Banca de DEFESA: LAIS IZABEL MAIA MELO CRISANTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LAIS IZABEL MAIA MELO CRISANTO
DATA : 14/02/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala RUTE do HUOL/UFRN
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS EM MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE: FORTALEZAS E DIFICULDADES EM UM PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA NA PERSPECTIVA DO RESIDENTE EGRESSO


PALAVRAS-CHAVES:

Educação Baseada em Competências; Atenção Primária à Saúde; Residência Médica; Medicina de Família e Comunidade.


PÁGINAS: 52
RESUMO:

 Introdução: A formação na medicina de família e comunidade (MFC) envolve um conjunto de competências complexo. A Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) desenvolveu um Currículo Baseado em Competências (CBC) frente ao cenário de expansão dos programas de residência em MFC no Brasil, de forma a nortear a formação de jovens médicos de família. Esse trabalho tem o objetivo de analisar os fatores facilitadores e limitantes no desenvolvimento de competências durante a residência em MFC. Metodologia: Trata-se de um estudo qualitativo, observacional e analítico, desenvolvido com egressos do Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade do Hospital Universitário Onofre Lopes (PRMFC/HUOL) a partir de 2016. Foram utilizadas duas estratégias: um questionário virtual, sobre dados sócio-demográficos dos egressos e do PRMFC/HUOL, com posterior análise descritiva dos mesmos; e entrevistas individuais com egressos, no sentido de aprofundar o entendimento sobre as competências a serem desenvolvidas e como se deu esse processo na Residência Médica (RM). Para avaliar o material das entrevistas foi utilizada a análise de conteúdo temática categorial, fundamentada em Bardin, sendo definidas 3 categorias a priori: Competências da MFC a serem abordadas durante a RM; Fatores que influenciaram no desenvolvimento das competências da MFC; Desenvolvimento de competências em habilidades de comunicação e raciocínio clínico no PRMFC/HUOL.  Resultados: Foram entrevistados 7 egressos, e 9 responderam ao questionário virtual, correspondendo uma parte significativa dos 11 residentes que encerraram o PRMFC/HUOL  nos anos de 2016 a 2019. Além das 3 categorias a priori já estabelecidas, surgiu uma categoria a posteriori: Análise propositiva sobre a formação para a MFC. Quanto ao CBC da SBMFC, este foi percebido pelos egressos como documento conhecido e aplicado pelo PRMFC/HUOL, tanto que as competências citadas nas entrevistas estão em consonância com as categorias encontradas no currículo citado. O contato com a preceptoria e a importância do preceptor no desenvolvimento dessas competências foram falas bem recorrentes em todas as entrevistas, sendo denotado como facilitador importante para o desenvolvimento do residente durante o Programa. A autonomia do residente também foi citada com frequência no sentido de ser um quesito fundamental para o desenvolvimento de competências e melhor aproveitamento da RM, o que corrobora com a aprendizagem de adultos e traz desafios para a preceptoria e para o planejamento dos espaços teórico-práticos e avaliativos, além dos cenários de prática. Conclusões: Os egressos do PRMFC/HUOL são, em geral, jovens médicos, graduados em instituições cujo currículo tem atendido às Diretrizes Curriculares Nacionais, e são motivados pela diversidade de competências da especialidade. A preceptoria foi percebida como um fator fundamental para o desenvolvimento de competências da MFC. A reorientação curricular do PRMFC/HUOL associado à melhor estruturação da Rede de Atenção a Saúde e interlocução ensino-serviço, valorizando a preceptoria, poderão trazer benefícios e novos desafios ao sistema de saúde do município de Natal.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - 4308027 - KARLA PATRICIA CARDOSO AMORIM
Externa à Instituição - MAGDA MOURA DE ALMEIDA PORTO - UFC
Presidente - 2172036 - MARIA JOSE PEREIRA VILAR
Notícia cadastrada em: 31/01/2020 10:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao