Banca de DEFESA: DANIEL CAMARA ALVES DE MEDEIROS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DANIEL CAMARA ALVES DE MEDEIROS
DATA : 30/08/2021
HORA: 11:00
LOCAL: Online - link: http://meet.google.com/pso-utqu-xqt
TÍTULO:

Implantação e análise de uma estratégia de avaliação baseada em procedimentos (PBA) na residência médica de urologia do Hospital Universitário Onofre Lopes


PALAVRAS-CHAVES:

Internato e Residência; Educação baseada em competências; Procedimentos cirúrgicos urológicos; Avaliação educacional; Urologia.


PÁGINAS: 108
RESUMO:

Mudanças na sociedade e nas práticas da Medicina tem demandado melhorias no processo de ensino cirúrgico nas Residências Médicas em todo o mundo, levando ao surgimento de novos modelos de ensino-aprendizagem e avaliação baseados em competências. Nesse processo, o Procedure Based Assessment (PBA) se destaca como uma ferramenta de avaliação em ambiente de trabalho, com características somativa e formativa, amparada na avaliação de competências e no feedback estruturado. Este trabalho objetivou a elaboração, implantação e análise do PBA no Programa de Residência Médica de Urologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (PRMUro-HUOL), através de um estudo exploratório, prospectivo, do tipo pesquisa-ação, envolvendo residentes e preceptores do Programa nos anos de 2019 e 2020. As etapas do trabalho envolveram a capacitação dos participantes, a elaboração do PBA por consenso de grupo, a aplicação das avaliações e a captação da percepção do grupo através de um questionário. Nos resultados, verificou-se a participação de 13 preceptores e 6 residentes, contribuindo para a criação de 06 modelos de PBAs. Foram aplicadas 34 avaliações. Na análise individual de desempenho, o PBA foi capaz de captar uma tendência de melhora das competências em todas as cirurgias e para todos os residentes. O feedback estruturado foi considerado uma estratégia importante no processo de ensino-aprendizagem por preceptores e residentes. Na percepção do grupo, o PBA é capaz de certificar a competência cirúrgica, avaliar o desenvolvimento dessas competências e melhorar a curva de aprendizado, creditando bom valor educacional ao mesmo. Dificuldades e pontos negativos foram levantados, como a inexperiência com o método, falta de tempo adequado dentro da rotina institucional, falta de engajamento de alguns preceptores, dúvidas sobre a acurácia e a qualidade do feedback ofertado. Sugestões foram feitas no sentido da sistematização das avaliações, capacitação continuada e estímulo institucional. Todos os participantes foram favoráveis à utilização regular do PBA no PRMUro-HUOL. O estudo concluiu que a experiência do grupo com o PBA foi positiva, com boa aceitação e percepção de diversos benefícios do ponto de vista pedagógico, de maneira que a adoção rotineira da ferramenta no PRMUro-HUOL se mostra promissora.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - RODOLFO BORGES DOS REIS
Interna - 2171406 - ELAINE LIRA MEDEIROS
Presidente - 2171948 - PAULO JOSE DE MEDEIROS
Notícia cadastrada em: 20/08/2021 14:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao