Banca de DEFESA: JOSE GERALDO BEZERRA GALVÃO JUNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSE GERALDO BEZERRA GALVÃO JUNIOR
DATA: 27/04/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 01 - PPGPA - EAJ
TÍTULO:

CARACTERIZAÇÃO DOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE BOVINO NO SEMIÁRIDO NORDESTINO


PALAVRAS-CHAVES:

PALAVRAS-CHAVE: assistência técnica, propriedade, rural, social.


PÁGINAS: 53
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
RESUMO:

Galvão Júnior, José Geraldo Bezerra. CARACTERIZAÇÃO DOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE BOVINO NO SEMIÁRIDO NORDESTINO. 2012. 53f. Dissertação (Mestrado em Produção Animal: Sistemas de Produção Sustentável no Semiárido) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Macaíba-RN, 2012.


RESUMO: Objetivou-se contribuir com uma leitura das características e diversidade dos sistemas de produção de leite bovino no Semiárido nordestino, discutir os aspectos socioeconômicos, zootécnicos e ambientais relacionados com a atividade primária da produção de leite e propor estratégias que possam contribuam para o aperfeiçoamento da pecuária leiteira. Foram selecionados, aleatoriamente, 28 estabelecimentos agropecuários que desempenhavam a atividade da bovinocultura leiteira com posterior aplicação de questionário estruturado nos meses de setembro e outubro de 2011. Os dados foram analisados com aplicação de medidas de análise descritiva e determinação do índice de desenvolvimento rural (IDR). Os resultados demonstraram que 53,57% dos entrevistados eram proprietários da terra, a área média das propriedades correspondeu a 286,48 hectares, a média de animais no rebanho bovino foi de 71±77,45 cabeças, 85,72% dos estabelecimentos tinham até 23 vacas em lactação, 100% realizavam ordenha manual com bezerro ao pé, produtividade média de 3,91 litros de leite/vaca/dia, 92,86% dos entrevistados não produziam silagem e/ou fenação, 64,29% não tinham acesso à assistência técnica, a idade média dos entrevistados foi 51±10,85 anos de idade, 78,57% tinham apenas ensino fundamental incompleto. A média geral do IDR calculado da amostra em análise correspondeu a 0,43±0,11 numa escala de 0 a 1. Para melhor análise dos índices, os estabelecimentos foram agrupados em 04 classes, baseando-se no seu IDR. O IDR médio em cada dimensão foi 0,43, 0,55 e 0,34, respectivamente para econômico/zootécnico, social e ambiental. . Conclui-se que é necessária à inclusão de melhores práticas de manejo do rebanho, escrituração zootécnica, assistência técnica e reorganização fundiária. A determinação do índice de desenvolvimento rural - IDR encontrado para a amostra conseguiu agregar os estabelecimentos hierarquicamente, de forma que seja possível o desenvolvimento de ações vinculadas aos indicadores que apresentaram os piores índices.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2313454 - ADRIANO HENRIQUE DO NASCIMENTO RANGEL
Interno - 1282620 - HENRIQUE ROCHA DE MEDEIROS
Interno - 1257055 - LUCIANO PATTO NOVAES
Externo ao Programa - 1160199 - SERGIO MARQUES JUNIOR
Notícia cadastrada em: 12/04/2012 16:11
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao