Banca de DEFESA: EDSON DA SILVA FREITAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : EDSON DA SILVA FREITAS
DATA : 12/09/2019
HORA: 10:30
LOCAL: Sala 01, da pós-graduação em Ciências na Saúde, no 2º andar do prédio do Centro de Ciências da Saúde
TÍTULO:

ENSINO DA CIRURGIA AMBULATORIAL AO GRADUANDO DE MEDICINA NO ÂMBITO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE


PALAVRAS-CHAVES:

Procedimentos cirúrgicos ambulatoriais; educação de graduação em medicina; materiais de ensino; Modelos Educacionais.


PÁGINAS: 62
RESUMO:

Introdução: O ensino da cirurgia ambulatorial costuma ser acompanhado de métodos formais e informais combinado com atividades em ambulatórios, centros cirúrgicos e enfermarias, baseando-se principalmente na observação e execução de procedimentos práticos mediante supervisão adequada e experiente. Dentre as estratégias para ensino, moldes, esponjas, manequins, simuladores, realidade virtual, filmes, vídeos interativos, softwares, games, uso responsável de animais, cadáveres, tecidos humanos, oficinas de técnicas cirúrgicas, laboratório de suturas e nós, são recursos educativos auxiliares para ensino-aprendizagem-avaliação. Na instituição proponente, o ensino da cirurgia ambulatorial no âmbito da Atenção Primária a Saúde não é respaldado por um componente curricular específico.

Objetivos: Estruturar o ensino da cirurgia ambulatorial no Internato de Medicina de Família (IMFC) e Comunidade da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Métodos: O estudo é caracterizado como quase-experimental, exploratório e analítico. Envolveu todos os alunos egressos do nono período do curso de medicina da UFRN nos semestres 2018.1 (grupo controle) e 2018.2 (grupo intervenção) e contou com equipe colaboradora de 8 alunos monitores/atores, além de 10 preceptores/professores/avaliadores.  O percurso metodológico envolveu várias etapas como: estruturação dos campos de prática; treinamento dos preceptores; elaboração de videoaulas; desenvolvimento de modelos de bancada padronizados em silicone para o ensino; aula teórico-prática; estimulação a prática de procedimentos nos campos de prática e elaboração de estações simuladas de avaliação. Instrumentos baseados na Global Rating Scale (GRS), foram utilizados para avaliação do desempenho dos alunos nas estações. A GRS é uma escala validada internacionalmente na qual é possível identificar aspectos do desempenho dos estudantes da prática cirúrgica. A avaliação foi aplicada inicialmente ao grupo controle e posteriormente ao grupo intervenção. Para análise estatística dos dados, foram escolhidos o teste T de student para as variáveis de médias, e o teste Qui-Quadrado de Pearson para as variáveis de proporções. Foi considerado o nível de significância de p <0,05.

Resultados: Dos egressos do semestre 2018.1, 42 (100%) participaram do estudo, enquanto do semestre 2018.2, 35 (68,6%) dos 51 alunos estiveram presentes para realização da avaliação. A média de idade foi semelhante (24,5 anos vs 25,3 anos, p=0,497), com predomínio do sexo masculino em ambos os grupos (59,5% vs 60%, p=0,996). O escore geral de desempenho do grupo intervenção foi de 5,44 (DP ±1,75), superior ao grupo controle que teve média de 3,15 (DP ±1,47), com p<0,001. Quando considerado a proporção de escores acima de 5,0 (nível competente) em relação a escores abaixo de 5,0 (insuficiente), pode-se observar um número maior de alunos com competência adquirida na realização de PCA no grupo intervenção (57,1%) em relação ao grupo controle (9,5%), com p<0,001.

Conclusões: O estudo cumpriu em grande parte seus objetivos ao estruturar o ensino da cirurgia ambulatorial no IMFC da UFRN através do desenvolvimento de métodos de ensino-aprendizagem e avaliação de alguns procedimentos cirúrgicos ambulatoriais. Conseguiu implementar e aumentar a realização da pequena cirurgia na maioria das unidades de campo de prática. Além de constatar o ganho de competência do grupo intervenção através de análise comparativa.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2171948 - PAULO JOSE DE MEDEIROS
Interna - 2495713 - ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
Externo à Instituição - THIAGO GOMES DA TRINDADE - UnP
Notícia cadastrada em: 02/09/2019 09:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao