Banca de DEFESA: EDSON SOARES DA SILVA JÚNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : EDSON SOARES DA SILVA JÚNIOR
DATA : 10/01/2017
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Museu de Ciências Morfológicas
TÍTULO:

Incidência da fibropapilomatose em tartarugas marinhas na Bacia Potiguar RN/CE.


PALAVRAS-CHAVES:

Chelonia mydas; Fibropapilomatose; Bacia Potiguar RN/CE.


PÁGINAS: 81
RESUMO:

As cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no litoral brasileiro estão classificadas como espécies em risco de extinção pelas listas mundiais de espécies ameaçadas. Tal status é decorrente das diferentes ameaças que esses animais vêm sofrendo no decorrer das últimas décadas, dentre estas a destruição do habitat, fotopoluição, pesca incidental, tráfego de veículos e predação de ovos. Outra considerável ameaça a esses animais, descrita na literatura, é a ocorrência da fibropapilomatose. Esta doença acomete as tartarugas marinhas, em especial indivíduos juvenis da espécie Chelonia mydas, embora tenha sido descrito também nas demais espécies. Este trabalho pretende investigar a distribuição espacial e temporal dos registros de tartarugas marinhas com fibropapilomatose que encalham, vivos ou mortos, entre as praias dos municípios de Icapuí/CE até Caiçara do Norte/RN, bem como analisar os aspectos histopatológicos das lesões. Para isso foram realizados monitoramentos diários, utilizando-se quadriciclos, a fim de registrar a ocorrência de tartarugas marinhas nas praias da Bacia Potiguar RN / CE. Os animais que foram encontrados mortos, dependendo do estado da carcaça, foram avaliados quanto à espécie, ao número e posicionamento dos tumores, fotografados e georreferenciados. Os animais vivos foram resgatados e translocados para a Base de Reabilitação do Projeto Cetáceos da Costa Branca/UERN-Areia Branca onde foi realizado o procedimento de contagem e localização dos tumores. Para o desenvolvimento da pesquisa estão sendo utilizados dados coletados entre os anos de 2011 e 2015. Dentre as 3.960 tartarugas marinhas encalhadas, 680 apresentaram tumores sugestivos de fibropapilomatose, valores estes que apresentaram crescimento durante os anos estudados. No que diz respeito a variação por trecho de monitoramento, a maior frequência de animais acometidos pela doença foi registrada no trecho C correspondente a "Guamaré-Macau”. Quanto a fase de desenvolvimento, a maior parte dos indivíduos acometidos estavam no estágio juvenil, porém também houve registro de animais adultos e subadultos acometidos pela doença. As lesões se configuram por apresentarem hiperplasia da epiderme, do conjuntivo, desorganização de fibras colágenas, hiperqueratinização de regiões dentro do tecido conjuntivo e vacuolização no citoplasma. Além disso, foram observados ovos de parasitas presentes dentro da estrutura do fibropapiloma, além das projeções papilares que marcam de maneira peculiar a estrutura tumoral. A Bacia Potiguar RN / CE mostrou-se como sendo um trecho com características compartilhadas por outras áreas de registros da fibropapilomatose e com fatores que podem ter contribuído para o aumento dos registros de animais acometidos. Por se tratar de uma doença debilitante, que acomete principalmente animais juvenis e com etiologia ainda não bem definida, a fibropapilomatose impulsiona pesquisas que visam melhor entendimento da doença para conservação das espécies de tartarugas marinhas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ELIANE REIKO MATUSHIMA - USP
Externo à Instituição - FLAVIO JOSE DE LIMA SILVA - UERN
Presidente - 1672446 - SIMONE ALMEIDA GAVILAN LEANDRO DA COSTA
Notícia cadastrada em: 15/12/2016 15:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao