Banca de QUALIFICAÇÃO: ANDRÉ FELIPE MORAIS DE LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANDRÉ FELIPE MORAIS DE LIMA
DATA : 19/11/2019
HORA: 10:30
LOCAL: anfiteatro das aves
TÍTULO:

Avaliação estereologica e histopatologica do figado da prole de ratas submetidas ao consumo de alcool.


PALAVRAS-CHAVES:

Etanol; Fígado; Gravidez; Lactação. Morfologia.


PÁGINAS: 55
RESUMO:

Os efeitos iniciais do álcool são bem-estar e prazer, no entanto o uso contínuo causa dependência e efeitos deletérios para o organismo, em especial nas mulheres. O uso do álcool por mulheres durante a gravidez tem efeitos
negativos para o desenvolvimento fetal, sendo um dos principais agentes teratogênicos. Já o consumo de álcool durante a amamentação é pouco observado, mas a literatura tem demonstrado que o álcool pode estar presente no leite materno e afetar o desenvolvimento do bebê. O Fígado é um órgão que desempenha funções importantes para a manutenção do organismo, incluindo a metabolização de drogas e toxinas como o álcool. Pesquisas apontam que o consumo do álcool por indivíduos adultos causa danos reversíveis e irreversíveis comprometendo a função desse órgão e saúde dos indivíduos. Assim, o objetivo deste trabalho é analisar a morfologia do fígado de camundongos gerados sob efeito do álcool durante a gestação e/ou lactação. Para isso 23 camundongos (Mus muscullus) machos e fêmeas jovens, foram separados em 4 grupos: O grupo Controle ( C ): prole provenientes de mães que não receberam álcool durante a gestação e lactação; Grupo Gestação (EtG): prole provenientes de mãe que receberam álcool 15% apenas durante a gestação; Grupo lactação (EtL): prole proveniente de mãe que receberam álcool 15% apenas durante a lactação; e Grupo Gestação + lactação (EtGL): role provenientes de mãe que recebeu álcool durante todo o período da gestação e lactação. Após o período de 34 a 36 dias de vida os animais foram pesados e eutanasiadas, tiveram alguns órgãos removidos e conservados para serem processados histologicamente e analisados. Foram realizadas análises histopatológicas através de descrição qualitativa dos tecidos e escores semiquantitativos das principais lesões, bem como realizadas análises estereológicas para obtenção do volume do órgão através do método de Cavaliere. Todos os grupos tratados com álcool apresentaram os achados de toxidades e danos teciduais, sendo o GtGL o mais danificado visualmente quando comparados aos demais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 4507066 - CHRISTINA DA SILVA CAMILLO
Interno - 1076490 - FERNANDO VAGNER LOBO LADD
Externo ao Programa - 2318723 - SERGIO ADRIANE BEZERRA DE MOURA
Notícia cadastrada em: 09/11/2019 18:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao