Banca de DEFESA: SOPHIA MEIRELLES DA MOTTA FERNANDES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SOPHIA MEIRELLES DA MOTTA FERNANDES
DATA : 26/09/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Miniauditório do PPGAU/UFRN
TÍTULO:

O2 (Oxigênio): URBANIDADE E DENSIDADE EM PROJETO DE CONJUNTO EDIFICADO DE USO MISTO EM QUADRA ABERTA


PALAVRAS-CHAVES:

Urbanidade. Densidade. Projeto. Uso Misto. Quadra Aberta. Parametrização.


PÁGINAS: 130
RESUMO:

O Brasil, assim como o mundo está se tornando cada dia mais urbano e menos rural. Ao mesmo tempo, observa-se no cenário brasileiro um crescente processo de esvaziamento das áreas públicas das cidades, causado entre outros fatores, pela falta de uma arquitetura que promova a conexão entre os espaços de domínios público e privado (conceito intrinsicamente relacionado à vitalidade urbana e ao reconhecimento do outro no espaço da cidade). Com base em estudos da teoria da sintaxe espacial e de teórico urbanistas contemporâneos, aqui se defende que a morfologia e a densidade, assim como ocorre com a configuração urbana, têm efeitos sobre o desempenho do edifício como elemento indutor de urbanidade, vitalidade urbana, conceitos chaves explorados. Este projeto é justificado pela percepção da necessidade de projetos que promovam urbanidade e vitalidade urbana nos centros urbanos. Este trabalho apresenta as etapas de pesquisa e concepção de um projeto de arquitetura de um edifício de uso misto em quadra aberta, em quadra localizada na área adensável de Natal/RN, no bairro de Cidade Alta. Para subsidiar o desenvolvimento da proposta arquitetônica, foram feitas: revisão bibliográfica de referências relacionadas aos conceitos mencionados (densidade, urbanidade, quadra aberta, parametrização); identificação de seus atributos em exemplares do ambiente construído com uso misto; e a aplicação destes conceitos à concepção do projeto. Foram também utilizadas, no decorrer da pesquisa, ferramentas de sintaxe espacial como meio de simular propriedades de visibilidade que se associam a tais conceitos e variáveis de urbanidade que ancoram a proposta projetual. Na concepção, o uso de ferramentas paramétricas como a tecnologia BIM e desenvolvimento de algoritmo foram utilizadas para auxiliar a tomada de decisão projetual. O resultado demonstra que com o devido embasamento teórico e científico, é possível conceber um projeto arquitetônico com alta densidade e que promova vitalidade urbana de seu entorno.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 3549781 - BIANCA CARLA DANTAS DE ARAUJO
Presidente - 2508732 - HEITOR DE ANDRADE SILVA
Externo à Instituição - MAURO NORMANDO MACÊDO BARROS FILHO - UFCG
Externo à Instituição - ROBSON CANUTO DA SILVA - UNICAP
Notícia cadastrada em: 05/09/2018 13:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao