Banca de QUALIFICAÇÃO: FLÁVIO RODRIGO DE ARAÚJO BULHÕES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FLÁVIO RODRIGO DE ARAÚJO BULHÕES
DATA: 02/09/2015
HORA: 08:00
LOCAL: Miniauditório do PPGAU/UFRN
TÍTULO:

EDIFÍCIO RESIDENCIAL COM UNIDADES FLEXÍVEIS - UM PROJETO ESTRATÉGICO PARA UM ESPAÇO ADAPTÁVEL.


PALAVRAS-CHAVES:

residencial multifamiliar, vertical, flexibilidade, reprogramação arquitetônica, arquitetura aberta.


PÁGINAS: 53
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Arquitetura e Urbanismo
RESUMO:

O presente trabalho tem com tema a flexibilidade de planta baixa e layout e apresenta a etapa de anteprojeto de arquitetura para um projeto de uma edificação residencial multifamiliar vertical com planta flexível. O projeto adota o conceito de arquitetura aberta e será desenvolvido em um terreno no bairro de Petrópolis, zona adensável do município de Natal-RN. Desde a disseminação da moradia coletiva e vertical, acentuada após as grandes guerras mundiais, quando foi necessário alojar emergencialmente famílias que tiveram suas casas destruídas ou milhares de camponeses que migravam para as cidades, os edifícios residenciais, em praticamente todos os centros urbanos do ocidente, têm sido projetados seguindo um programa de necessidades padrão: funcionalista e racional. Quase um século depois observamos que pouco mudou referente a essa padronização, quanto à configuração espacial, na moradia coletiva, que continua se balizando no funcionalismo do movimento moderno e suas “máquinas de morar” com ambientes com usos bem definidos. Entretanto, é cada vez mais comum que as famílias tenham necessidades diferentes.

Diante da constatação de que nos dias atuais os projetos de apartamentos disponíveis no mercado imobiliário nem sempre correspondem às necessidades do consumidor final, este trabalho tem  como objetivo geral: desenvolver um projeto de edifício residencial vertical que permita a flexibilidade da configuração interna, em termos de planta baixa, das unidades habitacionais, proporcionando que o espaço possa ser otimizado se adequando as necessidades individuais.

O desenvolvimento do projeto consiste inicialmente no levantamento de referencial teórico sobre o tema flexibilidade e também sobre questões relativas a conforto ambiental. Serão apresentados como estudos de referência projetos desenvolvidos com o mesmo tema onde serão identificados e analisados artifícios e elementos adotados para que a unidade habitacional que possa ser adaptada a diversas configurações internas. O processo projetual segue a partir do levantamento dos condicionantes legais que incidem sobre terreno e as recomendações para se obter um melhor desempenho quanto ao conforto ambiental. Os resultados alcançados até essa etapa do projeto apontam alguns dos artifícios utilizados para viabilizar uma edificação multifamiliar vertical onde a configuração interna possa ser reprogramada ao longo de toda a vida útil do prédio.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - LIZIANE DE OLIVEIRA JORGE - USP
Presidente - 1804939 - SOLANGE VIRGINIA GALARCA GOULART
Interno - 347627 - VIRGINIA MARIA DANTAS DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 18/08/2015 16:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao