PPGMUS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MÚSICA ESCOLA DE MÚSICA Telefone/Ramal: (84) 99474-6734 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgmus

Banca de DEFESA: ERNANDES CANDEIA DO NASCIMENTO JÚNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ERNANDES CANDEIA DO NASCIMENTO JÚNIOR
DATA: 28/05/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 22 Escola de Musica
TÍTULO:

Um estudo sobre as relações entre professores e alunos caracterizados pela presença da alteridade em uma escola
especializada no ensino de música


PALAVRAS-CHAVES:

Diálogo, Alteridade, Habitus conservatorial, Formação em música


PÁGINAS: 108
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Artes
SUBÁREA: Música
RESUMO:

Esta pesquisa teve como objetivo geral compreender como se estabelecem as relações entre professores e alunos em uma escola especializada de música investigando como ocorre a relação dialógica caracterizada pela presença da alteridade durante um processo de ensino aprendizagem. Como campo investigativo, escolhemos o Conservatório Pernambucano de Música, situado na cidade de Recife/PE. A abordagem metodológica empregada foi de natureza qualitativa, tendo o estudo de caso escolhido como tipo de pesquisa. Como ferramenta de captação de dados utilizou -se a aplicação de um questionário, e posteriormente fez-se também o uso de entrevistas. Trazemos como referencial teórico, o pensamento da Filosofia do Diálogo apresentada pelo filósofo Martin Buber, onde o diálogo é tido como essencial para a manutenção de uma relação baseada no senso ético da alteridade. Outra base na qual se apoia nosso referencial teórico é a perspectiva da alteridade de acordo com o pensamento de Emanuel Lévinnas, onde o lugar do outro na relação é reconhecido e valorizado garantindo assim a edificação de uma relação dialógica. Refletiremos também sobre a importância histórica do espaço dos conservatórios para a formação musical do indivíduo, abordando as indicações apresentadas por Pereira (2013) sobre Habitus Conservatorial, que é em sua crítica um modelo de ensino repetitivo que reproduz nas salas de aula de hoje as práticas concebidas pelos professores de música no passado. Desta maneira buscaremos encontrar em meio a este Habitus Conservatorial o lugar para a emergência da alteridade e do diálogo entre os sujeitos investigados. Os dados obtidos desta investigação indicam que o diálogo entre professores e alunos se faz uma excelente alternativa para trilhar caminhos que rumem a uma melhor experiência educacional sobre o ensino de música no contexto de um conservatório de música.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CRISTIANE MARIA GALDINO DE ALMEIDA - UFPE
Interno - 1648016 - JEAN JOUBERT FREITAS MENDES
Presidente - 1149577 - VALERIA LAZARO DE CARVALHO
Notícia cadastrada em: 20/05/2015 08:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao