Banca de DEFESA: CESIMAR SEVERIANO DO NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CESIMAR SEVERIANO DO NASCIMENTO
DATA: 18/08/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Telemedicina do HOSPED
TÍTULO:

CARACTERÍSTICAS DOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM CARDIOLOGIA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE.


PALAVRAS-CHAVES:

Residência Médica, Avaliação de programa, Cardiologia


PÁGINAS: 93
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
SUBÁREA: Clínica Médica
ESPECIALIDADE: Cardiologia
RESUMO:
O presente estudo teve como objetivo analisar os Programas de Residências Médica (PRM) em Cardiologia do Estado do Rio Grande do Norte, identificando quais os programas credenciados para funcionamento no Estado. Trata-se de estudo transversal, descritivo, incluindo a análise documental dos processos de credenciamento dos programas (PCP) de residência médica em cardiologia vigentes no Estado do Rio Grande do Norte (RN) no ano de 2014 e a análise da percepção do residente sobre a sua formação como especialista em cardiologia. Além da análise documental dos PCPs, foi aplicado um questionário semiestruturado, com perguntas fechadas, do tipo Likert, e abertas a todos os residentes e egressos dos PRM analisados. Foram identificados dois PRM em Cardiologia no Estado do RN, sendo um programa sediado em instituição pública e outro em instituição privada. A análise documental mostrou uma maior quantidade de preceptores com um maior titularidade na instituição pública em relação a privada, assim como uma maior produção acadêmica, como publicações em revistas indexadas, publicação de livros, capítulos de livros e participação em congressos. A instituição privada apresenta uma melhor infraestrutura de urgências, com pronto socorro e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) cardiológica. Percebe-se que os residentes têm consciência de como deve funcionar uma boa residência, assim como as fortalezas e fragilidades das residências que participam. A maioria dos residentes do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) destaca como fortalezas a organização, participação e qualidade dos preceptores, atividades práticas e discussões científicas, grande quantidade de pacientes e as visitas e discussões com preceptores nas enfermarias. Citam como maiores fragilidades a falta de serviços de urgência próprio, bem como UTI especializada. No Hospital do Coração de Natal (HCor), observa-se como ponto fraco a programação teórica e poucas práticas ambulatoriais. Como vantagens, citam os preceptores, agilidade na realização dos exames, um bom número de pacientes graves e de procedimentos. Observa-se, nas duas residências, uma certa dificuldade de aceitação em itens importantes e obrigatórios de acordo com as normas da Comissão Nacional de Residências Médicas (CNRM), como: a bioestatística, bioética, ética médica, epidemiologia e metodologia da pesquisa. Além disso, os residentes reconhecem que ambos os hospitais têm uma boa infraestrutura e suporte tecnológico, em especial aos métodos de imagens. A avaliação dos PRMCs possibilitou identificar as fortalezas de cada programa e os aspectos a serem aprimorados nos mesmo. Permitiu também a observação de dificuldades na aceitação de algumas normativas contidas na resolução da CNRM pelo residente, como a participação em atividades como a bioestatística, epidemiologia e metodologia da pesquisa, bem como a necessidades de melhoria da formação técnica específica, como na urgência e emergência. Desta forma, nossos resultados possibilitarão elaborar estratégias para aprimoramento continuado dos PRMC do estado. Ademais, possibilitou a elaboração do manual do residente em cardiologia, contendo, inclusive, o detalhamento do sistema de avaliação do residente, que poderá servir de modelo para outros programas de residência médica.

MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - MARIA DO PATROCINIO TENORIO NUNES WARTH - USP
Externo ao Programa - 2171948 - PAULO JOSE DE MEDEIROS
Presidente - 2495713 - ROSIANE VIANA ZUZA DINIZ
Externo ao Programa - 1576805 - THIAGO GOMES DA TRINDADE
Notícia cadastrada em: 17/08/2015 10:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao