Banca de DEFESA: ERICH FERNANDO ESPINELO COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ERICH FERNANDO ESPINELO COSTA
DATA : 06/04/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

MORFOLOGIA DOS OVÁRIOS, TUBAS UTERINAS E ÚTERO DE Pteronotus gymnonotus (CHIROPTERA: MORMOOPIDAE)


PALAVRAS-CHAVES:

Morcegos insetívoros, Biologia reprodutiva, Morfometria ovariana, Ovogênese.


PÁGINAS: 40
RESUMO:

O presente estudo teve como objetivo caracterizar a morfologia ovariana, tubária e uterina no morcego insetívoro Pteronotus gymnonotus, em espécimes coletados no estado do Rio Grande do Norte, Brasil. Após a eutanásia, tais órgãos foram processados histologicamente para inclusão em historesina para análises morfológicas e morfométricas sob microscopia de luz. A caracterização morfológica dos ovários teve como base o desenvolvimento do ovócito e crescimento do folículo, enquanto as tubas uterinas foram caracterizadas quanto a sua anatomia e divisão de suas partes em: infundíbulo, ampola e istmo, onde analisou-se a altura do epitélio tubário e espessura da camada muscular. Já a análise do útero foi baseada na formação e espessura de suas três camadas: endométrio, miométrio e perimétrio. As análises morfométricas foram realizadas através de capturas de imagens das lâminas histológicas em diferentes aumentos. As variáveis foram submetidas a análise descritiva, sendo os dados expressos em média e desvio-padrão. Foi observado que os ovários são bilaterais e ovais, apresentando um epitélio de revestimento pavimentoso a cúbico simples, formando o epitélio germinativo,  certa estratificação quanto à localização dos folículos ovarianos, onde a maioria dos folículos primordiais se dispôs na região periférica do ovário, porém sendo possível identificar muitos folículos em vários estágios de maturação na região central; o útero é bicórneo e as camadas do útero e das tubas uterinas observadas seguem o mesmo padrão dos demais mamíferos eutérios. Estas informações são importantes para permitir comparações entre as espécies, visando o conhecimento acerca da morfologia reprodutiva em mamíferos, em especial daqueles pertencentes à ordem Chiroptera. Por isso, essa pesquisa é fundamental para subsidiar medidas conservacionistas que resguardem suas populações naturais, num esforço de manter o equilíbrio ecológico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1718086 - DANIELLE BARBOSA MORAIS
Externo à Instituição - FERNANDA CAROLINA RIBEIRO DIAS - UFRPE
Externa à Instituição - MARCELA DOS SANTOS MAGALHAES - UFAM
Notícia cadastrada em: 27/03/2022 20:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao