Banca de QUALIFICAÇÃO: DOMINIQUE BARROS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DOMINIQUE BARROS
DATA: 01/09/2015
HORA: 08:00
LOCAL: Miniauditório do PPGAU/UFRN
TÍTULO:

FLEXIBILIDADE NO PROJETO DE ARQUITETURA DE UMA RESIDÊNCIA UNIVERSITÁRIA 


PALAVRAS-CHAVES:

arquitetura, flexibilidade, sustentabilidade, residência universitária.


PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Arquitetura e Urbanismo
RESUMO:

Com o aumento na procura de vagas nas Residências Universitárias, após a adesão da Universidade Federal do Rio Grande do  Norte (UFRN) ao REUNI (Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais), surgiu a necessidade de se pensar um anteprojeto que atendesse as várias demandas dos estudantes residentes e que pudesse ser construída de forma mais rápida e adaptada ao clima do lugar. No decorrer dos estudos, os conceitos de flexibilidade, permeabilidade e interatividade surgiram como respostas para a problemática. A flexibilidade na arquitetura é uma estratégia projetual que tem sido utilizada para alcançar uma arquitetura mais sustentável. Segundo literatura, flexibilizar espaços e usos, reflete num maior ciclo de vida da edificação, evitando assim futuros desperdícios e gerando economia de recursos. Inicialmente, através de pesquisa bibliográfica específica, estudos de referências e aplicação da Avaliação Pós-ocupação, com uma amostra dos residentes atuais nas edificações existentes, montou-se o programa de necessidades levando em conta as demandas de serviços necessários, além dos dormitórios, padrão e acessíveis. A análise, dos questionários aplicados, foi cruzada com os objetivos gerais e específicos, com os estudos de referências e com os conceitos gerando o programa de necessidades, a matriz de interação entre os ambientes e um organograma. Nessa etapa utilizou-se como condicionante para o estudo preliminar, o zoneamento bioclimático para a cidade objeto de estudo e as prescrições urbanísticas do local e do campus da UFRN.  Utilizando uma modulação padrão, foram desenvolvidos os estudos volumétricos e situacionais para atender ao programa de necessidades levantado. A escolha do sistema construtivo, fechamentos e cobertura estão em definição, bem como a possibilidade da proposta ser executada em etapas, em função da disponibilidade financeira e temporal da instituição.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 350503 - FERNANDO JOSE DE MEDEIROS COSTA
Interno - 1149643 - GLEICE VIRGINIA MEDEIROS DE AZAMBUJA ELALI
Interno - 1149450 - RUBENILSON BRAZAO TEIXEIRA
Presidente - 347627 - VIRGINIA MARIA DANTAS DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 18/08/2015 15:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao