PPGMUS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MÚSICA ESCOLA DE MÚSICA Telefone/Ramal: (84) 99474-6734 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgmus

Banca de DEFESA: LUCAS FERREIRA PICCOLI

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUCAS FERREIRA PICCOLI
DATA : 16/12/2016
HORA: 09:30
LOCAL: Sala 22 Escola de Musica
TÍTULO:

PRÁTICA DELIBERADA E AUTORREGULAÇÃO NA APRENDIZAGEM MUSICAL: uma proposta teórica e um estudo com alunos de graduação


PALAVRAS-CHAVES:

Aprendizagem Musical. Prática Deliberada. Autorregulação. Sessões de Prática. Violão.


PÁGINAS: 102
RESUMO:

O presente trabalho investiga a aprendizagem musical por meio do estudo prático individual. Partindo dos conceitos de ensino conservatorial, prática deliberada e autorregulação da aprendizagem, e com base na obra de autores como Ericsson, Krampe e Tesch-Romer (1993), Bandura (1989; 1999; 2012) e Zimmerman (1989; 2002), buscou-se investigar as esferas de

atuação do indivíduo enquanto sujeito ativo no seu próprio processo de aprendizagem. Após uma revisão crítica dos conceitos, constatou-se que a aplicação literal dos modelos teóricos comumente utilizados não contempla de forma satisfatória as especificidades do campo pesquisado, de forma que, através da reunião das contribuições propostas por diferentes conhecimentos relativos à aprendizagem musical, como a prática deliberada, a autorregulação da aprendizagem, as contribuições científicas recentes na área e a própria experiência pessoal do pesquisador, que também atua como violonista e professor, empreendeu-se a elaboração de um modelo próprio, o Modelo Integrativo de Planejamento de Sessões de Estudo. Em seguida, buscou-se observar a efetiva presença dos aspectos elencados pelo Modelo Integrativo na rotina de aprendizagem dos estudantes. Através de um estudo de caso, que consistiu na análise qualitativa dos hábitos de prática dos alunos violonistas do curso de Bacharelado em Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, foi possível obter dados significativos acerca da dinâmica de aprendizagem dos discentes, bem como observar em que medida ocorre a incorporação dos comportamentos relacionados à prática deliberada, a autorregulação e ao Modelo Integrativo enquanto estratégias de aprendizagem. Ao final, constatou-se a necessidade da popularização dos conhecimentos relativos à atuação ativa dos estudantes nos seus próprios processos de aprendizagem. Como resultado complementar, elencou-se um numeroso corpo de críticas ao chamado “modelo conservatorial” de ensino, aprendizagem e prática de instrumentos musicais – no qual foram baseados os currículos dos cursos de música das universidades brasileiras –, relacionando-o com parte dos dados coletados junto à população pesquisada.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1301266 - EZEQUIAS OLIVEIRA LIRA
Externo ao Programa - 7350849 - MARCUS ANDRE VARELA VASCONCELOS
Externo à Instituição - CARLA PEREIRA DOS SANTOS - UFPB
Notícia cadastrada em: 01/12/2016 16:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao