PPGMUS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MÚSICA ESCOLA DE MÚSICA Telefone/Ramal: (84) 99474-6734 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgmus

Banca de DEFESA: SÍLVIA PATRÍCIA CALIXTO DE LIRA SANT'ANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SÍLVIA PATRÍCIA CALIXTO DE LIRA SANT'ANA
DATA : 28/05/2021
HORA: 17:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

Título Português: Novos Caminhos para a Performance da Bateria Mediada por Interfaces Tecnológicas


PALAVRAS-CHAVES:

Bateria. Música eletroacústica mista. Relação Intérprete e Tecnologia. Eletrônica em tempo real.


PÁGINAS: 120
RESUMO:

Em um contexto que a tecnologia é utilizada cada vez mais no mundo da música, se faz necessário discutir, entender e aplicar essa possibilidade às práticas interpretativas musicais. A partir da segunda metade do século XX, o computador passou a ser cada vez mais utilizado como parte do setup dos instrumentistas dentro das performances musicais. Sons eletrônicos puderam ser sintetizados e adicionados juntamente as sonoridades dos instrumentos acústicos, em tempo diferido ou tempo real. Paralelamente, sintetizadores e instrumentos digitais seguiram em desenvolvimento. Nesse contexto, através desta pesquisa, notou-se que foram realizados poucos estudos no âmbito acadêmico relacionado ao uso da bateria e mediação tecnológica. Nesse cenário, foi encontrada apenas a dissertação de mestrado de Ferreira (2017), em que ele apresenta obras com interação entre a bateria e dispositivos eletrônicos, no entanto, o foco do trabalho dele não é esse, mas sim explorar timbricamente a bateria através de diversas possibilidades, não sendo necessariamente eletrônicas. Portanto, este trabalho se torna pioneiro em âmbito acadêmico, uma vez que o seu objetivo é analisar a construção da performance de cinco obras de música eletroacústica mista, direcionadas à bateria, utilizando sons prégravados ou um aplicativo de celular, a partir da perspectiva da intérprete em sua preparação. A metodologia deste trabalho foi baseada na escolha do repertório e sua respectiva interpretação. Através das oficinas de experimentação, exploramos as diversas possibilidades relacionadas a esta temática na construção de performances vinculadas ao contexto da música contemporânea. Assim, as obras estudadas e apresentadas foram: Post-Lightened, Gravidade Zero, Buttonwood, Quatro Voltas ao Início e Maracá: para tape, instrumentos de percussão e uma bateria compartilhada. A análise se deu a partir dos registros de áudio e vídeo dos ensaios e performances das obras. Dentre os resultados apresentados, destaca-se a criação de levadas para duo de baterias e uso de celular com eletrônica em tempo real. Discutiu-se também sobre a necessidade do refinamento técnico/interpretativo aplicada a cada uma das obras interpretadas. Mais especificamente, refletimos a partir da observação analítica sobre os gestos musicais e a postura do músico em um ambiente com mais atribuições e percepções, que vão além de tocar seu instrumento. Portanto, a reflexão sobre aspectos técnico-interpretativos, bem como as performances dessas obras contribuíram para que pesquisas, envolvendo bateria e interfaces tecnológicas fossem desenvolvidas e os matérias sonoros fossem gerados e analisados nesse âmbito.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CESAR TRALDI
Presidente - 1731258 - CLEBER DA SILVEIRA CAMPOS
Externo à Instituição - JONATAS MANZOLLI - UNICAMP
Notícia cadastrada em: 13/05/2021 10:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao