Banca de DEFESA: JOÃO VICTOR DE OLIVEIRA NETO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOÃO VICTOR DE OLIVEIRA NETO
DATA : 31/08/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Sala B108 do CIVT/IMD
TÍTULO:

Uma abordagem para análise contínua de conflitos indiretos de Software


PALAVRAS-CHAVES:

Conflitos Indiretos, Repositório de Software, Análise Estática, Grafo de chamadas de métodos, Revisão de Código.


PÁGINAS: 90
RESUMO:

A necessidade de evolução nos softwares, que resolvem problemas relacionados ao cotidiano, tornou-se cada vez mais frequente e a engenharia de software precisou se adaptar para entregar produtos de qualidade em prazos cada vez menores. Para que o software continue sendo útil ao longo do tempo, para o propósito ao qual foi desenvolvimento, é necessário que sejam realizadas mudanças ou incluídas novas funcionalidades para que este acompanhe as mudanças no domínio do negócio. Com essas mudanças, é inevitável que o software passe a aumentar de tamanho e, consequentemente, em complexidade. Essa expansão do software criam  relacionamentos de dependência entre componentes do código-fonte e essas dependências se propagam em uma cadeia de dependências à medida que a aplicação cresce.

 

Reescrever o mesmo trecho de código é uma prática não recomendada no desenvolvimento de software, pois implica em replicar código de forma distribuída e desordenada. Ao fazer o reuso, o mesmo trecho já escrito é referenciado em diferentes funcionalidades do sistema através da cadeia de dependência e chamadas de métodos, fazendo com que diferentes partes do código que estejam associadas à diferentes funcionalidades passem a depender de um mesmo componente. Alterações de trechos de código que possuem relação direta ou indireta com diferentes casos de uso podem levar a falhas imprevistas da aplicação, pois dependendo do número de artefatos envolvidos e da extensão da cadeia de dependências relacionada ao código alterado, uma mudança pode impactar um outro caso de uso que aparentemente não tem relação com o trecho de código modificado. Prever impactos decorrentes de alterações em um artefato é uma tarefa que exige tempo para análise, profundo conhecimento do código-fonte e esforço de teste.

 

Este trabalho apresenta uma abordagem parar automatizar a identificação de possíveis conflitos indiretos através de uma ferramenta desenvolvida, capaz de determinar quais casos de uso possuem maior probabilidade de serem impactados por mudanças no código-fonte, podendo assim direcionar os esforços de testes de forma mais eficaz. Um estudo de caso foi elaborado avaliando um projeto real de dimensão extensa que não possui uma suíte de testes automatizados e a ferramenta desenvolvida mostrou-se eficiente para detectar conflitos indiretos em diferentes cenários e também provou, através de um experimento empírico, que a maior parte das falhas decorrentes de conflitos indiretos teriam sido evitados caso a ferramenta tivesse sido utilizada ainda na fase de desenvolvimento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 012.314.234-20 - GLEYDSON DE AZEVEDO FERREIRA LIMA - UFRN
Interno - 1845280 - SERGIO QUEIROZ DE MEDEIROS
Interno - 1644456 - UIRA KULESZA
Externo à Instituição - FELIPE ALVES PEREIRA PINTO - IFRN
Notícia cadastrada em: 18/08/2017 08:00
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao