Banca de DEFESA: LENILDA TEIXEIRA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LENILDA TEIXEIRA DA SILVA
DATA : 21/06/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Departamento de Morfologia
TÍTULO:

Adaptações morfológicas do trato digestório do peixe neotropical Steindachnerina notonota (Characiformes, Curimatidae) ao hábito alimentar detritívoro


PALAVRAS-CHAVES:

Morfologia. Trato Digestório. Detritivoria. Peixe Iliófago. Steindachnerina notonota.


PÁGINAS: 120
RESUMO:

A Detritivoria é comum em peixes dulcícolas, sobretudo na região neotropical, e para muitas espécies são escassas as informações sobre o trato digestório, como é o caso da espécie Steindachnerina notonota, na qual, tem importância ecológica como elo da cadeia alimentar, servindo de alimento para os peixes carnívoros, e atuando na depuração dos ecossistemas aquáticos sujeitos à poluição orgânica. O objetivo do presente estudo consiste em analisar as adaptações morfológicas do trato digestório, desta espécie endêmica da caatinga, região do semiárido brasileiro. Assim, foram utilizados 10 espécimes adultos (machos e fêmeas), necropsiados, para análises macroscópicas e microscópicas do trato digestório. Todas as estruturas foram observadas no estereomicroscópio. Os órgãos foram fixados em formol 10% e submetidos à coloração de Hematoxilina e Eosina, e PAS - Ácido Periódico Schiff (rastros branquiais, órgão epibranquial, esôfago, estômago, intestino médio e intestino posterior) e analisados em microscopia de luz. Os rastros branquiais também foram fixados em paraformaldeído 10% para análise em microscopia eletrônica de varredura. Os espécimes analisados possuíam comprimento total de 8,66 ± 3,38 cm, comprimento padrão de 6,74 ± 1,95 cm, e peso de 11,72 ± 11,59 g. As adaptações estruturais no trato digestório foram: boca do tipo terminal; o particular complexo bucofaríngeo; ausência de dentes e da língua; tem três tipos de formatos de rastros branquiais com células mucosas e botões gustativos; possui o órgão epibranquial com suas peculiaridades; um estômago mecânico com musculatura muito desenvolvida na região pilórica; e um intestino muito longo e enovelado, que tem internamente uma exclusiva prega helicoidal. Os aspectos morfológicos do trato digestório de S. notonota têm relação ao hábito alimentar especializado detritívoro-iliófago.

 

 

 



MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DEYSE DE SOUZA DANTAS - UNIFAP
Externo ao Programa - 1217155 - GUSTAVO DA CUNHA LIMA FREIRE
Presidente - 2477216 - NAISANDRA BEZERRA DA SILVA FARIAS
Notícia cadastrada em: 16/06/2016 15:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao