Banca de QUALIFICAÇÃO: IDIVALDO ANTONIO MICALI

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : IDIVALDO ANTONIO MICALI
DATA : 19/11/2018
HORA: 14:00
LOCAL: A combinar
TÍTULO:

Estudo para a Promoção do Ensino do Uso Racional De Medicamentos nos Cursos de Farmácia, Medicina e Odontologia da UFRN


PALAVRAS-CHAVES:

Uso racional de medicamentos; educação em saúde; ensino.


PÁGINAS: 40
RESUMO:

Introdução: o Uso Racional de Medicamentos (URM) é uma das Diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS), proporcionando a todos cidadãos, medicamentos que, quando selecionados e empregados racionalmente, possam propiciar benefícios individuais, institucionais e nacionais. A Política Nacional de Medicamentos (PNM) orienta para a importância do processo educativo como estratégia para a promoção ao URM tanto para as equipes de saúde quanto para o usuário. No âmbito dos profissionais de saúde a universidade assume papel relevante em particular durante a graduação, devido ao seu papel decisivo em ampliar o conhecimento sobre o valor real dos medicamentos, especialmente numa sociedade com elevado grau de medicalização. Objetivos: o objetivo principal foi analisar as Diretrizes Curriculares dos Cursos de Graduação de Farmácia, Medicina e Odontologia e Projetos Pedagógicos dos Cursos de Graduação de Farmácia, Medicina e Odontologia da UFRN, identificando conteúdo específico sobre o URM, além de conhecer o nível de entendimento e conhecimentos assimilados sobre o URM de seus graduandos; o objetivo específico foi de interpretar os estudos desenvolvidos no objetivo geral, apontando para a possibilidade de orientar coordenações destes cursos  a disponibilizar componente curricular específico, voltado para o ensino do URM. Metodologia: estudo em parte documental, pela análise das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Farmácia, Medicina e Odontologia, através da coleta de dados de arquivos digitais de domínio público do Ministério da Educação (MEC), e dos Projetos Pedagógicos dos Cursos de Graduação de Farmácia, Medicina e Odontologia da UFRN, através do Sistema de Gerenciamento de Atividades Acadêmicas (SIGAA), avaliando o comprometimento pedagógico para com o URM. De outro lado, pesquisa descritiva quantitativa e qualitativa, com a aplicação de questionários semi-estruturados a estes graduandos. Os dados, tanto de origem documental como descritiva, foram processados e analisados, em parte estatisticamente através de planilha computadorizada em Excel; a análise de conteúdo das comunicações expressas pelos voluntários, manifestadas através de significados variados, foram interpretadas através do programa Wordle®. O  armazenamento de dados também foi o computadorizado. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa e os participantes tiveram ciência e assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Resultado: este estudo identificou que, apesar das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Farmácia, Medicina e Odontologia terem orientação para cumprimento para com as Diretrizes do SUS, ainda assim o URM é negligenciado nos Projetos Pedagógicos destes cursos da UFRN; exceção se faz ao Curso de Farmácia onde o assunto é tratado num único momento, mesmo assim não como um componente curricular específico. Quanto aos graduandos, estes revelaram saberes que apontam para o URM, porém com pouco acesso e orientação às informações sobre o URM. Sobre o percentual de graduandos que possuem contato frequente com tema URM, no Curso de Farmácia ficou em torno de 40%, Medicina 50% e Odontologia 27%. O destaque ficou para o expressivo significado que este graduandos manifestaram em acreditar que uma disciplina de URM poderá contribuir como medida educativa sobre o assunto: em Farmácia 97%, Medicina 85% e Odontologia 96%. Quanto ao interesse que estes graduandos possuem em ampliar conhecimento no URM ainda durante a graduação, os índices chegaram a 100% em Farmácia, 80% em Medicina e 96% em Odontologia. Conclusão:  este estudo concluiu que diante da existência de deficiência no ensino do URM nos Cursos de Graduação de Farmácia, Medicina e Odontologia da UFRN, e do  expressivo interesse de seus graduandos pela temática, a implementação de um componente curricular específico sobre o URM, no Projeto Pedagógico destes cursos, aponta ser viável e poderá desenvolver valores e princípios adequados, lineares ao SUS e PNM.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1258707 - ANTONIO DE LISBOA LOPES COSTA
Presidente - 2495698 - JOSE DINIZ JUNIOR
Interno - 2171948 - PAULO JOSE DE MEDEIROS
Notícia cadastrada em: 08/11/2018 10:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao