Banca de DEFESA: ERICA PRISCILLA CARVALHO DE LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ERICA PRISCILLA CARVALHO DE LIMA
DATA: 22/05/2014
HORA: 13:30
LOCAL: A DEFINIR
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO REGIONAL: UM DEBATE SOBRE AS POLÍTICAS INDUSTRIAIS NO RIO GRANDE DO NORTE


PALAVRAS-CHAVES:

Estado. Políticas Industriais. Desenvolvimento Regional. Rio Grande do Norte.

 


PÁGINAS: 82
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Planejamento Urbano e Regional
RESUMO:

O debate do desenvolvimento econômico ressalta a emergência de uma gradual mudança da estrutura econômica, que passaria de um estágio agrário para o industrial e, posteriormente, com um setor terciário predominante. Entretanto, a elevada desigualdade regional brasileira resultou na coexistência de espaços modernos e outros atrasados. Tais disparidades são visíveis não só no aspecto econômico, mas espacial, social e ambiental. Embora o Brasil tenha atravessado mudanças na estrutura produtiva, bem como na localização destas atividades, as disparidades espaço-territoriais se manifestam em um elevado nível de heterogeneidade regional. Diante desse contexto, o Nordeste emerge como uma região que historicamente foi caracterizada pelo atraso socioeconômico e pela presença dos piores indicadores de desigualdades. A presença destes indicadores que indicam o atraso socioeconômico da região frentes às demais colabora para a prioridade da ação de políticas públicas voltadas para reverterem essa disparidade regional. A descrição histórica das políticas de desenvolvimento de cunho regional mostra que o Estado desempenhou papel central em prol do ordenamento territorial. Além da criação de órgãos de desenvolvimento, como a Sudene no Nordeste, os incentivos fiscais e financeiros foram estratégias amplamente utilizadas na região para promover uma maior integração nacional. No entanto, a utilização dos incentivos é bastante discutida tendo em vista as possíveis vantagens e desvantagens trazidas pelo seu uso. Desta forma, o presente estudo pretende construir uma ferramenta de aporte teórico para a construção de políticas públicas eficazes para a industrialização no Nordeste e, especificamente, do Rio Grande do Norte.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1958900 - FABIO FONSECA FIGUEIREDO
Presidente - 2712875 - ROBERIO PAULINO RODRIGUES
Externo à Instituição - TANIA BACELAR DE ARAÚJO - UFPE
Notícia cadastrada em: 28/04/2014 17:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao