Banca de QUALIFICAÇÃO: CAIO CEZAR GABRIEL E SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAIO CEZAR GABRIEL E SILVA
DATA: 01/11/2011
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório D do CCHLA
TÍTULO:

A CONFLUÊNCIA DOS OLHARES: COMPREENDENDO O BAIRRO NOSSA SENHORA DA APRESENTAÇÃO – NATAL/RN -  A PARTIR DE MULTIPLAS VISÕES.




PALAVRAS-CHAVES:

SEGREGAÇÃO SOCIO-ESPACIAL, PERIFERIA E O MEDO DA CRIMINALIDADE VIOLENTA NO BRASIL: DO DISCURSO A PRÁTICA; A CARACTERIZAÇÃO DAS DINAMICAS SOCIO-ESPACIAIS DO BAIRRO NOSSA SENHORA DA APRESENTAÇÃO;A CONSTRUÇÃO IMAGÉTICA DO BAIRRO NOSSA SENHORA DA APRESENTAÇÃO PELA PERSPECTIVA DE SEUS MORADORES E ATORES:

 


PÁGINAS: 37
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

RESUMO DOS CAPITULOS

 

 

Resumo do Capitulo 1: No primeiro capitulo é realizado uma discussão a cerca do processo de segregação sócio-espacial e como ele se moldou no tempo e no espaço, de maneira complexa e variável. Aqui ressaltamos as diversas peculiaridades do fenômeno e suas implicações para a formatação das cidades Brasileiras. Nesse trabalho, a explicação da segregação sócio-espacial passa pela teoria, com embate de alguns autores a cerca da problemática (em especial a literatura marxista) e desemboca na forma prática do fenômeno. A explicação pela abordagem estruturalista se dar pelo fato da segregação sócio-espacial se constituir como um fenômeno econômico, espacial e de classes, e em especial para a pesquisa é compreender qual é o papel dessa segregação na formação das periferias.

Já em um segundo momento, o capitulo procura mostrar como a imagem das periferias -  fruto estas da exacerbação da segregação sócio-espacial - é moldada a partir de um medo generalizado pautado no discurso das inseguranças, violência e criminalidade violenta. Procuramos percorrer essa parte através de uma abordagem menos estruturalista, baseada em pesquisas sobre percepções e como elas acabam influenciando também na formação do espaço, na exclusão do individuo e na disposição das cidades.  

Essa discussão no primeiro capitulo tem duas premissas importantes para a compreensão do nosso objeto de pesquisa: primeiro, porque o Bairro Nossa Senhora da Apresentação historicamente é resultado de políticas habitacionais pautados na renda e na ocupação, e a sua fomentação é derivada de processos que envolvem relações de classes socioeconômicas e sua disponibilidade no tecido urbano. Segundo porque, a periferia (apesar do bairro esta sob novas dinâmicas) tem sua imagem moldada a partir de sensos comuns, e conseqüentemente as percepções são fatores que incidem diretamente na exclusão do indivíduo, do seu espaço e nas políticas públicas voltadas as essas áreas.

 

Resumo do Capitulo 2: O capitulo trata da caracterização social e espacial do bairro. A compreensão da dinâmica sócio-espacial do bairro Nossa Senhora da Apresentação é fundamental para entendermos a relação entre seus moradores e o seu espaço. Para compreender essa relação entre individuo e espaço, o capitulo se subdivide em três itens: a) caracterização do bairro na Historia (fundação e formação); b) disposição das instituições publicas e privadas (do comércio aos equipamentos urbanos) no espaço e suas implicações para os moradores (a partir daí podemos perceber se de fato o bairro é segregado ou não); c) para realizar um elo de ligação com o capitulo 3, no ultimo subitem tratamos da questão da violência local e suas implicações para o cotidiano do bairro e a configuração espacial da região.

 

 

Resumo do Capitulo 3: Aqui trataremos mais do escopo empírico do trabalho. A partir da metodologia empregada trataremos de captar e compreender como o morador, e outros agentes da configuração social do bairro, constroem a imagem do local a partir de concepções pessoais de segregação e violência, assim como também as suas trajetórias de vida.

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2432718 - ALEXSANDRO FERREIRA CARDOSO DA SILVA
Externo à Instituição - MARLOS ALVES BEZERRA - UFRN
Presidente - 1715152 - SANDRA CRISTINA GOMES
Notícia cadastrada em: 27/10/2011 15:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao