PPGARC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS DIREÇÃO DO CCHLA Telefone/Ramal: (84) 99193-6340 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgarc

Banca de QUALIFICAÇÃO: BERTTONY DA SILVA NINO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BERTTONY DA SILVA NINO
DATA: 11/08/2014
HORA: 16:00
LOCAL: Sala 25 - DEART
TÍTULO:

A Teatralidade na Cena em “Navalha na Carne” de Plínio Marcos, através do método das ações físicas de Constantin Stanislavski.


PALAVRAS-CHAVES:

Ação física, “Navalha na Carne”, Plínio Marcos, Stanislavski, teatralidade.


PÁGINAS: 122
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Artes
SUBÁREA: Teatro
ESPECIALIDADE: Interpretação Teatral
RESUMO:

Nossa pesquisa propõe a criação de um laboratório prático para a investigação do trabalho do ator, utilizando a metodologia desenvolvida por Constantin Stanislavski em sua análise na ação dramática, denominada “método da ação física”, aplicada as questões da representação cênica do marginal Brasileiro, segundo o olhar “cruel” e realista/naturalista do dramaturgo Plínio Marcos. Partindo das circunstâncias dadas pelo universo Pliniano, nossa intenção é contribuir para a reflexão sobre o trabalho do ator na cena com os personagens marginais de “Navalha na Carne”, destacando alguns aspectos importantes, que auxiliem a construção deste mundo ficcional. Deseja-se criar condições para a formação de um ator que potencialize na cena as contradições e conflitos. Nossa investigação pretende partir do estudo teórico-prático como hipótese metodológica, produzindo reflexão crítica a partir do acompanhamento e documentação sobre o processo criativo do ator. Stanislavski desenvolveu inicialmente o “método” tendo como pano de fundo, a estética realista - uma relação de diálogo entre realidade e a cena – através de uma estilização que cria uma realidade teatral, e consequentemente, artística, e não de forma literalmente naturalista através de um mimetismo integral. Ou seja, o trabalho de representação na estética realista no teatro deve ser elaborado a fim de criar uma realidade teatralizada. Stanislavski entende que teatro é convenção, já que o trabalho do ator sobre si próprio deve estimular essa segunda natureza, a cênica. Nesse sentido, é que caminham as nossas investigações acerca do fenômeno da “Teatralidade” no teatro. Sendo a teatralidade uma característica do teatro, tornando-o uma arte de linguagem autônoma e expressiva, tentar percebê-la entendendo suas relações com a cena e o trabalho do ator é de extrema importância para os que se ocupam do fazer teatral. Tendo em vista que, o artista cênico precisa ter o domínio da própria arte e dos elementos estruturais e sígnicos que a compõem enquanto linguagem artística, visando estabelecer uma comunicação teatral com o espectador de forma consciente e efetiva.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - PAULA ALVES BARBOSA COELHO - UFPB
Interno - 1754863 - ROBSON CARLOS HADERCHPEK
Presidente - 1826425 - RUBEN FIGAREDO FERNANDEZ
Notícia cadastrada em: 29/07/2014 21:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao