PPGMUS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MÚSICA ESCOLA DE MÚSICA Telefone/Ramal: (84) 99474-6734 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgmus

Banca de DEFESA: ARTUR PESSOA PORPINO DIAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ARTUR PESSOA PORPINO DIAS
DATA: 30/03/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 22 Escola de Música da UFRN
TÍTULO:

ESPAÇO, CULTURA E SUJEITOS: observando a relação entre música e contexto num estudo com alunos da educação básica.


PALAVRAS-CHAVES:

 Contexto, música, educação musical e educação básica


PÁGINAS: 152
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Artes
SUBÁREA: Música
RESUMO:

Este trabalho busca contribuir com o fortalecimento das correntes educacionais e educativo musicais contemporâneas que creem no reconhecimento dos educandos como indivíduos sociais, como seres integrantes de cultura(s) e po rtadores de subjetividades. Nessa perspectiva, defendo que a aproximação à dinâmica do contexto sociocultural dos alunos e a escuta de suas concepções configuram-se como importantes contribuintes para um bom desenvolvimento pedagógico. Assim, por intermédio de uma experiência compartilhada com
jovens educandos de uma escola localizada em uma periferia de Natal/RN, busquei identificar concepções dos alunos sobre música e ensino de música e relacioná -las com seu(s) contexto(s). Compreendo contexto como um triângulo cujos vértices – espaço, cultura e sujeitos – associam-se e configuram dinamicamente uma atmosfera, uma realidade. Para o cumprimento do objetivo da pesquisa, pensei em estratégias para uma compreensão panorâmica do contexto escolar (segundo os vértices espaço, cultura e sujeitos) e est ratégias
para o mergulho em experiências culturais de uma amostragem de alunos, buscando enfatizar o diálogo com suas experiências musicais. Assim, foi realizada uma pesquisa bibliográfica e documental no que se refere à região da cidade e ao bairro ao qual a escola faz parte, bem como observações participantes pelas dependências da escola, entrevistas com a professora de Artes e com a diretora e formação de grupos focais com duas turmas de nono ano. Refletindo acerca das informações coletadas, pude compreender os alunos e situá-los em seu(s) contexto(s), desvelando aspectos como: problemas sociais, perspectivas de vida, escolha
religiosa, atividades extra-escolares, conhecimentos musicais, contatos musicais na escola e fora dela, preferências musicais, conc epções sobre música e percepções e expectativas de ensino de música na escola. Ao vincular os indivíduos a seus contextos, apresento que nenhum aluno com o qual nos deparamos em sala de aula cresce em um vácuo cultural. Na medida em que os alunos são compreendidos pelo educador como cidadãos, parte de uma classe, grupo, cultura, propostas pedagógicas significativas podem ser pensadas e postas em prática.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1127895 - AGOSTINHO JORGE DE LIMA
Presidente - 1648016 - JEAN JOUBERT FREITAS MENDES
Externo à Instituição - MARIO ANDRE WANDERLEY OLIVEIRA - UFRGS
Notícia cadastrada em: 22/03/2016 15:48
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao