfermeiros. O instrumento contribuiu para a realização do feedback estruturado em aproximadamente todos os casos, com reporte das fragilidades identificadas em sete de cada dez avaliações. Obtendo nível de satisfação de oito, em uma escala de Likert de nove pontos, tanto para o avaliador quanto para o residente avaliado. Conclusão: A criação de um sistema avaliativo de desempenho clínico pelos educadores, com fornecimento de feedback estruturado e contemplativo das necessidades avaliativas dos atores desse processo foi possível e mostra-se viável de inserção nesta modalidade de ensino.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The multiprofessional residency programs - RMS in health aim to qualify professionals to work in the Unified Health System. The RMS have practical and theoretical-practical activities with performance of the preceptor, a professional with expertise, able to guide students through the preceptorship, pedagogical practice in the workplace, performed by care professionals, teachers or not. Evaluation is a relevant step in the quality of educational processes. Considered as the most important factor in motivating student behavior. Using different methods can contribute to a better assessment of student performance in actual clinical practice. The assessment developed with instruments such as the Mini-CEx involves direct observation of the student's clinical performance and providing the fundamental stage of formative assessment, feedback. Objectives: To systematize an evaluation methodology in multiprofessional residency in health based on the 360 degree evaluation strategy with feedback. Methodologies: An action research study with a descriptive approach involving 27 preceptors of the HUOL / UFRN Multiprofessional Health Residency. Performed in two stages: first aimed at training professionals involved in teaching at the multiprofessional residence for resident performance evaluation and the second the application of clinical performance evaluations with Mini-CEx, both composing a pedagogical development course for preceptorship. at RMS. The study was approved by the research ethics committee of the institution Opinion No. 3,084,892 / 2018. Results: We analyzed the participants' perceptions regarding the knowledge, use and mastery of the evaluation strategies, difficulties in the evaluation process, the frequency and comfort when applying the minute preceptorship micro skills to the teaching. Performance ratings, such as 3600 ratings, are unknown by 23 (85%). The most widely used micro-ability was to give specific feedback on what the student does well. The most uncomfortable explain the student's mistakes about the case. Performance evaluation of multiprofessional residents using the Mini-CEx was performed more often by physiotherapists and nurses. The instrument contributed to the implementation of structured feedback in approximately all cases, reporting the weaknesses identified in seven out of ten evaluations. Achieving a satisfaction level of eight on a nine-point Likert scale for both the appraiser and the appraised resident. Conclusion: The creation of an evaluation system of clinical performance by educators, providing structured and contemplative feedback on the evaluative needs of the actors of this process was possible and proves to be viable to be included in this teaching modality.

23
  • SUZIANNE RUTH HOSANAH LIMA
  • Tabagismo: buscando estratégias para o ensino de graduação em Medicina

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • VALÉRIA GOES FERREIRA PINHEIRO
  • IANA OLIVEIRA E SILVA RIBEIRO
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • Data: 18/12/2019

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A utilização de estratégias pedagógicas diversificadas no ensino de graduação em medicina, tem sido crescente desde as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) de 2001. No entanto, essa mudança ainda é um desafio para docentes e discentes nos cursos de medicina no Brasil. Na mesma linha, temas  importantes como Tabagismo, uma das principais causas evitáveis de mortes em todo mundo, também são pouco abordados de forma sistematizada nas escolas médicas, o que resulta em resultando em estudantes e médicos residentes com dificuldade na escuta, abordagem e orientação de pacientes tabagistas e ex-tabagistas. Objetivo: Nesse sentido, o estudo tem como objetivo implementar diferentes estratégias pedagógicas para o ensino do Tabagismo no componente curricular “Disciplina de Doenças do Sistema Respiratório” (DDSR) do curso de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Metodologia: Um estudo descritivo com estudantes do quarto ano (VII semestre) que cursavam DDSR foi realizado em duas turmas: T1 no primeiro semestre e T2 no segundo semestre de 2018. Duas estratégias educacionais foram utilizadas: uma Comunidade Virtual via plataforma Sistema Integral de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) e um Projeto de Extensão Universitária. Durante oito semanas, os estudantes participaram da Comunidade Virtual intitulada ”Utilização do SIGAA como ferramenta para o ensino sobre Tabagismo”, recebendo do pesquisador principal, vídeos, links, artigos científicos e outros materiais sobre Tabagismo, uma vez por semana, com sete dias para comentários e perguntas. Ao final, receberam respostas comentadas, além de links confiáveis e gratuitos para aprofundamento daquele tópico. Para os estudantes da T2, foi utilizado também o Projeto de Extensão “Grupo de Tabagismo do Hospital Universitário Onofre Lopes - HUOL”, inserido no componente curricular obrigatório DDSR onde os estudantes participaram, em média, de 3 reuniões do grupo, durante 6 semanas, junto ao médico pesquisador e uma equipe multiprofissional, discutindo vários aspectos do Tabagismo. A percepção dos estudantes sobre essas estratégias foi avaliada com um questionário online em escala Likert. Todos foram submetidos a um pré e pós-teste com questões gerais sobre Tabagismo Resultados: A participação dos estudantes nas atividades da Comunidade Virtual via SIGAA foi menor que o esperado, sendo mais intensa nas 3 primeiras semanas e sem diferença entra as turmas T1 e T2. A maioria (59,8%) dos estudantes respondeu que participou em menos de 30% das atividades. No entanto, quanto à contribuição da das atividades para o  aprendizado, todos concordaram que foi positiva em vários aspectos. Quase metade dos estudantes responderam que alunos e professores da UFRN não têm hábito de usar o SIGAA como ferramenta de ensino-aprendizagem. Quanto à participação no Grupo de Tabagismo, os estudantes concordaram que este teve vários aspectos positivos em relação à aprendizagem do tema. Todos discordaram que os tópicos abordados no grupo já tivessem sido sido vistos durante o curso. Houve um aumento no número de acertos no pós-teste nas duas turmas, embora não tenha havido diferença estatística entre elas.   Considerações Finais: A percepção positiva dos estudantes sobre a diversificação estratégias de ensino propostas para o ensino do Tabagismo, certamente é um estímulo à sua continuidade e aprimoramento, especialmente quanto à inserção curricular da Extensão, que desponta como pioneira na graduação em medicina na UFRN.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The use of diversified pedagogical strategies in undergraduate medical education has been increasing since the National Curriculum Guidelines (DCNs) of 2001. However, this change is still a challenge for professors and students in medical courses in Brazil. In the same vein, important topics such as smoking, one of the leading preventable causes of death worldwide, are also poorly addressed in medical schools, resulting in students and resident physicians who have difficulty in listening, addressing and mentoring. smokers and former smokers. Objective: In this sense, the study aims to implement different pedagogical strategies for the teaching of smoking in the curriculum component “Discipline of Diseases of the Respiratory System” (DDSR) of the Medical School of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN). Methodology: A descriptive study with fourth year students (VII semester) attending DDSR was conducted in two classes: T1 in the first semester and T2 in the second semester of 2018. Two educational strategies were used: a Virtual Community via Integral Management System platform of Academic Activities (SIGAA) and a University Extension Project. For eight weeks, students participated in the Virtual Community entitled “Using SIGAA as a Tool for Teaching Smoking”, receiving from the principal researcher videos, links, scientific articles and other smoking materials once a week, with seven days to comments and questions. At the end, they received commented answers, as well as free and reliable links to deepen that topic. For T2 students, the Extension Project “Smoking Group of Onofre Lopes University Hospital - HUOL” was also used, inserted in the compulsory curriculum component DDSR where students attended, on average, 3 group meetings over 6 weeks. together with the medical researcher and a multiprofessional team, discussing various aspects of smoking. Students' perceptions of these strategies were assessed with a Likert-scale online questionnaire. All were submitted to a pre and post-test with general questions about smoking. Results: Students' participation in the activities of the Virtual Community via SIGAA was lower than expected, being more intense in the first 3 weeks and without difference between T1 and T2. . The majority (59.8%) of the students answered that they participated in less than 30% of the activities. However, as for the contribution of the activities to learning, all agreed that it was positive in several respects. Almost half of the students answered that UFRN students and teachers do not have the habit of using SIGAA as a teaching-learning tool. Regarding participation in the Smoking Group, the students agreed that it had several positive aspects regarding learning about the theme. Everyone disagreed that the topics covered in the group had already been seen during the course. There was an increase in the number of post-test hits in both classes, although there was no statistical difference between them. Final Considerations: The positive perception of students about the diversification of teaching strategies proposed for the teaching of smoking, certainly stimulates their continuity and improvement, especially regarding the extension curriculum insertion, which emerges as a pioneer in undergraduate medicine at UFRN.

2018
Dissertações
1
  • REDIANNE MEDEIROS DA FONSÊCA
  • Educação Interprofissional em Saúde e o desenvolvimento de competências colaborativas na formação em enfermagem e medicina.

  • Orientador : MARCELO VIANA DA COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANKLIN DELANO SOARES FORTE
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 01/02/2018

  • Mostrar Resumo
  • Mudanças importantes na realidade de vida e saúde das pessoas impõe aos serviços de saúde o desafio de compreender e intervir de forma eficaz e resolutiva sobre as muitas necessidades de saúde, implicando na adoção de uma nova lógica de atenção à saúde. O enfrentamento dessa problemática implica também na mudança nos perfis dos profissionais de saúde para que sejam capazes de responder as demandas complexas e dinâmicas dessas necessidades de saúde. Frente a esses desafios a Educação Interprofissional - EIP vem sendo amplamente discutida como importante estratégia para transformar o contexto atual de formação, no sentido de formar profissionais mais aptos ao trabalho em equipe, no atendimento dessas necessidades. A pesquisa tem como objetivos: Compreender a percepção de profissionais e docentes sobre a Educação Interprofissional para o desenvolvimento de competências colaborativas na formação de Enfermagem e Medicina; Discutir com os profissionais e docentes as competências colaborativas necessárias ao trabalho em saúde; elaborar uma matriz de competências colaborativas a ser adotada nas iniciativas de educação interprofissional em saúde na formação em enfermagem e medicina e discutir propostas pedagógicas que sustentem a adoção de ações interprofissionais para a formação de competências colaborativas em saúde. Estudo de abordagem qualitativa, do tipo pesquisa ação, de caráter exploratório. A pesquisa teve como sujeitos docentes do curso de Medicina da UFRN e de Enfermagem da UERN, ambas em Caicó. Foi realizada em duas etapas: oficina para discussão e construção das competências colaborativas, através da construção de painéis e discussão e elaboração de estratégias de ensino e aprendizagem e avaliação das competências colaborativas. Os dados qualitativos coletados foram analisados a partir da Análise de Conteúdo de Bardin, sendo realizada discussões à luz do referencial teórico e sintetizados em uma matriz de competências colaborativas e estratégias metodológicas e de avaliação, considerando os cenários dos dois cursos. Observou-se que os profissionais e os docentes reconhecem a existência da fragmentação na assistência em saúde, a dificuldade do trabalho em equipe, o isolamento na formação profissional, e a necessidade de repensar a interação ensino e serviço. Apesar disso, identificou-se que a temática de educação interprofissional e práticas colaborativas é ainda pouco conhecida e discutida, tanto no âmbito acadêmico quanto na prática profissional, apresentando dificuldade na definição e diferenciação conceitual de EIP e práticas colaborativas. Apesar das Diretrizes Curriculares tanto do curso de Medicina, quanto do Curso de enfermagem, trazerem a necessidade de uma formação baseada em competências, percebeu-se uma dificuldade na estruturação dos painéis de competências colaborativas, relacionada tanto ao que seriam competências, quanto à sistematização das competências necessárias na formação das práticas colaborativas. Estimular o desenvolvimento da educação interprofissional e o desenvolvimento de práticas colaborativas na formação de enfermagem e medicina se configura como ação estratégica para a mudança do modelo de atenção à saúde e para a melhoria da qualidade da atenção. A adoção de um plano de educação interprofissional nos dois cursos constitui importante instrumento norteador para a prática docente nas duas instituições de ensino na efetivação de uma formação na perspectiva da educação interprofissional e das práticas colaborativas, com resultados positivos ao processo de construção e consolidação do Sistema único de Saúde.


  • Mostrar Abstract
  • Significant changes in the reality of people's health and health impose on health services the challenge of understanding and intervening effectively and resolutely about the many health needs, implying the adoption of a new logic of health care. Confronting this problem also implies changing the profiles of health professionals so that they are able to respond to the complex and dynamic demands of these health needs. In view of these challenges, Interprofessional Education - EIP has been widely discussed as an important strategy to transform the current training context, in order to train professionals who are more capable of teamwork, in meeting these needs. The research aims to: Understand the perception of professionals and teachers about Interprofessional Education for the development of collaborative skills in Nursing and Medicine formation; Discuss with professionals and teachers the collaborative skills required for health work; to elaborate a matrix of collaborative competencies to be adopted in the initiatives of interprofessional education in health in the training in nursing and medicine and to discuss pedagogical proposals that support the adoption of interprofessional actions for the formation of collaborative competences in health. A qualitative study, of the type research action, of exploratory nature. The research had teaching subjects of UFRN and UERN Nursing, both in Caicó. It was carried out in two stages: a workshop for discussion and construction of collaborative skills, through the construction of panels and discussion and elaboration of teaching and learning strategies and evaluation of collaborative skills. The qualitative data collected were analyzed from the Bardin Content Analysis, where discussions were carried out in the light of the theoretical framework and synthesized in a matrix of collaborative skills and methodological and evaluation strategies, considering the scenarios of the two courses. It was observed that professionals and teachers recognize the existence of fragmentation in health care, the difficulty of teamwork, isolation in professional training, and the need to rethink the interaction between teaching and service. Despite this, it was identified that the theme of interprofessional education and collaborative practices is still little known and discussed, both in academic and professional practice, presenting difficulties in the definition and conceptual differentiation of EIP and collaborative practices. Although the Curricular Guidelines for both the Medicine course and the Nursing Course, bring the need for a competency-based training, it was noticed a difficulty in the structuring of the panels of collaborative competences, related both to what would be competencies, and to the systematization of the necessary skills in the formation of collaborative practices. Stimulating the development of interprofessional education and the development of collaborative practices in nursing and medical education is a strategic action to change the health care model and improve the quality of care. The adoption of an interprofessional education plan in both courses is an important instrument for teaching practice in the two educational institutions in the implementation of a training in the perspective of interprofessional education and collaborative practices, with positive results in the process of construction and consolidation of the System Health.

2
  • BETIANE FERNANDES DA COSTA
  • Atenção Básica Como Cenário De Implementação Da Educação Interprofissional Em Saúde

  • Orientador : MARCELO VIANA DA COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANKLIN DELANO SOARES FORTE
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • Data: 01/02/2018

  • Mostrar Resumo
  • A realidade de vida e saúde das pessoas demandam cada vez mais uma nova lógica de formação dos profissionais de saúde, para que transformações aconteçam na realidade dos serviços de saúde, com profissionais mais aptos a trabalharem em equipe para o enfrentamento da complexidade e dinamicidade das necessidades de saúde das pessoas. Nesse contexto a Educação Interprofissional (EIP) se apresenta como abordagem estratégica para que haja maior interação entre residentes de diferentes formações nos cenários de práticas, permitindo o aprendizado entre áreas específicas de formações, melhorando a qualidade da atenção ao paciente. A pesquisa tem como objetivos: discutir as potências e limitações da atenção básica enquanto espaço de implementação da EIP a partir das percepções de alunos da Residência Multiprofissional em Atenção Básica e Residência em Medicina da Família e Comunidade da EMCM; Realizar oficinas de formação em Educação Inter Profissional para alunos da Residência Multiprofissional em Atenção Básica e Residência em Medicina de Família e Comunidade; Inserir os alunos de Residência Multiprofissional em Atenção Básica e Residência em Medicina de Família e Comunidade na realidade da produção dos serviços de saúde da Estratégia Saúde da Família; Conhecer as percepções de Residência Multiprofissional em Atenção Básica e Residência em Medicina de Família e Comunidade sobre a vivência da Educação Inter Profissional na Estratégia Saúde da Família. Pesquisa de abordagem qualitativa e adotou como desenho a pesquisa ação, na medida em que estabeleceu uma ampla interação entre pesquisador e o fenômeno a ser investigado. O presente estudo foi realizado no município de Caicó/RN, mais especificamente no senário de formação e na dinâmica de trabalho da Estratégia Saúde da Família, tendo como sujeitos da pesquisa Residentes do Programa de Residência Multiprofissional em Atenção Básica e Residência em Medicina da Família e Comunidade da Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, que propõe a implementação da EIP e visa sobretudo atendimentos compartilhados e coletivos, através da dinâmica do trabalho em equipe, configurando o trabalho em saúde também como espaço de um modelo de formação mais coerente com as necessidades de saúde da população. A pesquisa teve três etapas: uma oficinas onde foram discutidos os princípios da EIP; implementação de práticas interprofissionais na realidade da produção dos serviços de saúde da atenção básica e grupos focais para explorar a experiência da vivencia do trabalho colaborativo. Nessas fases foram adotados como instrumentos de coleta de dados: narrativas, diários de campo e um roteiro norteador para os grupos focais. Foi adotada a técnica de análise de conteúdo temática que pressupõe as etapas de pré-análise; exploração do material ou codificação; tratamento dos resultados obtidos, inferência e interpretação. A pesquisa foi submetida e aprovada ao Comitê de Ética em Pesquisa (CEP), do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), observando Resolução do CNS nº466/12. O tratamento dos dados permitiu construir as seguintes categorias: aprendizagem compartilhada, melhor comunicação, atenção integral em saúde, valorização da participação do usuário, tempo reduzido para as práticas interprofissionais.


  • Mostrar Abstract
  • The reality of life and health of people increasingly demand a new logic of training of health professionals, so that transformations happen in the reality of health services, with professionals more able to work in teams to cope with the complexity and dynamicity of needs of people's health. In this context, Interprofessional Education (IPE) is presented as a strategic approach for greater interaction between residents of different backgrounds in the practice scenarios, allowing learning among specific areas of training, improving the quality of patient care. The research aims to: discuss the potentials and limitations of basic care as a space for the implementation of (IPE) from the perceptions of students of the Multiprofessional Residency in Basic Care and Residency in Family Medicine and Community the MSMS; Conduct training workshops in Inter-Professional Education for students of the Multiprofessional Residency in Primary Care and Residency in Family and Community Medicine; Insert the students of Multiprofessional Residency in Primary Care and Residency in Family and Community Medicine in the reality of the production of the health services of the Family Health Strategy; To know the perceptions of Multiprofessional Residency in Primary Care and Residency in Family and Community Medicine on the experience of Interprofessional Education in the Family Health Strategy. Research of qualitative approach and adopted as design the action research, in that it established a broad interaction between researcher and the phenomenon to be investigated. The present study was carried out in the municipality of Caicó / RN, more specifically in the training and work dynamics of the Family Health Strategy, having as subjects of the study Residents of the Multiprofessional Residency Program in Primary Care and Residency in Family Medicine and Community of the Multicampi School of Medical Sciences (MSMS) of the Federal University of Rio Grande do Norte, which proposes the implementation of EIP and aims, above all, shared and collective care through the dynamics of teamwork, configuring health work as a space for a training model more coherent with the needs of health of the population. The research had three stages: a workshop where the principles of EIP were discussed; implementation of interprofessional practices in the reality of the production of basic health services and focus groups to explore the experience of the experience of collaborative work. In these phases were adopted as instruments of data collection: narratives, field diaries and a guide for the focus groups. It was adopted the technique of analysis of thematic content that presupposes the stages of pre-analysis; exploitation of the material or coding; treatment of the results obtained, inference and interpretation. The research was submitted and approved to the Research Ethics Committee (REC), of the University Hospital Onofre Lopes (UHOL), observing CNS Resolution 466/12. Data processing allowed the following categories to be built: shared learning, comprehensive health care, user participation appreciation, reduced time for interprofessional practices.

3
  • REGINA CLAUDIA RAFAEL DE SOUZA MARINHO
  • PROPOSTA DE INSERÇÃO DE CONTEÚDOS RELACIONADOS ÀS COMPETÊNCIAS OFTALMOLÓGICAS NO CURRÍCULO DO CURSO DE MEDICINA DA ESCOLA MULTICAMPI DE CIÊNCIAS MÉDICAS DO RIO GRANDE DO NORTE

  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EUDES EULER DE SOUZA LUCENA
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • SERGIO RICARDO FERNANDES DE ARAUJO
  • Data: 20/03/2018

  • Mostrar Resumo
  • A partir da análise do histórico do ensino da medicina e da oftalmologia, particularmente no Brasil, o presente trabalho visa apresentar uma proposta para a inserção de conteúdos relacionados às competências oftalmológicas no currículo do curso de medicina da Escola Multicampi de Ciências Médicas do Rio Grande do Norte (EMCM-RN). A partir de uma pesquisa longitudinal, de caráter pesquisa-ação, o trabalho pretende definir os temas de maior relevância da área da Oftalmologia, baseado na recomendação do Conselho Internacional de Oftalmologia(ICO), para a formação do médico generalista, distribuindo os conteúdos selecionados nos diferentes eixos do currículo da EMCM, sistematizando o ensino dessas temáticas, seguindo a metodologia de Aprendizado Baseado em Problemas (ABP). Nesse sentido, a inserção do componente oftalmológico dentro do curso de graduação funcionaria como estratégia para preparar de maneira efetiva o profissional para sua inserção no mercado de trabalho, proporcionando melhores ferramentas para que esses alunos reconheçam e atuem de maneira eficaz ante as principais enfermidades oftalmológicas existentes na região do Seridó.


  • Mostrar Abstract
  • Based on an analysis of the history of medicine and ophthalmology education, particularly in Brazil, this study aims to present a proposal for inclusion of contents related to ophthalmological competences on the curriculum of a medical school of the Escola Multicampi de Ciências Médicas do Rio Grande do Norte (EMCM-RN). Based on a longitudinal research of a research-action nature, this study intends to define the subjects of greater relevance in the field of Ophthalmology, based on the recommendation of the International Council of Ophthalmology (ICO), for the training of the general practitioner, distributing the selected contents in the different axes of the EMCM curriculum, systematizing the teaching of these themes , following the methodology of Problem Based Learning (PBL). In this sense, the insertion of the ophthalmologic component within the undergraduate course would serve as an effectively strategy to prepare the professional for its insertion in the labor market, providing better tools for these students to recognize and act effectively against the main existing ophthalmological diseases at the Seridó region.

4
  • VALERIA CRISTINA MONTENEGRO BATISTA LINS
  • Percepção das pessoas com deficiência sobre a atenção à saúde e sua contribuição para a educação médica

  • Orientador : SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUIZA SANTOS MOREIRA DA COSTA
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 13/04/2018

  • Mostrar Resumo
  • A Política Nacional de Saúde da Pessoa com Deficiência prevê uma atenção integral à saúde dessas pessoas, o que implica numa assistência direcionada às especificidades da sua deficiência, como também a problemas de saúde comuns a qualquer indivíduo. Além disso, orienta ações de promoção da saúde, prevenção de incapacidades, melhoria dos mecanismos de informação, capacitação profissional, organização e funcionamento dos serviços de atenção à saúde. No entanto, as pessoas com deficiência não se sentem assistidas em suas necessidades quando procuram tais serviços. Adicionalmente, a educação médica, em geral, não tem contemplado em seus conteúdos curriculares esse grupo de pessoas, contribuindo assim, para o não reconhecimento das especificidades relacionadas aos vários tipos de deficiência e de aspectos relevantes para o cuidado integral. Esse estudo objetiva compreender a percepção das pessoas com deficiência sobre o atendimento médico recebido nos serviços de saúde, de modo a contribuir para uma formação profissional que atenda às necessidades dessa população específica. O caminho teórico-metodológico percorrido foi a fenomenologia, utilizando a abordagem qualitativa. As técnicas utilizadas para a coleta dos dados foram grupo focal e entrevistas semiestruturadas, de onde emergiram três unidades temáticas: Necessidades das pessoas com deficiência; Serviços de Saúde voltados para pessoas com deficiência e Atenção integral à saúde das pessoas com deficiência. Os resultados dessa pesquisa evidenciaram que as pessoas com deficiência, quando recorrem aos serviços de saúde buscando atendimento médico, muitas vezes, se deparam com barreiras presentes nas instituições, tanto no que se refere ao aspecto atitudinal e de comunicação, quanto à acessibilidade, como também à falta de equipamentos e materiais apropriados ao seu atendimento. Observou-se também a necessidade de sensibilização e capacitação dos profissionais médicos para melhor acolhimento às pessoas com deficiência, no sentido de contribuir para que elas se sintam incluídas socialmente e respeitadas na sua condição. Reitera-se a importância do papel da atenção primária no cuidado integral à saúde dessas pessoas, o que se constitui um desafio e provoca uma reflexão sobre a eficácia das práticas atuais e sobre as possibilidades de melhorias futuras. Conclui-se que é necessário que as escolas médicas se comprometam com a temática e possibilitem um ensino voltado para as necessidades em saúde dessas pessoas.


  • Mostrar Abstract
  • The National Policy on the Health of Persons with Disabilities provides integral care to the health of these people, which implies an assistance directed to the specifics of their disability, as well as health problems common to any individual. In addition, it guides actions of health promotion, disability prevention, improvement of information mechanisms, professional training, organization and operation of health care services. However, persons with disabilities do not feel assisted in their needs when seeking such services. In addition, medical education, in general, has not included in its curriculum content this group of persons, thus contributing to the non-recognition of the specificities related to the various types of disability and aspects relevant to integral care. This study aims to understand the perception of persons with disabilities about the medical care received in health services, so as to contribute to professional training that meets the needs of this specific population. The theoretical-methodological path covered was phenomenology, using the qualitative approach. The techniques used to collect data were focal group and semi-structured interviews, from which emerged three thematic units: Needs of persons with disabilities; Health Services for persons with disabilities and Comprehensive health care for persons with disabilities. The results of this research showed that persons with disabilities, when they use health services seeking medical attention, often face barriers in the institutions, both at the level of attitudinal and communication, accessibility, to the lack of equipment and materials appropriate to their service. There was also a need for awareness and training of medical professionals to better accommodate persons with disabilities, in order to make them feel socially included and respected in their condition. The importance of the role of primary care in the integral health care of these persons is reiterated, and it is a challenge, reflecting on the effectiveness of current practices and the possibilities for future improvements. It is concluded that it is necessary for medical schools to commit themselves to the theme and to provide education aimed at the health needs of these persons.

5
  • ANA KARINA DA CAMARA DANTAS
  • USO DO “OSCE” COMO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DE MEDICINA DA UFRN

  • Orientador : ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • DANIELA MENDES DA VEIGA PESSOA
  • IRIS DO CEU CLARA COSTA
  • Data: 27/04/2018

  • Mostrar Resumo
  • O Objective Structural Clinical Evoluation (OSCE) é reconhecidamente uma ferramenta excelente de avaliação de competências, aplicada no Brasil e implantada no curso de medicina da UFRN, desde 2011. Porém são escassos, principalmente na ginecologia e obstetrícia, estudos que revelem a percepção do aluno de medicina sobre este instrumento de avaliação. Este estudo oportunizou refletir sobre a utilização de metodologia inovadora na formação, reconhecendo limitações e pontos positivos, no sentido de melhorar sua aplicabilidade. Traçou-se como objetivo geral analisar a percepção dos alunos de medicina da UFRN sobre o uso do OSCE, como instrumento de avaliação em ginecologia e obstetrícia. Participaram do estudo 58 alunos. Na abordagem quantitativa, aplicou-se um questionário semiestruturado imediatamente após a realização do OSCE e na qualitativa empregou-se a Técnica de associação livre das palavras (TALP). Os dados foram submetidos ao software EVOC, analisados segundo bardin em categorias e subcategorias e pela estatística descritiva. Nos resultados observou-se não haver relação estatística significativa entre as variáveis utilizadas no estudo, porém na análise descritiva a maioria dos alunos compreende o que é o OSCE e que o mesmo influenciou positivamente sua prática, há imparcialidade e domínio do conteúdo pelos docentes, as estações são bem estruturadas e refinam o conhecimento. O aluno percebe o feedback como importante na correção dos seus erros, mas a interferência do emocional, influencia negativamente no processo, citada em 87,9% das falas. Da análise lexicográfica realizada pelo programa EVOC 2000, 174 palavras evocadas apontou que as representações sociais da percepção do aluno sobre o uso do OSCE têm um núcleo central alicerçado na categoria instabilidade emocional e  associa o nervosismo e a ansiedade ao OSCE como instrumento de avaliação, sendo essa sua real dificuldade. A pergunta aberta reforçou a fidedignidade destes dados. Conclui-se que na sua percepção, o aluno considera o OSCE uma boa ferramenta de avaliação, uma experiência válida, que sedimenta sua prática profissional e prepara para processos seletivos e que apesar dos aspectos limitantes, como os fatores emocionais, que podem interferir negativamente para um bom resultado, o uso deste instrumento de avaliação deve ser mantido na disciplina  de ginecologia e obstétricia.


  • Mostrar Abstract
  • The Objective Structural Clinical Evoluation (OSCE) is recognized as an excellent competency assessment tool applied in Brazil and implemented in the UFRN medical course since 2011. However, there are few studies, mainly in gynecology and obstetrics, that reveal the student's perception this instrument of evaluation. This study allowed to reflect on the use of innovative methodology in the training, recognizing limitations and positive points, in order to improve its applicability. The general objective was to analyze the perception of UFRN medical students about the use of the OSCE as an evaluation tool in gynecology and obstetrics. 58 students participated in the study. In the quantitative approach, a semi-structured questionnaire was applied immediately after the OSCE was carried out and in the qualitative one the Free Word Association Technique (TALP) was used. The data were submitted to EVOC software, analyzed according to bardin in categories and subcategories and by descriptive statistics. In the results, it was observed that there was no statistically significant relationship between the variables used in the study, but in the descriptive analysis most of the students understood what the OSCE was and that it influenced their practice positively, there is impartiality and mastery of content by teachers, stations are well structured and refine knowledge. The student perceives the feedback as important in correcting his mistakes, but the interference of the emotional, influences negatively in the process, quoted in 87.9% of the speeches. From the lexicographical analysis carried out by the EVOC 2000 program, 174 evoked words pointed out that the social representations of the student's perception of OSCE use have a central nucleus based on the category of emotional instability and associate nervousness and anxiety with the OSCE as an evaluation tool. this your real difficulty. The open question reinforced the reliability of these data. It is concluded that in his perception, the student considers the OSCE a good evaluation tool, a valid experience, that sediments his professional practice and prepares for selective processes and that despite the limiting aspects, such as emotional factors, that can interfere negatively to a good result, the use of this evaluation instrument should be maintained in the discipline of gynecology and obstetrics

6
  • CRISTIANE GUEDES PITA
  •  

    MATRIZ DE COMPETÊNCIA EM CARDIOLOGIA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA EM CARDIOLOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE


  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AECIO FLAVIO TEIXEIRA DE GOIS
  • ELAINE LIRA MEDEIROS
  • FRANCISCO PIGNATARO LIMA
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 04/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • A educação médica vem passando por muitas adaptações nas últimas décadas em virtude da necessidade de se formar profissionais que atendam às necessidades da população. As discussões caminham no sentido da reformulação de currículos, que devem passar a ser guiados por competências profissionais e não mais por processos educacionais, a chamada Educação Baseada em Competências. No Brasil, não há um consenso entre os programas de treinamento em Cardiologia, destacando-se a importância, portanto, de um guia que direcione o conteúdo a ser ministrado, como ele deve ser aplicado e quais as ferramentas ideais de avaliação. Este projeto teve a finalidade de elaborar a matriz de competência no âmbito da Residência Médica em Cardiologia no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL). O estudo foi exploratório  prospectivo e descritivo, envolvendo todos os preceptores e docentes da Unidade de Atenção Cardiovascular/Cardiologia e foi desenvolvido nas seguintes etapas: 1) Levantamento bibliográfico para identificação de objetivos de aprendizagem para a formação por competência em cardiologia 2) Construção coletiva da matriz de competências para a residência médica em cardiologia, seguindo a metodologia Delphi modificadapara obtenção do consenso entre os participantes; 3) Capacitação dos preceptores e docentes com atuação no serviço sobre elaboração do currículo em cardiologia para a residência. O consenso foi obtido entre os 13 participantes, sendo o modelo final da Matriz de Competência em Cardiologia do HUOL alcançado em duas rodadas da estratégia Delphi. Sugeriu-se uma matriz para o primeiro ano e outra para o segundo ano da Residência, sendo ambas divididas nos domínios: Atenção à saúde, Gestão em saúde e Educação em saúde. A concordância foi mais expressiva para os quesitos afeitos ao domínio “Atenção à saúde”, provavelmente por abordar temas mais familiares aos preceptores e foi menos robusto para os tópicos relacionados à “Gestão em saúde” e à “Educação em saúde”, por se tratar, possivelmente, de temas tradicionalmente pouco discutidos, sendo alvo de debates apenas nas últimas décadas. A matriz construída a partir deste projeto representa um consenso para o programa de treinamento em Cardiologia do HUOL, que poderá servir de base para outras profissões e especialidades médicas dentro e fora da instituição.


  • Mostrar Abstract
  • Medical education has undergone many adaptations in recent decades due to the need to train professionals that meet population needs. Discussions are moving towards reshaping curricula, which should be guided by professional skills and no longer by educational processes, called Competency-Based Education. In Brazil, there is no consensus among the training programs in Cardiology, highlighting the importance, therefore, of a guide that directs the content to be given, how it should be applied and what the ideal evaluation tools. This project had the purpose of elaborating the competency matrix within the scope of the Medical Residency in Cardiology at Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL). The study was prospective, descriptive and interventional, involving all preceptors and teachers of the Cardiovascular Attention Unit / Cardiology, in addition to the residents of Cardiology and was developed in the following stages: 1) Documentary analysis 2) Training of all preceptors and teaching staff in the service for collective construction of the competency matrix for medical residency in cardiology, following the simplified Delphi methodology to obtain consensus among the participants; 3) The results of this first contribution were recorded and tabulated, with subsequent elaboration and electronic sending of the new matrix suggested. In the second round of evaluations, consensus was obtained and, therefore, the final model of the HUOL Cardiology Competence Matrix. It was suggested a matrix for the first year and another for the second year of the Residence, both being divided in the domains: Health Care, Health Management and Health Education. The agreement was more expressive for the questions related to the "Patient Attention" domain, probably because it meant an issue already familiar to preceptors and less robust for topics related to "Health Management" and "Health Education", because possibly dealing with topics that have traditionally been little discussed and have been the subject of debate only in recent decades. The matrix built from this project represents a consensus for the HUOL Cardiology training program, which can serve as a basis for other professions and medical specialties inside and outside the institution

7
  • VANESSA GIFFONI DE MEDEIROS NUNES PINHEIRO PEIXOTO
  • COMUNICAÇÃO DE MÁS NOTÍCIAS NA FORMAÇÃO MÉDICA: APRIMORAMENTO DESTA HABILIDADE A PARTIR DE UM PROTOCOLO ADAPTADO PARA CASOS DE DEMÊNCIA.

  • Orientador : CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • MAURICIO GALVAO PEREIRA
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • PEDRO BRAGA NETO
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 25/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • CONTEXTO: As demências são doenças incapacitantes, incuráveis e estigmatizantes, ocasionando impacto devastador à identidade pessoal do paciente e seus cuidadores, constituindo-se um dos diagnósticos mais temidos na atualidade. Existem muitos entraves para a adequada comunicação deste diagnóstico ao paciente, entre os quais o medo de reações psicológicas, a incerteza do médico quanto à confirmação diagnóstica e a objeção dos familiares, além de escassos treinamentos em habilidades de comunicação nos cursos de graduação. O ritmo acelerado de envelhecimento na população brasileira propicia o aumento exponencial dos casos de Doença de Alzheimer e outras demências. É crucial a implementação de estratégias que formem o estudante de medicina nas múltiplas habilidades para uma apropriada relação entre o médico, o indivíduo com demência e seus familiares, inclusive na comunicação do diagnóstico. O protocolo SPIKES é uma ferramenta didática para comunicar más notícias e tem sido utilizada em várias situações clínicas. Entretanto, o comprometimento cognitivo inerente às síndromes demenciais requer adaptações neste modelo, que foram realizadas após revisão da literatura. OBJETIVO: Desenvolver uma atividade educacional para aprimorar as habilidades de comunicação do estudante de Medicina, a partir de um protocolo de comunicação de más notícias adaptado a demências. METODOLOGIA: Estudo intervencionista, seccional, randomizado, realizado com os estudantes do 3º. ano do curso de Medicina da UFRN, nos semestres 2016.2 e 2017.1. Um total de 86 alunos participaram, sendo divididos em GI (34 alunos treinaram o protocolo antes do referencial teórico sobre demências), GII (36 alunos foram treinados após o referencial teórico) e GIII (16 alunos que não foram submetidos ao treinamento). Os alunos dos grupos GI e GII foram submetidos, além do treinamento, a duas OSCEs (Objective Structured Clinical Examination). Os alunos do GIII realizaram apenas a 2a. OSCE. RESULTADOS: A participação no treinamento resultou em melhor desempenho na 2a. OSCE nos grupos GI e GII, quando comparados ao GIII (GI:7,56±1,22, GII: 7,47±1,09, GIII: 6,42±1,68, p<0,001). Os alunos do GI mostraram melhor desempenho nesta avaliação em comparação aos alunos do GII (p<0,001). Os grupos GI e GII apresentaram ganho de desempenho ao longo das duas avaliações (GI OSCE1: 6,38±1,34, GI OSCE2: 7,56±1,22, p<0,001; GII OSCE1: 5,31± 1,36, GII OSCE2: 7,47± 1,09, p<0,001). Os resultados mostram ganho de habilidade de comunicação nos estudantes que participaram do treinamento, que foi independente da exposição prévia aos conteúdos teóricos sobre as síndromes demenciais. Houve crescente desempenho na OSCE à medida que os alunos repetiram a prática da simulação. O treinamento foi bem aceito pelos estudantes de Medicina e a maioria deles (98%) concorda que é importante para a futura prática profissional participar de um treinamento sobre a comunicação do diagnóstico de demência. CONCLUSÃO: As adaptações sugeridas ao protocolo SPIKES parecem seguir as diretrizes atuais sobre a comunicação do diagnóstico de demências, mantendo sua abordagem didática. O treinamento em comunicação de más notícias adaptado à indivíduos com demência foi bem aceito pelos estudantes do quinto período do curso de Medicina e promoveu melhoria na habilidade de comunicação nos mesmos. O modelo de treinamento, assim como o protocolo adaptado, podem representar estratégias replicáveis em outros componentes curriculares como forma de aprimoramento da habilidade de comunicação dos cursos da saúde.


  • Mostrar Abstract
  • ·         BACKGROUND: Dementia is a life threatening, incurable and stigmatized condition, with devastating impacts on patient’s personal identity and their caregivers. It is currently one of the most fearsome diseases. There are many barriers to an effective diagnosis disclosure to dementia patients, including fear of causing distress, uncertainty of the diagnosis, caregivers objection and lack of training on communication skills in undergraduate medical school. Brazilian elderly population has been under a rapid growth and thus there is a remarkable rise in the number of individuals with Alzheimer disease and other dementias. Therefore, tit is crucial to implement strategies to help the medical student to build up multiple skills for an appropriate relationship between doctor, patient and family, including the ability of disclosing the diagnosis. The SPIKES protocol is a didactic approach to deliver bad news and it has been used in a variety of clinical settings. The cognitive impairment on Alzheimer disease and other dementias require a few adaptations on this model, which were made after reviewing the current literature on dementia diagnosis disclosure. OBJECTIVE: To develop an educational intervention based on the suggested protocol and evaluate if it could help to improve medical students’ communication skills. METHODS: Interventional, cross-sectional, randomized study with third year medical students from UFRN, along the 2nd semester 2016 and the first semester 2017. 86 students joined the study, divided into three groups: GI (trained protocol in the beginning of the Geriatrics clerkship), GII (trained protocol after lectures about dementias) and GIII (did not join the protocol). Students on GI and GII were analysed by two similar OSCEs (Objective Structured Clinical Examination); students on GIII only took part at the second OSCE. RESULTS: Groups GI and GII showed better results on the second OSCE comparing to GIII (GI:7,56±1,22, GII: 7,47±1,09, GIII: 6,42±1,68, p<0,001). Students on GI performed better on this assessment than students on GII (p<0,001). Groups GI and GII exhibited increasing scores along the two OSCEs (GI OSCE1: 6,38±1,34, GI OSCE2: 7,56±1,22, p<0,001; GII OSCE1: 5,31± 1,36, GII OSCE2: 7,47± 1,09, p<0,001). The results show an improvement on the communication skills of the medical students who joined the training, which was independent of previous theoretical lectures about dementia. The more the students practiced these skills on a simulation, the better were the scores on OSCEs. The training was well accepted by the medical students and most of them (98%) agreed that a training on communicating the diagnosis of dementia is important for their career development. CONCLUSION: Suggested adaptations to SPIKES protocol seem to encompass current guidelines about communication of the diagnosis of dementia, keeping its didactic approach. This model of training, as well as the adapted protocol, may represent replicable strategies for other curriculum elements in a way of improving communication abilities on medical schools.

8
  • CAROLINA ARAUJO DAMASIO SANTOS
  • Eu não tinha a menor ideia do que eu podia aprender aqui”

       Educação das profissões da saúde e competência cultural

  • Orientador : REGINALDO ANTONIO DE OLIVEIRA FREITAS JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • HENRY DE HOLANDA CAMPOS
  • REGINALDO ANTONIO DE OLIVEIRA FREITAS JUNIOR
  • Data: 25/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A necessidade de abordar questões de diversidade cultural e étnica na educação das profissões de saúde tem sido sugerida como meio para melhorar a qualidade do cuidado e reduzir as disparidades na assistência à saúde.

    Objetivo: contribuir para o desenvolvimento de competência cultural na formação das profissões da saúde na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do desenvolvimento e implementação de componente curricular optativo para os cursos de graduação da área da saúde.

    Metodologia: O componente curricular optativo “Competência Cultural na Atenção à Saúde da Mulher Quilombola” foi implantado no semestre letivo 2016.1, na comunidade quilombola Capoeiras dos Negros, em Macaíba-RN, inserindo os estudantes no processo de construção coletiva da estratégia de cuidado, com o objetivo de identificar conhecimentos, habilidades e atitudes necessários ao cuidado da saúde materna das mulheres quilombolas. Foi realizado uma pesquisa com abordagem qualitativa, sendo desenvolvido um estudo de caso exploratório, com coleta de dados por observacao participante e grupo focal com 24 estudantes que cursaram a disciplina entre 2016.1 e 2017.2.

    Resultados: A autopercepção dos estudantes acerca do desenvolvimento de competências culturais ao final da intervenção revelou que conhecer a situação de saúde da população quilombola, interagir com a comunidade, vivenciar o trabalho interprofissional, demonstraram ser estratégias efetivas para potencializar o desenvolvimento de competências culturais na formação em saúde.

    Conclusão: Para formar profissionais de saúde competentes em interagir eficazmente com populações etnicamente diversas, é fundamental que os estudantes tenham conhecimento dos processos que influenciam a saúde e vivenciem cuidados de saúde de minorias populacionais.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The need to address issues of cultural and ethnic diversity in health education has been suggested as a means to improve quality and reduce disparities in health care.

    Methodology: The optional curricular component "Cultural Competence in Health Care for Quilombola Women" was implemented during the first semester of 2016, in the quilombo community Capoeiras dos Negros in Macaíba-RN. This curriculum inserted the processes of collective construction of the care strategy, with the objective of obtaining the knowledge, skills and attitudes necessary to care for the maternal health of quilombola women. The methodological course involved exploratory research, a case study with a qualitative approach and data collected through the focal group technique with 24 students who studied the course between 2016.1 and 2017.2.

    Results: At the end of the intervention, a self-perception study on the development of cultural competences revealed that knowing the health situation of the quilombola population, interacting with the community, and experiencing inter-professional work demonstrated to be effective strategies to potentiate the development of cultural competences in healthcare training.

    Conclusion: In order to train health professionals who are skilled at interacting effectively with ethnically diverse populations, it is critical that students are aware of the processes that influence health as well as experience health care for population minorities.

9
  • BÁRBARA MORAIS FERREIRA THEREZA
  • USO DE SIMULAÇÃO PARA O ENSINO DE PRÁTICAS COLABORATIVAS E O TRABALHO EM EQUIPE NO INTERNATO EM MEDICINA: UMA ESTRATÉGIA DE INTEGRAÇÃO ENSINO-SERVIÇO.

     

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HENRY DE HOLANDA CAMPOS
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MAURICIO GALVAO PEREIRA
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 26/05/2018

  • Mostrar Resumo
  • Como evento mais grave da medicina, a parada cardiorrespiratória (PCR) exige atendimento rápido e eficaz pela equipe interprofissional de forma integrada e colaborativa. O uso de simulação, a prática colaborativa e a educação interprofissional são estratégias capazes de melhorar o cuidado integral ao paciente, aprimorando não só habilidades técnicas como humanas. Esse trabalho descreve a experiência do treinamento integrado entre o estudante do último ano do curso de medicina com a equipe de saúde durante situação de emergência em ambiente simulado e tem como objetivo analisar o desempenho técnico e humano de estudantes e profissionais da enfermagem para a prática colaborativa e o trabalho em equipe durante o atendimento à parada cardiorrespiratória. Métodos: Trata-se de estudo quasi-experimental, envolvendo 50 estudantes do internato médico e 40 técnicos de enfermagem, em que foram avaliados os ganhos de desempenhos técnico e humano em reanimação cardiopulmonar (RCP), utilizando a ferramenta de avaliação de equipes TOSCE (Team Objective Structured Examination) durante estações de OSPE (Objective Structured Practical Examination), realizadas durante workshop de treinamento entre outubro de 2016 e julho de 2017. Foram preparadas duas estações simuladas, sendo uma de PCR extrahospitalar (PCRE) e outra intrahospitalar (PCRI), nas quais os participantes eram agrupados em duplas contendo um estudante e um técnico de enfermagem. Resultados: Houve incremento significante na média da avaliação cognitiva antes e após o treinamento, com de 5,9± 2,7 e 7,5± 1,8, respectivamente, p <0,001. De forma semelhante, o desempenho durante o OSPE também apresentou melhora significante na estação de PCR extrahospitalar, com mediana 16 antes e 22 após o treinamento (p <0,001). Os escores médios observados na estação de PCRI foram 20,8± 9,6 e 30,0± 8,9 antes e após a intervenção (p <0,001). A avaliação com o TOSCE mostrou que as habilidades humanas apresentaram expressiva melhora após o treinamento, tanto individual quanto em equipe. Individualmente observamos redução do percentual de participantes no estrato “abaixo do esperado” (63,9% vs 36,2%, p <0,001). O mesmo foi observado para as equipes (66,9% vs 37,5%, p <0,001). A avaliação do workshop mostrou que a estratégia de treinamento foi bem aceita e de fácil adaptação ao novo método de ensino-aprendizagem, para a  maioria dos participantes. Considerações finais: o uso da ferramenta TOSCE foi factível quando aplicado num cenário de emergência como estratégia de avaliação de grupos de caráter formativo, sendo bem aceito pelos participantes. Sua utilização proporcionou identificar fragilidades e domínios das habilidades não técnicas essenciais ao trabalho em equipe.

     


  • Mostrar Abstract
  • As a major medical event, cardiac arrest (CA) requires prompt and effective attendance by an integrated and collaborative interprofessional teamwork. The use of simulation, collaborative practice and interprofessional education are strategies capable of improving integral patient care, improving not only technical but also human skills. This paper describes the experience of the integrated training between the last year medical student and the health team during a simulated emergency situation and aims to analyze the technical and human performance of students and nursing professionals for the collaborative practice. Methods: This is a quasi-experimental study, involving 50 students from the medical internship and 40 nursing technicians, in which the gains of technical and human performance in cardiopulmonary resuscitation (CPR) were evaluated using team assessment tool, during training workshops between October 2016 and July 2017. Two simulated stations were prepared, one of extra-hospital (ECA) and the other in-hospital cardiac arrest (ICA), in which the participants were grouped into pairs containing a student and a nursing technician. Results: There was a significant increase in the mean of cognitive evaluation before and after training, with 5.9 ± 2.7 and 7.5 ± 1.8, respectively, p <0.001. Similarly, performance during OSPE also showed a significant improvement in the outpatient CA station, with a median of 16 before and 22 after training (p <0.001). The mean scores observed at the ICA station were 20.8 ± 9.6 and 30.0 ± 8.9 before and after the intervention (p <0.001). The evaluation with the TOSCE showed that the human abilities presented significant improvement after the training, both individual and in the team. Individually we observed a reduction of the percentage of participants in the "below-expected" stratum (63.9% vs 36.2%, p <0.001). The same was observed for the teams (66.9% vs 37.5%, p <0.001). The evaluation of the workshop showed that the training strategy was well accepted and easily adapted to the new teaching-learning method for most of the participants. Conclusions: the use of the TOSCE tool was feasible when applied in an emergency scenario as a formative strategy for the evaluation of groups, being well accepted by the participants. Its use has enabled us to identify weaknesses and domains of non-technical skills essential to teamwork.

     

10
  • MONALISA SOARES MARANHAO DE FREITAS MEDEIROS
  • A Educação para o Trabalho Interprofissional entre as Residências Médica e Multiprofissional em uma Maternidade Escola

  • Orientador : SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • JOSE JAILSON DE ALMEIDA JUNIOR
  • RITA SIMONE LOPES MOREIRA
  • Data: 05/06/2018

  • Mostrar Resumo
  • A partir da compreensão ampliada do conceito de saúde, várias estratégias vêm sendo implementadas, ao longo dos anos, tanto na formação, quanto na prática dos profissionais de saúde. Assim, surge a Educação Interprofissional em Saúde (EIP), considerada uma estratégia inovadora capaz de preparar alunos e profissionais para desenvolverem práticas colaborativas com vistas a garantir a integralidade da atenção à saúde. Porém, ainda há muitos desafios a serem vencidos, que vão desde questões curriculares, até novas interações de trabalho, troca de experiências e saberes, respeito às adversidades e, principalmente, maior integração com a equipe médica. Nesse sentindo, o objetivo desse estudo é compreender a percepção dos alunos das Residências Médica e Multiprofissional sobre o trabalho interprofissional desenvolvido entre eles em uma maternidade escola. O estudo é de caráter descritivo, exploratório, de natureza qualitativa, do tipo estudo de caso. O projeto teve aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa – UFRN. Os participantes da pesquisa foram 20 alunos da residência médica em ginecologia e obstetrícia, em neonatologia, e da residência multiprofissional. Os estudantes atuam há pelo menos 10 meses em uma maternidade escola da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, sendo esse o critério de inclusão. A coleta de dados foi realizada de dezembro de 2016 a janeiro de 2017, utilizando uma ficha de identificação e entrevistas semiestruturadas, mediante um roteiro previamente construído. As entrevistas foram transcritas, organizadas e codificadas na perspectiva de agrupar os relatos que apresentam similaridades entre opiniões e percepções. Na sequência, as transcrições foram analisadas por meio da temática categorial proposta por Bardin. Após a análise do material, emergiram quatro categorias, quais sejam: conceito sobre trabalho interprofissional; importância do trabalho interprofissional; abordagem interprofissional entre as residências médicas e multiprofissional; fragilidades para a efetivação da prática interprofissional. Os resultados sugerem a existência de algumas iniciativas de EIP promovidas entre as residências, porém, as experiências interprofissionais entre residentes médicos e multiprofissionais ocorrem apenas em alguns campos de prática. Em outros campos, as experiências não se desenvolvem ou acontecem de forma não legitimada. Dessa forma, há muitos desafios a serem superados para que a prática colaborativa entre os residentes médicos e multiprofissionais se efetive, na perspectiva das residências serem capazes de qualificar profissionais de saúde aptos à atuarem de forma interprofissional, com vistas ao cuidado integral à saúde das pessoas, das famílias e da comunidade. Nesse contexto, foi elaborado um Plano de Ação para a Promoção da Prática Interprofissional na Maternidade Escola Januário Cicco, que contempla ações que envolvem: mudanças nas estratégias de ensino, reorientação de atividades multiprofissionais existentes, inserção de práticas Interprofissionais, e ainda a elaboração de uma oficina de capacitação que pode ser aplicada tanto para residentes como para preceptores.


  • Mostrar Abstract
  • From the expanded understanding of the concept of health, several strategies have been implemented over the years, both in training and in the practice of health professionals. Thus, Interprofessional Education (IPE) emerges, considered an innovative strategy capable of preparing students and professionals to develop collaborative practices in order to guarantee the integrality of health care. However, there are still many challenges to be overcome, ranging from curricular issues to new work interactions, exchange of experiences and knowledge, respect for adversity and, above all, greater integration with the medical team. However, there are still many challenges to be overcome, ranging from curricular issues to new work interactions, exchange of experiences and knowledge, respect for adversity and, above all, greater integration with the medical team. In this sense, the purpose of this study is to understand the students' perception of the Medical and Multiprofessional Residences on Inter professional work developed among they in a maternity school. This is a descriptive, exploratory, qualitative type of case-study. The project was approved by the Research Ethics Committee (UFRN). Participants in the research were 20 medical residency students in gynecology and obstetrics, in neonatology, and multiprofessional residency. Students have been working for at least 10 months in a maternity school at the Universidade Federal do Rio Grande do Norte, which is the inclusion criterion. Data collection was performed from December 2016 to January 2017, using an identification form and semi-structured interviews, using a previously constructed script. The interviews were transcribed, organized and codified in order to group the reports that present similarities between opinions and perceptions. Subsequently, the transcriptions were analyzed through the categorical theme proposed by Bardin. After analyzing the material, four categories emerged, namely: Interprofessional work concept; Importance of interprofessional work; Interprofessional approach among medical and multiprofessional residences; weaknesses for effective professional practice interprofessional. The results suggest the existence of some IPE initiatives promoted among residences, however, Inter professional experiences between medical and multiprofessional residents occur only in some fields of practice. In other fields, experiences do not develop or happen in a non-legitimized way. Thus, there are many challenges to be overcome so that the collaborative practice among medical and multiprofessional residents becomes effective, in view of the residences being able to qualify health professionals capable of acting in an interprofessional manner, with a view to integral health care of people, families and the community. In this context, an Action Plan for the Promotion of Interprofessional Practice of the Maternidade Escola Januário Cicco was elaborated, which contemplates actions that involve: changes in teaching strategies, reorientation of existing multiprofessional activities, insertion of Inter professional practices, and the creation of a training workshop that can be applied to both residents and preceptors.

11
  • RUY MEDEIROS DE OLIVEIRA
  • DESENVOLVIMENTO DE UMA METODOLOGIA PARA CONSTRUÇÃO DE CURSOS MEDIADOS POR TECNOLOGIA A PARTIR DE MODELOS PRESENCIAIS: UM ESTUDO APLICADO AO MÉTODO CANGURU

  • Orientador : RICARDO ALEXSANDRO DE MEDEIROS VALENTIM
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALINE DE PINHO DIAS
  • ELOIZA DA SILVA GOMES OLIVEIRA
  • KARILANY DANTAS COUTINHO
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • RICARDO ALEXSANDRO DE MEDEIROS VALENTIM
  • Data: 06/06/2018

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O Curso presencial em Atenção Humanizada ao Recém-nascido de Baixo Peso: Método Canguru norteia uma política de Saúde Pública utilizada pelo Ministério da Saúde do Brasil a partir de 2000 e implantado na Maternidade Escola Januário Cicco a partir de 2002. Serve como modelo assistencial humanizado ao binômio mãe e recém-nascidos de baixo peso, contribuindo para redução da morbimortalidade neonatal e necessita de profissionais capacitados para entender e lidar com pacientes tão frágeis e vulneráveis às enfermidades, que mesmo banais se tornam agressivas. Objetivo: Desenvolver uma metodologia totalmente mediada por tecnologia para formação humana em saúde baseada no modelo presencial de ensino do método canguru. Metodologia: É uma pesquisa ação, em que parte do processo metodológico se baseia na investigação científica em bases teóricas para fundamentar ao desenvolvimento do trabalho e na aplicação de um fluxograma de criação de cursos mediados por tecnologia para cursos a distância desenvolvido pelo Laboratório de Inovação Tecnologia de Saúde e usado pela Secretaria de Ensino a Distância da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. A outra parte está centrada no ambiente de trabalho de três instituições públicas de saúde da cidade de Natal, do estado do Rio Grande do Norte. Serão descritos e mostrados momentos significativamente rotineiros e problemáticos na vida dos indivíduos que vivenciam as fases do método Canguru. Após o desenvolvimento do curso, o mesmo foi inserido no Ambiente virtual para oferta da modalidade a distância. Conclusão: A formação no método canguru, utilizando uma abordagem mediada por tecnologia na modalidade a distância, democratiza o acesso à educação permanente em saúde no Brasil. Com isso, milhares de profissionais e familiares terão acesso as condutas humanizadas do Método Canguru, o qual poderá servir de modelo para o Sistema Único de Saúde.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The Face-to-Face Course in Humanized Care for the Low-weight Newborn: Kangaroo Method has guided a Public Health policy used by the Ministry of Health, Brazil, from 2000 and implanted in the Maternidade Escola Juanuário Cicco since 2002. It has served as a humanized care model to the mother and Newborns of Low Weight binomial, contributing to the reduction of neonatal morbidity and mortality, and has required trained professionals to understand and deal with patients who are so fragile and vulnerable to illnesses that even banal have become aggressive. Objective: Developing a methodology totally mediated by technology for human training in health based on the face-to-face model of teaching from kangaroo method. Methodology: It is an action research in which part of the methodological process is based on scientific research in theoretical approach to support the development of work and in the application of a course creation flowchart, mediated by technology for distance courses developed by the Laboratory of Health Technology Innovation and used by the Secretaria de Educação a Distância of Federal University of Rio Grande do Norte. The other part is centered on the work environment of three public health institutions in Natal city, State of Rio Grande do Norte. Significantly routine and problematic moments in the lives of individuals experiencing the phases of the Kangaroo Mother method will be described and shown. After the development of course, it was inserted in the Virtual Environment to offer the distance modality. Conclusion: A kangaroo method training using a technology-based approach to distance mode has democratized access to continuing health education in Brazil. With this, thousands of professionals and families will have access to the humanized conducts of the Kangaroo Method, which can serve as a model for the Single Health System.

12
  • TELMA DE FATIMA VITALIANO DA SILVA VERAS
  • PERCEPÇÃO DO PRECEPTOR SOBRE SUA PRÁTICA EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO GERENCIADO PELA EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES - EBSERH

  • Orientador : JOSE DINIZ JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • JOÃO BOSCO FILHO
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 17/08/2018

  • Mostrar Resumo
  • No contexto da formação acadêmica, tanto na graduação quanto na pós-graduação, na modalidade lato sensu, das residências médica e multiprofissional, os preceptores são peças fundamentais para a consolidação da missão de um hospital universitário, no tocante à formação profissional. O presente estudo tem o propósito de compreeder a percepção dos preceptores sobre o processo de preceptoria em um hospital universitário gerenciado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH). Através de um estudo qualitativo, descritivo exploratório desenvolvido no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), com o uso da técnica de grupo focal. Participaram do estudo preceptores das Residências Médica e Multiprofissional com vínculos empregatícios RJU (Regime jurídico único - UFRN) e CLT (Consolidação das leis do trabalho -EBSERH), propositando-se assim, entender  as percepções a partir do vínculo trabalhista. De acordo com a Resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde (CNS), a pesquisa foi submetida ao Comitê de Ética e Pesquisa. Os profissionais em estudo compõem as várias profissões no contexto das Residências da saúde (Assistente Social, Enfermeiro, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Nutricionista, Médicos, Psicólogos), e os dados foram levantados a partir do grupo focal, realizado  em dois encontros, em março de 2017: um com servidores RJU e o outro com servidores CLT. A análise de dados se deu através da Análise temática Categorial de Bardin. Os dados obtidos indicaram que, servidores de ambos os vínculos tinham a percepção da relevância de sua participação no contexto da formação de futuros profissionais de saúde; da necessidade constante de sua qualificação, enquanto preceptor; da não valorização deste profissional, por parte da instituição independente do vínculo. Evidenciou-se a necessidade de se adotar, por parte desta, uma normatização, voltada a oportunizar melhorias para a sua execução, permitindo-lhes uma atuação pedagógica mais prazerosa e com uma performance melhor, concomitante a excelência na assistência à saúde.


  • Mostrar Abstract
  • In the context of academic training, both in graduation and postgraduate courses, in the lato sensu modality, of medical and multiprofessional residences, preceptors are fundamental pieces for the consolidation of the mission of a university hospital, regarding vocational training. The present study aims to show the perception of preceptors of a teaching hospital about the preceptor process in a university hospital managed by the Brazilian Company of Hospital Services (EBSERH). Through a qualitative, exploratory descriptive study developed at the University Hospital Onofre Lopes (HUOL), with the use of the focal group technique, performed during two years. The study included preceptors of the Medical and Multiprofessional Residences with RJU (Single Legal Regime - UFRN) and CLT (Consolidation of Labor Laws - EBSERH) employment contracts, aiming to analyze perceptions based on the labor relationship. According to Resolution 466/2012 of the National Health Council (CNS), the research was submitted to the Ethics and Research Committee being approved. The professionals make up the various professions in the context of Health Residencies (Social Worker, Nurse, Pharmacist, Physiotherapist, Nutritionist, Physicians, Psychologists), and data were collected from focus group interviews in two meetings: one with RJU servers and the other with CLT servers. The analysis of the data was done through BARDIN's Categorical Analysis. The data obtained indicated that the preceptors presented the same opinions on the questions raised. It was found that, the employers, had the perception of the relevance of their participation in the context of the training of future health professionals; of the constant need of his qualification, as preceptor; on the part of the institution, regardless of the link, evidencing the need to adopt, on the part of the latter, a normalization aimed at providing improvements for its execution, allowing them a more pleasant pedagogical performance and a better performance, concomitant with excellence in health care.
13
  • THIAGO DE LIMA PESSOA
  • Ensino de segurança do paciente em ambiente virtual de aprendizagem

  • Orientador : MARISE REIS DE FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS ALBERTO PEREIRA DE OLIVEIRA
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • PATRÍCIA PERES DE OLIVEIRA
  • ZENEWTON ANDRÉ DA SILVA GAMA
  • Data: 24/09/2018

  • Mostrar Resumo
  • Medicamentos podem gerar grandes benefícios na saúde quando são empregados de maneira correta e com conhecimento. Entretanto, os erros de medicação são comuns e causam sofrimento e custos financeiros que podem ser evitados. A mitigação da ocorrência de eventos adversos a medicamentos é tratada como prioridade na agenda política da Organização Mundial de Saúde (OMS), que recomenda a inclusão do conhecimento de segurança do paciente nos currículos das profissões de saúde e a educação permanente como medidas para reduzir riscos e evitar danos aos pacientes. Nesse contexto, o Ensino à Distância (EaD) surge como uma alternativa para a difusão das práticas seguras no processo de medicação, pois permite ao aluno a compatibilização do curso com suas possibilidades de horário, a realização no ritmo desejado e em qualquer espaço disponível. Desta forma, diante da demanda criada para a formação de profissionais em larga escala, foi desenvolvido um componente curricular sobre segurança no processo de medicação em ambiente virtual de aprendizagem. Deste modo, o presente estudo teve como objetivo avaliar a consistência, qualidade e efeitos de uma intervenção de educação à distância para a melhoria do conhecimento sobre medicação segura em profissionais e alunos da área da saúde. A metodologia do estudo teve delineamento quase-experimental não controlado com o desenvolvimento e avaliação de um módulo em ambiente virtual de aprendizagem Moodle, com carga horária de 30 horas. O módulo foi disponibilizado no Ambiente Virtual de Aprendizagem do Sistema Único de Saúde (AVASUS), em fevereiro de 2018, sendo ofertado para profissionais e alunos da área de saúde. Dois questionários de avaliação foram aplicados, respectivamente, um de satisfação com seis perguntas e testes de conhecimento (pré e pós) contendo 7 questões de múltipla escolha. Foram incluídos 731 participantes que concluíram o curso entre fevereiro e maio de 2018, para avaliação da percepção e da aprendizagem. O módulo em ambiente virtual foi bem avaliado como estratégia educacional, obtendo uma pontuação média de 0,95 ± 0,02, e com coeficiente de Cronbach satisfatório (0,8). Em relação ao nível de aprendizagem, após a aplicação dos testes pré e pós, foi observado um incremento na pontuação dos participantes de 8,2 para 8,9 (p < 0,05). Farmácia foi a categoria profissional com melhor desempenho de aprendizagem. A análise de variância pelo ANOVA permitiu identificar que os participantes com faixas etárias entre 33-41 (M = 8,7, DP = 1,7) anos e 42-76 anos (M = 9,0, DP = 1,4), obtiveram pontuações médias superiores nos testes em relação aos participantes com 17-26 anos (M = 8,0, DP = 2,0) e 27-32 anos (M = 8,3, DP = 1,9). Com isso, pode-se concluir que o ensino à distância é uma estratégia efetiva para o ensino de segurança do processo de medicação, ferramenta que pode ser utilizada para a inserção do tema segurança do paciente no currículo das profissões de saúde em nível de pós-graduação ou em processo de educação permanente.


  • Mostrar Abstract
  • Adverse events have major impact on patient safety, increases hospital stay and health care costs. The adoption of health care protocols and promotion of education on “Patient safety” subject are means that aims the reduction of health care related risks. Faced on this need to disseminate this issue, the Distance Education emerges as a viable strategy to health care students and professional’s capacitation. Thus, this study aims to assess the reaction and the learning of the students in relation to the virtual learning environment strategy. The method that was used in this study was an action-research-training with a development of an educational module — Patient safety on the medication process — and, through the Kirkpatrick’s model, were developed satisfaction questionnaires and tests to evaluate, respectively, the reaction and learning of the participants. From the sample of 185 participants, it was possible to identify that the module in a virtual environment was satisfactory as an educational strategy, obtaining a median score of 96.1% (93.0% - 97.3%) and a satisfactory Cronbach coefficient (0,8). Regarding the level of learning, after the pre and post-test application, the increase in grades (from 8.1 to 8.6) of the participants with statistical significance was observed (p <0.05). The virtual learning environment course presented dynamic and interactive content, providing a creative way to address the daily practice and risks inherent in the medication process. Thereby, we can conclude that the e-learning was effective as a capacitation strategy and can be used to disseminate others patient safety related subjects.

14
  • BÁRNORA THERESA DANTAS
  • ESTRATÉGIAS DE ENSINO-AVALIAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS DO TRABALHO EM EQUIPE NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE.

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO
  • JULIANA BALBINOT REIS GIRONDI
  • Data: 15/10/2018

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: Implantar o uso de estratégia ativa de ensino-aprendizagem e de avaliação para o desenvolvimento de competências para o trabalho em equipe entre alunos de uma Residência Multiprofissional em Saúde. Metodologia: pesquisa quase-experimental, de abordagem quantitativa e qualitativa, envolvendo residentes multiprofissionais de um hospital universitário nos anos de 2017 e 2018. O ensino do trabalho e educação  interprofissional utilizaram como estratégia a construção coletiva em pequenos grupos com o plano de groove. O trabalho em equipe foi avaliado com TOSCE (Team Objective Structured Clinical Examination). Resultado: as estratégias tanto de ensino quanto de avaliação foram utilizadas de forma inédita no programa de residência multiprofissional, sendo bem aceitas pelos participantes. Partindo da prática reflexiva interprofissional foi possível elaborar estratégias para o TIP e EIP, sendo a comunicação, o trabalho em equipe e as relações profissionais  as competências ressaltadas pelos profissionais/residente/aluno como de maior importância para tanto. , Considerações finais: As estratégias inovadoras permitiram dinamizar e aprimorar o desenvolvimento das competências para o TIP e EIP, sendo reconhecidas como momentos de efetivo de EIP durante a formação dos participantes.


  • Mostrar Abstract
  • Objective: To implement the use of an active teaching-learning and evaluation strategy for the development of skills for teamwork among students of a Multiprofessional Health Residency. Methodology: quasi-experimental, quantitative and qualitative approach involving multiprofessional residents of a university hospital in the years 2017 and 2018. The teaching of work and interprofessional education used as strategy the collective construction in small groups with the groove plan. Teamwork was assessed with TOSCE (Team Objective Structured Clinical Examination). Result: both teaching and assessment strategies were used unprecedented in the multiprofessional residency program, and were well accepted by the participants. Starting from the reflexive interprofessional practice, it was possible to elaborate strategies for TIP and EIP, being the communication, teamwork and professional relations the skills emphasized by the professionals / student / student as of greater importance for both. , Final considerations: Innovative strategies allowed to stimulate and improve the development of competences for TIP and EIP, being recognized as effective moments of EIP during the training of the participants.

15
  • ANA PAULA DE SOUZA SANTOS
  • Utilização da Aprendizagem baseada em Equipes (ABE) na capacitação de profissionais de enfermagem: contribuições para o desenvolvimento de competências em termorregulação neonatal 

  • Orientador : MARCELO DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO DOS SANTOS
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • NILBA LIMA DE SOUZA
  • TAYSSA SUELEN CORDEIRO PAULINO
  • Data: 29/10/2018

  • Mostrar Resumo
  • A qualidade da assistência requer capacitações em serviço que promovam a garantia de cuidados seguros ao recém-nascido. Existe uma lacuna do conhecimento em neonatologia que denota a necessidade de atividades de educação permanente dos profissionais de saúde, por meio de metodologias ativas que problematizem a formação no ambiente de trabalho e estimulem a aprendizagem significativa. O Team Based Learning (TBL) é um método de aprendizagem dinâmico, baseado em equipes, que proporciona um ambiente motivador e cooperativo. Objetivo: Analisar a apreensão do conhecimento e de habilidades sobre termorregulação neonatal em técnicos de enfermagem após capacitação baseada no TBL. Métodos: Estudo exploratório, quase-experimental, com dados quanti-qualitativos, envolvendo técnicos de enfermagem de uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). Resultados: Os dados sobre a capacitação em TBL revelaram que, na avaliação de preparo individual, os profissionais tiveram pontuações de 15 a 28 pontos, com mediana de 19 (47,5% do total de 40 pontos), considerado um desempenho insuficiente. Já em equipe, as pontuações variaram de 29 a 35 pontos e mediana de 30 (75%), em que todos foram considerados "suficientes". Foi aplicado um questionário após 6 meses da intervenção para avaliar os conhecimentos dos profissionais sobre o tema estudado. Esse evidenciou pontuações de 7 a 10 (70% a 100% da pontuação máxima de 10 acertos), com mediana de 8, ou seja, um desempenho superior ao alcançado no mesmo questionário pré-intervenção, com acertos de 5 a 8 questões (50% a 80%). A análise evidenciou significância estatística, em que o teste de Wilcoxon, considerando p<0,05 e confiança de 95%, mostrou que as pontuações em equipe do TBL foram superiores às pontuações individuais, pois Z =-2,93 e valor p = 0,003. O mesmo ocorreu com os acertos do questionário pré e pós-intervenção que também tiveram diferenças, uma vez que Z = -2,87 e p = 0,004. Os profissionais também foram avaliados no tocante às habilidades nos cuidados com a termorregulação do recém-nascido após 6 meses da intervenção, segundo um modelo elaborado de DOPS (Observação Direta de Habilidades Procedurais). As avaliações encontraram que 90,9% das observações com relação a aferição da temperatura do recém-nascido e ao registro foi "excelente"; 81,8% realizaram aferição da temperatura axilar do neonato na admissão na Uti neonatal; 90,9% pré-aqueceu a incubadora ou berço antes da admissão ou troca do equipamento. A umidificação da incubadora não foi muito frequente nas observações, pois apenas 18,2% utilizaram-na de forma "ótima" e 27,3% não ativaram ou usaram inadequadamente. Em relação à ocorrência de hipotermia no recém-nascido, todos os participantes realizaram cuidados para a sua reversão, em que 73,4% das observações da assistência prestada foram "excelentes” ou “ótima”. Os dados coletados sobre a percepção dos profissionais referente à capacitação com o uso do TBL mostraram que todos “concordaram” ou “concordaram totalmente” com o uso da metodologia, com a aprendizagem ter sido significativa e que o treinamento despertou o interesse em estudar mais sobre o assunto. Conclusão: O uso do TBL mostrou-se um método de ensino viável para aplicação em atividades de educação permanente de profissionais de saúde. A capacitação permitiu identificar lacunas do conhecimento e direcionar o feedback da aprendizagem, evidenciou diferença estatística na apreensão dos conhecimentos teóricos e uma avaliação satisfatória das habilidades após a intervenção. O estudo permitiu a implantação de Procedimento Operacional Padrão sobre Termorregulação neonatal, o desenvolvimento de proposta de plano de aula para sessões em TBL realizadas na educação permanente e sugere o modelo de DOPS como instrumento avaliativo da implementação de protocolos assistenciais por profissionais de saúde no local do estudo.


  • Mostrar Abstract
  • Quality nursing care at the Neonatal Intensive Care Unit (NICU) requires in-service training to promote the safe care of newborn (RN) thermoregulation. There is a knowledge gap in neonatology that indicates the need for continuing education activities of health professionals, through active methodologies that problematize training in the work environment and stimulate meaningful learning. Team-Based Learning (TBL) is a dynamic, team-based learning methodology that provides a motivating and cooperative environment. Objective: To analyze the apprehension of knowledge and skills about neonatal thermoregulation in nursing technicians after training based on TBL. Methods: An exploratory, quasi-experimental study with quantitative and qualitative data, involving nursing technicians from a Neonatal Intensive Care Unit (NICU). Results: The TBL training data revealed that, in the evaluation of individual training, through a questionnaire with 10 multiple choice questions, the professionals had scores of 15 to 28 points (equivalent to 4 to 7 correct answers), with a median of 19 points, considered an insufficient performance. Already in the team, the scores varied from 29 to 35 points and median of 30, in which all the teams achieved "sufficient" performance. The same questionnaire used in the training was applied after 6 months of intervention and evidenced scores of 7 to 10 correct answers, with a median of 8, that is, a performance superior to that reached before intervention. In the statistical analysis, considering p <0.05 and 95% confidence, the Wilcoxon test showed that the TBL team scores were higher than the individual scores (Z = -2.93) and statistically significant, p = 0.003. Likewise, the test showed that the correct answers to the individual questionnaire for TBL and post-intervention had differences, since Z = -2.87 and p = 0.004.  The professionals were also evaluated regarding the skills in the care of thermoregulation of the newborn after 6 months of the intervention, according to an elaborated model of DOPS (Direct Observation of Procedural Skills). The observations of the skills "routine gauging of the temperature of the newborn and during admission, temperatures recording and preheating of incubators and cribs" were evaluated as "excellent" in more than 75% of the observations. Incubator humidification for the preterm newborn was little used, as only 18.2% used it "optimally" and 27.3% did not activate or used inappropriately. Regarding the occurrence of hypothermia in the newborn, all participants underwent care to reverse it, in which 73.4% of the observations of the care provided were "excellent" or "great". The data collected on the perception of the professionals regarding the training with the use of TBL, showed that all "partially or totally agreed" with the methodology, with the learning was significant and that the training aroused the interest in studying more about the subject matter. Conclusion: The use of TBL was a viable teaching method for application in activities of permanent education of health professionals, and was well evaluated by the participants. The training in TBL performed influenced the improvement of pre and post-intervention scores, which may reflect improvement of knowledge acquired in relation to previous knowledge. It allowed to identify knowledge gaps and to direct the feedback of the learning, evidenced statistical difference in the apprehension of the theoretical knowledge and a satisfactory evaluation of the skills after the intervention. The study allowed the implantation of a Standard Operating Procedure on neonatal Thermoregulation, the development of a proposal of a lesson plan for TBL sessions held in permanent education, and suggests the DOPS model as an evaluation tool for the implementation of care protocols by health professionals at the study.

16
  • JULIO CESAR MENDES E SILVA
  • FORMAÇÃO HUMANÍSTICA NO CURSO DE FARMÁCIA DA UFRN: A PERCEPÇÃO DOS DOCENTES E CONCLUITES

  • Orientador : ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • JOSÉ RICARDO DOS SANTOS VIEIRA
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 30/10/2018

  • Mostrar Resumo
  • As Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) que orientam os Cursos de Graduação em Farmácia estabelecem uma formação crítica, reflexiva, humanista e generalista. O Curso de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) implantou o seu atual Projeto Político Pedagógico (PPC) baseado nestas diretrizes e, desde a sua implantação, em 2002, aproximadamente 950 farmacêuticos foram formados. Apesar dessas modificações, algumas características preocupantes como o extremo tecnicismo e uma limitada formação crítica e humanística perduram nesse processo formativo. Neste contexto, esta pesquisa teve como objetivo principal analisar a formação farmacêutica, sob a perspectiva humanística, na percepção dos docentes ativos e concluintes, no Curso de Farmácia da Instituição de Ensino Superior supracitada. Tratou-se, pois, de uma pesquisa descritiva do tipo estudo de caso com uma abordagem qualitativa. Já ao que concerne à obtenção dos dados da pesquisa, foi realizado grupo focal mediante roteiro semiestruturado.  Os sujeitos da pesquisa foram compostos por 08 docentes e 08 concluintes do curso. O resultado desta análise oferece como produto subsídios para discussões e reflexões durante a construção do novo Projeto Pedagógico do curso de Farmácia da UFRN, que está em revisão, e, também, norteará as modificações necessárias para a formação humanista prevista nas atuais DCN, publicada através da Resolução nº 6, de 19 de outubro de 2017. Ao final, a conclusão deste estudo apontou as fragilidades no processo ensino aprendizagem referente aos conteúdos humanísticos e o sentimento de despreparo dos egressos para assumir suas atribuições profissionais, conforme preconizado pelas DCN, apontando para a necessidade de reflexão sobre a inclusão formal de conteúdos relacionados à formação humanística no curso de Graduação em Farmácia da UFRN.


  • Mostrar Abstract
  • The National Curriculum Guidelines (DCN) that guide Pharmacy Undergraduate Courses establish critical, reflective, humanistic and generalist training. The Pharmacy Course of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN) implemented its current Political Pedagogical Project (PPC) based on these guidelines and, since its implementation in 2002, approximately 950 pharmacists were trained. Despite these changes, some worrying characteristics such as extreme technicality and limited critical and humanistic formation persist in this formative process. In this context, this research had as main objective to analyze the pharmaceutical formation, from the humanistic perspective, in the perception of the active and conclusive teachers, in the Pharmacy Course of the Institution of Higher Education mentioned above. It was, therefore, a descriptive research of the type of case study with a qualitative approach. As far as the data of the research were obtained, a focal group was carried out through a semi-structured script. The subjects of the research were composed by 08 professors and 08 graduates of the course. The result of this analysis offers as a product subsidies for discussions and reflections during the construction of the new Political Pedagogical Project of the UFRN Pharmacy course, which is under review, and will also guide the modifications necessary for the humanistic formation foreseen in the current DCNs, published through In the end, the conclusion of this study pointed to the weaknesses in the teaching-learning process regarding the humanistic contents and the feeling of unpreparedness of the graduates to assume their professional assignments, as recommended by the DCN, pointing to the need for reflection on the formal inclusion of contents related to humanistic training in the undergraduate course in Pharmacy at UFRN.

17
  • MARCELLE ALVES BORBA NEGROMONTE DE MACEDO
  • CURSO AUTOINSTRUCIONAL COMO FERRAMENTA PARA O ENSINO DA RADIOLOGIA DO SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO 

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELAINE LIRA MEDEIROS
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • VERA LUCIA GARCIA
  • Data: 06/11/2018

  • Mostrar Resumo
  • A Radiologia é uma especialidade médica que se desenvolveu enormemente com os avanços tecnológicos das duas últimas décadas, passando a ter um papel central na prática médica moderna. Essas mudanças têm gerado novas demandas para os educadores médicos, limitando o tempo de ensino e dificultando a atualização. A literatura evidencia lacunas na formação médica no ensino da Radiologia e na avaliação do sistema musculoesquelético, embora as queixas relacionadas a este sistema sejam muito frequentes na prática clínica.  Atualmente, há um uso crescente e um grande potencial para ferramentas eletrônicas na educação em saúde. Este trabalho teve por objetivo desenvolver um curso para o ambiente virtual de aprendizagem do SUS - AVASUS, voltado para o ensino mediado por computador da radiologia básica do sistema musculoesquelético, delineando o passo-a-passo no desenvolvimento do conteúdo pedagógico. O curso foi desenvolvido com o apoio de equipe multiprofissional utilizando as seguintes fases: treinamento de conteudista, elaboração do conteúdo, desenvolvimento tecnológico e editorial. O formato do curso é autoinstrucional com 6 unidades independentes, que abordam noções básicas da anatomia, orientações a respeito da escolha dos exames mais adequados e interpretação radiológica na avaliação das doenças mais prevalentes do sistema musculoesquelético, com ênfase na Reumatologia, considerando situações clínicas como ombro doloroso, dor no joelho, cervicalgia e lombalgia.


  • Mostrar Abstract
  • Radiology is a medical specialty that has developed enormously with the technological advances of the last two decades, playing a central role in modern medical practice. These changes have generated new demands for medical educators, limiting the teaching time and hindering update. The literature evidences gaps in medical training in the teaching of Radiology and in the evaluation of the musculoskeletal system, although complaints related to this system are very frequent in clinical practice. Currently, there is a growing use and a great potential for electronic tools in health education. This study aimed to develop a course for the virtual learning environment of SUS - AVASUS, focused on the computer-mediated teaching of the basic radiology of the musculoskeletal system, outlining the step-by-step in the development of pedagogical content. The course was developed with the support of multiprofessional team using the following phases: content author training, content elaboration, technological and editorial development. The format of the course is self-instructional with 6 independent units, which cover basic anatomy, guidelines for choosing the most appropriate exams and radiological interpretation in the evaluation of the most prevalent diseases of the musculoskeletal system, with an emphasis on Rheumatology, considering clinical situations such as shoulder pain, knee pain, neck pain and low back pain.

18
  • ANA VALERIA COUTINHO DA CAMARA ROCHA
  • IMPLANTAÇÃO E ANÁLISE DA AVALIAÇÃO PELO DOPS NO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM ENDOSCOPIA DIGESTIVA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • JORGE CARVALHO GUEDES
  • Data: 12/11/2018

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: A avaliação de caráter formativo pode ser parte integrante de todo processo de ensino-aprendizagem, podendo contribuir para a melhoria de ferramentas didáticas e eventuais ajustes no conteúdo programático da residência. OBJETIVO: O objetivo desse estudo é descrever a implantação de um modelo de avaliação de desempenho do residente no Programa de Residência Médica de Endoscopia Digestiva (PRMED) utilizando o DOPS, (Direct Observation of Procedural Skills ou Observação Direta das Habilidades em Procedimentos), bem como capacitar os preceptores para utilizá-lo e analisar a compreensão de todo o processo por parte dos residentes e preceptores. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo exploratório, prospectivo, do tipo pesquisa ação, desenvolvido entre novembro de 2016 e fevereiro de 2018, realizado no setor de Endoscopia Digestiva do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), envolvendo seis residentes e seis preceptores do PRMED do HUOL.  A primeira etapa do estudo consistiu na realização de curso de capacitação dos preceptores para avaliação das habilidades práticas, através do DOPS.  A segunda compreendeu a utilização dessa ferramenta na prática. E a última etapa baseou-se na realização de entrevistas semiestruturadas com os residentes e preceptores, sobre o processo de implantação do DOPS. RESULTADOS: A maioria dos preceptores do PRMED participou do curso (70%). Apenas um deles havia participado anteriormente de curso de capacitação. Ao final do curso, todos os participantes se sentiram capacitados em realizar avaliações dos residentes utilizando o DOPS e acharam possível sua incorporação na rotina do trabalho. Ao final do período das avaliações, a maioria dos preceptores (66,7%) afirmou não saber fornecer feedback formativo antes de ter feito o treinamento e  encontraram dificuldade, pelo menos algumas vezes,  em realizá-lo na prática. Todos eles acharam a experiência de avaliação através do DOPS, satisfatória. Em relação aos residentes, 83,4% deles afirmaram que nunca haviam sido avaliados na prática no hospital. Todos eles relataram melhora na realização dos procedimentos endoscópicos com a implantação das avaliações de desempenho. Todos os residentes também afirmaram que se sentiram confortáveis em receber o feedback na maioria das vezes ou em todas as ocasiões. CONCLUSÃO: Assim observou-se que a incorporação do DOPS foi possível através da habilitação dos preceptores para sua adequada utilização e do reconhecimento por parte destes e dos residentes de seu papel formativo e, portanto, de grande importância para o processo de ensino aprendizagem. 


  • Mostrar Abstract
  • Formative assessment can be part of the teaching-learning process, and can contribute to the improvement of didactic tools. The aim of this study is to describe the implementation of a trainee’s performance assessment tool in the Medical Residency Program of Digestive Endoscopy (PRMED) using the DOPS instrument (Direct Observation of Procedural Skills), and to develop preceptor's qualification in performing evaluation of the endoscopic skills. Moreover, we analyzed the trainees and preceptor’s meaning and perception of this process. This is a qualitative, prospective, exploratory and interpretive research, carried out from November 2016 to February 2018, in the Onofre Lopes University Hospital Endoscopic Unit. The study population was the Gastroenterology and Digestive System Surgery’s trainees, who underwent their training during the study period and who accepted to participate in it.  This study comprised three steps: The first one comprised a PRMED preceptor training course to conduct performance assessments using the DOPS tool.  The second one was the DOPS tool use in the workplace. The last step consisted of trainees and preceptor’s semi-structured interviews in order to understand how they understood the implantation DOPS process.  Results: Most PRMED preceptors participated in the course (70%). Only one of the preceptors had previously participated in a training course. At the end of the course, all participants felt capable to conduct residents' assessments using the DOPS and felt it was possible to incorporate it into the workplace routine. The majority of preceptors (66.6%) stated that they did not know how to provide formative feedback before the course. .At the end of the assessment period, 66.6% of the preceptors stated that they found it difficult to give feedback a few times. They all found the experience of scoring through DOPS, satisfactory. Regarding trainees, all reported that the evaluations provided them with improved endoscopic procedures. About 83,4% of them stated that they had never been evaluated in practice in that hospital. Everyone felt comfortable receiving feedback in most of the time or on all occasions. Conclusion: It was noticed that the implementation of the DOPS was possible through the preceptors training course, allowing the suitable tool use, and through the recognition by preceptors and trainees of its formative aim and, therefore, of great importance for the teaching learning process. 

19
  • ALEXANDRE HENRIQUE BEZERRA GOMES
  • Implementação da avaliação por competência da oftalmologia no curriculo médico generalista

  • Orientador : JOSE DINIZ JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • ELAINE LIRA MEDEIROS
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • MAIRA TIYOMI SACATA TONGU NAZIMA
  • Data: 28/11/2018

  • Mostrar Resumo
  • A educação médica vem passando por um processo gradativo de reformulação do seu modelo pedagógico centrado no aluno, na qualificação do processo ensino-aprendizado e na utilização de novas metodologias avaliativas que sejam mais condizentes com as habilidades necessárias para a formação de um médico mais humanista e generalista. As disciplinas mais especializadas dos cursos médicos sofrem com esse paradigma de como se inserirem nesse contexto universal, assim a avaliação por competências surge como um alternativa na busca de selecionar as melhores habilidades a serem trabalhadas para a formação dessas competências clínicas. O objetivo deste estudo foi sistematizar a avaliação dos alunos da disciplina de oftalmologia do curso de medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) através de uma avaliação de habilidades, Exame Cínico Estruturado por Estações (OSCE), partindo de uma definição clara e objetiva das habilidades a serem enfatizadas nessa etapa da formação médica continuada. Trata-se de um estudo prospectivo de intervenção realizado de janeiro a dezembro de 2016, na disciplina de oftalmologia da UFRN, envolvendo professores, monitores, residentes de oftalmologia e alunos do oitavo período do curso médico da instituição. O projeto implantou na disciplina uma avaliação por competência como ferramenta de ensino-aprendizagem, estabelecendo uma nova grade curricular normativa de ensino teórico-prático para ser ofertada de forma mais condizente com a realidade atual da educação médica, adequando o momento prático da disciplina à visão universalizada da medicina.


  • Mostrar Abstract
  • Medical education is going through a gradual process of reformulation of its pedagogical model centered on the student, of the teaching-learning process and of using new evaluative methodologies which match better the skills necessary for preparing a more humanistic and generalist physician. The more specialized disciplines of medical courses suffer from this paradigm of how to fit in this universal context, so the evaluation by competences emerges as an alternative in the search to select the most essential skills to teach in the medical school. The aim of this study was to systematize the evaluation of students of the ophthalmology discipline of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN) through a skills assessment, Objective Structured Clinical Examination (OSCE), based on a clear and target evaluation of the skills. This is a prospective intervention study carried out from January to December 2016, in the ophthalmology discipline of UFRN, involving Professors, monitors, ophthalmology medical residents and students of the eighth period (out of twelve periods) of the institution’s medical course. The project implemented a competences assessment as a teaching-learning tool in the discipline, offering a new normative theoretical-practical curriculum, which is under the current reality of medical education, adapting the practical moments of the discipline to the generalist vision of medicine.

20
  • LARISSA CYNTHIA CESAR RODRIGUES
  • AVALIAÇÃO DA HABILIDADE DE COMUNICAÇÃO DOS ESTUDANTES DE MEDICINA PARA O ACONSELHAMENTO PRÉ-TESTE HIV NO PRÉ-NATAL

  • Orientador : REGINALDO ANTONIO DE OLIVEIRA FREITAS JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAGDA MOURA DE ALMEIDA PORTO
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • REGINALDO ANTONIO DE OLIVEIRA FREITAS JUNIOR
  • Data: 03/12/2018

  • Mostrar Resumo
  • As Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de graduação em
    Medicina preconizam a ênfase na habilidade de comunicação para
    o profissionalismo do egresso em todas as áreas da formação
    médica. Promover o desenvolvimento da habilidade de
    comunicação efetiva para a competência clínica representa um
    desafio para a educação médica. O presente estudo objetivou
    contribuir para o desenvolvimento da habilidade de comunicação
    durante a formação médica por meio de estratégia de ensino e
    aprendizagem que utilizou como ferramenta o aconselhamento préteste
    HIV no pré-natal. Trata-se de estudo de caso exploratório com
    abordagem qualitativa. Trinta estudantes do Internato em
    Tocoginecologia participaram de OSCE, gravado em áudio e video,
    direcionado para conhecimentos específicos e habilidades para
    comunicação efetiva no tema. Uma estratégia de feedback
    individual que contou com a análise conjunta do vídeo e avaliação
    de critérios estabelecidos no checklist objetivou o caráter formativo
    da avaliação e o estímulo à habilidade reflexiva sobre as
    necessidades de aprendizagem, com alto grau de satisfação por
    parte dos estudantes. A autopercepção dos estudantes sobre sua
    participação na estratégia foi avaliada por meio das técnicas de
    Análise de Conteúdo Temática Categorial e Discurso do Sujeito
    Coletivo, sugerindo a potencialidade do método para os objetivos
    propostos. A análise geral dos dados revela um baixo desempenho,
    sobretudo quanto aos conhecimentos específicos necessários à
    comunicação efetiva para o aconselhamento pré-teste HIV no prénatal.
    Formar médicos hábeis para a comunicação efetiva
    pressupõe a valorização e o desenvolvimento de estratégias de
    ensino e aprendizagem especificamente planejadas para esse fim
    inseridas em seus currículos de graduação.


  • Mostrar Abstract
  • The National Curriculum Guidelines for medical undergraduate
    courses underscores the emphasis on communication skills for
    recently graduated professionals in all areas of medical education.
    Promoting the development of effective communication skills for
    clinical competence poses a challenge for medical education. The
    present study aims to contribute to the development of
    communication skills during medical education through a teaching
    and learning strategy that uses prenatal HIV pre-test counseling as
    a tool. This is an exploratory case study with a qualitative
    approach. Thirty students from the Internship in Tocoginecology
    participated in OSCE, and in recorded audio and video, were
    directed to specific knowledge and skills for effective
    communication in the theme. An individual feedback strategy that
    included the joint analysis of the video and evaluation of
    established criteria in the checklist aimed at the formative character
    of the evaluation and the stimulus to the reflexive ability on the
    learning needs, with a high degree of satisfaction on the part of the
    students. The students' self-perception about their participation in
    the strategy was evaluated through the techniques of Categorical
    Thematic Content Analysis and Collective Subject Discourse,
    suggesting the potential of the method for the proposed objectives.
    The general analysis of the data reveals a poor performance,
    especially regarding the specific knowledge required for effective
    communication for prenatal HIV pre-test counseling. Training
    qualified physicians for effective communication presupposes the
    appreciation and development of teaching and learning strategies
    specifically designed for this purpose inserted in their
    undergraduate curricula.

21
  • CARLOS EDUARDO ROCHA CORREIA
  • DESENVOLVIMENTO DE UMA FERRAMENTA DIGITAL PARA AUXÍLIO NA EDUCAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA SAÚDE SOBRE A DETERMINAÇÃO DE MORTE ENCEFÁLICA.

  • Orientador : CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • PEDRO BRAGA NETO
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 13/12/2018

  • Mostrar Resumo
  • Com o avanço tecnológico da Medicina, pacientes passaram a ser mantidos através de ventilação mecânica e drogas vasoativas apesar da lesão completa e irreversível do encéfalo. O diagnóstico preciso da Morte Encefálica (ME) reduz custos, abrevia o sofrimento da família, aumenta a disponibilidade de leitos em terapia intensiva e a oferta de órgãos para transplante. Diretrizes foram criadas para uniformizar os parâmetros diagnósticos, mas o conhecimento dos estudante de medicina e profissionais médicos tem se mostrado insuficiente. Com objetivo de fornecer uma ferramenta de ensino pra auxiliar na capacitação de profissionais da saúde, foi desenvolvido um aplicativo para computadores e dispositivos móveis com as orientações necessárias para determinação de ME, utilizando imagens, vídeos e conteúdo interativo. Foram utilizados softwares para criação e animação de modelos 3D (Makehuman e Blender) e uma plataforma de criação de jogos digitais (Unity). Versões para os principais sistemas operacionais (iOS, Android, MacOS, Windows e Linux) serão disponibilizadas em repositórios na internet e lojas de aplicativos móveis.


  • Mostrar Abstract
  • With the technological advancement of Medicine, patients began to be maintained through mechanical ventilation and vasoactive drugs despite the complete and irreversible brain injury. Accurate diagnosis of brain death (BD) reduces costs, shortens the family's suffering, and increases the availability of intensive care beds and organs for transplantation. Guidelines were created to standardize diagnostic parameters, but the knowledge of medical students and medical professionals has been proved insufficient. To provide a teaching tool to assist health professionals’ training, an application for computers and mobile devices with the necessary guidance for BD determination using images, videos and interactive content was developed. A software to create and animate 3D models (Makehuman and Blender) and a game development platform (Unity) were used. Versions for all the major operating systems (iOS, Android, MacOS, Windows and Linux) will be made available in online repositories and mobile application stores.

22
  • MARCELO HENRIQUE TAVARES MARINHO
  • Oferta educacional sob ventilação mecânica com foco na segurança do paciente para equipe multiprofissional da UTI adulto de um Hospital Universitário

  • Orientador : MARISE REIS DE FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CAROLINA KOSOUR
  • IVAN DANIEL BEZERRA NOGUEIRA
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • Data: 20/12/2018

  • Mostrar Resumo
  • Ventilação mecânica (VM) é um recurso terapêutico de grande relevância enquanto suporte à vida, que está associada a riscos à saúde dos pacientes quando utilizada de forma inadequada. O presente estudo teve como objetivos desenvolver um modelo de ensino para melhorar o aprendizado sobre VM, com foco na segurança do paciente para os profissionais da equipe multiprofissional de um Hospital Universitário, elaborar e validar conteúdo de um checklist para monitorização respiratória dos pacientes em ventilação mecânica visando a redução de erros. Trata-se de uma pesquisa-ação realizada na UTI de um Hospital Universitário, no período de outubro 2017 a abril 2018, em 4 etapas: desenvolvimento do checklist, validação do checklist, elaboração do curso e treinamento da equipe, e avaliação dos resultados do treinamento. O checklistCuidados respiratórios do paciente em ventilação mecânica, contemplou os seguintes parâmetros e/ou informações: Dados do paciente, Checagem prévia do teste do ventilador, Avaliação gasométrica, Monitorização respiratória e Monitorização do ventilador. Utilizamos um questionário com nove questões idênticas antes e após o treinamento. Foram treinados 53 profissionais, dos quais 47,2% eram técnicos de enfermagem e 28,3% eram enfermeiros. Apenas 18,9% dos profissionais relataram treinamento anterior em ventilação mecânica com foco na segurança do paciente. Utilizamos o teste não-paramétrico de McNemar para avaliar os dados do questionário. Encontramos que 22,6% reconheciam ter conhecimento para manusear o ventilador mecânico com segurança antes do treinamento, percentual que ascendeu para 58,5% (p<0,05). Os profissionais reconheceram ter melhorado sua capacidade para o manejo dos alarmes do ventilador, em relação a frequência de checagem dos alarmes, ajustes dos alarmes e o que fazer no caso de falha do ventilador mecânico. Conseguimos através do curso melhorar o aprendizado dos participantes sobre a ventilação mecânica com foco na segurança do paciente na maioria dos itens avaliados (5/7), bem como, elaborar e validar um checklistpara sistematizar o suporte respiratório aos pacientes em VM.


  • Mostrar Abstract
  • Mechanical Ventilation (MV) is a therapeutic resource of great relevance as life support, which is associated with risks to the health of patients when used inadequately. The aim of this study was to develop a teaching model to improve learning about MV, focusing on patient safety for professionals of the multidisciplinary team of a university Hospital, to elaborate and validate content of a Checklist for respiratory monitoring of patients on mechanical ventilation aiming to reduce errors. This is an action research conducted in the ICU of a university Hospital, in the period from October 2017 to April 2018, in 4 stages: development of the checklist, validation of the checklist, preparation of the course and training of the team, and evaluation of the results of Training. The checklist, respiratory care of the patient in mechanical ventilation, contemed the following parameters and/or information: Patient data, previous check of ventilator test, gasometric evaluation, respiratory monitoring and monitoring of Fan. We used a questionnaire with nine identical questions before and after the training. 53 professionals were trained, of whom 47.2% were nursing technicians and 28.3% were nurses. Only 18.9% of the professionals reported previous training in mechanical ventilation with a focus on patient safety. We used the non-parametric McNemar test to evaluate the questionnaire data. We found that 22.6% recognized having knowledge to handle the mechanical ventilator safely before the training, a percentage that amounted to 58.5% (P < 0.05). The professionals recognized having improved their ability to manage the ventilator alarms, in relation to the frequency of checking alarms, adjusting the alarms and what to do in case of failure of the mechanical ventilator. We managed to improve the participants ' learning about mechanical ventilation with a focus on patient safety in most of the items evaluated (5/7), as well as to elaborate and validate a checklist to systate respiratory support to Patients in MV.

23
  • LARISSA GOMES DA SILVA
  • PRECEPTORIA NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE NO PROGRAMA DE TERAPIA INTENSIVA ADULTO: PERFIL DOS PROFISSIONAIS E DIFICULDADES ENFRENTADAS 

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • LILIAN LIRA LISBOA
  • DIANA PAULA DE SOUZA REGO PINTO CARVALHO
  • Data: 27/12/2018

  • Mostrar Resumo
  • Nos Programas de Residência Multiprofissional em Saúde (RMS), o preceptor geralmente desempenha tanto o papel de profissional da saúde quanto de supervisor de práticas, desenvolvendo atividades de assistência e de ensino, ficando muitas vezes sobrecarregados. O objetivo do estudo é identificar o perfil dos preceptores do Programa de RMS, com área de concentração em Terapia Intensiva Adulto, do Hospital Universitário Onofre Lopes - UFRN - EBSERH e as dificuldades que enfrentam no desempenho de suas atividades. Trata-se de um estudo de campo, descritivo, mediante documentação direta, onde foi utilizado um questionário semiestruturado e autoaplicável, com um roteiro preestabelecido, a ser respondido pelos preceptores, de forma sigilosa, com amostra por conveniência. As respostas às questões objetivas serão apresentadas de forma descritiva e as questões abertas, conforme a Análise de Conteúdo Temática Categorial de Bardin. Todos os participantes assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. A amostra foi composta por 52 profissionais de diversas áreas da saúde, em grande parte mulheres, com média de idade de 38 anos. O tempo médio de formação foi de 14 anos e de preceptoria de 4 anos. Os resultados  apontam que a maioria dos preceptores não está realizada com sua situação de preceptor, nem se sente capacitada para exercer tal função, embora revele disposição para a capacitação, mesmo considerando que existe pouco incentivo, visto que a gestão exige compensação de horários quando estes participam de algum treinamento. Na analise das respostas abertas, após a leitura exaustiva do material, emergiram 4 categorias, classificadas a prioi: “Motivação”, “Papel do Preceptor”, “Desafios” e “Proposições” que remetem ao baixo incentivo à capacitação técnica, assim como para a preceptoria, à carga horária de trabalho não  adaptada à realidade da atividade de preceptoria, às dificuldades no campo da infraestrutura que consideram inadequada ao ensino e, finalmente, às propostas de melhorias que vem ao encontro de minimizar essas dificuldades. Parte desses resultados é corroborado pelos relatos da literatura, que indicam como principais dificuldades em outros Programas, a falta de incentivo profissional, financeiro e de conciliar a assistência com a preceptoria.  Dessa forma, será necessário uma grande unidade entre a gestão institucional, coordenadores de Programas e preceptores a fim de que essas dificuldades sejam superadas.


  • Mostrar Abstract
  • In Residência Multiprofissional em Saúde (RMS), preceptor has usually performed both the role of health professional and supervisor of practices, developing assistance and teaching activities, often being overloaded. The aim of study is to identify the preceptors’ profile the RMS Program, with concentration area in Adult Intensive Care, at the University Hospital Onofre Lopes – UFRN – EBSERH and the difficulties they have faced in  performance of their activities. It is a descriptive field study, through direct documentation, in which a semi-structured and self-administered questionnaire was used, with a pre-established script to be answered by preceptors, in a secretive manner, with a sample for convenience.  Answers to the objective questions will be presented descriptively and the open questions, according to the Bardin Categorical Thematic Content Analysis. All participants signed the Informed Consent Term. Sample consisted by 52 professionals from several health areas, mostly women, with a mean age by 38 years. The average training time was 14 years and 4 years preceptory. Results have indicated that the most of preceptors are not fulfilled with their preceptor status, nor do they feel able to perform this function, although have revealed a willingness to qualify, even considering that there is little incentive, since management has required compensation of schedules when these have participated in some training. In analysis of the open answers, after exhaustive reading of the material, four categories emerged, classified as prioi: "Motivation", "Role of the Preceptor", "Challenges" and "Propositions", which have referred to the low incentive to technical training, the preceptory, the working hours not adapted to the reality of the preceptory activity, in addition to difficulties in the field of infrastructure that they have considered inadequate to the teaching, and, finally, to the proposals of improvements that come to the minimization of these difficulties. Some of these results are corroborated by the literature reports, which have  indicated as main difficulties in other programs, the lack of professional and financial incentive and to conciliate the assistance with the preceptory. In this way, a great unity will be necessary among the institutional management, program coordinators and preceptors in order to overcome these difficulties.

24
  • MARIA GORETTE LOURENCO DA SILVA ARAGAO
  • SEGURANÇA DO PACIENTE: EFEITOS DE UMA INTERVENÇÃO EDUCACIONAL PARA ESTUDANTES DE MEDICINA

  • Orientador : PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • DIANA PAULA DE SOUZA REGO PINTO CARVALHO
  • Data: 27/12/2018

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A assistência segura à saúde converteu-se em um indicador de qualidade e destina-se a prevenção dos eventos adversos, tais como: quedas, erros na administração de medicamentos, falhas na identificação do paciente, erros cirúrgicos, infecções hospitalares, manuseio inadequado de dispositivos e equipamentos médico-hospitalares. O ensino desta temática nos cursos de graduação é estimulado pelo guia curricular da organização mundial de saúde e pelo programa nacional de segurança do paciente, apesar de ainda ser incipiente nos currículos dos cursos médicos. No Curso de Medicina da UFRN, é oferecida como disciplina optativa, mas com pouca participação dos estudantes. Este projeto teve como objetivo analisar o conhecimento e introduzir um curso sobre segurança do paciente para alunos de medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no início das atividades do internato.

    Metodologia: Estudo quase experimental, longitudinal, com abordagem quantitativa. A população foi composta por discentes do curso médico da UFRN, durante estágio curricular obrigatório, realizado no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), no período de janeiro a junho de 2017. Um questionário estruturado com perguntas fechadas, utilizando a escala de Likert, foi aplicado aos estudantes no início e no final do estágio para avaliar seu conhecimento acerca de assistência segura. Também realizaram uma prescrição médica para um caso clínico predeterminado no início e no final do estágio, que foi avaliada através de indicadores de prescrição segura. Os alunos participaram de um curso ministrado por docentes e membros do Núcleo de Segurança do Paciente do HUOL.

    Resultados: Participaram 137 estudantes, que iniciavam o internato no momento da intervenção. Quanto ao questionário inicial, notamos um conhecimento deficiente sobre segurança do paciente, onde somente 15% ou menos dos alunos estudaram políticas públicas ou afirmavam conhecer o Programa Nacional de Segurança do Paciente. Após o curso, correu melhora significativa na resposta de vários itens. Na atividade da prescrição médica, ocorreu melhora na conformidade dos itens de prescrição médica, comparativamente entre os momentos das avaliações (antes e depois) nos alunos de medicina.  
    Conclusão: O conhecimento sobre segurança do paciente é frágil nos estudantes do internato de medicina da UFRN e ocorreu melhora significativa com a participação no curso introdutório sobre segurança do paciente.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Safe health care has become an indicator of quality and is intended to prevent adverse events, such as: falls, errors in medication administration, patient identification failures, surgical errors, hospital infections, improper handling of medical devices and equipment. The teaching of this subject in undergraduate courses is stimulated by the curriculum guide of the world health organization and by the national program of patient safety, although still incipient in the curricula of medical courses. At the UFRN Medical Course, it is offered as an elective course, but with little student participation. This project aimed to analyze the knowledge and introduce a course on patient safety for medical students of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN), at the beginning of the boarding activities.

    Methodology: A quasi-experimental, longitudinal study with a quantitative approach. The population was composed of students of the UFRN medical course, during a compulsory curricular course, held at the University Hospital Onofre Lopes (HUOL), from January to June 2017. A questionnaire structured with closed questions using the Likert scale was applied to students at the beginning and end of the internship to evaluate their knowledge about safe care. They also performed a medical prescription for a predetermined clinical case at the beginning and end of the stage, which was evaluated through safe prescription indicators. The students participated in a course taught by teachers and members of the HUOL Patient Safety Center.

    RESULTS: 137 students participated, who started the internship at the time of the intervention. Regarding the initial questionnaire, we noticed poor knowledge about patient safety, where only 15% or less of the students studied public policies or claimed to know the National Patient Safety Program. After the course, there was a significant improvement in the response of several items. In the medical prescription activity, there was an improvement in the compliance of medical prescription items, comparatively between the moments of evaluations (before and after) in medical students.

    Conclusion: Knowledge about patient safety is fragile in UFRN medical students and there has been significant improvement with participation in the introductory course on patient safety.

2017
Dissertações
1
  • ISMAEL SOARES PEREIRA
  • A competência em informação dos estudantes de Medicina da Escola Multicampi de Ciências Médicas do Rio Grande do Norte

  • Orientador : JOSE DINIZ JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDREA VASCONCELOS CARVALHO
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • NELSON FILICE DE BARROS
  • PAULO MARCONDES CARVALHO JUNIOR
  • Data: 20/02/2017

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho analisa a competência em informação dos estudantes do Curso de Graduação em Medicina da Escola Multicampi de Ciências Médicas do Rio Grande do Norte, na perspectiva do acesso eficiente à literatura científica. É um estudo descritivo com abordagem quantitativa que, mediante levantamento censitário, explora a percepção e o desempenho da competência em informação de 37 alunos do quarto semestre. Utiliza questionário como instrumento de coleta de dados, sendo esse adaptado do modelo aplicado por Guerrero (2009), composto por 20 questões fechadas. Constata que os discentes selecionam adequadamente as palavras-chave que melhor representam o assunto de um problema de pesquisa e estão habituados a usar catálogos de bibliotecas. Identifica que apesar da preferência pela internet para acessar a literatura científica, a maioria sente dificuldades em realizar pesquisas nas bases remotas de dados, destacando como principal limitação o uso de recursos de busca. O método de truncamento é pouco utilizado por eles e muitos não sabem para que serve. Boa parte também não compreende as funções dos operadores lógicos booleanos. Por meio de autoavaliação e análise individual de desempenho, confirma a necessidade de aperfeiçoar nos estudantes as habilidades técnicas necessárias ao acesso efetivo de informações científicas. Recomenda a implementação de um módulo específico na grade curricular do curso ou a realização periódica de oficinas na biblioteca como alternativas para desenvolver a competência em informação. Conclui que essa competência é bastante relevante para a formação dos futuros médicos, pois possibilita a eles adquirir conhecimentos para usar tecnologias e informações em prol dos cuidados de saúde da população.


  • Mostrar Abstract
  • This work analyzes the information literacy of students of the Medical Graduation Course of Multicampi School of Medical Sciences from Rio Grande do Norte, in the perspective of efficient access to scientific literature. It is a descriptive study with quantitative approach that, through a census survey, explores the perception and performance of the information literacy of 37 students fourth semester. It uses a questionnaire as a data collection instrument, which is adapted from the model applied by Guerrero (2009), composed of 20 closed-type questions. Note that students select appropriately the keywords that best represent the subject of a search problem and are accustomed to using library catalogs. It identifies that despite the preference for the internet to access the scientific literature, most of them find it difficult to conduct searches on the remote databases, highlighting as the main limitation the use of search resources. The truncation method is little used by them and many do not know what it is for. Much of it does not understand the functions of Boolean logic operators. Through self-assessment and individual performance analysis, it confirms the need to perfect in students the technical skills necessary for effective access to scientific information. It recommends the implementation of a specific module in the curriculum of the course or the periodic realization of workshops in the library as alternatives to develop information literacy. It concludes that this competence is very relevant for the training of future doctors, since it enables them to acquire knowledge to use technologies and information for the health care of the population.

2
  • REBECA MARIA DE MEDEIROS VIEIRA
  • NA HORA QUE EU CHEGUEI LÁ, QUIS IR EMBORA: NARRATIVAS E MEMÓRIAS DE DOCENTES MÉDICOS SOBRE O ENSINO BASEADO NA COMUNIDADE

  • Orientador : LUCAS PEREIRA DE MELO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCAS PEREIRA DE MELO
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • MERCES DE FATIMA DOS SANTOS SILVA
  • BEATRIS CRISTINA POSSATO
  • Data: 26/05/2017

  • Mostrar Resumo
  • A Educação Médica no brasil passa, atualmente, por grandes transformações curriculares e o Ensino Baseado na Comunidade se tornou potencial cenário do processo de ensino-aprendizagem. A Escola Multicampi de Ciências Médicas da UFRN (EMCM) foi criada na perspectiva dessa mudança de currículo e formação de profissionais com pensamento crítico e reflexivo, com inserção desde o primeiro semestre no ambiente da comunidade. Os docentes médicos que atuam nesse contexto foram formados no modelo de ensino médico tradicional, onde o ensino na comunidade não existia ou era pouco explorado. Sendo assim, observou-se a necessidade de compreender como as memórias da formação médica acionadas no ambiente da comunidade se expressam na experiência de ensino na comunidade dos docentes médicos da EMCM. O estudo é fundamentado na abordagem qualitativa, a técnica utilizada para obtenção dos dados da pesquisa foi a entrevista, com roteiro semiestruturado. A análise dos resultados foi realizada a partir da técnica de análise temática categorial. Dessa análise surgiram duas categorias: “Eles serão médicos dentro de uma comunidade”: currículo, memórias e formação médica e “Na hora que eu cheguei lá, quis ir embora”: experiências e memórias de um rito de passagem, que estão em processo de discussão de acordo com a literatura. 


  • Mostrar Abstract
  • Medical Education in Brazil is currently undergoing major curricular transformations and Community Based Education has become a potential scenario for the teaching-learning process. The Multicampi School of Medical Sciences of UFRN (EMCM) was created in the perspective of this change of curriculum and training of professionals with critical and reflexive thinking, with insertion from the first semester into the community environment. Medical teachers working in this context were trained in the traditional medical teaching model, where teaching in the community did not exist or was little explored. Thus, it was observed the need to understand how the memories of medical training triggered in the community environment are expressed in the experience of teaching in the community of EMCM medical teachers. The study is based on the qualitative approach, the technique used to obtain the research data was the interview, with semi-structured script. The analysis of the results was performed using the categorical thematic analysis technique. From this analysis two categories emerged: "They will be doctors within a community": curriculum, memoirs and medical training and "When I got there, I wanted to leave": experiences and memories of a rite of passage, which are in the process of Discussion according to the literature. 

3
  • JOSE WILAMY COSME RABELO
  • Metodologia Ativa de Ensino-Aprendizagem Aplicada na Disciplina de Medicina Laboratorial: Percepção dos Estudantes

  • Orientador : MARCELO DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO DOS SANTOS
  • RAFAEL BARROS GOMES DA CAMARA
  • EUDES EULER DE SOUZA LUCENA
  • Data: 22/06/2017

  • Mostrar Resumo
  • A Escola Multicampi de Ciências Médicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMCM-UFRN) foi criada em 2013 com a implantação do curso de Medicina com campus no interior, no município de Caicó. O Projeto Político Pedagógico (PPP) da EMCM segue o preconizado pelas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina ao adotar metodologias de ensino-aprendizagem centradas no aluno, tendo o professor como facilitador deste processo. A integração entre os conteúdos sob uma ótica contextualizada leva a melhor compreensão para uma aplicação imediata dos saberes. Os conteúdos de Medicina Laboratorial (ML) estão presentes em diversos segmentos do currículo do curso, sendo a disciplina ML, uma optativa que visa incrementar as habilidades de solicitação/interpretação de dados laboratoriais, considerando o custo-benefício. O objetivo deste trabalho é construir e aplicar a disciplina de ML utilizando metodologia ativa de ensino-aprendizagem a estudantes de medicina e avaliar sua percepção. Ao final da disciplina, foi aplicado um instrumento para avaliar o grau de concordância dos estudantes sobre a efetividade do emprego de metodologia ativa na disciplina de ML. Utilizando a escala Likert, foram calculadas as médias e desvios padrões (DP) das respostas. Contando com a participação de 25 estudantes, foram analisadas as respostas sobre as temáticas: 1 - Disciplina, 2 - Infraestrutura, 3- Professores e  4 - Alunos. A concentração das médias próxima ao limite superior da escala sugere positiva percepção dos alunos frente à metodologia utilizada. Podendo esta, levar a uma motivação intrínseca pelo aprendizado e, consequentemente, facilitando seu processo. A concentração das médias próxima ao limite superior da escala sugere positiva percepção dos alunos frente à metodologia utilizada. Podendo esta, levar a uma motivação intrínseca pelo aprendizado e, consequentemente, facilitando seu processo de aprendizagem. A partir da percepção dos estudantes, é possível concluir que o emprego de metodologias ativas na disciplina ML favorece o processo de ensino-aprendizagem.


  • Mostrar Abstract
  • The Multicampi School of Medical Sciences of the Federal University of Rio Grande do Norte (EMCM-UFRN) was created in 2013 with the implementation of the Medicine course with campus in the interior, in the Caicó city. The EMCM's Political Pedagogical Project (PPP) follows the guidelines of the National Curricular Guidelines of the Medical Graduation Course by adopting teaching-learning methodologies centered on the student, with the teacher as facilitator of this process. The integration of content from a contextualized perspective leads to a better understanding of the immediate application of knowledge.The contents of Laboratory Medicine (LM) are present in several segments of the curriculum of the course, being the LM discipline, an optional one that aims to increase the skills of requesting / interpreting laboratory data, considering cost-benefit. The objective of this work is to build and apply the ML discipline using active teaching-learning methodology to medical students and to evaluate their Perception. At the end of the course, an instrument was applied to evaluate the students' degree of agreement on the effectiveness of the active methodology in LM. Using the Likert scale, the means and standard deviations (SD) of the responses. With the participation of 25 students, the answers on the themes were analyzed: 1 - Discipline, 2 - Infrastructure, 3 - Teachers and 4 - Students. The concentration of means near the upper limit of the scale suggests a positive perception of the students regarding the methodology used. This can lead to an intrinsic motivation for learning and, consequently, facilitating its process. The concentration of means near the upper limit of the scale suggests a positive perception of the students regarding the methodology used. This can lead to an intrinsic motivation for learning and, consequently, facilitating the learning process. From the perception of the students, it is possible to conclude that the use of active methodologies in the ML discipline favors the teaching-learning process.

4
  • ARAMIS COSTA SANTOS
  • Educação Permanente em Imunizações de Crianças: Nova Abordagem na Graduação e nos Serviços de Saúde

  • Orientador : MARCELO DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO DOS SANTOS
  • MICHELLINE DO VALE MACIEL
  • EUDES EULER DE SOUZA LUCENA
  • Data: 22/06/2017

  • Mostrar Resumo
  • Nos dias atuais, mesmo com os meios massivos de comunicação/informação 24 horas disponíveis reforçando a importância de a vacinação estar atualizada para prevenção de morbidades infecciosas, o atraso de vacinas na população infantil é um fato comum em todos os estratos sociais, decorrente dos mitos populares e dos errôneos efeitos adversos, muitas vezes reforçados pelos profissionais de saúde envolvidos. Entre as causas dessa não qualificação dos profissionais está tanto como este tema é abordado na graduação quanto nos diversos cursos de capacitação promovidos pelas três esferas da gestão que se mostram ineficazes frente a este tema. Esse panorama não é diferente daquele que se encontra atualmente na Atenção Básica do município de Caicó/RN. Diante disso, o objetivo deste projeto é desenvolver programa de educação permanente em imunização da criança para os profissionais da saúde da Atenção Básica de Caicó e aperfeiçoar o ensino desta temática na graduação de Medicina da Escola Multicampi de Ciências Médicas da UFRN (EMCM). Com base na bibliografia pertinente à temática, foi estruturado o minicurso e confeccionados a cartilha e o manual docente. Após ministrar o curso, foi aplicado um instrumento para avaliar o grau de satisfação dos participantes quanto ao minicurso no que tange à auto-avaliação. Utilizando a escala Likert, foram calculadas as médias e desvios padrões das respostas de 13 participantes e, posteriormente, categorizadas em: Ruim (≤ 2), Regular (entre 2 e 4) e Bom (≥ 4). Todas as respostas apresentaram médias superiores a 4,0 pontos, consequentemente categorizados como Bom. Os resultados mostram que houve uma percepção positiva dos estudantes alvo à respeito de sua participação, sugerindo que o formato do Minicurso favoreceu satisfatoriamente à educação permanente sob a temática de imunização infantil.


  • Mostrar Abstract
  • Nowadays, even with the 24-hour mass media / information available, reinforcing the importance of vaccination being updated to prevent infectious morbidities, the delay of vaccines in the child population is a common fact in all social strata, due to the myths Popular and the erroneous adverse effects, often reinforced by the health professionals involved. Among the causes of this non-qualification of professionals is how much this subject is approached in the graduation as in the several training courses promoted by the three management spheres that are ineffective in this area. This scenario is not different from that currently found in the Basic Care of the municipality of Caicó / RN. In view of this, the objective of this project is to develop a permanent education program in immunization of the child for the health professionals of Primary Care of Caicó and to improve the teaching of this subject in the graduation of Medicine of the Multicampi School of Medical Sciences of UFRN (EMCM). Based on the bibliography pertinent to the theme, the mini course was structured and the booklet and the teaching manual were made. After giving the course, an instrument was applied to evaluate the degree of satisfaction of the participants regarding the mini-course in the self-assessment. Using the Likert scale, the means and standard deviations of the responses of 13 participants were calculated and then categorized into: Bad (≤ 2), Regular (between 2 and 4) and Good (≥ 4). The results show that there was a positive perception of the target students about their participation, suggesting that the format of the mini-course satisfactorily favored permanent education under the theme of immunization Child.

5
  • GIORDANO BRUNO SOUZA DOS SANTOS
  • ELABORAÇÃO DE UM COMPONENTE CURRICULAR SOBRE ATENÇÃO À SAÚDE DA POPULAÇÃO LGBT EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA

  • Orientador : LUCAS PEREIRA DE MELO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANKLIN DEMÉTRIO SILVA SANTOS
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • LUCAS PEREIRA DE MELO
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • MERCES DE FATIMA DOS SANTOS SILVA
  • Data: 30/08/2017

  • Mostrar Resumo
  • A discussão acerca da identidade de gênero, orientação sexual e especialmente no que tange atenção à saúde de pessoas LGBT ainda é bastante negligenciada no projeto pedagógico dos cursos da área da saúde. Sabe-se que esse público possui peculiaridades e demandas especiais enquanto usuários do SUS que permeiam entre as iniquidades encontradas no acesso aos serviços oficiais de saúde até as características próprias dessa população, como a dificuldade de suporte social e familiar. Para que essa relação médico-sociedade seja estabelecida de forma salutar e harmônica, vê-se a necessidade de uma formação voltada para atenção humanizada e o estudo profundo de características e demandas especiais desse público, de maneira a promover uma melhor compreensão do mesmo, sendo uma estratégia favorável para o desenvolvimento de condutas que promovam e assegurem um acesso mais eficaz e efetivo dos serviços de saúde para a população em questão. Mediante isso, se impõe a incorporação da temática LGBT nos projetos pedagógicos de cursos de Medicina como forma de conhecer, compreender e debater as questões inerentes ao paciente LGBT. Sendo assim, para que os usuários do SUS pertencentes a grupos sociais considerados como minorias sexuais tenham uma assistência de qualidade e adequada às suas especificidades, urge que as instituições de ensino em saúde estejam alinhadas a uma atitude de aceitação e, acima disso, de dedicação por parte de seus componentes curriculares à promoção de construção, pelos discentes e núcleo docente estruturante, de conhecimentos, habilidades e, principalmente, atitudes que favoreçam o atendimento digno dessa população.


  • Mostrar Abstract
  • The discussion about gender identity, sexual orientation and especially regarding LGBTTI health care is still largely neglected in the pedagogical project of undergraduate courses in health areas. It is known that this public has peculiarities and special demands as users of the SUS that permeate between the inequities found in access to official health services to the characteristics of this population, such as the difficulty of social and family support. For this medical-society relationship to be established in a salutary and harmonious way, the need for a training focused on humanized attention and the deep study of characteristics and special demands of this public, in order to promote a better understanding of the same, being a conducive strategy for the development of conduits that promote and ensure more effective and effective access of health services to the population in question. Therefore, it is necessary to incorporate the LGBTTI theme in the pedagogical projects of Medicine courses as a way of knowing, understanding and debating the issues inherent to the LGBTTI patient. Therefore, in order for SUS users belonging to social groups considered as sexual minorities to have quality assistance and adequate to their specificities, it is urgent that health education institutions are aligned with an attitude of acceptance and, above all, of dedication On the part of its curricular components to the promotion of construction, by the students and structuring teaching nucleus, of knowledge, abilities and, mainly, attitudes that favor the decent attendance of this population.

6
  • FLAUBERT SENA DE MEDEIROS
  • Proposta de  um programa de treinamento em  cirurgia rural baseado em uma realidade regional

  • Orientador : PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • JOSEMBERG MARINS CAMPOS
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • Data: 03/11/2017

  • Mostrar Resumo
  • O Brasil é um país de dimensões continentais, fazendo com que haja grandes diferenças regionais. Existe uma má distribuição na força de trabalho de cirurgiões gerais fazendo com que muitos pacientes, principalmente de áreas distantes dos grandes centros não tenham acesso ao tratamento cirúrgico de patologias básicas. Embora exista um grande interesse em fornecer treinamento para residentes cirúrgicos que estão interessados em praticar em um ambiente rural, as diretrizes para criar um currículo são inexistentes no Brasil. A escola multicampi de Ciências médicas do RN foi criada no intuito de fixar os profissionais no interior do Estado e descentralização da formação médica. Pensando nisso, realizamos uma análise no banco de dados de cirurgias no Hospital regional de Currais Novos, que é um hospital de 99 leitos localizado na região Seridó do Rio Grande do Norte no período de janeiro de 2015 a janeiro de 2017, onde catalogamos 3840 cirurgias e dividimos em cirurgia geral, ginecologia-obstetrícia, cirurgia urológica, torácica e ortopedia juntamente com uma revisão da literatura onde comparamos a realidade de outros países com a nossa realidade regional para elaborarmos uma proposta curricular de um programa de cirurgia rural. 


  • Mostrar Abstract
  • Brazil is a country of continental dimensions, with large Regional differences.There is a poor distribution in the workforce of general surgeons, causing many patients, mainly from areas far from large centers, to have no access to surgical treatment of basic pathologies. Although there is great interest in providing training for surgical residents who are interested in practicing in a rural setting, the guidelines for creating a curriculum are non-existent in Brazil.The multicampi school of Medical Sciences of the RN was created in order to establish professionals within the State and decentralization of medical training. With this in mind, we performed an analysis in the surgeries database at the Currais Novos Regional Hospital, which is a 99-bed hospital located in the Seridó region of Rio Grande do Norte from January 2015 to January 2017, where we cataloged 3840 surgeries And divided into general surgery, gynecology-obstetrics, urological, thoracic and orthopedic surgery together with a literature review where we compare the reality of other countries with our regional reality to elaborate a curricular proposal for a rural surgery program.

7
  • NUBIA MARIA LIMA DE SOUSA
  •  Conhecimento de preceptores da residência multiprofissional em saúde sobre metodologias de ensino

  • Orientador : ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • FERNANDA DOS SANTOS NOGUEIRA DE GOES
  • Data: 23/11/2017

  • Mostrar Resumo
  • A preceptoria em saúde, em hospitais universitários, tornou-se uma prática pedagógica e muitos profissionais do serviço foram inseridos como preceptores, porém a maioria deles não teve formação em educação. Encontrando dificuldades em adotar estratégias de ensino-aprendizagem que aproximem o conhecimento científico à realidade prática na formação de profissionais da área da saúde.  O presente estudo objetivou analisar o conhecimento das metodologias de ensino pelos preceptores no processo ensino/aprendizagem de residentes multiprofissionais em saúde. Trata-se de um estudo transversal, descritivo, com abordagem qualitativa, composto por 50 preceptores, que atuavam há mais de um ano na residência multiprofissional em saúde de um hospital-escola. A coleta de dados foi realizada de setembro a dezembro de 2016, por meio de um roteiro semiestruturado para caracterização dos sujeitos do estudo e com a aplicação da técnica de associação livre de palavras. Os dados foram analisados pelo software Ensemble de Programmes Permettant  L’Analyse des  Evocations (EVOC), versão 2000, e discutidos com base no referencial teórico da Teoria do Núcleo Central. Teve aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, sob o nº 1.663.421/16. Os dados foram divididos em três unidades temáticas: conhecimento dos preceptores sobre estratégias de ensino, sobre metodologia tradicional e metodologias ativas e suas respectivas categorias: elementos conceituais; uso teórico prático, aprofundamento do conteúdo e aplicabilidade. Foram considerados como elementos do núcleo central as palavras que tiveram menor ordem media de evocação (MOE), com parâmetro de 2,0, 2,3 e 2,5 e maior frequência(F) com parâmetro de 10. Na unidade temática referente à estratégia de ensino  destacaram-se as palavras “método de ensino” (OME, 1,4- F29).  “dinâmica” (OME 1,6 - F 13) e “aulas” (OME 2,0 - F17). A metodologia tradicional foi representada por “ensino arcaico” (OME 1,7 – F 45) e “centrado no professor” (OME 1,8 F 22). Para as metodologias ativas destacaram-se “proatividade” (OME 1,7 – F 23), “construtivismo” (OME1, 9 F 61) e “Feedback “(OME 2,1 F10).  O estudo apontou que os preceptores compreendem as estratégias de ensino com métodos que favorecem o ensino aprendizado, evidenciando-se o conhecimento sobre as metodologias tradicionais como “ensino arcaico” e “metodologia conteudista”, e as metodologias ativas como “proatividade”, “construtivismo” e “feedback”, embora a maioria aponte a não utilização desta no ensino da residência multiprofissional em saúde. Por fim, acredita-se que para a formação de profissionais na área da saúde deve haver um caráter interdisciplinar, com uso de metodologias ativas que despertem no aluno o seu potencial crítico-reflexivo, tornando-o agente transformador no processo de cuidar dos sujeitos nos diferentes cenários de atuação profissional proposto pelo Sistema Único de Saúde. Como produto desse estudo, foi criada uma proposta para capacitação dos preceptores da residência multiprofissional de saúde, campo do estudo, em metodologias ativas de ensino.


  • Mostrar Abstract
  • The teaching-learning process has been characterized in different ways, from the role of the teacher as a transmitter of knowledge  to current conceptions that emphasize students and teachers as active subjects of the process. Nowadays, vocational training is still influenced by the old model, aimed at the transmission of knowledge, but new perspectives have arisen among them, such as health interdisciplinary teaching (HIT), considered as an education model that prioritizes team work. From this perspective,  Health  Multiprofessional Residency Program (HMRP) arose and is understood as a permanent education device in order to change professional practices in health, with the articulation between teaching and sevices based on the principles of integral and interdisciplinary care. Thus, many professionals of the service were inserted as preceptors and the preceptory in health has become a pedagogical practice performed in the workplace and conducted by healthcare professionals. However, some of these preceptors did not have ttraining in education to perform this function, so they have found  difficulties  to adopt teaching-learning strategies that bring scientific knowledge closer to practical reality and can prepare competente professionals as a transforming agent in the various scenarios of the Unified Health System (UHS). Based on this, the present study aimed to analyze the knowledge of teaching methodologies by preceptors in the teaching/learning process of health multiprofessional residents. This is a descriptive, cross-sectional qualitative approach. It was composed by 50 preceptors who have been working for over a year in the health multiprofessional residency of a School Hospital, being this the criterion of inclusion. The data collection was carried out from September to December 2016. A semi-structured script was used to characterize the subjects of study and the application of the word-free association technique. Data were analyzed by the software Ensemble of Programs Permettant L'Analyse des Evocations (EVOC) version 2000 and discussed based on the theoretical framework of the Central Nucleus Theory. The Project was approved by CEP-UFRN, CAAE No. 57891316.0.00005292. Results were divided into three thematic units: knowledge of preceptors about teaching strategies,  knowledge of preceptors about traditional methodology and knowledge of the preceptors on active methodologies. For the purposes of the qualification, the thematic unit I, in which the "definition category" was found as the central nucleus which has revealed the meanings of preceptors on teaching strategies, revealing lower average order of evocation and high frequency words, such as  teaching methods, dynamics, lessons, which have favored learning and collective construction.As intermediate elements arose  the categories: " practical-theoretical use", "deepening of content" and "result of use". The determining subjects for this unit were those that have a preceptory time of more than three years, 19 (38%) and equal percentage for those with stricto sensus education. Data have suggested that preceptors understand the teaching strategies as fundamental for the teaching-learning of health multiprofessional residentes and use them to improve their performance in the preceptoria

8
  • GUSTAVO HENRIQUE DE OLIVEIRA CALDAS
  • CUIDADOS PALIATIVOS: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA BRANCO DA MOTTA
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • THIAGO GOMES DA TRINDADE
  • Data: 04/12/2017

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: O aprofundamento sobre as temáticas relacionadas à terminalidade da vida tem sido uma preocupação de profissionais de saúde que lidam com pacientes nessa situação. As demandas individuais e de familiares diante da constatação de deficiências na assistência dispensada aos pacientes que necessitam de cuidados paliativos, nos levam a refletir sobre a necessidade de aquisição de competências na área de Cuidados Paliativos na formação dos graduandos de medicina. OBJETIVOS: Propor competências essenciais para o ensino de Cuidados Paliativos nos cursos de graduação em medicina. PERCURSO METODOLÓGICO: A pesquisa se delineou como um estudo descritivo e de natureza qualitativa do tipo estudo de caso. Inicialmente, foi feita uma pesquisa documental na literatura nacional e internacional sobre competências gerais em Cuidados Paliativos; no sentido de construir um quadro com sugestões de competências específicas para o ensino de graduação no Brasil. A seguir, o material elaborado foi apresentado individualmente a 8 profissionais com formação especializada em cuidados paliativos, de diferentes áreas (médico, enfermeiro, psicólogo, terapeuta ocupacional) para análise, acompanhado de uma entrevista com três questões abertas: 1) O que você sugere, diante do material que lhe foi entregue, quanto às competências essenciais em cuidados paliativos para o ensino de graduação em medicina? 2) Comente sobre a importância dainterprofissionalidade, enfatizando as dimensões biológica, psicológica, social e espiritual do cuidado e 3) Fale sobre os obstáculos para implementação da proposta no ensino da graduação de medicina. Na análise documental e nas entrevistas com os profissionais, foi utilizada a análise de conteúdo temática categorial proposta por Bardin. RESULTADOS: A pesquisa documental inicial resultou em 5 categorias (Introdução, Controle de sintomas, Equipe interprofissional, tópico em Cuidados Paliativos, Assistência nos Últimos Momentos de Vida), 8 subcategorias e 96 unidades de análise que deram subsídio ao pesquisador para construção das sugestões de competências, distribuídas num quadro em cinco módulos, com seus respectivos conteúdos. Das entrevistas com os profissionais, após leitura do material que lhes foi entregue, emergiram 6 categorias (Princípios Básicos dos Cuidados Paliativos, Manejo de Sintomas, Questões Éticas e Legais, Comunicação e Aspectos Psicossociais e Espirituais, Trabalho em Equipe e Desafios para a Implantação da Proposta), além de 12 subcategorias e 168 unidades de análise. Sobre a categoria “Desafios para a implantação da proposta” o desconhecimento conceitual de gestor e profissionais de saúde sobre cuidados paliativos surge, nas unidades de análises, como um dos principais obstáculos a ser superado. Das falas contidas nas subcategorias e unidades de análise, emergiram sugestões para melhor distribuição dos módulos, resultando na renomeação destes (Princípios Básicos dos Cuidados Paliativos, Manejo de sintomas, Trabalho em Equipe, Cuidados Paliativos nas Especialidades Médicas, Questões Éticas e Legais, Assistência nos Últimos Momentos de Vida), assim colocando em destaque em destaque o trabalho em equipe interprofissional como competência essencial a ser adquirida no ensino de Cuidados Paliativos na graduação. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A lacuna existente no ensino de graduação em medicina sobre os vários aspectos que envolvem a terminalidade da vida, não pode ser ignorada diante da demanda crescente na prática médica. A discussão e aprimoramento das competências em Cuidados Paliativos sugeridas nesse estudo serão certamente essenciais durante os fóruns de educação médica, para que possamos ter mais clareza do que realmente é necessário para a formação do médico generalista.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: The deepening of the topics related to the terminality of life has been a concern of health professionals who deal with patients in this situation. The individual and family demands regarding deficiencies in the care given to patients who need palliative care lead us to reflect on the need to acquire competences in the area of Palliative Care in the training of medical undergraduates. OBJECTIVES: To propose essential competences for the teaching of Palliative Care in undergraduate courses in medicine. METHODOLOGICAL COURSE: The research was delineated as a descriptive and qualitative study of the case study type. Initially, a documentary research was done in the national and international literature on general competences in Palliative Care; in the sense of constructing a framework with suggestions of specific competences for undergraduate education in Brazil. Next, the elaborated material was presented individually to 8 professionals with specialized training in palliative care from different areas (doctor, nurse, psychologist, occupational therapist) for analysis, accompanied by a semi-structured interview with two main questions: 1) Comment on the importance of interprofessionality in teaching in Palliative Care, emphasizing the biological, psychological, social and spiritual dimensions of care and 2) Talk about obstacles to the implantation of the proposal in the teaching of medical graduation. In the documentary analysis and in the interviews with the professionals, the categorical thematic content analysis proposed by Bardin was used. RESULTS: The initial documentary research resulted in 5 categories (Introduction, Symptom Control, Interprofessional Team, Palliative Care Topic, Assistance in the Last Moments of Life), 8 subcategories and 96 units of analysis that gave subsidy to the researcher to construct the suggestions of compentences, distributed in a framework in five modules, with their respective contents. From the interviews with the professionals, after reading the material that was given to them, 6 categories emerged (Basic Principles of Palliative Care, Symptom Management, Ethical and Legal Issues, Communication and Psychosocial and Spiritual Aspects, Teamwork and Challenges for the Implantation of Proposal), in addition to 12 subcategories and 168 analysis units. About the category "Challenges for the Implantation of the Proposal" the conceptual unfamiliarity of managers and health professionals about palliative care appears, in the units of analysis, as one of the main obstacles to be overcome. From the speeches contained in the subcategories and units of analysis, emerged suggestions for better distribution of the modules, resulting in the renaming of these modules (Basic Principles of Palliative Care, Symptom Management, Teamwork, Palliative Care in Medical Specialties, Ethical and Legal Issues, Assistance in the Last Moments of Life), thus emphasizing the importance of interprofessional teamwork as an essential competency to be acquired in the teaching of Palliative Care at graduation. FINAL CONSIDERATIONS: The gap in undergraduate medical education about the many aspects that involve the terminatity of life can not be ignored in the face of the growing demand in medical practice. The discussion and improvement of Palliative Care competencies suggested in this study will certainly be essential during medical education forums, so that we can have more clarity than is really needed for general practitioner training.

9
  • GLEISSE AGUIAR SILVA DE ALMEIDA
  • DESEMPENHO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO SISTEMA DE COMPETÊNCIAS OPERATÓRIAS ENTRE GRADUANDOS E RESIDENTES DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

  • Orientador : ANA KATHERINE DA SILVEIRA GONCALVES DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA KATHERINE DA SILVEIRA GONCALVES DE OLIVEIRA
  • TECIA MARIA DE OLIVEIRA MARANHAO
  • ANA CARLA GOMES CANARIO
  • Data: 07/12/2017

  • Mostrar Resumo
  • OBJETIVO: Analisar e aplicar o Operative Performance Rating System (OPRS) como instrumento de avaliação em cenários reais de prática cirúrgica ginecológica a fim de avaliar alunos da graduação em medicina e residentes, como complementação dos métodos avaliativos já existentes. METODOLOGIA: Estudo transversal, descritivo, quantitativo que avaliou o desempenho de estudantes e residentes de ginecologia obstetrícia, durante a execução de cirurgias ginecológicas em hospital universitário. Os alunos foram avaliados de acordo com os escores obtidos nos itens do OPRS (anatomia; instrumental cirúrgico; fluxo da cirurgia, interação com a equipe e desempenho global). O software Statistical Package for the Social Sciences, versão 21, foi utilizado para análise dos dados, aplicando Análise de Variância, teste de Tukey e teste t de student. RESULTADOS: Comparando as médias das variáveis dos itens do OPRS, observou-se uma diferença entre as médias nos itens da avaliação com o período de graduação e residência (p < 0,001). Entre os graduandos, evidenciou-se diferença nas médias dos itens da avaliação (p < 0,05), exceto para interação (p<0,108). Para os residentes, a análise apresentou diferença nas médias dos itens da avaliação relacionadas ao tempo de residência médica (p<0,001). CONCLUSÃO: O uso do OPRS no processo de avaliação de residentes e graduandos possibilita uma diferenciação entre os níveis de conhecimento, permitindo a monitorização do progresso de acordo com o tempo de estudo oferendo ainda um feedback imediato sobre o desempenho na prática cirúrgica.


  • Mostrar Abstract
  • OBJECTIVE: To analyze and apply the Operative Performance Rating System (OPRS) as a tool of evaluation in real scenarios of surgical practice, to evaluate undergraduate students and residents, as a complement to the existing evaluation methods. METHODS: Cross-sectional, descriptive, quantitative study that assessed the performance of students and residents during the execution of gynecological surgeries in a university hospital. The students were evaluated according to the scores obtained in the OPRS items (anatomy, surgical instruments, surgery flow, interaction with the team and overall performance). The software Statistical Package for the Social Sciences, version 21, was used to analyze the data, applying Analysis of Variance, Tukey test and student t-test. RESULTS: Comparing the means of the variables of the OPRS items, a difference was observed between the methods in the evaluation items according to to the graduation and residence period (p <0.001). Among the undergraduates, there was a difference in the means of the evaluation items (p <0.05), except for interaction (p <0.108). For the residents, the analysis showed a difference in the means of the evaluation items related to the medical residence time (p <0.001). CONCLUSION: The use of OPRS in the evaluation process of residents and undergraduates allows a differentiation between levels of knowledge, allowing the monitoring of progress according to the study time and offering immediate feedback on the performance in the surgical practice.

10
  • TERESA NEUMANN BESERRA DANTAS FABRICIO
  • EXPERIÊNCIA DE IMPLANTAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE 360° E “FEEDBACK “ ENTRE RESIDENTES DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

  • Orientador : ANA KATHERINE DA SILVEIRA GONCALVES DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA KATHERINE DA SILVEIRA GONCALVES DE OLIVEIRA
  • ROBINSON DIAS DE MEDEIROS
  • RICARDO NEY OLIVEIRA COBUCCI
  • Data: 07/12/2017

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: a residência médica é um momento valioso na formação do futuro especialista, onde através do processo de ensino-aprendizagem em serviço, esses vivenciam diversas experiências junto aos pacientes, compartilhadas com a equipe multiprofissional. sob a supervisão de seus preceptores. OBJETIVO: implantar a avaliação de 360º entre residentes de ginecologia e obstetrícia. METODOLOGIA: Foi realizado um estudo longitudinal de coorte, descritivo, qualiquantitativo, do qual participaram 23 dos 24 residentes em ginecologia e obstetrícia (GO) da MEJC, nos quais foi aplicada a avaliação 360º por 26 preceptores. Para implantação do novo modelo avaliativo foram programadas duas etapas, sendo a primeira a capacitação in loco da equipe multiprofissional para utilização do Mini-Clinical Evaluation Exercise (miniCEX) e dos outros formulários; a segunda, foi o início das avaliações 360º dos residentes em ginecologia e obstetrícia, pelos preceptores. A coleta dos dados foi realizado entre os meses de março e outubro do corrente ano. Foram aplicadas 92 avaliações 360° distribuídas pelos 23 residentes e, todos 04 formulários que compõem essa avaliação foram respondidos. Os resultados foram armazenados em um banco de dados, em planilha do software Excel/Office 2010 e se utilizou ANOVA para avaliar as diferenças entre as médias dos grupos, seguido pelo teste de Tukey. RESULTADOS: Na avaliação dos resultados conforme a análise dos médicos e enfermeiros, com exceção das variáveis comunicação e relacionamento com a equipe multiprofissional, trabalho em equipe, pontualidade, disponibilidade, todas as outras variáveis analisadas se mostraram estatisticamente significativas (p<0,05), onde as competências dos R1 obtiveram menores escores em relação aos R2 e R3. Com relação a relação dos pares, na análise do conhecimento médico, houve diferença entre as médias (p=0,029), mostrando que os R3 são os portadores de maior conhecimento. Ainda nessa avaliação estes R3, também foram os residentes que apresentaram maior dificuldade em relacionamento com equipe de saúde (p=0,008). Na autoavaliação os médicos R1 apresentaram diferenças nas variáveis: conhecimento médico, integridade, aspectos psicossociais da doença, manejo de problemas complexos e responsabilidade e obtiveram os menores escores em relação aos R2 e R3 (p<0,05). CONCLUSÃO: A implantação da avaliação 360º como método avaliativo na PRMGO, através deste trabalho, contribuirá para o aprimoramento na formação dos futuros especialistas que, inseridos na sociedade, poderão desenvolver atitudes proativas permitindo uma assistência digna a saúde da população. Há necessidade de se investir em educação continuada para que os preceptores sejam estimulados e melhor capacitados dentro do processo de ensino aprendizagem, como formadores de profissionais com uma visão holística da medicina.  


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: Medical residency is a valuable moment in the formation of the future specialist, where through the teaching-learning process in service, these experience several experiences with the patients, shared with the multi-professional team under the supervision of its preceptors. OBJECTIVE: to implement the 360-degree assessment among gynecology and obstetrics residents. METHODS: A longitudinal, descriptive, qualitative and quantitative cohort study was carried out, in which 23 of the 24 residents of gynecology and obstetrics (GO) of MEJC participated, in which a 360-degree evaluation was applied by 26 preceptors. For the implementation of the new evaluative model, two stages were programmed, the first being the in-service training of the multi-professional team to use the Mini-Clinical Evaluation Exercise (miniCEX) and other forms; the second was the beginning of 360-degree assessments of gynecology and obstetrics residents by preceptors. Data collection was carried out between March and October of the current year. A total of 92 360 ° evaluations were distributed among the 23 residents, and all 04 forms that compose this assessment were answered. The results were stored in a database in an Excel / Office 2010 software worksheet, and ANOVA was used to evaluate the differences between the means of the groups, followed by the Tukey test. RESULTS: In the evaluation of the results according to the analysis of the physicians and nurses, except for the variables communication and relationship with the multi-professional team, teamwork, punctuality, availability, all other variables analyzed were statistically significant (p <0.05). The competences of R1 (One Year Medical Resident) obtained lower scores of R2 (Second Year Medical Resident) and R3 (Third Year Medical Resident). Regarding the link of the pairs, in the analysis of the medical knowledge, there was difference between the means (p = 0.029), showing that the R3 are the most knowledgeable bearers. Still, in this evaluation this R3, were also the residents who presented greater difficulty about health team (p = 0.008). In the self-evaluation, the R 1 physicians showed differences in the variables: medical knowledge, integrity, psychosocial aspects of the disease, management of complex problems and responsibility and obtained the lowest scores about R2 and R3 (p <0.05). CONCLUSION: The implementation of the 360-degree evaluation as an evaluation method in the PRMGO, through this work, will contribute to the improvement in the training of future specialists who, inserted in society, can develop proactive attitudes allowing a superior health care to the population. There is a need to invest in continuing education so that preceptors are stimulated and better trained within the process of teaching-learning, as trainers of professionals with a holistic view of medicine.

11
  • FRANCISCO BELISIO DE MEDEIROS NETO
  • IMPLEMENTAÇÃO DE UM CENÁRIO DE PRÁTICA PARA O ENSINO DE SÁÚDE DO IDOSO

  • Orientador : MARISE REIS DE FREITAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA BRANCO DA MOTTA
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • VILANI MEDEIROS DE ARAUJO NUNES
  • Data: 11/12/2017

  • Mostrar Resumo
  • O envelhecimento da população brasileira dá-se de maneira acelerada nos últimos anos e esse fenômeno exige transformações na sociedade tendo em vista um número cada vez maior de pessoas que necessitam de cuidados especiais. Nesse contexto, os cursos de medicina precisam se adaptar à nova realidade inserindo em suas estruturas curriculares conteúdos específicos sobre a saúde do idoso. Essa nova conjuntura também exige maior número e melhores serviços especializados no atendimento ao idoso. Este projeto de intervenção teve como objetivo estruturar e implantar um serviço de atendimento ao idoso na região de Caicó, com o propósito de melhorar a assistência prestada a essa população, bem como criar um cenário de aprendizagem prática para a graduação e pós-graduação na EMCM/UFRN. O processo de organização do serviço compreendeu: articulação com os gestores para definição do local, desenvolvimento da ficha de atendimento com adaptação da Avaliação Geriátrica Ampla (AGA) e um Protocolo de Atendimento (anamnese e exame físico) de primeira consulta e um outro de seguimento para reavaliações e retornos. Dois serviços foram estruturadoso ambulatório pós alta no Hospital Regional de Caicó e o ambulatório de Geriatria Geral na Clínica Escola da EMCM. O atendimento é feito por médicos residentes de clínica médica e alunos da graduação de medicina da EMCM/UFRN, com supervisão do médico e professor especialista em Geriatria. A partir desta feita, afirma-se que o presente estudo fomentou uma nova estratégia e tornou-se um novo equipamento social em atendimento à saúde do Idoso, tendo em vista a sua importância em dimensões que perpassam o cuidado médico, como condições sócio demográficas e qualidade de vida.


  • Mostrar Abstract
  •  The aging of brazilian population has been accelerating in recent years, and this phenomenon demands changes in society in view of an increasing number of people who need special care. In this context, medical courses need to adapt to the new reality by inserting in their curricular structures specific contents on the health of the elderly. This new situation also requires more and better-specialized services in the care of the elderly. This project aimed to structure and implement a service for elderly in the region of Caicó, with the purpose of improving the care provided to this population, as well as creating a practical learning scenario for undergraduate and graduate students at EMCM/UFRN. The process of organization of the service included: articulation with the managers to define the place, development of the attendance sheet with adaptation of the Comprehensive Geriatric Assessment (AGA) and an Attendance Protocol (anamnesis and physical examination) for the first consultation and a follow-up for reevaluations and returns. Two services were structured, the post-discharge clinic at the Caicó Regional Hospital and the General Geriatrics outpatient clinic at the EMCM School Clinic Resident medical doctors and students of medical graduation make the attendance from EMCM/UFRN, with supervision of the doctor and professor specializing in Geriatrics. From this, it is affirmed that the present study fomented a new strategy and became a new social equipment in health care for the Elderly, considering its importance in dimensions that cross medical care, such as socio-demographic conditions and quality of life.

12
  • GUSTAVO ADOLFO LEAL COSTA
  • O PROCEDIMENTO CONTRATUAL ORGANIZATIVO DE AÇÃO PÚBLICA ENSINO-SAÚDE (COAPES)

  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LUIZA DE OLIVEIRA E OLIVEIRA
  • ELIANA GOLDFARB CYRINO
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • IZABEL CRISTINA MEISTER MARTINS COELHO
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • TIAGO ROCHA PINTO
  • Data: 11/12/2017

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho discorre sobre o procedimento contratual e as discussões que resultaram na assinatura do Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino-Saúde nas 4ª e 5ª regiões de saúde do Rio Grande do Norte, visando viabilizar a estruturação de serviços de saúde em condições de ofertar campo de prática suficiente e de qualidade aos cursos e residências da área da saúde, permitindo o fortalecimento da integração ensino-serviço-comunidade. Utiliza-se da teoria de interpretação qualitativa, observando-se as posições éticas e políticas dos diversos interessados no processo contratual, buscando, a partir delas, compreender de forma interpretativa as decisões decorrentes da própria natureza humana, norteadas a priori pelos interesses sociais, como também políticos, e em que nível a mudança almejada foi alcançada. Promove-se análise das informações coletadas, dada através de uma revisão integrativa da literatura, envolvendo um aprofundamento descritivo do COAPES e dos seus fundamentos; da análise de documentos e instrumentos, como atas de reuniões, ofícios, portarias, decretos e leis; e da interpretação e discussão dos resultados, com a finalidade superveniente de gerar um produto que apresente relevância para outras instituições interessadas em iniciar o processo de contratualização. Destaca-se durante o procedimento contratual a importância da pactuação, discussão e qualificação da inserção de estudantes no território. Verifica-se na problematização a não linearidade procedimental, em detrimento à orientação em cartilhas do SUS, observando-se estagnação com a mudança na gestão administrativa durante e após o período de eleições municipais. Torna-se possível, então, afirmar que o processo de produção do COAPES em estudo ainda precisa avançar enquanto um processo dialógico com reconhecimento, comprometimento e participação dos atores envolvidos, numa constante busca pela qualificação do cuidado em saúde de maneira integrada ao processo de formação em serviço e de educação permanente da rede.


  • Mostrar Abstract
  • This paper explores the contractual procedure and the discussions that resulted in the signing of the Organizational Contract of Public Action for Teaching-Health (COAPES) in the 4th and 5th health regions of the state of Rio Grande do Norte, aiming to make possible the structuring of health services in conditions to offer sufficient field of practice and with quality to the courses and residencies of the health area, allowing the strengthening of the teaching-service-community integration. The qualitative theory of interpretation is used, observing the ethical and political positions of the various parts involved in the contractual process, seeking, from them, to understand in an interpretative way the decisions deriving from human nature, at first guided by social interests, as also political, and at what level the desired change was achieved. The analysis of the information collected is promoted through an integrative review of the literature, involving a descriptive deepening of the COAPES and its foundations; analysis of documents and instruments, such as minutes of meetings, letters, ordinances, decrees and laws; and the interpretation and discussion of the results, with the superveniente purpose of generating a product that presents relevance to other institutions interested in starting the process of contracting. The importance of the agreement, discussion and qualification of the insertion of students in the territory stands out during the contractual procedure. Procedural non-linearity is verified during the problematization, against the orientation present in the Unified Health System (SUS) guides, stagnating with the change in administrative management during and after the period of municipal elections. It is possible, then, to affirm that the COAPES production process under study still needs to progress as a dialogical process with recognition, commitment and participation of the involved actors, in a constant search for the qualification of health care in an integrated way to the process of in-service trainning and permanent education of the health network.

13
  • JOELIA CELESTE VIEIRA GERMANO
  • Avaliação do perfil dos estudantes do curso de medicina da Escola Multicampi de Ciências Médicas do Rio Grande do Norte/UFRN

  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LUIZA DE OLIVEIRA E OLIVEIRA
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • IZABEL CRISTINA MEISTER MARTINS COELHO
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • Data: 11/12/2017

  • Mostrar Resumo
  • Parcela significativa da população brasileira que reside nos municípios do interior e na periferia das grandes cidades sofre com a falta de assistência médica, pois nessas localidades é recorrente a falta desses profissionais para atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Essa escassez de médicos nos serviços de saúde muitas vezes é relativa, já que parte da problemática reside não apenas no quantitativo de médicos no Brasil, mas em sua distribuição no território nacional. Entendendo esta dificuldade de provimento e fixação de profissionais no interior do país, foi implementado em 2013, pelo Governo Federal, o Programa Mais Médicos (PMM). Neste contexto foi criada a Escola Multicampi de Ciências Médicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMCM/UFRN). O curso de medicina da EMCM busca formar profissionais adequados para atuar efetivamente no mercado de trabalho, particularmente no contexto rural e fora dos grandes centros urbanos, valorizando as necessidades de saúde da população e seus valores éticos e culturais.  Esta pesquisa visa conhecer o perfil dos estudantes do curso de medicina da EMCM na tentativa de que as informações obtidas possam subsidiar estratégias pedagógicas que contribuam com um melhor desempenho acadêmico e consequentemente com a formação de médicos em sintonia com as necessidades do SUS.


  • Mostrar Abstract
  • A significant portion of the Brazilian population residing in country towns and in the suburbs of major cities is affected by a lack of medical care, where usually there are not many professionals to assist patients of the Unified Health System (SUS). This shortage of doctors in health services is a relative concept, since the greatest problem is not in the number of doctors in Brazil, but their distribution throughout the national territory. The difficulty of providing and setting professionals in the country was the main reason for the Federal Government created the Mais Médicos Programme (PMM). In this context, the Multicampi School of Medical Sciences of the Federal University of Rio Grande do Norte (EMCM / UFRN) was created. The EMCM medical course seeks to train professionals to work effectively in the labor market, particularly in the rural context and outside the major urban centers, taking the health needs, ethical and cultural values of our population under advisement. This research aims to describe a profile of the students of the medical course of the EMCM in an attempt that the obtained information can subsidize pedagogical strategies that contribute with a better academic performance and consequently with the formation of physicians in line with the need of the SUS.

14
  • HARIM REVOREDO DE MACEDO JUNIOR
  • A IMPLEMENTAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS DA OFTALMOLOGIA NUM CURRÍCULO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA BASEADO EM MÉTODOS ATIVOS DE ENSINO APRENDIZAGEM

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • JOSE EDVAN DE SOUZA JUNIOR
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 18/12/2017

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: A Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN tem seu currículo orientado por competências e desenvolvido em metodologias ativas de ensino aprendizagem, tendo como eixo norteador o Problem Based Learning (PBL). O ensino da oftalmologia, de modo a atender às DCNs, ainda é um desafio para as escolas médicas no Brasil o que motivou o delineamento deste estudo. Objetivos: Relatar o processo de implementação das competências relacionadas à área de oftalmologia no curso de Medicina da EMCM. METODOLOGIA: A partir das reuniões pedagógicas de planejamento dos componentes curriculares, desenvolvidos no formato de Módulos, a inserção de competências essências da oftalmologia começou a ser delineada, desde os primeiros períodos do curso. Baseado nos objetivos de aprendizagem, as atividades foram sendo inseridas nos 3 eixos do curso (Tutorial, Habilidades, Comunidade). RESULTADOS/DISCUSSÃO: As atividades relacionadas à oftalmologia foram desenvolvidas nos seguintes Módulos e respectivos períodos do curso: Nascimento, Crescimento e Desenvolvimento e Percepção, Consciência e Emoção (III período); Febre e Inflamação (IV período); Saúde da Mulher (V período) e no Módulo Optativo em Oftalmologia (após o III período). Na perspectiva do desenvolvimento dos Módulos Envelhecimento e Saúde, Ambiente e Saúde e Emergências previstos para o sétimo e oitavo períodos, respectivamente, outras relacionadas à área ainda não contempladas estão sendo planejadas, sob os aspectos do conhecimento, habilidades e atitudes envolvendo temas como “olho vermelho” e catarata. CONSIDERAÇÕES FINAS: Dessa forma, entendendo o currículo como um processo dinâmico, o estudo permite visualizar o ensino da oftalmologia neste modelo curricular inovador, assim como estimula a reflexão acerca de um reforço dos pontos positivos e reavaliação dos negativos, visando a melhoria do ensino/aprendizagem área de oftalmologia para o médico generalista.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUCTION: The Multicampi School of Medical Sciences (EMCM) of the Federal University of Rio Grande do Norte - UFRN has its curriculum oriented by competences and developed in active learning teaching methodologies, based on Problem Based Learning (PBL). The teaching of ophthalmology, in order to attend the DCNs, is still a challenge for medical schools in Brazil which motivated the design of this study. Objectives: To report the process of implementation of the competences related to the area of ophthalmology in the medical course of EMCM. METHODOLOGY: From the pedagogical planning meetings of curricular components, developed in the Modules format, the insertion of essential competences of ophthalmology began to be delineated, from the first periods of the course. Based on the learning objectives, the activities were inserted in the 3 axes of the course (Tutorial, Skills, Community). RESULTS / DISCUSSION: The activities related to ophthalmology were developed in the following Modules and respective periods of the course: Birth, Growth and Development and Perception, Consciousness and Emotion (III period); Fever and Inflammation (IV period); Women's Health (V period) and in the Optional Module in Ophthalmology (after the third period). In the perspective of the development of the Aging and Health, Environment and Health Modules and Emergencies foreseen for the seventh and eighth periods, respectively, other ophthalmology competences, not yet contemplated are being planned, under the aspects of knowledge, skills and attitudes involving themes such as “eye red" and cataract. FINAL CONSIDERATIONS: In this way, understanding the curriculum as a dynamic process, the study allows to visualize the teaching of ophthalmology in this innovative curricular model, as well as stimulates the reflection about a reinforcement of the positive points and reassessment of the negatives, aiming to improve the teaching / learning area of ophthalmology for the general practitioner.

15
  • LYGIA MARIA COSTA SOARES REGO
  • ENCONTRO INTERPROFISSIONAL DA ONCOLOGIA: ESTRATÉGIA DE ENSINO E DO TRABALHO EM SAÚDE

  • Orientador : JOSE DINIZ JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • JULIANA FLORINDA DE MENDONCA REGO
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • PAULO MARCONDES CARVALHO JUNIOR
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 20/12/2017

  • Mostrar Resumo
  • A educação interprofissional é uma abordagem que visa qualificar alunos e profissionais de saúde para o trabalho colaborativo na dinâmica do trabalho em equipe, prática essencial para integralidade no cuidado em saúde. A abordagem parte da premissa que a colaboração, melhora a segurança e a qualidade da assistência ao paciente. O objetivo deste estudo foi implementar o Encontro Interprofissional da Oncologia (EIO) como estratégia de ensino da educação interprofissional e das práticas colaborativas entre os profissionais de saúde da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) do Hospital Universitário Onofre Lopes. Trata-se de um estudo tipo pesquisa-ação, prospectivo, de abordagem qualitativa realizado de Maio de 2016 a Setembro de 2017, no Serviço de Oncologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), envolvendo profissionais da área da saúde (médicos, psicólogos, assistentes sociais, farmacêuticos, enfermeiros e nutricionistas) que trabalham na UNACON do HUOL. O estudo ocorreu em três etapas: Planejamento da atividade interprofissional, Implementação da atividade “EIO” e Avaliação da atividade, sendo a última realizada através de um grupo focal. Após três meses de planejamento, iniciamos a etapa de implementação onde foram realizadas 43 reuniões, envolvendo 220 participantes de 6 profissões diferentes, sendo discutido um caso clínico por sessão. Após apresentação de cada caso, houve discussão interprofissional, ressaltando a especificidade de cada profissional para melhoria do cuidado integral com paciente em questão. O grupo focal foi analisado pela Análise Categorial de Bardin onde emergiram quatro categorias: Visão Conceitual de atividade Interprofissional, Vivência prévia em atividades Interprofissionais, Contribuição do EIO para a formação e para as práticas colaborativas, Desafios do EIO. O processo de planejamento e implementação do EIO atingiu os objetivos, embora a participação de alguns profissionais da saúde ainda não tenha sido sistemática em função da sobrecarga de atividades de alguns profissionais, como os da enfermagem assistencial, fisioterapia e odontologia, bem como dificuldades na conciliação de horários. O EIO foi considerado uma atividade positiva, precursora dentro do UNACON do HUOL sendo bastante exaltada e aprovada como estratégia permanente para a melhoria da assistência prestada ao paciente oncológico. Foi observado, pela análise do grupo focal, que o EIO é uma ação que impacta positivamente tanto na assistência quanto no ensino, contudo, permanecem algumas dificuldades importantes, como a adequação do tempo e espaço físico para as reuniões, desvalorização das atividades interprofissionais por alguns alunos de graduação e pós-graduação da medicina, carência de recursos humanos e a dificuldade de alguns profissionais para se integrarem sistematicamente.


  • Mostrar Abstract
  • Interprofessional education is an approach that aims to qualify students and health professionals for collaborative work in the dynamics of teamwork, an essential practice for integrality in health care. The approach assumes that collaboration improves the safety and quality of patient care. The objective of this study was to implement the Interprofessional Oncology Meeting (EIO) as a strategy for teaching interprofessional education and collaborative practices among health professionals of the High Complexity in Oncology Unit (UNACON) of the University Hospital Onofre Lopes. This is an exploratory, prospective study carried out from May 2016 to September 2017 at the Onofology Service of the Onofre Lopes University Hospital (HUOL), involving health professionals (physicians, psychologists, social workers, pharmacists, nurses and nutritionists) working at UNACON at HUOL. The study took place in three stages: Planning of the interprofessional activity, Implementation of the activity "EIO" and Evaluation of the activity, the last one being carried out through a focus group. After three months of planning, we began the implementation phase where 43 meetings were held, involving 220 participants, and a clinical case per session was discussed. After presentation of each case, there was an interprofessional discussion, highlighting the specificity of each professional to improve the integral care with the patient in question. The focus group was evaluated by Bardin's Categorical Analysis, where four categories emerged: Previous experience in Interprofessional activity, Contribution of EIO to collaborative practices, EIO Challenges and Conceptual vision of Interprofessional activity and Potentiality of Encounters in the teaching-health context. The planning and implementation process of the EIO reached the objectives, although the participation of some health professionals has not been systematic due to the overload of activities of some professionals, such as nursing care, physiotherapy and dentistry, as well as difficulties in conciliation schedules. The EIO was considered a positive activity, a precursor within UNACON of the HUOL, being highly exalted and approved as a permanent strategy to improve the care provided to cancer patients. It was observed, through the analysis of the focus group, that the EIO is an action that has a positive impact on both care and teaching, however, there remain some important difficulties, such as the adequacy of time and physical space for meetings, devaluation of interprofessional activities by some undergraduate and graduate students of medicine, lack of human resources and the difficulty of some professionals to integrate systematically.

2015
Dissertações
1
  • CELCIMAR ALVES CAMARA
  • Procedimentos Legais e Protocolos sobre a Sistemática de Aquisição de Cadáveres na Universidade Federal do Rio Grande do Norte para o Ensino de Anatomia Humana

  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • EXPEDITO SILVA DO NASCIMENTO JUNIOR
  • FAUSTO PIERDONA GUZEN
  • Data: 10/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • A disponibilidade de cadáveres para estudo e pesquisa vinha sendo feita tradicionalmente
    utilizando-se corpos não reclamados sem grandes formalidades. Com a complexidade
    jurídica, social, ética e moral dos tempos atuais, o simples encaminhamento desses
    corpos ao Departamento de Morfologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte,
    passou a ser temido com o receio de transgredir a legislação penal. Isso desencadeou
    uma redução no número de cadáveres para as aulas práticas de Anatomia. Essa
    realidade levou o Departamento de Morfologia da Universidade Federal do Rio Grande do
    Norte a pesquisar mecanismos legais que solucionassem a escassez de cadáveres para
    o estudo e pesquisa. A metodologia utilizada constou de reuniões de discussão e
    apresentação de protocolos de aquisição de cadáveres com base na legislação vigente.
    Os resultados obtidos foram: (1) Publicação do provimento 093/2012 da Corregedoria
    Geral da Justiça do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte, que dispõe
    sobre o registro de óbito dos cadáveres destinados às escolas de Medicina para fins de
    ensino e pesquisa; (2) Elaboração de protocolos para aquisição de cadáveres não
    reclamados junto às instituições; (3) Programa de doadores voluntários na Universidade
    Federal do Rio Grande do Norte.Por fim, concluímos que o conhecimento das atribuições
    por parte das instituições públicas e privada, bem como o programa de doação voluntária
    aumentaram a oferta de cadáveres para o ensino da Anatomia Humana na Universidade
    Federal do Rio Grande do Norte.


  • Mostrar Abstract
  • A disponibilidade de cadáveres para estudo e pesquisa vinha sendo feita tradicionalmente
    utilizando-se corpos não reclamados sem grandes formalidades. Com a complexidade
    jurídica, social, ética e moral dos tempos atuais, o simples encaminhamento desses
    corpos ao Departamento de Morfologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte,
    passou a ser temido com o receio de transgredir a legislação penal. Isso desencadeou
    uma redução no número de cadáveres para as aulas práticas de Anatomia. Essa
    realidade levou o Departamento de Morfologia da Universidade Federal do Rio Grande do
    Norte a pesquisar mecanismos legais que solucionassem a escassez de cadáveres para
    o estudo e pesquisa. A metodologia utilizada constou de reuniões de discussão e
    apresentação de protocolos de aquisição de cadáveres com base na legislação vigente.
    Os resultados obtidos foram: (1) Publicação do provimento 093/2012 da Corregedoria
    Geral da Justiça do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte, que dispõe
    sobre o registro de óbito dos cadáveres destinados às escolas de Medicina para fins de
    ensino e pesquisa; (2) Elaboração de protocolos para aquisição de cadáveres não
    reclamados junto às instituições; (3) Programa de doadores voluntários na Universidade
    Federal do Rio Grande do Norte.Por fim, concluímos que o conhecimento das atribuições
    por parte das instituições públicas e privada, bem como o programa de doação voluntária
    aumentaram a oferta de cadáveres para o ensino da Anatomia Humana na Universidade
    Federal do Rio Grande do Norte.

2
  • MARCELLO FREIRE ALVES DE SOUZA
  • ENSINO DA ULTRASSONOGRAFIA DIAGNÓSTICA A PARTIR DO CICLO BÁSICO DO CURSO DE MEDICINA UTILIZANDO LIVRO DIGITAL MULTIMÍDIA  

  • Orientador : RICARDO ALEXSANDRO DE MEDEIROS VALENTIM
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RICARDO ALEXSANDRO DE MEDEIROS VALENTIM
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • WILSA MARIA RAMOS
  • Data: 10/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • Atualmente a ecografia diagnóstica está inserida em várias áreas da atuação médica e sendo realizada por diversos profissionais médicos, desde os que militam diretamente na área da imagem como os radiologistas e ultrassonografistas, também por ginecologistas, pediatras, neurologistas, clínicos gerais, endocrinologistas, angiologistas, ortopedistas, reumatologistas, urologistas, cirurgiões gerais e vasculares. É bem sabido que o profissional médico para o exercício de sua missão necessita de um amplo conjunto de habilidades, competências e atitudes desenvolvidas e exercitadas durante o seu período de formação. Convivendo com estudantes de medicina ao longo de quase 20 anos em ambiente hospitalar, observei lacunas no processo de aprendizagem por parte dos alunos quanto ao que é ultrassonografia diagnóstica e suas aplicações, evidenciando-se falhas quanto a compreensão da acústica básica ecográfica, percebendo-se dificuldades quanto a identificação das estruturas anatômicas nas imagens ecográficas, inabilidade nas solicitações de exames e na interpretação das imagens e dos resultados laudados. Partindo destas constatações foi desenvolvido neste mestrado profissional um livro virtual multimídia que expõe o que vem a ser a ultrassonografia como modalidade diagnóstica por imagem, tratando de sua historiografia e seus conceitos físicos/acústicos, relatando o processo de formação da imagem ecográfica, discorrendo sobre as características dos equipamentos ultrassonográficos e suas tecnologias embarcadas, destacando-se suas aplicações diagnósticas, estas últimas apresentadas através de vídeos onde serão descritos aspectos das imagens ecográficas gravadas. Este livro estará disponível para acesso em plataforma Web, servindo de ferramenta didática à formação médica desde o início da graduação. Poderá ser utilizado conjuntamente com a disciplina de anatomia topográfica, oferecida no ciclo básico do curso de graduação em medicina, onde e ao mesmo tempo o aluno poderá auferir conhecimentos sobre os órgãos e estruturas anatômicas e relacionar este aprendizado com as imagens ecográficas, conhecendo e habituando-se desde o início de sua formação às imagens (representações) ultrassonográficas que correspondem a estes órgãos e estruturas. Neste contexto sugere-se a participação do imagenologista para compor a equipe de facilitadores deste processo ensino-aprendizagem, enriquecendo-o e tornando-o pluriprofissional, com esta atitude buscam-se ações integrativas e colaborativas intraequipe para a consolidação deste processo, centrando o estudante como sujeito ativo da aprendizagem.


  • Mostrar Abstract
  • Atualmente a ecografia diagnóstica está inserida em várias áreas da atuação médica e sendo realizada por diversos profissionais médicos, desde os que militam diretamente na área da imagem como os radiologistas e ultrassonografistas, também por ginecologistas, pediatras, neurologistas, clínicos gerais, endocrinologistas, angiologistas, ortopedistas, reumatologistas, urologistas, cirurgiões gerais e vasculares. É bem sabido que o profissional médico para o exercício de sua missão necessita de um amplo conjunto de habilidades, competências e atitudes desenvolvidas e exercitadas durante o seu período de formação. Convivendo com estudantes de medicina ao longo de quase 20 anos em ambiente hospitalar, observei lacunas no processo de aprendizagem por parte dos alunos quanto ao que é ultrassonografia diagnóstica e suas aplicações, evidenciando-se falhas quanto a compreensão da acústica básica ecográfica, percebendo-se dificuldades quanto a identificação das estruturas anatômicas nas imagens ecográficas, inabilidade nas solicitações de exames e na interpretação das imagens e dos resultados laudados. Partindo destas constatações foi desenvolvido neste mestrado profissional um livro virtual multimídia que expõe o que vem a ser a ultrassonografia como modalidade diagnóstica por imagem, tratando de sua historiografia e seus conceitos físicos/acústicos, relatando o processo de formação da imagem ecográfica, discorrendo sobre as características dos equipamentos ultrassonográficos e suas tecnologias embarcadas, destacando-se suas aplicações diagnósticas, estas últimas apresentadas através de vídeos onde serão descritos aspectos das imagens ecográficas gravadas. Este livro estará disponível para acesso em plataforma Web, servindo de ferramenta didática à formação médica desde o início da graduação. Poderá ser utilizado conjuntamente com a disciplina de anatomia topográfica, oferecida no ciclo básico do curso de graduação em medicina, onde e ao mesmo tempo o aluno poderá auferir conhecimentos sobre os órgãos e estruturas anatômicas e relacionar este aprendizado com as imagens ecográficas, conhecendo e habituando-se desde o início de sua formação às imagens (representações) ultrassonográficas que correspondem a estes órgãos e estruturas. Neste contexto sugere-se a participação do imagenologista para compor a equipe de facilitadores deste processo ensino-aprendizagem, enriquecendo-o e tornando-o pluriprofissional, com esta atitude buscam-se ações integrativas e colaborativas intraequipe para a consolidação deste processo, centrando o estudante como sujeito ativo da aprendizagem.

3
  • JOSE HILTON NOGUEIRA JUNIOR
  • PERÍCIA MÉDICA PREVIDENCIÁRIA: O QUE ESTUDANTES E MÉDICOS
    SABEM SOBRE O TEMA?

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MARINALDO HORACIO DE OLIVEIRA MEDEIROS
  • MAURICIO GALVAO PEREIRA
  • Data: 11/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • O tema Perícia Médica Previdenciária é, sabidamente, pouco explorado
    durante a formação médica, seja na graduação ou na residência médica/
    especialização, apesar de ser extremamente relevante no dia a dia do médico,
    deixando-o, algumas vezes, em situação conflituosa. O objetivo geral deste estudo foi
    contribuir para a inserção do tema Perícia Médica Previdenciária no curso de
    graduação em Medicina da UFRN, partindo de um diagnóstico situacional onde 200
    estudantes do internato, 198 médicos residentes e 170 profissionais médicos que
    atuam nos hospitais de ensino da UFRN responderam um questionário sobre o tema,
    abordando questões sobre o nível de conhecimento em relação aos principais tipos
    de benefícios por incapacidade concedidos pelo INSS, percentual de solicitação de
    Atestados no serviço público, capacidade para elaboração de atestados médicos e a
    medida do nível de confiança dos médicos em avaliar a capacidade laborativa de
    pacientes em sua área de atuação. Os resultados mostraram que os principais tipos
    de benefícios por incapacidade são pouco conhecidos tanto pelos estudantes do
    internato como pelos médicos e o tempo de formado não foi considerado tão decisivo
    na melhoria deste grau de conhecimento. Foi visto também que a demanda de
    atestados médicos para o INSS no serviço público parece considerável, com quase
    70% dos médicos informando demanda em até 30% dos atendimentos diários. O
    tempo de formado parece ter influência sobre a segurança na elaboração de
    atestados e na capacidade de avaliação do potencial laboral dos pacientes. A partir
    desses resultados foi conduzido um “estudo piloto” através de um mini-curso teóricoprático,
    baseado em um modelo de intervenção pedagógica com metodologia ativa,
    destinado ao mesmo público-alvo, desenvolvendo e discutindo estratégias de como
    deve se comportar o médico assistente no conflito “doença x incapacidade laborativa”,
    com ênfase principal na elaboração de atestados médicos. Noções básicas sobre
    benefícios da previdência social e atuação do médico perito também foram
    abordadas. Após esta intervenção, estes indivíduos foram submetidos a um
    questionário de satisfação quanto ao aprendizado e a abordagem pedagógica
    utilizada. Apesar da amostra pouco expressiva de 27 participantes no total, foi
    possível observar um avanço no grau de conhecimento e na motivação de médicos e
    estudantes a respeito do tema perícia médica previdenciária. Concluímos, portanto,
    que o conhecimento sobre o tema Perícia Médica Previdenciária é frágil entre
    médicos e estudantes de medicina. Este modelo de intervenção aplicado a um público
    maior e de forma sistematizada pode ser um passo importante na tentativa de incluir,
    este tema no currículo do curso de medicina da UFRN. 1. INTRODUÇÃO
    O tema Perícia Médica Previdenciária faz parte do dia a dia da mai


  • Mostrar Abstract
  • O tema Perícia Médica Previdenciária é, sabidamente, pouco explorado
    durante a formação médica, seja na graduação ou na residência médica/
    especialização, apesar de ser extremamente relevante no dia a dia do médico,
    deixando-o, algumas vezes, em situação conflituosa. O objetivo geral deste estudo foi
    contribuir para a inserção do tema Perícia Médica Previdenciária no curso de
    graduação em Medicina da UFRN, partindo de um diagnóstico situacional onde 200
    estudantes do internato, 198 médicos residentes e 170 profissionais médicos que
    atuam nos hospitais de ensino da UFRN responderam um questionário sobre o tema,
    abordando questões sobre o nível de conhecimento em relação aos principais tipos
    de benefícios por incapacidade concedidos pelo INSS, percentual de solicitação de
    Atestados no serviço público, capacidade para elaboração de atestados médicos e a
    medida do nível de confiança dos médicos em avaliar a capacidade laborativa de
    pacientes em sua área de atuação. Os resultados mostraram que os principais tipos
    de benefícios por incapacidade são pouco conhecidos tanto pelos estudantes do
    internato como pelos médicos e o tempo de formado não foi considerado tão decisivo
    na melhoria deste grau de conhecimento. Foi visto também que a demanda de
    atestados médicos para o INSS no serviço público parece considerável, com quase
    70% dos médicos informando demanda em até 30% dos atendimentos diários. O
    tempo de formado parece ter influência sobre a segurança na elaboração de
    atestados e na capacidade de avaliação do potencial laboral dos pacientes. A partir
    desses resultados foi conduzido um “estudo piloto” através de um mini-curso teóricoprático,
    baseado em um modelo de intervenção pedagógica com metodologia ativa,
    destinado ao mesmo público-alvo, desenvolvendo e discutindo estratégias de como
    deve se comportar o médico assistente no conflito “doença x incapacidade laborativa”,
    com ênfase principal na elaboração de atestados médicos. Noções básicas sobre
    benefícios da previdência social e atuação do médico perito também foram
    abordadas. Após esta intervenção, estes indivíduos foram submetidos a um
    questionário de satisfação quanto ao aprendizado e a abordagem pedagógica
    utilizada. Apesar da amostra pouco expressiva de 27 participantes no total, foi
    possível observar um avanço no grau de conhecimento e na motivação de médicos e
    estudantes a respeito do tema perícia médica previdenciária. Concluímos, portanto,
    que o conhecimento sobre o tema Perícia Médica Previdenciária é frágil entre
    médicos e estudantes de medicina. Este modelo de intervenção aplicado a um público
    maior e de forma sistematizada pode ser um passo importante na tentativa de incluir,
    este tema no currículo do curso de medicina da UFRN. 1. INTRODUÇÃO
    O tema Perícia Médica Previdenciária faz parte do dia a dia da mai

4
  • ADSON JOSE MARTINS VALE
  • ATIVIDADE DE FORMAÇÃO INTERPROFISSIONAL EM URGÊNCIA PRÉ-HOSPITALAR

  • Orientador : FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • JULIANA BALBINOT REIS GIRONDI
  • LUCIARA FABIANE SEBO
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • Data: 24/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • Para a atuação em urgências é importante que os profissionais de saúde desenvolvam competências específicas e diferenciadas, o que nos mostra a importância do planejamento da capacitação em urgência. Assim os cursos de medicina e enfermagem devem favorecer o desenvolvimento dessas competências e habilidades, para avaliá-las, há necessidade de vários instrumentos direcionados para os diversos domínios. O objetivo do presente estudo foi analisar as competências essenciais em suporte básico e avançado de vida no ambiente pré-hospitalar e o seu processo de implementação nos cursos médico e de enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Trata-se de um estudo metodológico e prospectivo, com 24 discentes de medicina do internato e de enfermagem do estágio supervisionado, que realizaram estágio teórico-prático no atendimento de urgências pré-hospitalares. Realizaram-se aulas semanais teórico-práticas por um semestre letivo, ministradas por médicos e enfermeiros do APH. Os temas abordados foram: SAV e SBV, transporte seguro em urgências clínicas, traumáticas, gineco-obstétricas, pediátricas e psiquiátricas. Foi realizada atividade prática em ambulâncias. Os discentes também participaram de estações práticas realizadas através do Objective Structured Clinical Evaluation (OSCE), no Laboratório de Habilidades do Centro de Ciências da Saúde. Foi realizado pré-teste, pósteste e OSCE. Os alunos foram estimulados ao raciocínio crítico-reflexivo e sobre a importância da integração entre médicos e enfermeiros. Observou-se que 88% dos alunos apresentaram aumento de score em relação ao pré- teste. Estudantes de medicina e enfermagem da UFRN, apresentam expectativas semelhantes com relação às habilidades essenciais adquiridas durante atividade de formação. Os resultados do presente estudo servirão de base para organização da atividade de formação interprofissional em urgência pré-hospitalar do curso médico e de enfermagem, bem como contribuiu para organizar estações práticas, identificando as competências clínicas básicas, e implementando instrumentos de avaliação discente da UFRN.


  • Mostrar Abstract
  • Para a atuação em urgências é importante que os profissionais de saúde desenvolvam competências específicas e diferenciadas, o que nos mostra a importância do planejamento da capacitação em urgência. Assim os cursos de medicina e enfermagem devem favorecer o desenvolvimento dessas competências e habilidades, para avaliá-las, há necessidade de vários instrumentos direcionados para os diversos domínios. O objetivo do presente estudo foi analisar as competências essenciais em suporte básico e avançado de vida no ambiente pré-hospitalar e o seu processo de implementação nos cursos médico e de enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Trata-se de um estudo metodológico e prospectivo, com 24 discentes de medicina do internato e de enfermagem do estágio supervisionado, que realizaram estágio teórico-prático no atendimento de urgências pré-hospitalares. Realizaram-se aulas semanais teórico-práticas por um semestre letivo, ministradas por médicos e enfermeiros do APH. Os temas abordados foram: SAV e SBV, transporte seguro em urgências clínicas, traumáticas, gineco-obstétricas, pediátricas e psiquiátricas. Foi realizada atividade prática em ambulâncias. Os discentes também participaram de estações práticas realizadas através do Objective Structured Clinical Evaluation (OSCE), no Laboratório de Habilidades do Centro de Ciências da Saúde. Foi realizado pré-teste, pósteste e OSCE. Os alunos foram estimulados ao raciocínio crítico-reflexivo e sobre a importância da integração entre médicos e enfermeiros. Observou-se que 88% dos alunos apresentaram aumento de score em relação ao pré- teste. Estudantes de medicina e enfermagem da UFRN, apresentam expectativas semelhantes com relação às habilidades essenciais adquiridas durante atividade de formação. Os resultados do presente estudo servirão de base para organização da atividade de formação interprofissional em urgência pré-hospitalar do curso médico e de enfermagem, bem como contribuiu para organizar estações práticas, identificando as competências clínicas básicas, e implementando instrumentos de avaliação discente da UFRN.

5
  • MARIA APARECIDA CARDOSO DE SOUZA
  • FATORES DETERMINANTES DA MORBIMORTALIDADE MATERNA EM UMA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA OBSTÉTRICA: AVALIAÇÃO DAS COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS DA ÁREA MÉDICA

  • Orientador : ANA KATHERINE DA SILVEIRA GONCALVES DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA KATHERINE DA SILVEIRA GONCALVES DE OLIVEIRA
  • JULIANA BALBINOT REIS GIRONDI
  • ROBINSON DIAS DE MEDEIROS
  • Data: 24/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • Objetivo: avaliar os fatores determinantes da morbimortalidade em unidade de terapia intensiva obstétrica (UTIO) e competências profissionais dos estudantes do curso médico e dos residentes de Ginecologia e Obstetrícia de um hospital universitário. Métodos: estudo observacional de corte transversal com 492 gestantes ou puérperas e 261 alunos e residentes. Foram selecionadas pacientes internadas na UTIO no período de um ano, sendo informadas sobre as propostas do estudo e realizada aplicação do questionário. A análise foi feita através do Microsoft Excel 2013 e GraphPad6. Foram empregados testes x2 para verificar associação entre os fatores de risco para morbi-mortalidade materna e testes t de student para avaliar competências dos alunos da graduação e residentes referentes ao teste cognitivo e ao Mini-cex. Resultados: Foram encontrados como riscos relativos significativamente elevados para desenvolvimento de near miss quando comparada a morbidade materna grave, a raça não-branca (OR=2,527; RR=2,342); pacientes casadas (OR=7,968; RR=7,113), escolaridade até 2º grau incompleto (OR=3,177; RR=2,829), procedente do interior (OR=4,643; RR=4,087), renda familiar menor que 1 salário mínimo (OR=7,014; RR=5,554), distúrbios hipertensivos gestacionais (OR=16,35; RR=13,27), realização do pré-natal (OR=5,023; RR=4,254) e a via de parto cesárea (OR=39,21; RR=31,25). Na análise cognitiva, foi notada uma diferença significativa nas performances dos estudantes sobre o tema (3,75 ± 0,93, 4,03 ± 0,94 e 4,88 ± 0,35 médias e desvios padrões dos acadêmicos, internos e residentes, respectivamente; p < 0,01) e no Mini-cex mostrando um melhor desempenho global dos residentes quando comparados aos alunos da graduação. Conclusões: Questões socioeconômicas, clínicas e assistenciais mostraram-se relacionados à prevalência de near miss, revelando a importância de intervenções amplas para melhorar estes indicadores. Sugere-se, também, uma maior inserção curricular do tema nas disciplinas do curso médico, tendo em vista a importância de se evitar a near miss através da adequação no âmbito da educação médica.


  • Mostrar Abstract
  • Objetivo: avaliar os fatores determinantes da morbimortalidade em unidade de terapia intensiva obstétrica (UTIO) e competências profissionais dos estudantes do curso médico e dos residentes de Ginecologia e Obstetrícia de um hospital universitário. Métodos: estudo observacional de corte transversal com 492 gestantes ou puérperas e 261 alunos e residentes. Foram selecionadas pacientes internadas na UTIO no período de um ano, sendo informadas sobre as propostas do estudo e realizada aplicação do questionário. A análise foi feita através do Microsoft Excel 2013 e GraphPad6. Foram empregados testes x2 para verificar associação entre os fatores de risco para morbi-mortalidade materna e testes t de student para avaliar competências dos alunos da graduação e residentes referentes ao teste cognitivo e ao Mini-cex. Resultados: Foram encontrados como riscos relativos significativamente elevados para desenvolvimento de near miss quando comparada a morbidade materna grave, a raça não-branca (OR=2,527; RR=2,342); pacientes casadas (OR=7,968; RR=7,113), escolaridade até 2º grau incompleto (OR=3,177; RR=2,829), procedente do interior (OR=4,643; RR=4,087), renda familiar menor que 1 salário mínimo (OR=7,014; RR=5,554), distúrbios hipertensivos gestacionais (OR=16,35; RR=13,27), realização do pré-natal (OR=5,023; RR=4,254) e a via de parto cesárea (OR=39,21; RR=31,25). Na análise cognitiva, foi notada uma diferença significativa nas performances dos estudantes sobre o tema (3,75 ± 0,93, 4,03 ± 0,94 e 4,88 ± 0,35 médias e desvios padrões dos acadêmicos, internos e residentes, respectivamente; p < 0,01) e no Mini-cex mostrando um melhor desempenho global dos residentes quando comparados aos alunos da graduação. Conclusões: Questões socioeconômicas, clínicas e assistenciais mostraram-se relacionados à prevalência de near miss, revelando a importância de intervenções amplas para melhorar estes indicadores. Sugere-se, também, uma maior inserção curricular do tema nas disciplinas do curso médico, tendo em vista a importância de se evitar a near miss através da adequação no âmbito da educação médica.

6
  • CELESTE MARIA DE MENEZES SOUZA
  • AVALIAÇÃO COMPARATIVA DA EFICÁCIA DOS MEIOS DE DIAGNÓSTICO DAS VULVOVAGINITES: IMPLANTAÇÃO DE NOVA TECNOLOGIA NO ENSINO PRÁTICO DA GINECOLOGIA


  • Orientador : ANA KATHERINE DA SILVEIRA GONCALVES DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA KATHERINE DA SILVEIRA GONCALVES DE OLIVEIRA
  • LUCIARA FABIANE SEBO
  • MARIA DA CONCEICAO DE MESQUITA CORNETTA
  • Data: 24/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • Diagnósticos imprecisos das vulvovaginites geram tratamentos inadequados que causam prejuizos a saúde das mulheres. Objetivo: avaliar sistematicamente a eficácia dos métodos diagnósticos das vulvovaginites infecciosas. Método: foi realizado um estudo de corte transversal com 200 mulheres no menacme com queixa de corrimento vaginal. Destas, foi coletado material vaginal mulheres para realizar exames: microbiológico a fresco e corado pelo Gram, Citologia oncológica, teste das aminas e mensuração do pH vaginal. Foi avaliada a eficácia (sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e valor preditivo negativo) dos métodos disponíveis para diagnóstico do corrimento vaginal.  Os dados foram coletados em forma de planilha do software Excel/Office 2010 com todas as variáveis e foi exportado para o Graphpad Prism 6, para análise estatística.  Resultados: Na avaliação da eficácia dos métodos foram estudadas 200 pacientes, tendo como padrão ouro o exame microbiológico corado pelo gram foram obtidos os seguintes resultados: Citologia oncológica para vaginose bacteriana: sensibilidade=15% especificidade=80%; valor predictivo positivo (VPP)=16%; valor preditivo negativo (VPN)=79%; Citologia oncológica para candidíase vaginal: sensibilidade=15% especificidade=80%; valor predictivo positivo (VPP)=16%; valor preditivo negativo (VPN)=79%; Exame a fresco para vaginose bacteriana: sensibilidade=16% especificidade=76%; valor predictivo positivo (VPP)=14%; valor preditivo negativo (VPN)=78%; Exame a fresco para candidíase vaginal: sensibilidade=3% especificidade=88%; valor predictivo positivo (VPP)=2,5%; valor preditivo negativo (VPN)=89%; Abordagem sindrômica para vaginose bacteriana: sensibilidade=19% especificidade=34,5%; valor predictivo positivo (VPP)=6,7%; valor preditivo negativo (VPN)=63%; Abordagem sindrômica para candidíase vaginal: sensibilidade=3% especificidade=82%; valor predictivo positivo (VPP)=1,7%; valor preditivo negativo (VPN)=89%.Houve apenas um único caso de tricomoníase vaginal, diagnosticado pela citologia oncológica e exame à fresco, confirmado pelo Gram. A abordagem sindrômica o deu como vaginose bacteriana.  A partir destes dados e tendo ainda o suporte da literatura mundial, foi elaborado o Protocolo de diagnóstico e tratamento das Vulvovaginites da Maternidade Escola Januário Cicco /UFRN

    Conclusão: Todos os métodos avaliados, a despeito de demonstrarem boa especificidade, apresentaram baixa sensibilidade, o que implica na prática clínica em um grande número de pacientes não diagnosticadas ou tratadas de forma incorreta.


  • Mostrar Abstract
  • Diagnósticos imprecisos das vulvovaginites geram tratamentos inadequados que causam prejuizos a saúde das mulheres. Objetivo: avaliar sistematicamente a eficácia dos métodos diagnósticos das vulvovaginites infecciosas. Método: foi realizado um estudo de corte transversal com 200 mulheres no menacme com queixa de corrimento vaginal. Destas, foi coletado material vaginal mulheres para realizar exames: microbiológico a fresco e corado pelo Gram, Citologia oncológica, teste das aminas e mensuração do pH vaginal. Foi avaliada a eficácia (sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e valor preditivo negativo) dos métodos disponíveis para diagnóstico do corrimento vaginal.  Os dados foram coletados em forma de planilha do software Excel/Office 2010 com todas as variáveis e foi exportado para o Graphpad Prism 6, para análise estatística.  Resultados: Na avaliação da eficácia dos métodos foram estudadas 200 pacientes, tendo como padrão ouro o exame microbiológico corado pelo gram foram obtidos os seguintes resultados: Citologia oncológica para vaginose bacteriana: sensibilidade=15% especificidade=80%; valor predictivo positivo (VPP)=16%; valor preditivo negativo (VPN)=79%; Citologia oncológica para candidíase vaginal: sensibilidade=15% especificidade=80%; valor predictivo positivo (VPP)=16%; valor preditivo negativo (VPN)=79%; Exame a fresco para vaginose bacteriana: sensibilidade=16% especificidade=76%; valor predictivo positivo (VPP)=14%; valor preditivo negativo (VPN)=78%; Exame a fresco para candidíase vaginal: sensibilidade=3% especificidade=88%; valor predictivo positivo (VPP)=2,5%; valor preditivo negativo (VPN)=89%; Abordagem sindrômica para vaginose bacteriana: sensibilidade=19% especificidade=34,5%; valor predictivo positivo (VPP)=6,7%; valor preditivo negativo (VPN)=63%; Abordagem sindrômica para candidíase vaginal: sensibilidade=3% especificidade=82%; valor predictivo positivo (VPP)=1,7%; valor preditivo negativo (VPN)=89%.Houve apenas um único caso de tricomoníase vaginal, diagnosticado pela citologia oncológica e exame à fresco, confirmado pelo Gram. A abordagem sindrômica o deu como vaginose bacteriana.  A partir destes dados e tendo ainda o suporte da literatura mundial, foi elaborado o Protocolo de diagnóstico e tratamento das Vulvovaginites da Maternidade Escola Januário Cicco /UFRN

    Conclusão: Todos os métodos avaliados, a despeito de demonstrarem boa especificidade, apresentaram baixa sensibilidade, o que implica na prática clínica em um grande número de pacientes não diagnosticadas ou tratadas de forma incorreta.

7
  • EDNA MARTA MENDES DA SILVA
  • PRECEPTORIA EM PROFISSIONAIS DE SAÚDE: VIABILIZANDO MEIOS PARA UMA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM HOSPITAL PÚBLICO EM NATAL

  • Orientador : FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • JULIANA BALBINOT REIS GIRONDI
  • LUCIARA FABIANE SEBO
  • Data: 24/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • A preceptoria em saúde é uma prática pedagógica, que ocorre no ambiente de trabalho, conduzida por profissionais da assistência, com cargo de professor ou não, onde a grande maioria desses atua de forma intuitiva, reproduzindo sua própria formação, confundindo transmissão de informação com ensino. Estes preceptores muitas vezes não dominam os saberes pedagógicos, necessários à organização de ações formativas, tais como os diversos processos de ensino-aprendizagem e as diferentes modalidades de avaliação. A preceptoria é primordial no processo de formação dos discentes da área da saúde, sendo por ocasião dos estágios supervisionados que o processo de ensino-aprendizagem fundamenta-se na experiência prática com a participação em situações reais de vida e de trabalho profissional. Este estudo teve como objetivo construir e realizar um curso de capacitação pedagógica à distância para profissionais de saúde que exercem funções de preceptoria em instituições públicas de saúde. Foi realizado um estudo do tipo exploratório, descritivo de abordagem qualitativa, com o desenvolvimento de produto. Através de instrumento de pesquisa, foram avaliados 162 profissionais de saúde que desenvolviam a preceptoria, o que tornou possível traçar o perfil do preceptor e identificar as necessidades pedagógicas relacionadas ao processo educacional, o que fundamentou a construção do conteúdo programático do curso. Dos preceptores pesquisados, identificamos que 69% pertenciam ao sexo feminino, a faixa etária predominante foi entre 51 e 59 anos (29%), e a maioria eram enfermeiros (38%), seguida da categoria médica (29%), 80% tem pelo menos uma pós-graduação, e apenas 25% receberam algum tipo de capacitação para exercer a preceptoria. O curso foi disponibilizado na modalidade à distância através da plataforma Moodle propiciando uma capacitação pedagógica para o desenvolvimento de habilidades e competências para o exercício da preceptoria. Investir em qualificação do preceptor, partindo dos preceitos da Educação Permanente, proporcionará uma maior apropriação dos saberes para o ensino e consequente conscientização do seu papel de educador no âmbito do trabalho visando à melhora do processo de ensino-aprendizagem.


  • Mostrar Abstract
  • A preceptoria em saúde é uma prática pedagógica, que ocorre no ambiente de trabalho, conduzida por profissionais da assistência, com cargo de professor ou não, onde a grande maioria desses atua de forma intuitiva, reproduzindo sua própria formação, confundindo transmissão de informação com ensino. Estes preceptores muitas vezes não dominam os saberes pedagógicos, necessários à organização de ações formativas, tais como os diversos processos de ensino-aprendizagem e as diferentes modalidades de avaliação. A preceptoria é primordial no processo de formação dos discentes da área da saúde, sendo por ocasião dos estágios supervisionados que o processo de ensino-aprendizagem fundamenta-se na experiência prática com a participação em situações reais de vida e de trabalho profissional. Este estudo teve como objetivo construir e realizar um curso de capacitação pedagógica à distância para profissionais de saúde que exercem funções de preceptoria em instituições públicas de saúde. Foi realizado um estudo do tipo exploratório, descritivo de abordagem qualitativa, com o desenvolvimento de produto. Através de instrumento de pesquisa, foram avaliados 162 profissionais de saúde que desenvolviam a preceptoria, o que tornou possível traçar o perfil do preceptor e identificar as necessidades pedagógicas relacionadas ao processo educacional, o que fundamentou a construção do conteúdo programático do curso. Dos preceptores pesquisados, identificamos que 69% pertenciam ao sexo feminino, a faixa etária predominante foi entre 51 e 59 anos (29%), e a maioria eram enfermeiros (38%), seguida da categoria médica (29%), 80% tem pelo menos uma pós-graduação, e apenas 25% receberam algum tipo de capacitação para exercer a preceptoria. O curso foi disponibilizado na modalidade à distância através da plataforma Moodle propiciando uma capacitação pedagógica para o desenvolvimento de habilidades e competências para o exercício da preceptoria. Investir em qualificação do preceptor, partindo dos preceitos da Educação Permanente, proporcionará uma maior apropriação dos saberes para o ensino e consequente conscientização do seu papel de educador no âmbito do trabalho visando à melhora do processo de ensino-aprendizagem.

8
  • PAULO ROBERTO DE ANDRADE SANTOS
  • PERCEPÇÃO DA EQUIPE DE SAÚDE, DISCENTES E USUÁRIOS SOBRE A COMUNICAÇÃO COM INDIVÍDUOS COM DÉFICIT AUDITIVO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA.

  • Orientador : JOSE DINIZ JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • JOSE DINIZ JUNIOR
  • RICARDO YAMASHITA SANTOS
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • VERA LUCIA GARCIA
  • Data: 27/04/2015

  • Mostrar Resumo
  •  

    O estudo teve como objetivo identificar nos profissionais e estudantes dos cursos da área da saúde que atuam em uma Unidade Básica de saúde na cidade do Natal/RN a sua percepção frente ao atendimento de pacientes deficientes auditivos, bem com as necessidades da população com déficit auditivo em relação à assistência à saúde. Trata-se de um estudo transversal, exploratório, descritivo, realizado no período de abril a julho de 2014, com uma população composta por 21 profissionais de saúde, 17 estudantes e 8 usuários surdos. Para o levantamento dos dados foi utilizado um questionário estruturado composto por questões (abertas e fechadas) aplicado aos grupos formados por profissionais da saúde (médico, dentista, enfermeiro e agentes de saúde) e estudantes dos cursos de medicina, enfermagem, educação física, nutrição e serviço social. Os profissionais/estudantes responderam ao questionário semiestruturado contendo perguntas abertas e fechadas acera das possíveis dificuldades enfrentadas no atendimento ao deficiente auditivo e surdo. A coleta de dados com os usuários surdos foi realizada através de entrevista filmada para que a Língua brasileira de Sinais (Libras) pudesse ser interpretada da para o português pelo pesquisador. Com estes últimos foi realizado um levantamento de suas reações ao procurar um atendimento no serviço de saúde. Já o perfil de identificação dos sujeitos foi analisado por meio da estatística descritiva simples (frequências absolutas e relativas). As questões abertas foram analisadas através da técnica de análise de conteúdo a qual permitiu o processo de categorização preservando todos os aspectos levantados na discussão de forma que as falas foram representativas da totalidade. Os profissionais e estudantes no que se refere à atitude utilizada para se comunicar com possíveis pacientes surdos emergiram as seguintes categorias: a “escrita”, os “gestos” e o “auxilio a terceiros”. Já os surdos quando questionados sobre suas experiências ao buscar atendimento em saúde, as categorias elucidadas foram: “qualidade da assistência ao deficiente auditivo”, “adequação da comunicação com o deficiente auditivo” e “dependência de terceiros”. As questões fechadas foram mensuradas e adaptadas a Escala de Likert em 5 graus de variação, que compuseram três destas questões: grau de dificuldade na comunicação ao atender um paciente com déficit auditivo (mínima a grande dificuldade); sentimento de conforto para utilizar a língua de sinais (mínimo a grande desconforto); e conhecimento sobre a Lei 10.436, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais (Libras) (baixo conhecimento a totalmente esclarecido). Os dados coletados com os profissionais e estudantes revelaram certo desconhecimento e desconforto no atendimento em saúde aos pacientes surdos, realidade também evidenciada na opinião dos surdos participantes. Este estudo permitiu identificar problemas na comunicação, resultando em consequências negativas no atendimento a essa população. Este diagnóstico poderá ser relevante para elaboração de políticas públicas e diretrizes curriculares essenciais à formação dos profissionais da saúde, inclusão e melhoria da assistência aos surdos.


  • Mostrar Abstract
  •  

    O estudo teve como objetivo identificar nos profissionais e estudantes dos cursos da área da saúde que atuam em uma Unidade Básica de saúde na cidade do Natal/RN a sua percepção frente ao atendimento de pacientes deficientes auditivos, bem com as necessidades da população com déficit auditivo em relação à assistência à saúde. Trata-se de um estudo transversal, exploratório, descritivo, realizado no período de abril a julho de 2014, com uma população composta por 21 profissionais de saúde, 17 estudantes e 8 usuários surdos. Para o levantamento dos dados foi utilizado um questionário estruturado composto por questões (abertas e fechadas) aplicado aos grupos formados por profissionais da saúde (médico, dentista, enfermeiro e agentes de saúde) e estudantes dos cursos de medicina, enfermagem, educação física, nutrição e serviço social. Os profissionais/estudantes responderam ao questionário semiestruturado contendo perguntas abertas e fechadas acera das possíveis dificuldades enfrentadas no atendimento ao deficiente auditivo e surdo. A coleta de dados com os usuários surdos foi realizada através de entrevista filmada para que a Língua brasileira de Sinais (Libras) pudesse ser interpretada da para o português pelo pesquisador. Com estes últimos foi realizado um levantamento de suas reações ao procurar um atendimento no serviço de saúde. Já o perfil de identificação dos sujeitos foi analisado por meio da estatística descritiva simples (frequências absolutas e relativas). As questões abertas foram analisadas através da técnica de análise de conteúdo a qual permitiu o processo de categorização preservando todos os aspectos levantados na discussão de forma que as falas foram representativas da totalidade. Os profissionais e estudantes no que se refere à atitude utilizada para se comunicar com possíveis pacientes surdos emergiram as seguintes categorias: a “escrita”, os “gestos” e o “auxilio a terceiros”. Já os surdos quando questionados sobre suas experiências ao buscar atendimento em saúde, as categorias elucidadas foram: “qualidade da assistência ao deficiente auditivo”, “adequação da comunicação com o deficiente auditivo” e “dependência de terceiros”. As questões fechadas foram mensuradas e adaptadas a Escala de Likert em 5 graus de variação, que compuseram três destas questões: grau de dificuldade na comunicação ao atender um paciente com déficit auditivo (mínima a grande dificuldade); sentimento de conforto para utilizar a língua de sinais (mínimo a grande desconforto); e conhecimento sobre a Lei 10.436, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais (Libras) (baixo conhecimento a totalmente esclarecido). Os dados coletados com os profissionais e estudantes revelaram certo desconhecimento e desconforto no atendimento em saúde aos pacientes surdos, realidade também evidenciada na opinião dos surdos participantes. Este estudo permitiu identificar problemas na comunicação, resultando em consequências negativas no atendimento a essa população. Este diagnóstico poderá ser relevante para elaboração de políticas públicas e diretrizes curriculares essenciais à formação dos profissionais da saúde, inclusão e melhoria da assistência aos surdos.

9
  • ANA MARIA GOMES DOS SANTOS
  • PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO A PARTIR DO DIÁLOGO ENSINO-SERVIÇO NA ÓTICA DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE

     

     

  • Orientador : SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE JAILSON DE ALMEIDA JUNIOR
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 29/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: As políticas de formação em saúde no Brasil vêm passando por profundas transformações, resultado da reforma sanitária e do rompimento com o modelo biomédico, ainda hegemônico. No entanto, o paradigma da integralidade vem sendo introduzido na saúde e, para a consolidação desse conceito, a formação vem se apropriando de novas abordagens metodológicas. Pode-se mencionar a interação ensino-serviço (ensino-serviço-comunidade), cuja proposta permite a ampliação da percepção acerca do processo saúde-doença, além da garantia dos compromissos da formação para/com o SUS. OBJETIVO: Compreender, a partir dos profissionais de saúde, a participação dos estudantes da Faculdade de Ciências da Saúde/UFRN na estratégia saúde da família, de modo a contribuir para a formação profissional desses estudantes. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Estudo fundamentado na abordagem qualitativa, a técnica utilizada para obtenção dos dados da pesquisa foi o grupo focal (GF). Foram realizados 2 GFs em duas unidades básica de saúde da família do município de Santa Cruz – RN, onde participaram profissionais da equipe da estratégia de saúde da família. As discussões foram conduzidas a partir de um roteiro previamente elaborado. A análise dos resultados foi realizada a partir da técnica de conteúdo temática categorial. RESULTADOS Participaram do estudo, 18 profissionais de saúde, sendo 13 (72%) do sexo feminino. Para esses profissionais, a interação ensino-serviço permite ao estudante compreender o modelo de atenção integral em saúde, visto que o contato com a comunidade amplia a sua percepção acerca do processo saúde-doença, como também permite reconhecer a importância do trabalho em equipe para atenção integral em saúde. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Os resultados indicam a importância da política de reorientação no contexto da formação para que os alunos tenham precocemente contato com o serviço e, dessa forma desenvolva habilidades técnicas e relacionais no contexto ao qual for inserido


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUÇÃO: As políticas de formação em saúde no Brasil vêm passando por profundas transformações, resultado da reforma sanitária e do rompimento com o modelo biomédico, ainda hegemônico. No entanto, o paradigma da integralidade vem sendo introduzido na saúde e, para a consolidação desse conceito, a formação vem se apropriando de novas abordagens metodológicas. Pode-se mencionar a interação ensino-serviço (ensino-serviço-comunidade), cuja proposta permite a ampliação da percepção acerca do processo saúde-doença, além da garantia dos compromissos da formação para/com o SUS. OBJETIVO: Compreender, a partir dos profissionais de saúde, a participação dos estudantes da Faculdade de Ciências da Saúde/UFRN na estratégia saúde da família, de modo a contribuir para a formação profissional desses estudantes. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Estudo fundamentado na abordagem qualitativa, a técnica utilizada para obtenção dos dados da pesquisa foi o grupo focal (GF). Foram realizados 2 GFs em duas unidades básica de saúde da família do município de Santa Cruz – RN, onde participaram profissionais da equipe da estratégia de saúde da família. As discussões foram conduzidas a partir de um roteiro previamente elaborado. A análise dos resultados foi realizada a partir da técnica de conteúdo temática categorial. RESULTADOS Participaram do estudo, 18 profissionais de saúde, sendo 13 (72%) do sexo feminino. Para esses profissionais, a interação ensino-serviço permite ao estudante compreender o modelo de atenção integral em saúde, visto que o contato com a comunidade amplia a sua percepção acerca do processo saúde-doença, como também permite reconhecer a importância do trabalho em equipe para atenção integral em saúde. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Os resultados indicam a importância da política de reorientação no contexto da formação para que os alunos tenham precocemente contato com o serviço e, dessa forma desenvolva habilidades técnicas e relacionais no contexto ao qual for inserido

10
  • ELAINE CRISTINA ALVES
  • DIAGNÓSTICO SITUACIONAL DA INSERÇÃO E DAS POTENCIALIDADES DA RESIDENCIA INTEGRADA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE: UM ESTUDO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA

  • Orientador : ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • MARISE REIS DE FREITAS
  • Data: 29/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • Os Programas de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde da
    Universidade Federal do Rio Grande do Norte (PRIMS/UFRN) tem como pilar
    orientador o processo de aprendizagem do ensino em serviço, o trabalho
    multiprofissional interdisciplinar e seguir os princípios e diretrizes do Sistema
    Único de Saúde (SUS). Embora os PRIMS/UFRN tenham sidos idealizados com
    foco na atenção hospitalar, o processo de formação na inserção dos residentes
    na atenção primária à saúde (APS) ocupa importante papel, pois estes
    necessitam vivenciar todos os níveis de atenção, já que o processo de educação
    pelo trabalho a que se propõe a Residência é baseado na integralidade da
    atenção à saúde. Então a presente pesquisa buscou elucidar a inserção desses
    residentes nos serviços de APS, através de uma abordagem qualitativa de
    estudo de caso, onde a coleta dos dados foi realizada em dois momentos
    distintos: no primeiro momento, foi realizado um questionário, mediante um
    roteiro semi-estruturado com os residentes dos PRIMS/UFRN, campus Natal, na
    segunda etapa foi realizada a técnica de grupo focal com um grupo de nove
    residentes e os dados foram analisados a partir da análise de conteúdo temática
    categorial. Pode-se perceber que as Unidades Básicas de Saúde (UBS) que
    possuíam estratégias de ensino no trabalho como PET Saúde/PET Saúde da
    Família e projetos de extensão a inserção dos residentes dos PRIMS/UFRN foi
    facilitada e tiveram a oportunidade de vivenciar atividades de integração ensinoserviço-comunidade.
    Diante disso, as atividades que articulam ações de
    promoção, prevenção e recuperação da saúde, contemplaram a formação na
    integralidade do cuidado à saúde, para estes residentes inseridos em programas
    de pós-graduação na atenção hospitalar.


  • Mostrar Abstract
  • Os Programas de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde da
    Universidade Federal do Rio Grande do Norte (PRIMS/UFRN) tem como pilar
    orientador o processo de aprendizagem do ensino em serviço, o trabalho
    multiprofissional interdisciplinar e seguir os princípios e diretrizes do Sistema
    Único de Saúde (SUS). Embora os PRIMS/UFRN tenham sidos idealizados com
    foco na atenção hospitalar, o processo de formação na inserção dos residentes
    na atenção primária à saúde (APS) ocupa importante papel, pois estes
    necessitam vivenciar todos os níveis de atenção, já que o processo de educação
    pelo trabalho a que se propõe a Residência é baseado na integralidade da
    atenção à saúde. Então a presente pesquisa buscou elucidar a inserção desses
    residentes nos serviços de APS, através de uma abordagem qualitativa de
    estudo de caso, onde a coleta dos dados foi realizada em dois momentos
    distintos: no primeiro momento, foi realizado um questionário, mediante um
    roteiro semi-estruturado com os residentes dos PRIMS/UFRN, campus Natal, na
    segunda etapa foi realizada a técnica de grupo focal com um grupo de nove
    residentes e os dados foram analisados a partir da análise de conteúdo temática
    categorial. Pode-se perceber que as Unidades Básicas de Saúde (UBS) que
    possuíam estratégias de ensino no trabalho como PET Saúde/PET Saúde da
    Família e projetos de extensão a inserção dos residentes dos PRIMS/UFRN foi
    facilitada e tiveram a oportunidade de vivenciar atividades de integração ensinoserviço-comunidade.
    Diante disso, as atividades que articulam ações de
    promoção, prevenção e recuperação da saúde, contemplaram a formação na
    integralidade do cuidado à saúde, para estes residentes inseridos em programas
    de pós-graduação na atenção hospitalar.

11
  • CARLA SUELY SOUZA DE PAULA
  •  IMPLEMENTACÃO DA VISITA INTERPROFISSIONAL DE CARDIOLOGIA COMO ESTRATEGIA DE INSERÇAO DA EDUCAÇÃO INTERPROFISSIONAL NO ENSINO DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE.

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • MARIA HEBE DANTAS DA NOBREGA
  • MARIA SANALI MOURA DE OLIVEIRA PAIVA
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
  • Data: 30/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • A educação interprofissional ainda representa um grande desafio para a educação em saúde. O objetivo deste estudo foi explorar a forma como a Visita Interprofissional em Cardiologia (IVC) impacta diferentes profissionais de saúde e alunos como uma iniciativa da educação interprofissional. Implementar a Visita Interprofissional de Cardiologia (VIC) como estratégia de ensino Da educação interprofissional na graduação e pós-graduação da UFRN. Trata-se de um estudo exploratório prospectivo, de intervenção realizado entre março de 2013 a novembro de 2014, no serviço de cardiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), envolvendo profissionais da área da saúde do HUOL e estudantes de graduação e pós-graduação dos cursos de saúde da Universidade Federal do Rio grande do Norte (UFRN). O estudo ocorreu em três etapas:. Planejamento da atividade interprofissional; – Implementação da atividade “Visita Interprofissional de Cardiologia (VIC)” e Avaliação da atividade, sendo a última realizada através de grupos focais. O processo de planejamento e implementação da VIC foi descrito e da análise do segundo grupo focal emergiram cinco categorias: Reconhecimento da participação em atividades interprofissionais prévias; Visão conceitual de atividades interprofissionais; Impactos da VIC na assistência; Contribuições da VIC na formação e Desafios da manutenção da VIC. O processo de elaboração e planejamento da VIC atingiu os objetivos, embora a participação de alguns profissionais da saúde ainda não tenha sido sistemática em função da sobrecarga de atividades da equipe de enfermagem e dificuldade na conciliação dos horários. a VIC foi considerada uma experiência exitosa, sendo bastante elogiada e reconhecida como iniciativa de impacto positivo para a melhoria da assistência prestada ao paciente cardiopata. Fica claro, pela análise dos discursos, que a VIC é uma estratégia que impacta tanto na assistência quanto no ensino. Contudo, permanecem algumas dificuldades importantes, como a falta de recursos humanos, a dificuldade de integrar a VIC.


  • Mostrar Abstract
  • A educação interprofissional ainda representa um grande desafio para a educação em saúde. O objetivo deste estudo foi explorar a forma como a Visita Interprofissional em Cardiologia (IVC) impacta diferentes profissionais de saúde e alunos como uma iniciativa da educação interprofissional. Implementar a Visita Interprofissional de Cardiologia (VIC) como estratégia de ensino Da educação interprofissional na graduação e pós-graduação da UFRN. Trata-se de um estudo exploratório prospectivo, de intervenção realizado entre março de 2013 a novembro de 2014, no serviço de cardiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), envolvendo profissionais da área da saúde do HUOL e estudantes de graduação e pós-graduação dos cursos de saúde da Universidade Federal do Rio grande do Norte (UFRN). O estudo ocorreu em três etapas:. Planejamento da atividade interprofissional; – Implementação da atividade “Visita Interprofissional de Cardiologia (VIC)” e Avaliação da atividade, sendo a última realizada através de grupos focais. O processo de planejamento e implementação da VIC foi descrito e da análise do segundo grupo focal emergiram cinco categorias: Reconhecimento da participação em atividades interprofissionais prévias; Visão conceitual de atividades interprofissionais; Impactos da VIC na assistência; Contribuições da VIC na formação e Desafios da manutenção da VIC. O processo de elaboração e planejamento da VIC atingiu os objetivos, embora a participação de alguns profissionais da saúde ainda não tenha sido sistemática em função da sobrecarga de atividades da equipe de enfermagem e dificuldade na conciliação dos horários. a VIC foi considerada uma experiência exitosa, sendo bastante elogiada e reconhecida como iniciativa de impacto positivo para a melhoria da assistência prestada ao paciente cardiopata. Fica claro, pela análise dos discursos, que a VIC é uma estratégia que impacta tanto na assistência quanto no ensino. Contudo, permanecem algumas dificuldades importantes, como a falta de recursos humanos, a dificuldade de integrar a VIC.

12
  • GIZEUDA TEIXEIRA DE ARAUJO
  • ANÁLISE DO PERFIL DE ENCAMINHAMENTOS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA PARA PRÉ–NATAL DE ALTO RISCO – DESAFIOS PARA O ENSINO DE COMPETÊNCIAS NA ÁREA DA SAÚDE MATERNO-INFANTIL

  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • JOSE EDVAN DE SOUZA JUNIOR
  • Data: 30/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • OBJETIVO: identificar um perfil das principais causas de encaminhamentos inadequados da atenção primária para o pré-natal de alto risco, como subsídio para o planejamento de ações voltadas para a qualificação do ensino de competências essenciais na área da saúde materna. MÉTODOS: estudo com delineamento transversal, baseado na análise documental de todos os encaminhamentos de gestantes para o serviço de pré-natal de alto risco (PNAR) da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), serviço de referência obstétrica para o estado do Rio Grande do Norte. Todas as gestantes encaminhadas no período de junho a dezembro de 2014 (n=771) passaram por consulta de triagem, na qual foi preenchido formulário para análise da causa clínica que motivou o encaminhamento para o PNAR. Os encaminhamentos foram classificados como adequados, inadequados ou inconclusivos. RESULTADOS: Foram detectados 188 encaminhamentos inadequados (24,4%) e 93 inconclusivos (12,1%), totalizando 36,5% de encaminhamentos inapropriados. As principais causas identificadas nos encaminhamentos inadequados foram: gestação de baixo risco (12,8%), hipertensão arterial não confirmada (12,1%), ameaça de abortamento (8,9%), gravidez na adolescência (7,1%), toxoplasmose (5,3%), incompatibilidade sanguínea RH (4,6%) e infecção do trato urinário (4,3%). Os dados obtidos fornecem subsídios para os seguintes produtos: 1) planejamento de atividades de educação permanente voltadas para os profissionais da saúde da atenção primária, alunos de graduação e residentes; e 2) formulação de uma plataforma virtual para suporte aos profissionais que necessitam encaminhar pacientes ao PNAR, através do programa de Telessaúde. CONCLUSÃO: Os resultados do trabalho são de grande relevância no contexto atual da formação profissional em saúde, com potencial para impactar positivamente não apenas no desenvolvimento de competências relacionadas à saúde materna na graduação e pós-graduação, assim como na qualificação da atenção à saúde prestada à população.


  • Mostrar Abstract
  • OBJETIVO: identificar um perfil das principais causas de encaminhamentos inadequados da atenção primária para o pré-natal de alto risco, como subsídio para o planejamento de ações voltadas para a qualificação do ensino de competências essenciais na área da saúde materna. MÉTODOS: estudo com delineamento transversal, baseado na análise documental de todos os encaminhamentos de gestantes para o serviço de pré-natal de alto risco (PNAR) da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), serviço de referência obstétrica para o estado do Rio Grande do Norte. Todas as gestantes encaminhadas no período de junho a dezembro de 2014 (n=771) passaram por consulta de triagem, na qual foi preenchido formulário para análise da causa clínica que motivou o encaminhamento para o PNAR. Os encaminhamentos foram classificados como adequados, inadequados ou inconclusivos. RESULTADOS: Foram detectados 188 encaminhamentos inadequados (24,4%) e 93 inconclusivos (12,1%), totalizando 36,5% de encaminhamentos inapropriados. As principais causas identificadas nos encaminhamentos inadequados foram: gestação de baixo risco (12,8%), hipertensão arterial não confirmada (12,1%), ameaça de abortamento (8,9%), gravidez na adolescência (7,1%), toxoplasmose (5,3%), incompatibilidade sanguínea RH (4,6%) e infecção do trato urinário (4,3%). Os dados obtidos fornecem subsídios para os seguintes produtos: 1) planejamento de atividades de educação permanente voltadas para os profissionais da saúde da atenção primária, alunos de graduação e residentes; e 2) formulação de uma plataforma virtual para suporte aos profissionais que necessitam encaminhar pacientes ao PNAR, através do programa de Telessaúde. CONCLUSÃO: Os resultados do trabalho são de grande relevância no contexto atual da formação profissional em saúde, com potencial para impactar positivamente não apenas no desenvolvimento de competências relacionadas à saúde materna na graduação e pós-graduação, assim como na qualificação da atenção à saúde prestada à população.

13
  • JOSE LUIZ DE SOUZA NETO
  • DESENVOLVIMENTO E AVALIAÇÃO DO EMPREGO DE DISPOSITIVO AJUSTÁVEL AO CORPO PARA TREINAMENTO DE HABILIDADE DE ACESSO VENOSO PERIFÉRICO NO MEMBRO SUPERIOR

  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA PINHEIRO FERNANDES DE ARAUJO
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • JOSE EDVAN DE SOUZA JUNIOR
  • REGINALDO ANTONIO DE OLIVEIRA FREITAS JUNIOR
  • Data: 30/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • OBJETIVO: Desenvolver e avaliar o emprego de um dispositivo ajustável ao corpo para treinamento de habilidade de acesso venoso periférico no membro superior, para estudantes de graduação. MÉTODOS: O trabalho compreendeu duas fases: I) desenvolvimento do simulador inovador e II) ensaio controlado comparando o desempenho do dispositivo ajustável ao corpo em relação ao simulador comercial no treinamento da habilidade de punção venosa no membro superior. Alunos da graduação do curso de medicina da UFRN (n=56) participaram da fase de intervenção, que foi constituída de pré-teste, aula teórica sobre acessos venosos periféricos, randomização em grupos conforme o simulador utilizado para treinamento (Grupo Simulador Comercial e Grupo Simulador Inovador), punção real interpares, pós-teste e questionários de satisfação. RESULTADOS: Os Grupos Simulador Comercial e Simulador Inovador não tiveram diferença estatisticamente significativa quanto à idade, sexo, cor, resultados do Pré-teste e Pós-teste, avaliação atitudinal e desempenho na execução da punção real. Os alunos do Grupo Simulador Experimental tiveram melhor desempenho no preenchimento do prontuário simulado. Ao término da pesquisa, o ganho cognitivo (conhecimento) teve significativo incremento em ambos os grupos. O grau de realismo, na percepção dos alunos, foi equivalente em ambos os grupos. O grau de valor para o ensino do simulador inovador foi conceituado como bom a ótimo em 85,7% dos alunos que o utilizaram.  CONCLUSÕES: Diante dos resultados obtidos, o simulador inovador demonstrou-se como uma alternativa de baixo custo para o ensino da habilidade de punção venosa em membro superior, onde o desempenho cognitivo, procedimental e atitudinal dos alunos que o utilizaram foi equivalente ao dos que treinaram em simulador comercial. 


  • Mostrar Abstract
  • OBJETIVO: Desenvolver e avaliar o emprego de um dispositivo ajustável ao corpo para treinamento de habilidade de acesso venoso periférico no membro superior, para estudantes de graduação. MÉTODOS: O trabalho compreendeu duas fases: I) desenvolvimento do simulador inovador e II) ensaio controlado comparando o desempenho do dispositivo ajustável ao corpo em relação ao simulador comercial no treinamento da habilidade de punção venosa no membro superior. Alunos da graduação do curso de medicina da UFRN (n=56) participaram da fase de intervenção, que foi constituída de pré-teste, aula teórica sobre acessos venosos periféricos, randomização em grupos conforme o simulador utilizado para treinamento (Grupo Simulador Comercial e Grupo Simulador Inovador), punção real interpares, pós-teste e questionários de satisfação. RESULTADOS: Os Grupos Simulador Comercial e Simulador Inovador não tiveram diferença estatisticamente significativa quanto à idade, sexo, cor, resultados do Pré-teste e Pós-teste, avaliação atitudinal e desempenho na execução da punção real. Os alunos do Grupo Simulador Experimental tiveram melhor desempenho no preenchimento do prontuário simulado. Ao término da pesquisa, o ganho cognitivo (conhecimento) teve significativo incremento em ambos os grupos. O grau de realismo, na percepção dos alunos, foi equivalente em ambos os grupos. O grau de valor para o ensino do simulador inovador foi conceituado como bom a ótimo em 85,7% dos alunos que o utilizaram.  CONCLUSÕES: Diante dos resultados obtidos, o simulador inovador demonstrou-se como uma alternativa de baixo custo para o ensino da habilidade de punção venosa em membro superior, onde o desempenho cognitivo, procedimental e atitudinal dos alunos que o utilizaram foi equivalente ao dos que treinaram em simulador comercial. 

14
  • SHEILA RAMOS DE MIRANDA HENRIQUES
  • Elaboração de ferramenta computacional para aprendizado da anatomia do pescoço

  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO IROCHIMA PINHEIRO
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • RICARDO ALEXSANDRO DE MEDEIROS VALENTIM
  • Data: 30/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • O processo ensino-aprendizagem exige uma busca constante, por parte dos educadores, de inovações didáticas que visem melhorar a aprendizagem. No ensino da anatomia humana essas inovações tornam-se cada vez mais importantes, por se tratar de uma disciplina onde a “mecanização” é necessária, porém a justificativa para aquele conhecimento adquirido é o que torna os alunos interessados na aprendizagem; para isso, a correlação constante dos conhecimentos anatômicos com a clínica e cirurgia (técnicas operatórias), tornam-se essências. Inovações tecnológicas podem ajudar bastante nesse processo. Esse projeto busca o desenvolvimento de novas tecnologias que melhorem o processo ensino-aprendizagem na anatomia do pescoço. Mais precisamente será desenvolvido um trabalho que exponha, em forma de texto e imagens (fotos e desenhos), a anatomia do pescoço, enfatizando sua aplicabilidade clínica e cirúrgica, e um manual de dissecação correlacionando o mesmo com a técnica operatória de cirurgia do pescoço. O material será disponibilizado em e-book e em aplicativos para iPhone e iPad. A avaliação da eficácia do material será feita através de testes teóricos aplicados em turmas de medicina da UFRN, na disciplina de anatomia topográfica, sendo comparadas turmas que usaram o material com turmas que não fizeram uso do mesmo, assim como será avaliado o grau de facilitação que o material proporcionou para a aprendizagem em anatomia de cabeça e pescoço.


  • Mostrar Abstract
  • O processo ensino-aprendizagem exige uma busca constante, por parte dos educadores, de inovações didáticas que visem melhorar a aprendizagem. No ensino da anatomia humana essas inovações tornam-se cada vez mais importantes, por se tratar de uma disciplina onde a “mecanização” é necessária, porém a justificativa para aquele conhecimento adquirido é o que torna os alunos interessados na aprendizagem; para isso, a correlação constante dos conhecimentos anatômicos com a clínica e cirurgia (técnicas operatórias), tornam-se essências. Inovações tecnológicas podem ajudar bastante nesse processo. Esse projeto busca o desenvolvimento de novas tecnologias que melhorem o processo ensino-aprendizagem na anatomia do pescoço. Mais precisamente será desenvolvido um trabalho que exponha, em forma de texto e imagens (fotos e desenhos), a anatomia do pescoço, enfatizando sua aplicabilidade clínica e cirúrgica, e um manual de dissecação correlacionando o mesmo com a técnica operatória de cirurgia do pescoço. O material será disponibilizado em e-book e em aplicativos para iPhone e iPad. A avaliação da eficácia do material será feita através de testes teóricos aplicados em turmas de medicina da UFRN, na disciplina de anatomia topográfica, sendo comparadas turmas que usaram o material com turmas que não fizeram uso do mesmo, assim como será avaliado o grau de facilitação que o material proporcionou para a aprendizagem em anatomia de cabeça e pescoço.

15
  • NESTOR RODRIGUES DE OLIVEIRA NETO
  • DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO PARA ENSINO DE ELETROCARDIOGRAFIA PARA ALUNOS DE GRADUAÇÃO


  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO IROCHIMA PINHEIRO
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • RICARDO ALEXSANDRO DE MEDEIROS VALENTIM
  • Data: 30/04/2015

  • Mostrar Resumo
  • O eletrocardiograma (ECG) é um exame fundamental em Cardiologia e no atendimento dos pacientes em Unidades de Pronto Atendimento e Emergências. Entretanto, o ensino e o aprendizado do ECG, em geral, não tem sido considerado tarefa fácil e estudos têm mostrado que o nível de competência para interpretação do ECG é baixo até mesmo entre médicos residentes. O primeiro contato com este tema na graduação é através do ensino dos conceitos básicos, como a eletrofisiologia da célula cardíaca, anatomia e fisiologia do sistema de condução do coração e o estudo dos conceitos básicos em eletrocardiografia e  ECG normal. Atualmente aplicativos da área médica para dispositivos eletrônicos portáteis são bastantes populares no ambiente hospitalar, como auxiliares ao ensino e à prática médica. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi desenvolver um aplicativo para dispositivos móveis (Iphone/Ipad), focado no ensino de eletrofisiologia da célula cardíaca e eletrocardiografia, direcionado para alunos de graduação. O aplicativo é desenvolvido na plataforma iOS (Apple inc), utilizando a ferramenta de programação iOS SKD 6.0, que consiste no pacote com os softwares necessários para trabalhar com iOS. O aplicativo apresenta potencial para emprego no ensino de graduação, como ferramenta para facilitar o entendimento dos conceitos básicos da eletrocardiografia. Para isso, incorpora várias ferramentas e recursos  integrados, contendo textos com imagens, animações, tutoriais e vídeos.


  • Mostrar Abstract
  • O eletrocardiograma (ECG) é um exame fundamental em Cardiologia e no atendimento dos pacientes em Unidades de Pronto Atendimento e Emergências. Entretanto, o ensino e o aprendizado do ECG, em geral, não tem sido considerado tarefa fácil e estudos têm mostrado que o nível de competência para interpretação do ECG é baixo até mesmo entre médicos residentes. O primeiro contato com este tema na graduação é através do ensino dos conceitos básicos, como a eletrofisiologia da célula cardíaca, anatomia e fisiologia do sistema de condução do coração e o estudo dos conceitos básicos em eletrocardiografia e  ECG normal. Atualmente aplicativos da área médica para dispositivos eletrônicos portáteis são bastantes populares no ambiente hospitalar, como auxiliares ao ensino e à prática médica. Neste contexto, o objetivo deste trabalho foi desenvolver um aplicativo para dispositivos móveis (Iphone/Ipad), focado no ensino de eletrofisiologia da célula cardíaca e eletrocardiografia, direcionado para alunos de graduação. O aplicativo é desenvolvido na plataforma iOS (Apple inc), utilizando a ferramenta de programação iOS SKD 6.0, que consiste no pacote com os softwares necessários para trabalhar com iOS. O aplicativo apresenta potencial para emprego no ensino de graduação, como ferramenta para facilitar o entendimento dos conceitos básicos da eletrocardiografia. Para isso, incorpora várias ferramentas e recursos  integrados, contendo textos com imagens, animações, tutoriais e vídeos.

16
  • BRUNO ERICK DE BARROS LUCENA
  • TELESSAÚDE COMO FERRAMENTA DE APOIO À ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE: UM OLHAR SOBRE AS TELECONSULTORIAS EM CARDIOLOGIA.

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA ESTELA HADDAD
  • DANILO ALVES PINTO NAGEM
  • LUIZ ROBERTO DE OLIVEIRA
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • THIAGO GOMES DA TRINDADE
  • Data: 05/05/2015

  • Mostrar Resumo
  • No Brasil, com o intuito de qualificar a Atenção Básica, o Ministério da Saúde implementou o Programa Telessaúde Brasil Redes para fornecer atividades assistenciais (teleassistência) e de suporte à educação permanente em saúde (tele-educação). Nesse aspecto, um dos principais serviços oferecidos é o de teleconsultorias. Como parte da expansão nacional do programa, foi criado, no Rio Grande do Norte, um núcleo local de telessaúde, denominado Telessaúde/RN. Esta pesquisa teve como objetivo implementar o serviço de teleconsultoria na especialidade de cardiologia no Telessaúde/RN, analisando as características das teleconsultorias em cardiologia solicitadas. Ademais, analisar as Segundas Opiniões Formativas em cardiologia disponíveis no Portal Telessáude Brasil. Trata-se de estudo quantitativo, com desenho observacional e caráter descritivo. Foram identificadas 56 Segundas Opiniões Formativas relacionadas à cardiologia no portal Telessaúde Brasil, sendo a maioria referentes à hipertensão arterial sistêmica (29%), solicitadas por médicos (59%) e com abordagem sobre aspectos relativos a apoio ao tratamento (30%). No núcleo de Telessaúde do Rio Grande Norte, foram realizadas 47 teleconsultorias em cardiologia, sendo a maior parte delas também relativa à hipertensão arterial (50%), requeridas em sua maioria por agentes comunitários de saúde (45%) e com enfoque direcionado a apoio ao tratamento (52%). A teleconsultoria em cardiologia foi implementada no núcleo Telessaúde/RN, sendo realizada sistematicamente desde abril de 2014 e representa uma estratégia prática e eficiente, capaz de garantir a oferta de serviços de saúde, alcançando aqueles que vivem em áreas distantes e carentes. Conhecer a demanda das teleconsultorias é de extrema relevância, pois fornece informações necessárias para suprir as deficiências existentes, quer sejam de natureza assistencial, gerencial e/ou educacional, como também possibilita pensar em estratégias públicas que melhorem as demandas identificadas nas solicitações de teleconsultoria.


  • Mostrar Abstract
  • No Brasil, com o intuito de qualificar a Atenção Básica, o Ministério da Saúde implementou o Programa Telessaúde Brasil Redes para fornecer atividades assistenciais (teleassistência) e de suporte à educação permanente em saúde (tele-educação). Nesse aspecto, um dos principais serviços oferecidos é o de teleconsultorias. Como parte da expansão nacional do programa, foi criado, no Rio Grande do Norte, um núcleo local de telessaúde, denominado Telessaúde/RN. Esta pesquisa teve como objetivo implementar o serviço de teleconsultoria na especialidade de cardiologia no Telessaúde/RN, analisando as características das teleconsultorias em cardiologia solicitadas. Ademais, analisar as Segundas Opiniões Formativas em cardiologia disponíveis no Portal Telessáude Brasil. Trata-se de estudo quantitativo, com desenho observacional e caráter descritivo. Foram identificadas 56 Segundas Opiniões Formativas relacionadas à cardiologia no portal Telessaúde Brasil, sendo a maioria referentes à hipertensão arterial sistêmica (29%), solicitadas por médicos (59%) e com abordagem sobre aspectos relativos a apoio ao tratamento (30%). No núcleo de Telessaúde do Rio Grande Norte, foram realizadas 47 teleconsultorias em cardiologia, sendo a maior parte delas também relativa à hipertensão arterial (50%), requeridas em sua maioria por agentes comunitários de saúde (45%) e com enfoque direcionado a apoio ao tratamento (52%). A teleconsultoria em cardiologia foi implementada no núcleo Telessaúde/RN, sendo realizada sistematicamente desde abril de 2014 e representa uma estratégia prática e eficiente, capaz de garantir a oferta de serviços de saúde, alcançando aqueles que vivem em áreas distantes e carentes. Conhecer a demanda das teleconsultorias é de extrema relevância, pois fornece informações necessárias para suprir as deficiências existentes, quer sejam de natureza assistencial, gerencial e/ou educacional, como também possibilita pensar em estratégias públicas que melhorem as demandas identificadas nas solicitações de teleconsultoria.

17
  • JANE CRISTINA MEDEIROS
  • REANIMAÇÃO NEONATAL: CAPACITAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE COM BASE NA APRENDIZAGEM BASEADA EM PROBLEMAS

  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MARCELO DOS SANTOS
  • DULCIAN MEDEIROS DE AZEVEDO
  • Data: 11/05/2015

  • Mostrar Resumo
  • Em todo o mundo, e também no Brasil, há uma carência de profissionais habilitados em conhecimentos de reanimação neonatal devido à falta de acesso ao treinamento ou treinamento inadequado desses profissionais. Este trabalho relata a construção e aplicação de um curso em reanimação neonatal voltado para os profissionais de nível médio utilizando a metodologia da aprendizagem baseada em problemas (ABP).  O curso foi realizado em dois encontros, um para a realização da sessão tutorial e um  para treinamento prático nas habilidades relacionadas. Os participantes foram divididos em grupos de 8 profissionais sob a supervisão de dois tutores com experiência no emprego da metodologia ABP. A experiência foi considerada como bem sucedida, pois promoveu o envolvimento dos participantes e motivação para o aprendizado. Alguns aspectos foram reforçados para o aprimoramento do curso, como o rigor no emprego correto da metodologia ABP e a construção de material didático personalizado voltado para as necessidades de aprendizagem dos alunos. Sugere-se que a proposta de curso desenvolvida é adequada não apenas para o público-alvo dos profissionais de nível médio envolvidos com a reanimação neonatal, mas também para estudantes de graduação de Medicina e Enfermagem.


  • Mostrar Abstract
  • Em todo o mundo, e também no Brasil, há uma carência de profissionais habilitados em conhecimentos de reanimação neonatal devido à falta de acesso ao treinamento ou treinamento inadequado desses profissionais. Este trabalho relata a construção e aplicação de um curso em reanimação neonatal voltado para os profissionais de nível médio utilizando a metodologia da aprendizagem baseada em problemas (ABP).  O curso foi realizado em dois encontros, um para a realização da sessão tutorial e um  para treinamento prático nas habilidades relacionadas. Os participantes foram divididos em grupos de 8 profissionais sob a supervisão de dois tutores com experiência no emprego da metodologia ABP. A experiência foi considerada como bem sucedida, pois promoveu o envolvimento dos participantes e motivação para o aprendizado. Alguns aspectos foram reforçados para o aprimoramento do curso, como o rigor no emprego correto da metodologia ABP e a construção de material didático personalizado voltado para as necessidades de aprendizagem dos alunos. Sugere-se que a proposta de curso desenvolvida é adequada não apenas para o público-alvo dos profissionais de nível médio envolvidos com a reanimação neonatal, mas também para estudantes de graduação de Medicina e Enfermagem.

18
  • GERSON BARBOSA DO NASCIMENTO
  • A POLÍTICA DO ARGUMENTO DE INCLUSÃO REGIONAL NO ÂMBITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE

  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DULCIAN MEDEIROS DE AZEVEDO
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • LUCAS PEREIRA DE MELO
  • Data: 11/05/2015

  • Mostrar Resumo
  • O acesso ao ensino superior gratuito no Brasil continua sendo um grande desafio para significativa parcela da população. Várias políticas de ações afirmativas têm sido estimuladas no sentido de promover um acesso mais homogêneo às universidades públicas brasileiras. Essa dificuldade no acesso acaba refletindo-se no mercado de trabalho, gerando um desequilíbrio em várias áreas de atuação. Na área de saúde, temos observado que um intenso debate sobre a oferta, a concentração e a fixação de médicos vem acontecendo no Brasil. Embora o número de médicos tenha aumentado nos últimos anos, chama a atenção a desigualdade da distribuição dos mesmos, que prioriza os grandes centros urbanos e as capitais em detrimento dos municípios do interior. A abertura de novos cursos de medicina é uma das estratégias na tentativa de conseguir uma melhor distribuição de médicos nas diversas regiões do Brasil. O presente trabalho teve como objetivo estudar o Argumento de Inclusão Regional da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, enquanto política que objetiva priorizar a seleção de estudantes do interior do Estado com vistas a promover maior fixação futura de profissionais nas regiões com maior carência destes, especialmente médicos. Trata-se de estudo exploratório, descritivo, em que a coleta de dados constou de revisão bibliográfica e análise documental. O estudo se desenvolveu em etapas, transformadas em capítulos descritivos que deram forma ao trabalho final.  É importante destacar a necessidade de esclarecimento sobre esse instrumento, que pode ser utilizado por todos os novos cursos de Medicina do país como um dos meios para um melhorar o acesso de estudantes das regiões onde os cursos estão inseridos e, com isso, tentar promover, ao final do curso, uma maior fixação de médicos nos municípios do interior do Brasil. 


  • Mostrar Abstract
  • O acesso ao ensino superior gratuito no Brasil continua sendo um grande desafio para significativa parcela da população. Várias políticas de ações afirmativas têm sido estimuladas no sentido de promover um acesso mais homogêneo às universidades públicas brasileiras. Essa dificuldade no acesso acaba refletindo-se no mercado de trabalho, gerando um desequilíbrio em várias áreas de atuação. Na área de saúde, temos observado que um intenso debate sobre a oferta, a concentração e a fixação de médicos vem acontecendo no Brasil. Embora o número de médicos tenha aumentado nos últimos anos, chama a atenção a desigualdade da distribuição dos mesmos, que prioriza os grandes centros urbanos e as capitais em detrimento dos municípios do interior. A abertura de novos cursos de medicina é uma das estratégias na tentativa de conseguir uma melhor distribuição de médicos nas diversas regiões do Brasil. O presente trabalho teve como objetivo estudar o Argumento de Inclusão Regional da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, enquanto política que objetiva priorizar a seleção de estudantes do interior do Estado com vistas a promover maior fixação futura de profissionais nas regiões com maior carência destes, especialmente médicos. Trata-se de estudo exploratório, descritivo, em que a coleta de dados constou de revisão bibliográfica e análise documental. O estudo se desenvolveu em etapas, transformadas em capítulos descritivos que deram forma ao trabalho final.  É importante destacar a necessidade de esclarecimento sobre esse instrumento, que pode ser utilizado por todos os novos cursos de Medicina do país como um dos meios para um melhorar o acesso de estudantes das regiões onde os cursos estão inseridos e, com isso, tentar promover, ao final do curso, uma maior fixação de médicos nos municípios do interior do Brasil. 

19
  • AUZELIVIA PASTORA REGO MEDEIROS FALCAO
  • UTILIZAÇÃO DE MAPAS CONCEITUAIS COMO FERRAMENTA DE ENSINO PARA O DESENVOLVIMENTO DO RACIOCÍNIO CLÍNICO NO CURSO DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE (UFRN).

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELAINE LIRA MEDEIROS
  • JOSÉ EYMARD MORAES DE MEDEIROS FILHO
  • LUCAS PEREIRA DE MELO
  • OSCARINA DA SILVA EZEQUIEL
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 28/05/2015

  • Mostrar Resumo
  • CONTEXTO: No amplo rol das habilidades pertinentes ao profissional médico, é indubitável a necessidade do seu raciocínio clínico fundamentado e coeso, para que o cuidado médico seja, de fato, efetivo. No cerne desta questão, surgem os mapas conceituais, que consistem em uma inovação metodológica que possibilita uma visão integradora, panorâmica e associativa do conteúdo teórico, tornando-o mais prático e aplicável à realidade da observação clínica. Promoção do aprendizado, recurso de aprendizado, sistema de feedback entre professor e aluno e meio de avaliação e acompanhamento do desempenho dos alunos ao longo de sua formação são as vertentes principais dessa ferramenta. OBJETIVO: Avaliar a utilidade dos mapas conceituais como ferramenta de ensino-aprendizagem na formação de estudantes de graduação do curso de medicina da UFRN. METODOLOGIA: Estudo intervencional, seccional, randomizado, realizado com estudantes de medicina dos 3º e 5º períodos do curso de medicina da UFRN, durante o semestre acadêmico 2014.2, totalizando 86 participantes, agrupados em dois grupos: GI (intervenção) e GII (controle) em cada semestre acadêmico. RESULTADOS: O uso de mapas conceituais para ensino da síndrome de Insuficiência Hepática resultou em ganho cognitivo, estatisticamente significante, para os alunos do GI, do quinto período (GI: 6,8±1,6 e 8,0±1,5, p = 0,024; GII: 7,2±2,1 e 8,0±1,7, p = 0,125, médias pré e pós-intervenção, respectivamente), fato não observado no terceiro período (GI: 7,7±1,3 e 8,0±1,4, p = 0,501; GII: 6,7±1,8 e 7,8±1,8; p = 0,068, médias pré e pós-intervenção, respectivamente). A maioria dos estudantes não conhece a ferramenta (53,8% do terceiro período e 65,3% do quinto período). Dentre os que conhecem os mapas conceituais, a maioria (59,3%) somente a utilizaram durante o ensino médio, 14,8% nunca a haviam utilizado e apenas sete alunos (25,9%) a utilizam durante o curso de Medicina. CONCLUSÃO: Apesar do pouco conhecimento da ferramenta, a boa aceitabilidade e compreensão da mesma pode ser observada entre os participantes do estudo. Entretanto, faz-se necessária a análise de outros dados como o conhecimento do estilo de aprendizagem desses alunos, especialmente do terceiro período, para entendermos melhor sua relação com a melhoria do desempenho cognitivo.


  • Mostrar Abstract
  • CONTEXTO: No amplo rol das habilidades pertinentes ao profissional médico, é indubitável a necessidade do seu raciocínio clínico fundamentado e coeso, para que o cuidado médico seja, de fato, efetivo. No cerne desta questão, surgem os mapas conceituais, que consistem em uma inovação metodológica que possibilita uma visão integradora, panorâmica e associativa do conteúdo teórico, tornando-o mais prático e aplicável à realidade da observação clínica. Promoção do aprendizado, recurso de aprendizado, sistema de feedback entre professor e aluno e meio de avaliação e acompanhamento do desempenho dos alunos ao longo de sua formação são as vertentes principais dessa ferramenta. OBJETIVO: Avaliar a utilidade dos mapas conceituais como ferramenta de ensino-aprendizagem na formação de estudantes de graduação do curso de medicina da UFRN. METODOLOGIA: Estudo intervencional, seccional, randomizado, realizado com estudantes de medicina dos 3º e 5º períodos do curso de medicina da UFRN, durante o semestre acadêmico 2014.2, totalizando 86 participantes, agrupados em dois grupos: GI (intervenção) e GII (controle) em cada semestre acadêmico. RESULTADOS: O uso de mapas conceituais para ensino da síndrome de Insuficiência Hepática resultou em ganho cognitivo, estatisticamente significante, para os alunos do GI, do quinto período (GI: 6,8±1,6 e 8,0±1,5, p = 0,024; GII: 7,2±2,1 e 8,0±1,7, p = 0,125, médias pré e pós-intervenção, respectivamente), fato não observado no terceiro período (GI: 7,7±1,3 e 8,0±1,4, p = 0,501; GII: 6,7±1,8 e 7,8±1,8; p = 0,068, médias pré e pós-intervenção, respectivamente). A maioria dos estudantes não conhece a ferramenta (53,8% do terceiro período e 65,3% do quinto período). Dentre os que conhecem os mapas conceituais, a maioria (59,3%) somente a utilizaram durante o ensino médio, 14,8% nunca a haviam utilizado e apenas sete alunos (25,9%) a utilizam durante o curso de Medicina. CONCLUSÃO: Apesar do pouco conhecimento da ferramenta, a boa aceitabilidade e compreensão da mesma pode ser observada entre os participantes do estudo. Entretanto, faz-se necessária a análise de outros dados como o conhecimento do estilo de aprendizagem desses alunos, especialmente do terceiro período, para entendermos melhor sua relação com a melhoria do desempenho cognitivo.

20
  • JULIO CESAR VIEIRA DE SOUSA
  • IMPLEMENTAÇÃO DA AVALIAÇÃO 360º DO RESIDENTE NO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM CARDIOLOGIA E CLÍNICA MÉDICA DO HOSPITAL UNVERSITÁRIO ONOFRE LOPES (HUOL).

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MARTA SILVA MENEZES
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 04/08/2015

  • Mostrar Resumo
  • A residência médica é uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos, funciona em instituições de saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional, sendo considerada o “padrão ouro” para a formação do especialista. A utilização do método de avaliação 360 graus na residência médica visa a avaliação integral dos médicos residentes, preenchendo lacunas que a avaliação cognitiva isolada deixa, quando utilizada como método único. Essa avaliação proporciona uma avaliação mais global do médico residente, já que inclui sua autoavaliação, avaliação pelos pares, pacientes e equipe de saúde. O objetivo deste estudo foi definir instrumentos de avaliação para implementar a avaliação 360 graus no programa de residência médica em cardiologia da UFRN e capacitar os docentes e preceptores do citado programa para avaliação de desempenho clínico do residente. Trata-se de estudo exploratório, prospectivo e descritivo, envolvendo quatro médicos residentes do programa de residência médica de cardiologia e 20 de clínica médica, esses durante o rodízio de cardiologia do programa de residência médica (PRM) em Cardiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), além de 13 preceptores/docentes do PRM em Cardiologia do HUOL. Para implementação do novo modelo avaliativo na residência médica foram programadas três etapas, sendo a primeira a elaboração dos instrumentos de avaliação para a avaliação 360 grus; a segunda, o planejamento e a capacitação dos preceptores do PRM em Cardiologia do HUOL; e a terceira, o início das avaliações 360 graus dos residentes do PRM em Cardiologia e Clínica Médica, durante o período de janeiro de 2014 a março de 2015. Foram avaliados, no total, 24 residentes até o momento, sendo quatro residentes da cardiologia (três residentes do primeiro ano e um residente do segundo ano) e vinte residentes da clínica médica (sendo doze residentes do primeiro ano e oito residentes do segundo ano). Foram realizadas autoavaliações por oito residentes, sendo essas consideradas difíceis pela maioria dos residentes. A avaliação por pares foi realizada por 6 residentes, sendo o desempenho dos pares considerado acima do esperado em todos os itens da avaliação. A avaliação pela equipe de preceptores e equipe multiprofissional com feedback ao final das avaliações mostrou que os residentes de clínica médica do primeiro ano apresentam desempenho acima do esperado em relação ao humanismo, ética e profissionalismo, enquanto os do segundo ano apresentaram desempenho abaixo do esperado no item referente ao exame físico. Quanto aos demais domínios da avaliação todos estiveram dentro do esperado. Dez pacientes avaliaram os oito residentes, sendo tais avaliações positivas no sentido da qualidade da assistência prestada e das informações fornecidas pelos residentes. O método de avaliação 360 graus foi implementado na residência de cardiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes da UFRN, tendo sido realizada em quatro residentes. A maioria dos preceptores e equipe multiprofissional da residência estão capacitados para utilização do método de avaliação.


  • Mostrar Abstract
  • A residência médica é uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos, funciona em instituições de saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional, sendo considerada o “padrão ouro” para a formação do especialista. A utilização do método de avaliação 360 graus na residência médica visa a avaliação integral dos médicos residentes, preenchendo lacunas que a avaliação cognitiva isolada deixa, quando utilizada como método único. Essa avaliação proporciona uma avaliação mais global do médico residente, já que inclui sua autoavaliação, avaliação pelos pares, pacientes e equipe de saúde. O objetivo deste estudo foi definir instrumentos de avaliação para implementar a avaliação 360 graus no programa de residência médica em cardiologia da UFRN e capacitar os docentes e preceptores do citado programa para avaliação de desempenho clínico do residente. Trata-se de estudo exploratório, prospectivo e descritivo, envolvendo quatro médicos residentes do programa de residência médica de cardiologia e 20 de clínica médica, esses durante o rodízio de cardiologia do programa de residência médica (PRM) em Cardiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), além de 13 preceptores/docentes do PRM em Cardiologia do HUOL. Para implementação do novo modelo avaliativo na residência médica foram programadas três etapas, sendo a primeira a elaboração dos instrumentos de avaliação para a avaliação 360 grus; a segunda, o planejamento e a capacitação dos preceptores do PRM em Cardiologia do HUOL; e a terceira, o início das avaliações 360 graus dos residentes do PRM em Cardiologia e Clínica Médica, durante o período de janeiro de 2014 a março de 2015. Foram avaliados, no total, 24 residentes até o momento, sendo quatro residentes da cardiologia (três residentes do primeiro ano e um residente do segundo ano) e vinte residentes da clínica médica (sendo doze residentes do primeiro ano e oito residentes do segundo ano). Foram realizadas autoavaliações por oito residentes, sendo essas consideradas difíceis pela maioria dos residentes. A avaliação por pares foi realizada por 6 residentes, sendo o desempenho dos pares considerado acima do esperado em todos os itens da avaliação. A avaliação pela equipe de preceptores e equipe multiprofissional com feedback ao final das avaliações mostrou que os residentes de clínica médica do primeiro ano apresentam desempenho acima do esperado em relação ao humanismo, ética e profissionalismo, enquanto os do segundo ano apresentaram desempenho abaixo do esperado no item referente ao exame físico. Quanto aos demais domínios da avaliação todos estiveram dentro do esperado. Dez pacientes avaliaram os oito residentes, sendo tais avaliações positivas no sentido da qualidade da assistência prestada e das informações fornecidas pelos residentes. O método de avaliação 360 graus foi implementado na residência de cardiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes da UFRN, tendo sido realizada em quatro residentes. A maioria dos preceptores e equipe multiprofissional da residência estão capacitados para utilização do método de avaliação.

21
  • LUIS ALCIDES DE LUCENA MARINHO
  •  

    DOENÇA RENAL CRÔNICA:  PERFIL DO CONHECIMENTO DOS MÉDICOS  CONFORME AS DIRETRIZES ATUAIS

     

     

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDNA REGINA SILVA PEREIRA
  • JOSE BRUNO DE ALMEIDA
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • Data: 07/08/2015

  • Mostrar Resumo
  • INTRODUÇÃO: A doença renal crônica (DRC) é um problema de saúde mundial, com prevalência crescente no seu estágio terminal, fatos que podem ser justificados pela falha no reconhecimento da doença e dos seus fatores de risco. OBJETIVO: Avaliar o perfil de conhecimento de médicos residentes (MR) e médicos preceptores (MP) em hospitais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte em Natal-RN - Brasil, sobre a DRC, com base na diretriz do Kidney Disease Outcomes Quality Initiative (KDOQI). MÉTODOS: Estudo de corte transversal, onde 64 MR (R1=32; R2=15; R3=17) e 63 MP responderam um questionário baseado na diretriz do KDOQI, dividido em sete sessões, abordando aspectos da DRC desde a definição, até o encaminhamento ao nefrologista. RESULTADOS: Apenas 20 participantes (15.7%) informaram utilizar alguma diretriz para o manejo da DRC. Os scores obtidos por sessão foram: Definição e classificação (46.1±47.8); Fatores de risco (70.5±27.9); Avaliação laboratorial (58.2±8.8); Plano de ação clínica (57.6±19.9); Redução da proteinúria (68.3±15.0); Complicações (64.8±19.9); Encaminhamento ao nefrologista (73.0±44.6). Observamos que houve uma diferença estatisticamente significante entre o conhecimento dos MR e MP nas sessões: Avaliação laboratorial (MR 61.5±8.4 vs MP 54.8±7.9; p<0.001); Redução da proteinúria (MR 73.1±11.4 vs MP 63.5±16.7; p<0.001) e Encaminhamento ao nefrologista (MR 81.2±39.3 vs MP 64.5±48.2; p=0.035). Entre os MR, os R2 obtiveram a melhor pontuação (R1 63.9±22.6 vs R2 71.9±17.2 vs R3 63.5±22.5; p=0.445). Observamos um baixo percentual de acerto dos médicos sobre a definição da DRC (MP=46%; R1=40.6%; R2=60%; R3=52.9%; p=0.623), assim como a classificação da DRC (MP=34.9%; R1=53.1%; R2=60%; R3=52.9%; p=0.158). CONCLUSÃO E CONSIDERAÇÕES FINAIS: Diretrizes para DRC são pouco utilizadas por médicos que, mesmo atuando em ambiente universitário, ainda expõem lacunas no conhecimento sobre o tema. Nesse sentido, propomos a realização de uma oficina para os médicos participantes e estudantes do internato da UFRN, utilizando estratégias educacionais centradas no estudante, no sentido de fortalecer a incorporação das diretrizes da DRC no ensino de graduação e na prática clínica de médicos em geral.


  • Mostrar Abstract
  • INTRODUÇÃO: A doença renal crônica (DRC) é um problema de saúde mundial, com prevalência crescente no seu estágio terminal, fatos que podem ser justificados pela falha no reconhecimento da doença e dos seus fatores de risco. OBJETIVO: Avaliar o perfil de conhecimento de médicos residentes (MR) e médicos preceptores (MP) em hospitais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte em Natal-RN - Brasil, sobre a DRC, com base na diretriz do Kidney Disease Outcomes Quality Initiative (KDOQI). MÉTODOS: Estudo de corte transversal, onde 64 MR (R1=32; R2=15; R3=17) e 63 MP responderam um questionário baseado na diretriz do KDOQI, dividido em sete sessões, abordando aspectos da DRC desde a definição, até o encaminhamento ao nefrologista. RESULTADOS: Apenas 20 participantes (15.7%) informaram utilizar alguma diretriz para o manejo da DRC. Os scores obtidos por sessão foram: Definição e classificação (46.1±47.8); Fatores de risco (70.5±27.9); Avaliação laboratorial (58.2±8.8); Plano de ação clínica (57.6±19.9); Redução da proteinúria (68.3±15.0); Complicações (64.8±19.9); Encaminhamento ao nefrologista (73.0±44.6). Observamos que houve uma diferença estatisticamente significante entre o conhecimento dos MR e MP nas sessões: Avaliação laboratorial (MR 61.5±8.4 vs MP 54.8±7.9; p<0.001); Redução da proteinúria (MR 73.1±11.4 vs MP 63.5±16.7; p<0.001) e Encaminhamento ao nefrologista (MR 81.2±39.3 vs MP 64.5±48.2; p=0.035). Entre os MR, os R2 obtiveram a melhor pontuação (R1 63.9±22.6 vs R2 71.9±17.2 vs R3 63.5±22.5; p=0.445). Observamos um baixo percentual de acerto dos médicos sobre a definição da DRC (MP=46%; R1=40.6%; R2=60%; R3=52.9%; p=0.623), assim como a classificação da DRC (MP=34.9%; R1=53.1%; R2=60%; R3=52.9%; p=0.158). CONCLUSÃO E CONSIDERAÇÕES FINAIS: Diretrizes para DRC são pouco utilizadas por médicos que, mesmo atuando em ambiente universitário, ainda expõem lacunas no conhecimento sobre o tema. Nesse sentido, propomos a realização de uma oficina para os médicos participantes e estudantes do internato da UFRN, utilizando estratégias educacionais centradas no estudante, no sentido de fortalecer a incorporação das diretrizes da DRC no ensino de graduação e na prática clínica de médicos em geral.

22
  • CESIMAR SEVERIANO DO NASCIMENTO
  • CARACTERÍSTICAS DOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM CARDIOLOGIA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE.

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA DO PATROCINIO TENORIO NUNES WARTH
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • PAULO MARCONDES CARVALHO JUNIOR
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • THIAGO GOMES DA TRINDADE
  • Data: 18/08/2015

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo teve como objetivo analisar os Programas de Residências Médica (PRM) em Cardiologia do Estado do Rio Grande do Norte, identificando quais os programas credenciados para funcionamento no Estado. Trata-se de estudo transversal, descritivo, incluindo a análise documental dos processos de credenciamento dos programas (PCP) de residência médica em cardiologia vigentes no Estado do Rio Grande do Norte (RN) no ano de 2014 e a análise da percepção do residente sobre a sua formação como especialista em cardiologia. Além da análise documental dos PCPs, foi aplicado um questionário semiestruturado, com perguntas fechadas, do tipo Likert, e abertas a todos os residentes e egressos dos PRM analisados. Foram identificados dois PRM em Cardiologia no Estado do RN, sendo um programa sediado em instituição pública e outro em instituição privada. A análise documental mostrou uma maior quantidade de preceptores com um maior titularidade na instituição pública em relação a privada, assim como uma maior produção acadêmica, como publicações em revistas indexadas, publicação de livros, capítulos de livros e participação em congressos. A instituição privada apresenta uma melhor infraestrutura de urgências, com pronto socorro e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) cardiológica. Percebe-se que os residentes têm consciência de como deve funcionar uma boa residência, assim como as fortalezas e fragilidades das residências que participam. A maioria dos residentes do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) destaca como fortalezas a organização, participação e qualidade dos preceptores, atividades práticas e discussões científicas, grande quantidade de pacientes e as visitas e discussões com preceptores nas enfermarias. Citam como maiores fragilidades a falta de serviços de urgência próprio, bem como UTI especializada. No Hospital do Coração de Natal (HCor), observa-se como ponto fraco a programação teórica e poucas práticas ambulatoriais. Como vantagens, citam os preceptores, agilidade na realização dos exames, um bom número de pacientes graves e de procedimentos. Observa-se, nas duas residências, uma certa dificuldade de aceitação em itens importantes e obrigatórios de acordo com as normas da Comissão Nacional de Residências Médicas (CNRM), como: a bioestatística, bioética, ética médica, epidemiologia e metodologia da pesquisa. Além disso, os residentes reconhecem que ambos os hospitais têm uma boa infraestrutura e suporte tecnológico, em especial aos métodos de imagens. A avaliação dos PRMCs possibilitou identificar as fortalezas de cada programa e os aspectos a serem aprimorados nos mesmo. Permitiu também a observação de dificuldades na aceitação de algumas normativas contidas na resolução da CNRM pelo residente, como a participação em atividades como a bioestatística, epidemiologia e metodologia da pesquisa, bem como a necessidades de melhoria da formação técnica específica, como na urgência e emergência. Desta forma, nossos resultados possibilitarão elaborar estratégias para aprimoramento continuado dos PRMC do estado. Ademais, possibilitou a elaboração do manual do residente em cardiologia, contendo, inclusive, o detalhamento do sistema de avaliação do residente, que poderá servir de modelo para outros programas de residência médica.

  • Mostrar Abstract
  • O presente estudo teve como objetivo analisar os Programas de Residências Médica (PRM) em Cardiologia do Estado do Rio Grande do Norte, identificando quais os programas credenciados para funcionamento no Estado. Trata-se de estudo transversal, descritivo, incluindo a análise documental dos processos de credenciamento dos programas (PCP) de residência médica em cardiologia vigentes no Estado do Rio Grande do Norte (RN) no ano de 2014 e a análise da percepção do residente sobre a sua formação como especialista em cardiologia. Além da análise documental dos PCPs, foi aplicado um questionário semiestruturado, com perguntas fechadas, do tipo Likert, e abertas a todos os residentes e egressos dos PRM analisados. Foram identificados dois PRM em Cardiologia no Estado do RN, sendo um programa sediado em instituição pública e outro em instituição privada. A análise documental mostrou uma maior quantidade de preceptores com um maior titularidade na instituição pública em relação a privada, assim como uma maior produção acadêmica, como publicações em revistas indexadas, publicação de livros, capítulos de livros e participação em congressos. A instituição privada apresenta uma melhor infraestrutura de urgências, com pronto socorro e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) cardiológica. Percebe-se que os residentes têm consciência de como deve funcionar uma boa residência, assim como as fortalezas e fragilidades das residências que participam. A maioria dos residentes do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) destaca como fortalezas a organização, participação e qualidade dos preceptores, atividades práticas e discussões científicas, grande quantidade de pacientes e as visitas e discussões com preceptores nas enfermarias. Citam como maiores fragilidades a falta de serviços de urgência próprio, bem como UTI especializada. No Hospital do Coração de Natal (HCor), observa-se como ponto fraco a programação teórica e poucas práticas ambulatoriais. Como vantagens, citam os preceptores, agilidade na realização dos exames, um bom número de pacientes graves e de procedimentos. Observa-se, nas duas residências, uma certa dificuldade de aceitação em itens importantes e obrigatórios de acordo com as normas da Comissão Nacional de Residências Médicas (CNRM), como: a bioestatística, bioética, ética médica, epidemiologia e metodologia da pesquisa. Além disso, os residentes reconhecem que ambos os hospitais têm uma boa infraestrutura e suporte tecnológico, em especial aos métodos de imagens. A avaliação dos PRMCs possibilitou identificar as fortalezas de cada programa e os aspectos a serem aprimorados nos mesmo. Permitiu também a observação de dificuldades na aceitação de algumas normativas contidas na resolução da CNRM pelo residente, como a participação em atividades como a bioestatística, epidemiologia e metodologia da pesquisa, bem como a necessidades de melhoria da formação técnica específica, como na urgência e emergência. Desta forma, nossos resultados possibilitarão elaborar estratégias para aprimoramento continuado dos PRMC do estado. Ademais, possibilitou a elaboração do manual do residente em cardiologia, contendo, inclusive, o detalhamento do sistema de avaliação do residente, que poderá servir de modelo para outros programas de residência médica.
23
  • EDUARDO DANTAS BAPTISTA DE FARIA
  • Avaliação das propriedades psicométricas das provas de seleção para Residência Médica na Universidade Federal do Rio Grande do Norte

  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • ILONEIDE CARLOS DE OLIVEIRA RAMOS
  • JOSE EDVAN DE SOUZA JUNIOR
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • Data: 28/08/2015

  • Mostrar Resumo
  • A forma de ingresso na Residência Médica se dá através da realização de uma avaliação cognitiva para a seleção dos candidatos mais capacitados para o ingresso nessa pós graduação. Assim como os alunos são avaliados a própria avaliação também necessita passar por revisão para identificar se tais questões estão selecionando os candidatos mais aptos para aprovação. Para a análise mais profunda de uma avaliação é importante além do nível médio de acerto, realizar a análise dos item para que possíveis falhas ou deslizes sejam diagnosticados e corrigidos em futuras avaliações. Frequentemente a média da prova é o item mais utilizado, com um valor aceitável quando entre 0,6 e 0,9, entretanto o índice de dificuldade e discriminação auxilia em uma análise mais aprofundada de cada questão isoladamente. Objetivos: Avaliar as provas do Concurso de Residência Médica, da UFRN, para as áreas de acesso direto nos anos de 2011 a 2015. Foram analisadas as provas de Residência Médica dos anos de 2011 a 2015, as médias da nota a cada ano variaram de 58,0 a 65,6, bem como a quantidade de candidatos; todas as 100 (cem) questões de cada ano da Prova de Residência Médica (2011-2015) totalizando 500 (quinhentas) questões e classificadas de acordo com o índice de dificuldade e discriminação, e a seguir foi analisada ano a ano e especialidade por especialidade. Nesse trabalho encontramos 45,2% de questões com índice de facilidade moderada, 10,2% fáceis e 41,2% difíceis, e 3,4% foram anuladas. A prova de seleção para a Residência Médica da UFRN, possui uma boa média, entretanto algumas questões não conseguem cumprir a sua função de selecionar melhor os candidatos devendo passar por uma revisão para que sua função de seleção dos candidatos mais aptos seja alcançada.


  • Mostrar Abstract
  • A forma de ingresso na Residência Médica se dá através da realização de uma avaliação cognitiva para a seleção dos candidatos mais capacitados para o ingresso nessa pós graduação. Assim como os alunos são avaliados a própria avaliação também necessita passar por revisão para identificar se tais questões estão selecionando os candidatos mais aptos para aprovação. Para a análise mais profunda de uma avaliação é importante além do nível médio de acerto, realizar a análise dos item para que possíveis falhas ou deslizes sejam diagnosticados e corrigidos em futuras avaliações. Frequentemente a média da prova é o item mais utilizado, com um valor aceitável quando entre 0,6 e 0,9, entretanto o índice de dificuldade e discriminação auxilia em uma análise mais aprofundada de cada questão isoladamente. Objetivos: Avaliar as provas do Concurso de Residência Médica, da UFRN, para as áreas de acesso direto nos anos de 2011 a 2015. Foram analisadas as provas de Residência Médica dos anos de 2011 a 2015, as médias da nota a cada ano variaram de 58,0 a 65,6, bem como a quantidade de candidatos; todas as 100 (cem) questões de cada ano da Prova de Residência Médica (2011-2015) totalizando 500 (quinhentas) questões e classificadas de acordo com o índice de dificuldade e discriminação, e a seguir foi analisada ano a ano e especialidade por especialidade. Nesse trabalho encontramos 45,2% de questões com índice de facilidade moderada, 10,2% fáceis e 41,2% difíceis, e 3,4% foram anuladas. A prova de seleção para a Residência Médica da UFRN, possui uma boa média, entretanto algumas questões não conseguem cumprir a sua função de selecionar melhor os candidatos devendo passar por uma revisão para que sua função de seleção dos candidatos mais aptos seja alcançada.

24
  • TASIA DE ALBUQUERQUE FALCAO FEITOSA
  • Implantação do método avaliativo de competências clínicas (Mini-CEX) na Residência Médica em Doenças Infecciosas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN.

  • Orientador : GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • JOSE EDVAN DE SOUZA JUNIOR
  • MARCELO VIANA DA COSTA
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 28/08/2015

  • Mostrar Resumo
  • CONTEXTO: A Residência Médica de Doenças Infecciosas objetiva o desenvolvimento de habilidades psicomotoras, valores éticos, atitudes e comportamentos que são essenciais ao pleno exercício da especialidade. Sabe-se que o domínio cognitivo refere-se, exclusivamente, às habilidades de natureza intelectual, no entanto a avaliação destes alunos deve aferir, não apenas esses conhecimentos, mas englobar aspectos psicomotores e atitudinais.  Neste cenário, nos deparamos com o Clinical Evaluation Exercise (Mini-CEX) como ferramenta avaliativa adequada e largamente utilizada na verificação destas competências. OBJETIVOS: Capacitar docentes e preceptores do programa de residência médica em doenças infecciosas para utilização do Mini-CEx como  método avaliativo de competências clínicas e assim, iniciar a avaliação destas competências na residência. METODOLOGIA: Trata-se de estudo intervencional, seccional, a ser realizado com os preceptores médicos que atuam no Hospital Giselda Trigueiro e  residentes do primeiro, segundo e terceiro anos, da residência médica em Doenças Infecciosas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), durante o semestre acadêmico 2015.1. RESULTADOS: A capacitação teórico-prática com os docentes e preceptores foi realizada no formato de oficina semipresencial, utilizando métodos ativos de ensino-aprendizagem, e contou com a participação de 54,16% dos convidados. No feedback final foram apontados como pontos fortes do processo de capacitação a oportunidade de participar e a aquisição de novos conhecimentos. Dentre as fragilidades elencadas, a  curta duração do evento foi destacada e, finalmente, como sugestão, foram propostas a repetição e ampliação do processo, convidando-se os colegas que não puderam participar deste momento. CONCLUSÃO: Após o encerramento da primeira etapa deste trabalho, pode-se constatar que, embora os preceptores que orientam os residentes nos cenários de práticas do hospital não tenham conhecimento das metodologias avaliativas, é possível envolvê-los neste processo através de capacitação utilizando-se metodologia adequada mostrando-lhes a importância de seu papel na formação destes profissionais. Não obstante, é imprescindível que a Universidade aproveite o clima de motivação criado pelo presente trabalho e estimule o copo clínico do hospital a dar continuidade ao processo de avaliação de competências clínicas utilizando esta ferramenta.


  • Mostrar Abstract
  • CONTEXTO: A Residência Médica de Doenças Infecciosas objetiva o desenvolvimento de habilidades psicomotoras, valores éticos, atitudes e comportamentos que são essenciais ao pleno exercício da especialidade. Sabe-se que o domínio cognitivo refere-se, exclusivamente, às habilidades de natureza intelectual, no entanto a avaliação destes alunos deve aferir, não apenas esses conhecimentos, mas englobar aspectos psicomotores e atitudinais.  Neste cenário, nos deparamos com o Clinical Evaluation Exercise (Mini-CEX) como ferramenta avaliativa adequada e largamente utilizada na verificação destas competências. OBJETIVOS: Capacitar docentes e preceptores do programa de residência médica em doenças infecciosas para utilização do Mini-CEx como  método avaliativo de competências clínicas e assim, iniciar a avaliação destas competências na residência. METODOLOGIA: Trata-se de estudo intervencional, seccional, a ser realizado com os preceptores médicos que atuam no Hospital Giselda Trigueiro e  residentes do primeiro, segundo e terceiro anos, da residência médica em Doenças Infecciosas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), durante o semestre acadêmico 2015.1. RESULTADOS: A capacitação teórico-prática com os docentes e preceptores foi realizada no formato de oficina semipresencial, utilizando métodos ativos de ensino-aprendizagem, e contou com a participação de 54,16% dos convidados. No feedback final foram apontados como pontos fortes do processo de capacitação a oportunidade de participar e a aquisição de novos conhecimentos. Dentre as fragilidades elencadas, a  curta duração do evento foi destacada e, finalmente, como sugestão, foram propostas a repetição e ampliação do processo, convidando-se os colegas que não puderam participar deste momento. CONCLUSÃO: Após o encerramento da primeira etapa deste trabalho, pode-se constatar que, embora os preceptores que orientam os residentes nos cenários de práticas do hospital não tenham conhecimento das metodologias avaliativas, é possível envolvê-los neste processo através de capacitação utilizando-se metodologia adequada mostrando-lhes a importância de seu papel na formação destes profissionais. Não obstante, é imprescindível que a Universidade aproveite o clima de motivação criado pelo presente trabalho e estimule o copo clínico do hospital a dar continuidade ao processo de avaliação de competências clínicas utilizando esta ferramenta.

25
  • PAULO SANTIAGO DE MORAIS BRITO
  • A SIMULAÇÃO COMO MÉTODO DE ENSINO DE HABILIDADES NO CURSO DE MEDICINA: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA COM PUNÇÃO LOMBAR.

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HENIO GODEIRO LACERDA
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • PEDRO BRAGA NETO
  • Data: 28/10/2015

  • Mostrar Resumo
  • A análise do líquor obtido através de punção lombar é de importância ímpar na prática médica e ganha cada vez mais espaço no diagnóstico de doenças autoimunes primárias do sistema nervoso e nas demências. Os estudos mostram que o treinamento em simulador é capaz de proporcionar aprendizado de habilidades técnicas, aquisição e retenção do conhecimento, melhorar a autoconfiança do aprendiz e possibilita a transferência para a prática clínica. Nós pretendemos com esse estudo avaliar a efetividade do treinamento de estudantes de graduação de medicina com manequim simulador para punção lombar, levando em consideração aspectos quantitativos (desempenho em testes padronizados) e qualitativos (percepção dos estudantes a respeito do método e do processo de ensino-aprendizagem). Foi desenvolvida uma aula prática usando um guia de auto-avaliação que também serviu para avaliação entre pares. Realizamos instrução através de vídeo on line indicado para ser assistido antes do treinamento presencial. Os participantes foram divididos em grupos de 5 e tiveram treinamento seguindo os princípios da prática deliberada, fornecimento de feedback, e todos os participantes conseguiram executar pelo menos uma punção lombar no simulador. Foram aplicados questionários a respeito de autoconfiança e qualidade do treinamento. A temática do treinamento em punção lombar foi considerada relevante, e a aula prática foi bem avaliada em relação ao seu formato. Depois de dois anos do treinamento inicial, parte dos estudantes foi voluntariamente submetida a testes de retenção do conhecimento. A intervenção pontual mostrou-se capaz de promover retenção na técnica de punção lombar, sem equívocos significativos, sugerindo a transferência para uma situação real com paciente.


  • Mostrar Abstract
  • A análise do líquor obtido através de punção lombar é de importância ímpar na prática médica e ganha cada vez mais espaço no diagnóstico de doenças autoimunes primárias do sistema nervoso e nas demências. Os estudos mostram que o treinamento em simulador é capaz de proporcionar aprendizado de habilidades técnicas, aquisição e retenção do conhecimento, melhorar a autoconfiança do aprendiz e possibilita a transferência para a prática clínica. Nós pretendemos com esse estudo avaliar a efetividade do treinamento de estudantes de graduação de medicina com manequim simulador para punção lombar, levando em consideração aspectos quantitativos (desempenho em testes padronizados) e qualitativos (percepção dos estudantes a respeito do método e do processo de ensino-aprendizagem). Foi desenvolvida uma aula prática usando um guia de auto-avaliação que também serviu para avaliação entre pares. Realizamos instrução através de vídeo on line indicado para ser assistido antes do treinamento presencial. Os participantes foram divididos em grupos de 5 e tiveram treinamento seguindo os princípios da prática deliberada, fornecimento de feedback, e todos os participantes conseguiram executar pelo menos uma punção lombar no simulador. Foram aplicados questionários a respeito de autoconfiança e qualidade do treinamento. A temática do treinamento em punção lombar foi considerada relevante, e a aula prática foi bem avaliada em relação ao seu formato. Depois de dois anos do treinamento inicial, parte dos estudantes foi voluntariamente submetida a testes de retenção do conhecimento. A intervenção pontual mostrou-se capaz de promover retenção na técnica de punção lombar, sem equívocos significativos, sugerindo a transferência para uma situação real com paciente.

26
  • JOSAIR CUSTODIO DE MESQUITA
  • AVALIAÇÃO DA PERCEPÇÃO DA ASSISTÊNCIA AO PARTO PELOS ALUNOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA E ENFERMAGEM DA UFRN.

  • Orientador : TECIA MARIA DE OLIVEIRA MARANHAO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE EDVAN DE SOUZA JUNIOR
  • ROBINSON DIAS DE MEDEIROS
  • TECIA MARIA DE OLIVEIRA MARANHAO
  • Data: 06/11/2015

  • Mostrar Resumo
  • A partir das inquietações sobre a forma tecnológica e mecanicista que o parto vem sendo abordado, e na busca pelo resgate do parto como um evento natural, com o mínimo de intervenções possíveis, surgem os primeiros ideais sobre a humanização do parto. No campo da assistência ao pré-natal, parto e puerpério, as discussões sobre a humanização trazem demandas antigas e, nos últimos anos, vários autores e organizações não governamentais têm demonstrado suas preocupações com a melhoria da assistência à gestante, parto e puerpério, propondo modificações no modelo de assistência. Então, a graduação em Medicina e Enfermagem é um momento oportuno e promissor para se discutir e analisar a assistência ao parto normal, pois constrói nos discentes perspectivas e posturas adequadas para uma assistência à mulher no processo parturitivo, e assim livres de intervenções desnecessárias e maléficas neste momento tão singular que é o parto normal. Objetivo: Promover a avaliação da percepção da assistência ao parto pelos alunos dos cursos de Medicina e Enfermagem da UFRN e contribuir para a avaliação e uma modificação curricular adequada aos princípios da humanização do parto. Metodologia: Foi realizado um estudo de abordagem qualitativa e de caráter descritivo, com estudantes da graduação em Medicina e Enfermagem, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, que estavam cursando ou já haviam cursado as disciplina de obstetrícia, na medicina; e saúde da mulher, na enfermagem. Os dados foram coletados utilizando-se um questionário, contendo questões objetivas e subjetivas. Para abordagem do material empírico coletado, foi utilizado a Análise de Conteúdo, sendo pautada pelo referencial teórico de Bardin, o qual caracteriza como um conjunto de técnicas de análise das comunicações, que pode expressar uma análise de significados, como também uma análise dos significantes. O Estudo se apresenta como de grande relevância, pois os resultados encontrados podem contribuir para avaliação e modificação curricular do ensino da obstetricia e podem servir como subvenção para a análise das práticas de humanização que devem ser desenvolvidas nas instituições de ensino e que são preconizadas pelo Ministério da Saúde.


  • Mostrar Abstract
  • A partir das inquietações sobre a forma tecnológica e mecanicista que o parto vem sendo abordado, e na busca pelo resgate do parto como um evento natural, com o mínimo de intervenções possíveis, surgem os primeiros ideais sobre a humanização do parto. No campo da assistência ao pré-natal, parto e puerpério, as discussões sobre a humanização trazem demandas antigas e, nos últimos anos, vários autores e organizações não governamentais têm demonstrado suas preocupações com a melhoria da assistência à gestante, parto e puerpério, propondo modificações no modelo de assistência. Então, a graduação em Medicina e Enfermagem é um momento oportuno e promissor para se discutir e analisar a assistência ao parto normal, pois constrói nos discentes perspectivas e posturas adequadas para uma assistência à mulher no processo parturitivo, e assim livres de intervenções desnecessárias e maléficas neste momento tão singular que é o parto normal. Objetivo: Promover a avaliação da percepção da assistência ao parto pelos alunos dos cursos de Medicina e Enfermagem da UFRN e contribuir para a avaliação e uma modificação curricular adequada aos princípios da humanização do parto. Metodologia: Foi realizado um estudo de abordagem qualitativa e de caráter descritivo, com estudantes da graduação em Medicina e Enfermagem, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, que estavam cursando ou já haviam cursado as disciplina de obstetrícia, na medicina; e saúde da mulher, na enfermagem. Os dados foram coletados utilizando-se um questionário, contendo questões objetivas e subjetivas. Para abordagem do material empírico coletado, foi utilizado a Análise de Conteúdo, sendo pautada pelo referencial teórico de Bardin, o qual caracteriza como um conjunto de técnicas de análise das comunicações, que pode expressar uma análise de significados, como também uma análise dos significantes. O Estudo se apresenta como de grande relevância, pois os resultados encontrados podem contribuir para avaliação e modificação curricular do ensino da obstetricia e podem servir como subvenção para a análise das práticas de humanização que devem ser desenvolvidas nas instituições de ensino e que são preconizadas pelo Ministério da Saúde.

27
  • ADEMAR ALEXANDRE DE MORAIS
  • ESTRATÉGIA DE CAPACITAÇÃO PEDAGÓGICA DO RESIDENTE: UMA PERSPECTIVA PARA A MELHORIA DO ENSINO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDO DO NORTE.

  • Orientador : ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
  • PAULO JOSE DE MEDEIROS
  • PAULO MARCONDES CARVALHO JUNIOR
  • RICARDO NEY OLIVEIRA COBUCCI
  • ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
  • Data: 15/12/2015

  • Mostrar Resumo
  • Diversos estudos têm demonstrado que o residente exerce informalmente o papel de docente. Estima-se que até 25 % do tempo dos residentes é dedicado ao ensino, contribuindo principalmente como facilitador. Apesar dessa contribuição, a quase totalidade dos programas de residência médica do Brasil não oferecem capacitação docente, justamente o inverso que ocorre em programas de demais países, sobretudo América do Norte e Europa. Este trabalho tem como objetivo elaborar uma estratégia de capacitação pedagógica do residente que possa ser inserida formalmente na estrutura curricular do programa de residência médica do HUOL. Trata-se de estudo exploratório, prospectivo e descritivo, realizado HUOL da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Três etapas foram idealizadas: (1) elaboração e planejamento de um workshop de capacitação pedagógica para o residente, associado a um conteúdo técnico motivador (suporte básico e a avançado à vida); (2) primeira intervenção com estudantes do curso de medicina e residentes, para testagem do modelo pedagógico escolhido, proporcionando ajustes no planejamento para a intervenção com residentes; e (3) segunda intervenção com replicação do curso para residentes. Nas intervenções foram feitas duas estações de prática de suporte à vida com a avaliação do desempenho em atividade prática através do OSPE (Objective and Structured Practical Examination). A capacitação pedagógica foi pautada na técnica de ensino preceptoria minuto e feedback. A avaliação de desempenho nas estações foi feita através de um checklist e das demais atividades da capacitação, através de uma ficha de avaliação preenchida no final do curso. As estações de suporte à vida foram bem avaliadas pelos participantes nas duas intervenções e permitiu o ensino da técnica de feedback positivo e corretivo. A técnica de preceptoria minuto foi feita através de dramatização, aula expositiva dialogada e vídeos. As duas técnicas de ensino foram avaliadas como importante para o aprendizado e ensino. Aspectos positivos citados pelos participantes foram mais relacionados a intervenção pedagógica, do que ao conteúdo técnico. Assim acreditamos que a estratégia de workshop de capacitação pedagógica elaborada para os residentes foi factível e bem aceita pelos participantes. Assim, tais conteúdos pedagógicos representam uma opção para inserção pioneira no currículo formal dos programas de residência médica do HUOL.


  • Mostrar Abstract
  • Diversos estudos têm demonstrado que o residente exerce informalmente o papel de docente. Estima-se que até 25 % do tempo dos residentes é dedicado ao ensino, contribuindo principalmente como facilitador. Apesar dessa contribuição, a quase totalidade dos programas de residência médica do Brasil não oferecem capacitação docente, justamente o inverso que ocorre em programas de demais países, sobretudo América do Norte e Europa. Este trabalho tem como objetivo elaborar uma estratégia de capacitação pedagógica do residente que possa ser inserida formalmente na estrutura curricular do programa de residência médica do HUOL. Trata-se de estudo exploratório, prospectivo e descritivo, realizado HUOL da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Três etapas foram idealizadas: (1) elaboração e planejamento de um workshop de capacitação pedagógica para o residente, associado a um conteúdo técnico motivador (suporte básico e a avançado à vida); (2) primeira intervenção com estudantes do curso de medicina e residentes, para testagem do modelo pedagógico escolhido, proporcionando ajustes no planejamento para a intervenção com residentes; e (3) segunda intervenção com replicação do curso para residentes. Nas intervenções foram feitas duas estações de prática de suporte à vida com a avaliação do desempenho em atividade prática através do OSPE (Objective and Structured Practical Examination). A capacitação pedagógica foi pautada na técnica de ensino preceptoria minuto e feedback. A avaliação de desempenho nas estações foi feita através de um checklist e das demais atividades da capacitação, através de uma ficha de avaliação preenchida no final do curso. As estações de suporte à vida foram bem avaliadas pelos participantes nas duas intervenções e permitiu o ensino da técnica de feedback positivo e corretivo. A técnica de preceptoria minuto foi feita através de dramatização, aula expositiva dialogada e vídeos. As duas técnicas de ensino foram avaliadas como importante para o aprendizado e ensino. Aspectos positivos citados pelos participantes foram mais relacionados a intervenção pedagógica, do que ao conteúdo técnico. Assim acreditamos que a estratégia de workshop de capacitação pedagógica elaborada para os residentes foi factível e bem aceita pelos participantes. Assim, tais conteúdos pedagógicos representam uma opção para inserção pioneira no currículo formal dos programas de residência médica do HUOL.

28
  • RODRIGO TRIGUEIRO MORAIS DE PAIVA
  •  

    Objective Structured Practical Examination (OSPE) como instrumento de avaliação de habilidades no internato de cirurgia geral da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN

  • Orientador : MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEORGE DANTAS DE AZEVEDO
  • MARIA JOSE PEREIRA VILAR
  • MARINALDO HORACIO DE OLIVEIRA MEDEIROS
  • Data: 30/12/2015

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: Objective Structured Practical Examination (OSPE), é um método de avaliação de habilidades práticas que utiliza de ambiente simulado e controlado, de eficiência comprovada no processo ensino-aprendizagem. O internato de Cirurgia Geral do curso de medicina da UFRN ainda necessita de adequações quanto à avaliação de habilidades em ambiente simulado, sendo essa uma demanda dos estudantes. A UFRN dispõe de Laboratório de Habilidades Clínicas, contudo observa-se que ainda é pouco utilizado por docentes e discentes e a avaliação estruturada de habilidades ainda não está devidamente estruturada nas áreas cirúrgicas. Metodologia: foi proposta a elaboração de 10 protocolos contendo as listas de materiais para montagem de cenários e checklists de 10 estações de OSPE. A seguir foram selecionadas 04 estações e aplicadas a 32 estudantes do internato de Cirurgia Geral, onde estes além de serem avaliados, desempenharam, em algum momento da atividade, os papéis de estudante “avaliador” e ator/figurante. Um questionário foi aplicado para avaliar este tipo de atividade na perspectiva destes estudantes do internato. Resultados: os10 protocolos referentes às estações de I a X, foram elaborados e ficarão sob a responsabilidade da coordenação do Laboratório de Habilidades da UFRN. Na atividade realizada, as notas dos checklists dos professores e estudantes “avaliadores” mostraram uma associação moderada em duas estações (R = 0,70 e p=0,012) e (R = 0,44 e p=0,152) e uma ssociação forte nas outras duas estações (R = 0,79 e p=0,002) e (R = 0,78 e p=0,003). Os estudantes avaliaram positivamente a atividade nos três blocos do questionário: grau de satisfação em relação à avaliação, avaliação com relação às estações e avaliação sobre sua participação na atividade. Conclusão: a realização de avaliação pelo método OSPE apresenta requisitos estruturais favoráveis para sua implantação na avaliação dos estudantes do curso de medicina da UFRN, reestruturando a avaliação de habilidades no internato de cirurgia geral.


  • Mostrar Abstract
  • Introdução: Objective Structured Practical Examination (OSPE), é um método de avaliação de habilidades práticas que utiliza de ambiente simulado e controlado, de eficiência comprovada no processo ensino-aprendizagem. O internato de Cirurgia Geral do curso de medicina da UFRN ainda necessita de adequações quanto à avaliação de habilidades em ambiente simulado, sendo essa uma demanda dos estudantes. A UFRN dispõe de Laboratório de Habilidades Clínicas, contudo observa-se que ainda é pouco utilizado por docentes e discentes e a avaliação estruturada de habilidades ainda não está devidamente estruturada nas áreas cirúrgicas. Metodologia: foi proposta a elaboração de 10 protocolos contendo as listas de materiais para montagem de cenários e checklists de 10 estações de OSPE. A seguir foram selecionadas 04 estações e aplicadas a 32 estudantes do internato de Cirurgia Geral, onde estes além de serem avaliados, desempenharam, em algum momento da atividade, os papéis de estudante “avaliador” e ator/figurante. Um questionário foi aplicado para avaliar este tipo de atividade na perspectiva destes estudantes do internato. Resultados: os10 protocolos referentes às estações de I a X, foram elaborados e ficarão sob a responsabilidade da coordenação do Laboratório de Habilidades da UFRN. Na atividade realizada, as notas dos checklists dos professores e estudantes “avaliadores” mostraram uma associação moderada em duas estações (R = 0,70 e p=0,012) e (R = 0,44 e p=0,152) e uma ssociação forte nas outras duas estações (R = 0,79 e p=0,002) e (R = 0,78 e p=0,003). Os estudantes avaliaram positivamente a atividade nos três blocos do questionário: grau de satisfação em relação à avaliação, avaliação com relação às estações e avaliação sobre sua participação na atividade. Conclusão: a realização de avaliação pelo método OSPE apresenta requisitos estruturais favoráveis para sua implantação na avaliação dos estudantes do curso de medicina da UFRN, reestruturando a avaliação de habilidades no internato de cirurgia geral.

SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao