Banca de DEFESA: MONALISA SOARES MARANHAO DE FREITAS MEDEIROS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MONALISA SOARES MARANHAO DE FREITAS MEDEIROS
DATA : 05/06/2018
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório Leide Morais (MEJC)
TÍTULO:

A Educação para o Trabalho Interprofissional entre as Residências Médica e Multiprofissional em uma Maternidade Escola


PALAVRAS-CHAVES:

Formação em saúde; educação Inter profissional; trabalho em equipe; Internato e Residência; Internato não médico.


PÁGINAS: 80
RESUMO:

A partir da compreensão ampliada do conceito de saúde, várias estratégias vêm sendo implementadas, ao longo dos anos, tanto na formação, quanto na prática dos profissionais de saúde. Assim, surge a Educação Interprofissional em Saúde (EIP), considerada uma estratégia inovadora capaz de preparar alunos e profissionais para desenvolverem práticas colaborativas com vistas a garantir a integralidade da atenção à saúde. Porém, ainda há muitos desafios a serem vencidos, que vão desde questões curriculares, até novas interações de trabalho, troca de experiências e saberes, respeito às adversidades e, principalmente, maior integração com a equipe médica. Nesse sentindo, o objetivo desse estudo é compreender a percepção dos alunos das Residências Médica e Multiprofissional sobre o trabalho interprofissional desenvolvido entre eles em uma maternidade escola. O estudo é de caráter descritivo, exploratório, de natureza qualitativa, do tipo estudo de caso. O projeto teve aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa – UFRN. Os participantes da pesquisa foram 20 alunos da residência médica em ginecologia e obstetrícia, em neonatologia, e da residência multiprofissional. Os estudantes atuam há pelo menos 10 meses em uma maternidade escola da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, sendo esse o critério de inclusão. A coleta de dados foi realizada de dezembro de 2016 a janeiro de 2017, utilizando uma ficha de identificação e entrevistas semiestruturadas, mediante um roteiro previamente construído. As entrevistas foram transcritas, organizadas e codificadas na perspectiva de agrupar os relatos que apresentam similaridades entre opiniões e percepções. Na sequência, as transcrições foram analisadas por meio da temática categorial proposta por Bardin. Após a análise do material, emergiram quatro categorias, quais sejam: conceito sobre trabalho interprofissional; importância do trabalho interprofissional; abordagem interprofissional entre as residências médicas e multiprofissional; fragilidades para a efetivação da prática interprofissional. Os resultados sugerem a existência de algumas iniciativas de EIP promovidas entre as residências, porém, as experiências interprofissionais entre residentes médicos e multiprofissionais ocorrem apenas em alguns campos de prática. Em outros campos, as experiências não se desenvolvem ou acontecem de forma não legitimada. Dessa forma, há muitos desafios a serem superados para que a prática colaborativa entre os residentes médicos e multiprofissionais se efetive, na perspectiva das residências serem capazes de qualificar profissionais de saúde aptos à atuarem de forma interprofissional, com vistas ao cuidado integral à saúde das pessoas, das famílias e da comunidade. Nesse contexto, foi elaborado um Plano de Ação para a Promoção da Prática Interprofissional na Maternidade Escola Januário Cicco, que contempla ações que envolvem: mudanças nas estratégias de ensino, reorientação de atividades multiprofissionais existentes, inserção de práticas Interprofissionais, e ainda a elaboração de uma oficina de capacitação que pode ser aplicada tanto para residentes como para preceptores.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2644228 - SIMONE DA NOBREGA TOMAZ MOREIRA
Externo ao Programa - 3474916 - JOSE JAILSON DE ALMEIDA JUNIOR
Externo à Instituição - RITA SIMONE LOPES MOREIRA - UNIFESP
Notícia cadastrada em: 29/05/2018 11:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao