Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCISCO ROCHA VASCONCELOS NETO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCO ROCHA VASCONCELOS NETO
DATA: 10/08/2015
HORA: 10:00
LOCAL: Miniauditório do PPGAU/UFRN
TÍTULO:

 “CAIS DA MEMÓRIA- Espaço para vivências afetivas com a cidade de Natal”.


PALAVRAS-CHAVES:

Centro cultural. Museus. Projeto de Arquitetura. Urbanidade.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Arquitetura e Urbanismo
RESUMO:

Essa pesquisa procura evidenciar e contribuir para a importância da construção de espaços públicos no âmbito da museologia, inseridos em locais de significância histórica e ou afetiva para a cidade, assim como, a importância de considerar e integrar as características da malha urbana com seus equipamentos e instalações, como elemento fundamental para nortear e engendrar a criação de espaços no desenho do projeto. A metodologia iniciou com pesquisa sobre o surgimento e transformação dos museus ao longo da história e estudos e análise de projetos que são referências arquitetônicas como significância de propostas vinculadas a urbanidade. Do estudo sobre museus originou-se o alicerce ideológico, a programação funcional e o pré-dimensionamento do edifício a ser projetado. Para tanto elaborou-se uma proposta que fosse espelho das virtudes da cidade e sua urbanidade. Em seu repertório estético formal apropriou-se de arquétipos urbanos como ruas, calçadas, pontes, passarelas, elevadores, Cais e píer, que engendrados entre si passam a configurar a espacialidade do edifício como uma extensão generosa e acolhedora de seu entorno. Como resultado chegou-se a um partido da grande praça sombreada por uma coberta vazada, apoiada em estruturas leves de madeira composta, instalada sobre um Cais no térreo, onde um denso jardim permeia o edifício até o último pavimento. Circulações em rampas, elevadores, passarelas e corredores, ampliam calçadas, são extensões das circulações públicas e ainda provocam a setorização com separação dos espaços por blocos, possibilitando vazios entre massas e permitindo a transparência visual e permeabilidade espacial entre as paisagens do entorno. A eficácia do projeto quanto ao conforto ambiental foi testada por estudos e simulações a partir das quatros principais condicionantes e estratégicas bioclimáticas (sombreamento, iluminação e ventilação natural e estudo de propriedade térmicas dos sistemas e materiais que materializam a proposta). Dessa maneira a pesquisa contribuiu para o aperfeiçoamento de soluções de arquitetura para edifícios com significância urbana, utilizando o uso da estratégia de desenho com o objetivo de acolher, refletir e redesenhar a malha urbana existente para construção de urbanidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1694892 - EDNA MOURA PINTO
Externo à Instituição - MARCIO COTRIM CUNHA - UFPB
Interno - 1672030 - NATALIA MIRANDA VIEIRA DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 28/07/2015 17:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao