Banca de QUALIFICAÇÃO: AULO ANDRÉ LEITE DE AQUINO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: AULO ANDRÉ LEITE DE AQUINO
DATA: 01/09/2015
HORA: 10:00
LOCAL: LABCON
TÍTULO:

HABITAÇÃO SOCIAL EVOLUTIVA: ESTRATÉGIAS DE FLEXIBILIDADE PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL


PALAVRAS-CHAVES:

Projeto de arquitetura. Arquitetura bioclimática. Canteiro de obras. Container. Sustentabilidade. Portabilidade


PÁGINAS: 107
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Arquitetura e Urbanismo
RESUMO:

A pesquisa aborda a arquitetura do canteiro de obras, no que se refere às suas edificações e implantação. O assunto desperta interesse pelo fato de existir certo “desprezo” do ponto de vista arquitetônico em relação ao canteiro de obras, onde existe o hábito de que apenas a engenharia civil determina a arquitetura do canteiro. Nesse âmbito, busca-se mostrar, principalmente, que deve haver decisões compartilhadas entre a engenharia civil e a arquitetura, profissões de estreito vínculo, porém, às vezes, com intenções distintas. A finalidade da dissertação é apresentar um projeto arquitetônico que possua soluções baseadas em propriedades e conceitos sustentáveis e bioclimáticos, estabelecendo conforto aos funcionários da construção civil, com custos avaliados e sem prejudicar as imposições da engenharia nos aspectos de logística, materiais empregados, implantação e enquadramento legal. A pesquisa destina-se a todos aqueles que, direta ou indiretamente, estão conectados com projetos de arquitetura e execução de obra. O projeto arquitetônico proposto ocupará temporariamente o terreno localizado na avenida Campos Sales, esquina com a rua Ceará-Mirim, bairro do Tirol, Natal/RN. Este canteiro dará suporte à construção de um empreendimento de uso misto, com aproximadamente 52.500,00m² de área construída, denominado Complexo Manhattan. A reunião, análise e interpretação das informações obtidas na pesquisa estão apresentadas em três partes principais. A parte inicial expõe a apropriação do conhecimento relacionado a esse tipo de arquitetura, ao tema e ao entendimento do canteiro, mostrada através da contextualização, problemática, exemplos históricos e estudos de referência locais, regionais e nacionais. A segunda parte põe à vista o caráter arquitetônico através dos valores conceituais e os condicionantes que uma nova proposta arquitetônica deve considerar, de acordo com os discursos atuais. A última parte do trabalho discorre sobre a proposta arquitetônica com as suas bases projetuais aclaradas e fundamentadas pela pesquisa. Apresenta a evolução do processo, as simulações que dão credibilidade às decisões arquitetônicas e as possibilidades de utilização dessa arquitetura fora da proposta estabelecida, ampliando o raciocínio projetual e estabelecendo novas posturas e novos panoramas acerca do tema. Por fim, revela-se que o tema possui relativa dificuldade de pesquisa, uma vez que a arquitetura do canteiro de obras, como dito, está mais relacionada às disciplinas da engenharia civil, excluindo, relativamente, aspectos arquitetônicos e sociais. Assim, impõe-se à arquitetura do canteiro de obras as disciplinas da arquitetura, tornando cada vez mais multidisciplinar algo tão dominado pela engenharia civil.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3549781 - BIANCA CARLA DANTAS DE ARAUJO
Externo à Instituição - JULIANA MAGNA DA SILVA COSTA MORAIS - UNICAMP
Interno - 1298938 - MAISA FERNANDES DUTRA VELOSO
Notícia cadastrada em: 18/08/2015 16:35
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao