PPGARC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS DIREÇÃO DO CCHLA Telefone/Ramal: (84) 99193-6340 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgarc

Banca de DEFESA: BIANCA BAZZO RODRIGUES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BIANCA BAZZO RODRIGUES
DATA: 25/02/2013
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 09 - Teatro Laboratório Jesiel Figueiredo - DEART/UFRN
TÍTULO:

Crenças e quebranças de um corpo que dança: poéticas do benzimento na criação cênica.


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-Chave: Criação Artística. Benzedeiras/Benzedores. Saber Popular. Dança.

Key-Words: Artistic Creation. Benzedeiras/Benzedores. Knowledge Popular. Dance.


PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Artes
SUBÁREA: Dança
RESUMO:

RESUMO: O presente trabalho tem como foco discutir o processo artístico de uma artista-pesquisadora que parte da pesquisa de campo realizada com benzedeiras e benzedores do estado do Rio Grande do Norte. O objetivo é investigar o universo cultural popular da benzeção como elemento propulsor de poéticas para o fazer artístico em dança. Para discutir as diferentes etapas da pesquisa e as relações que se estabelecem entre a artista-pesquisadora, as benzedeiras e benzedores e a criação/composição cênica, toma-se como referência a metáfora metodológica da relação triangular criada pelo antropólogo Claude Lévi-Strauss, em sua discussão sobre a eficácia dos símbolos, adaptada ao contexto da benzeção. Para o diálogo entre os saberes populares da cura, da tradição, os saberes científicos e artísticos aborda-se como referencial de análise a metáfora criativa do tipo rizoma proposta por Deleuze e Guatarri, entendendo-a como um modelo epistemológico que procura formar uma rede de relações, nos platôs de intensidade da pesquisa. No universo da benzeção, benzedeiras e benzedores carregam um poder simbólico que emitido em orações sussurradas, em gestos peculiares que formam cruzes no espaço, curam aqueles que procuram suas rezas para aliviar seus desconfortos físicos e emocionais. Da mistura do saber popular, do saber artístico e científico, e entre ramos, santos, velas e conversas, que nasce um trabalho cênico, do processo artístico no contexto das Artes Cênicas, mais especificamente da dança, que possibilitou outros olhares poéticos e estéticos para nossa cultura popular, (re)afirmando seus valores culturais e humanos através da arte.

ABSTRACT: This work is a discussion of the artistic process of an artist-researcher made from field research with ‘benzedeiras’ and ‘benzedores’ the state of Rio Grande do Norte. This is an investigation on the cultural universe of the popular ‘benzeção’ as poetic element to the artistic dance. To discuss the different stages of the research and the relationships between the artist-researcher, the ‘benzedeiras/benzedores’ and the creation/composition scenic, the work takes as reference the metaphor of methodological triangular relationship created by anthropologist Claude Lévi-Strauss, in his discussion on the effectiveness of symbols, adapted to the context of ‘benzeção’.For dialogue between popular knowledge of healing, tradition, scientific knowledge and artistic this work  approaches as analytical reference the creative type rhizome metaphor proposed by Deleuze and Guattari, understanding it as an epistemological model that seeks to form a network of relations, in the plateaus of intensity the research. In the universe of ‘benzeção’, ‘benzedeiras’ and ‘benzedores’ carry a symbolic power that issued in whispered prayers, in peculiar gestures that form crosses in space, heal those who seek their prayers to relieve their physical and emotional discomforts. The mixture of popular knowledge, artistic and scientific knowledge, and between branches, saints, candles and conversations, born an artistic scenic of artistic process in the context of  Performing Arts, more specifically dance, with other looks for poetic and aesthetic our popular culture, (re)asserting their cultural and human values through the art.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ELOISA LEITE DOMENICI - UFBA
Presidente - 1038320 - KARENINE DE OLIVEIRA PORPINO
Interno - 1754863 - ROBSON CARLOS HADERCHPEK
Notícia cadastrada em: 05/02/2013 15:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao