PPGMUS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MÚSICA ESCOLA DE MÚSICA Telefone/Ramal: (84) 99474-6734 https://posgraduacao.ufrn.br/ppgmus

Banca de DEFESA: ANA CLAUDIA SILVA MORAIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA CLAUDIA SILVA MORAIS
DATA: 22/05/2015
HORA: 19:00
LOCAL: Sala 22 Escola de Música da UFRN
TÍTULO:

Aprendizagem na Orquestra Sinfônica da UFRN.


PALAVRAS-CHAVES:

Orquestra Sinfônica. Prática musical coletiva. Aprendizagem musical. Formação Instrumental.


PÁGINAS: 144
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Artes
SUBÁREA: Música
RESUMO:

A música e a educação musical estão presentes no cotidiano das pessoas de diversas formas e em múltiplos contextos. Neste estudo, destaca-se a formação musical no contexto orquestral objetivando compreender como acontece a aprendizagem musical na Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – OSUFRN. Para atingir esse objetivo, buscou-se identificar quais atividades são inerentes à OSUFRN, assim como sua estrutura e funcionamento; observar o desenvolvimento das atividades do grupo, verificando as interações presentes entre os participantes da orquestra e compreender as diferentes maneiras de se aprender música no contexto orquestral. O trabalho baseia-se em discussões de autores acerca da prática musical coletiva da formação instrumental na educação musical, a aprendizagem em si e as relações entre jovens e música no contexto da aprendizagem coletiva. Os procedimentos metodológicos adotados nesta investigação correspondem à abordagem qualitativa e ao estudo de caso com participantes da orquestra sinfônica da referida instituição. A coleta de dados foi estabelecida por meio de observações in loco das atividades desempenhadas pelo grupo, de acordo com sua agenda de ensaios e apresentações, e de entrevistas semiestruturadas realizadas com o maestro e com participantes que possuíam mais tempo de experiência na orquestra. Além disso, o uso de fotografias e filmagens auxiliou em todo o processo de coleta e construção dos dados, permitindo análises posteriores. A análise e interpretação desses dados foram efetivadas pela técnica de Análise de Conteúdo apresentando categorias que revelam a autonomia dos participantes diante da sua aprendizagem, constituída na coletividade da prática musical do contexto orquestral, visando à profissionalização. Assim, percebe-se que no grupo há interações interpessoais e diversas instâncias de aprendizagens que contribuem para a formação integral do músico instrumentista.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2553739 - AMELIA MARTINS DIAS SANTA ROSA
Externo à Instituição - CARLA PEREIRA DOS SANTOS - UFPB
Interno - 784.460.746-72 - LUIS RICARDO SILVA QUEIROZ - UFPB
Notícia cadastrada em: 18/05/2015 17:07
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao