PPGARC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS DIREÇÃO DO CCHLA Telefone/Ramal: (84) 99193-6340 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgarc

Banca de QUALIFICAÇÃO: RITA TATIANA GUALBERTO DE ALMEIDA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RITA TATIANA GUALBERTO DE ALMEIDA
DATA : 28/08/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Departamento de Artes da UFRN, Sala 20
TÍTULO:

Performance Compartilhada com Crianças: Um relato do professor-performer


PALAVRAS-CHAVES:

Performance. Criança. Decolonialismo. Feminismo. Processo Criativo.


PÁGINAS: 93
RESUMO:

Este trabalho configura-se como um processo artístico cuja premissa é a do compartilhamento de performances com crianças como um agenciamento de produção de conhecimento em arte bem como sua articulação entre arte política e performance arte no contexto da infância. Proponho, como artista/pesquisadora, desenvolver experiências estéticas vivenciadas por crianças fora de instituições de ensino não formais, por meio da performance como experiência participante, nas quais a ação seja conjunta e dependa ativamente do participante para que aconteça. O ponto de partida para compreender a criança está conectado a conceitos oriundos da sociologia (SARMENTO, 2002) e da antropologia da criança (COHN, 2005), nos quais ela é vista como agente social independente do universo adulto, não somente ser biológico e psicológico, ou seja, a criança é compreendida, nesta pesquisa, como agente do meio cultural e social. O processo artístico baseia-se em discutir o compartilhamento da cena potencializado por meio do brincar (VERDEN-ZOLLER; MATURANA, 2015) quando estes entram em contato com a linguagem da performance arte. Este estudo analisa, por meio dos estudos da performance (SCHECHNER, 2003), o brincar como uma performance e o somam à figura do professor-performer (CIOTTI,  2014) como um agente disparador de propostas e a construção da cena performativa em constante construção do Work in Process (COHEN, 2004). Para discutir as questões entre arte política e o compartilhamento de ações, a pesquisa apresenta estudos sobre a Arte Participante e Virada Pedagógica na arte (BISHOP, 2012) e a Transpedagogia e Arte Social Engajada (HELGUERA, 2011); a relação com o participante por meio dos conceitos espectador emancipado (RANCIÈRE, 2012) e Partilha do sensível (RANCIÈRE, 2005) são apontados como importantes aspectos deste processo artístico. O Diário do professor-performer explana, por meio do método cartográfico de pesquisa (KASTRUP, 2015), e compartilha com o leitor  as performances realizadas junto às crianças de São Paulo (SP), Cunha (SP), Recife (PE), Natal (RN) e Nova Olinda (CE). A experiência prática deflagrou o desobedecer como possibilidade de diálogo para a construção de um modo desviante de pensar processos artísticos e pedagógicos parte do pensamento decolonial (QUIJANO, 2009) e das teorias do feminismo comunitário (PAREDES, 2014) para refletirmos sobre o desobedecer. 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - GLÁUCIO MACHADO SANTOS - UFBA
Interno - 1755707 - KARYNE DIAS COUTINHO
Presidente - 1672505 - NAIRA NEIDE CIOTTI
Notícia cadastrada em: 10/08/2018 18:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao