Banca de DEFESA: TELMA DE FATIMA VITALIANO DA SILVA VERAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : TELMA DE FATIMA VITALIANO DA SILVA VERAS
DATA : 17/08/2018
HORA: 08:00
LOCAL: sala RUTE - HUOL
TÍTULO:

PERCEPÇÃO DO PRECEPTOR SOBRE SUA PRÁTICA EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO GERENCIADO PELA EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES - EBSERH


PALAVRAS-CHAVES:

Preceptoria; preceptor; hospital de ensino; internato; residências; estágio.


PÁGINAS: 130
RESUMO:

No contexto da formação acadêmica, tanto na graduação quanto na pós-graduação, na modalidade lato sensu, das residências médica e multiprofissional, os preceptores são peças fundamentais para a consolidação da missão de um hospital universitário, no tocante à formação profissional. O presente estudo tem o propósito de compreeder a percepção dos preceptores sobre o processo de preceptoria em um hospital universitário gerenciado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH). Através de um estudo qualitativo, descritivo exploratório desenvolvido no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), com o uso da técnica de grupo focal. Participaram do estudo preceptores das Residências Médica e Multiprofissional com vínculos empregatícios RJU (Regime jurídico único - UFRN) e CLT (Consolidação das leis do trabalho -EBSERH), propositando-se assim, entender  as percepções a partir do vínculo trabalhista. De acordo com a Resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde (CNS), a pesquisa foi submetida ao Comitê de Ética e Pesquisa. Os profissionais em estudo compõem as várias profissões no contexto das Residências da saúde (Assistente Social, Enfermeiro, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Nutricionista, Médicos, Psicólogos), e os dados foram levantados a partir do grupo focal, realizado  em dois encontros, em março de 2017: um com servidores RJU e o outro com servidores CLT. A análise de dados se deu através da Análise temática Categorial de Bardin. Os dados obtidos indicaram que, servidores de ambos os vínculos tinham a percepção da relevância de sua participação no contexto da formação de futuros profissionais de saúde; da necessidade constante de sua qualificação, enquanto preceptor; da não valorização deste profissional, por parte da instituição independente do vínculo. Evidenciou-se a necessidade de se adotar, por parte desta, uma normatização, voltada a oportunizar melhorias para a sua execução, permitindo-lhes uma atuação pedagógica mais prazerosa e com uma performance melhor, concomitante a excelência na assistência à saúde.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FRANCIS SOLANGE VIEIRA TOURINHO - UFSC
Presidente - 2495698 - JOSE DINIZ JUNIOR
Externo à Instituição - JOÃO BOSCO FILHO - UERN
Interno - 3050262 - MARCELO VIANA DA COSTA
Interno - 2644228 - SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
Notícia cadastrada em: 06/08/2018 10:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao