Banca de DEFESA: FRANCISCO PIRES NEGROMONTE DE MACEDO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FRANCISCO PIRES NEGROMONTE DE MACEDO
DATA : 11/06/2021
HORA: 09:30
LOCAL: Online - link: meet.google.com/vvq-jmxs-cqw
TÍTULO:

Elaboração e implantação de um novo instrumento de avaliação de residentes no programa de residência médica em radiologia e diagnóstico por imagem do Hospital Universitário Onofre Lopes – HUOL - UFRN


PALAVRAS-CHAVES:

Educação Médica; Residência Médica; Avaliação Educacional; Capacitação de Professores; Diagnóstico por Imagem.


PÁGINAS: 61
RESUMO:

Introdução: A Residência Médica constitui uma modalidade de pós-graduação com nível de especialização, fundamentada no treinamento em serviço. Existe um interesse crescente, nas últimas décadas, pela Educação Médica Baseada em Competências nas residências médicas, com foco nos resultados educacionais. A avaliação constitui um de seus pilares centrais, devendo ter caráter formativo e prover feedback. A Educação Médica Baseada em Competências já foi implementada em alguns países, com diferentes estruturações. No Brasil, a Comissão Nacional de Residência Médica deu os primeiros passos nessa direção, definindo os objetivos educacionais para várias especialidades, incluindo a Radiologia e Diagnóstico por Imagem. A sistematização dos métodos de avaliação de competências envolve múltiplas variáveis, porém a literatura carece de instrumentos de avaliação específicos para a Radiologia, especialmente no Brasil. Objetivos: Elaborar e implantar um instrumento avaliativo com caráter formativo para o programa de residência médica em Radiologia e Diagnóstico por Imagem do Hospital Universitário Onofre Lopes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Metodologia: Estudo de abordagem descritiva, exploratória e de intervenção, com três etapas. As duas primeiras consistiram em oficinas com médicos residentes e preceptores, uma para capacitação em avaliação de competências, e a outra para construção coletiva de um instrumento avaliativo adequado à Radiologia. Na terceira etapa, os pesquisadores acompanharam a aplicação inicial do instrumento pelos preceptores. Resultados: As duas oficinas tiveram participação dos três pesquisadores, dezesseis preceptores e cinco residentes. O instrumento de avaliação resultante inclui sete competências que devem ser avaliadas em relação ao esperado para o nível do residente, e uma escala para conceito geral da avaliação. Este foi aplicado 33 vezes, num período de seis meses. Conclusão: A realização de oficinas de capacitação para os preceptores, com a introdução de uma nova cultura de avaliação, foi fundamental para a construção e experiência inicial na aplicação do instrumento no referido programa. Este apresentou viabilidade, baixo custo e teve boa aceitabilidade entre preceptores e residentes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2172036 - MARIA JOSE PEREIRA VILAR
Interna - 2495713 - ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
Externo à Instituição - RUBENS CHOJNIAK - ACCAMARGO
Notícia cadastrada em: 26/05/2021 11:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao