Banca de DEFESA: MARILIA FERNANDES MORRONI DE PAIVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARILIA FERNANDES MORRONI DE PAIVA
DATA : 27/05/2019
HORA: 10:00
LOCAL: Sala B, do 5º Subsolo do HUOL
TÍTULO:

PROPOSTA DE MODIFICAÇÕES DO PROTOCOLO DE PREVENÇÃO DE QUEDAS DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES (HUOL) A PARTIR DE UMA ABORDAGEM MULTIPROFISSIONAL


PALAVRAS-CHAVES:

Avaliação de risco; Educação continuada; Acidentes por quedas; Protocolos; Segurança do paciente.


PÁGINAS: 90
RESUMO:

A queda é o terceiro evento adverso mais notificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) no ambiente hospitalar, causando incapacidades e dependência em pessoas acima de 60 anos. Este estudo teve por objetivo propor modificações do protocolo de prevenção de quedas do HUOL a partir de uma abordagem multiprofissional. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo descritiva-exploratória, sendo a amostra constituída pela população total dos residentes do 1º ano (R1) da Residência Multiprofissional em Saúde (RMPS), dos programas de cardiologia e terapia intensiva do adulto, desenvolvida no período de agosto a dezembro de 2018. Para a coleta de dados, optou-se pela técnica de grupo focal, com 12 participantes das áreas de enfermagem, fisioterapia, farmácia e nutrição, utilizando um roteiro elaborado com questões abertas para a discussão, sendo mediado por um coordenador, um moderador e um observador. As conversas foram gravadas e transcritas na íntegra; após isso, os dados foram organizados pelo software NVIVO12® e a análise do conteúdo pela abordagem de BARDIN. O percurso metodológico foi constituído por três etapas: a primeira, o grupo focal; a segunda, uma atividade à distância cadastrada no SIGAA para a elaboração de modificações do protocolo de prevenção de quedas do HUOL, com abordagem multiprofissional; e por fim, um formulário de feedback construído no Google forms e enviado via e-mail para os participantes. Quanto aos resultados e discussão, evidenciou-se a importância da identificação de risco de quedas em pacientes internados; a necessidade de educação permanente em saúde, de forma contínua; a integração dos profissionais do serviço para um trabalho em equipe de forma interprofissional; e a revisão periódica de protocolos para promover a redução de quedas no HUOL. No final do estudo, foi realizado o feedback dos participantes, que se sentiram na sua maioria satisfeitos; moderadamente motivados e que a pesquisa contribuiu para sua formação profissional. Espera-se, que a divulgação deste trabalho possa estimular pesquisas futuras, com o uso de estratégias semelhantes em outros serviços, para confrontar o problema de identificação de risco de quedas em pacientes internados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1369275 - CLECIO DE OLIVEIRA GODEIRO JUNIOR
Externa à Instituição - DIANA PAULA DE SOUZA REGO PINTO CARVALHO - UERN
Interna - 2644228 - SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
Notícia cadastrada em: 13/05/2019 13:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao