Banca de DEFESA: DIANA PAULA SOARES BARBOSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DIANA PAULA SOARES BARBOSA
DATA : 25/09/2020
HORA: 14:30
LOCAL: Sala virtual de videoconferência WEB
TÍTULO:

REUSO DO PATRIMÔNIO FERROVIÁRIO: UMA PROPOSTA DE USO MISTO PARA AS ANTIGAS OFICINAS DA ESTRADA DE FERRO CENTRAL DO RIO GRANDE DO NORTE.

 


PALAVRAS-CHAVES:

Projeto Arquitetônico; Patrimônio Ferroviário; Patrimônio Cultural; Conservação Integrada


PÁGINAS: 188
RESUMO:

Este trabalho de qualificação de mestrado profissional consiste em um projeto arquitetônico para um edifício de uso misto destinado a espaços residenciais, comerciais e culturais com ênfase na preservação do patrimônio cultural, em particular, do patrimônio cultural ferroviário. Este documento é composto pelos projetos arquitetônicos preliminares, que seguem acompanhados pelo respectivo relatório. Foi desenvolvido com o objetivo de elaborar uma proposta de intervenção com vistas ao reuso de uma edificação valorada e incluída na Lista do Patrimônio Cultural Ferroviário, localizada em uma área central de interesse social do município de Natal/RN, mas que se encontra em estado de subutilização, considerando as funções sociais da propriedade e do patrimônio edificado. A prática do restauro de bens imóveis, ainda representa um desafio contemporâneo pois, em algumas situações, ainda é tratado de forma isolada, relacionando-se puramente ao objeto físico. Entretanto as posturas atuais das intervenções patrimoniais refletem os conceitos de conservação integrada e da preservação da integridade e autenticidade do edifício. No caso das edificações representantes da arquitetura ferroviária estes conceitos possuem ampla aplicabilidade, pois tratamos da conservação de estruturas físicas de grande representatividade histórica e social, que necessitam ser identificadas e valorizadas no projeto de restauro. Acrescenta-se à discussão as questões que circundam a gestão de bens protegidos e as implicações que refletem na sua preservação. Para desenvolver a proposta arquitetônica, foi inicialmente realizado um aprofundamento teórico-conceitual sobre o tema, através de pesquisas bibliográficas e estudos de referências projetuais (precedentes ou correlatos). Em seguida, foi desenvolvida a programação arquitetônica, com a exposição dos dilemas e definição das metas de projeto. A partir dessa base, e com o auxílio das disciplinas e orientações acadêmicas, o processo projetual foi gradualmente sendo desenvolvido e mapeado, através de diversas formas de registro em meios analógicos e digitais, desde as etapas iniciais de estudos de condicionantes, concepção e desenvolvimento do partido arquitetônico. Tendo em vista seus objetivos específicos, o trabalho procurou estudar estratégias arquitetônicas para promoção e reabilitação do espaço urbano através da valorização de seu patrimônio arquitetônico. Como resultado dos estudos (e simulações) realizados, chegou-se a uma proposta de intervenção que visa o reconhecimento do valor artístico da arquitetura industrial ferroviária, mas que admite a integração social como um importante fator agregador de valor cultural.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1345114 - JOSE CLEWTON DO NASCIMENTO
Interna - 5177271 - EUNADIA SILVA CAVALCANTE
Externo ao Programa - 3122924 - EMANUEL RAMOS CAVALCANTI
Externo à Instituição - GABRIEL LEOPOLDINO PAULO DE MEDEIROS - UFERSA
Notícia cadastrada em: 27/08/2020 09:39
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa25-producao.info.ufrn.br.sigaa25-producao