Banca de QUALIFICAÇÃO: CYNTHIA GABRIELA FERNANDES DE ARAÚJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: CYNTHIA GABRIELA FERNANDES DE ARAÚJO

DATA: 26/10/2010

LOCAL: PPGPA-EAJ

TÍTULO:

Características da carcaça e qualidade da carne de ovinos em diferentes pastagens


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: análise física, análise química, escore, gramíneas, ovinocultura


PÁGINAS: 13

GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias

ÁREA: Zootecnia

SUBÁREA: Produção Animal

RESUMO:

Características da carcaça e qualidade da carne de ovinos em diferentes pastagens

Cynthia Gabriela Fernandes de Araújo

 

RESUMO

A ovinocultura de corte é bem expressiva na região Nordeste do Brasil, ocupando posição de destaque na economia regional. Contudo, historicamente esta atividade é caracterizada por sistemas extensivos de produção prevalecendo baixos índices de produtividade, agravados pela má distribuição de chuvas ao longo do ano e a estacionalidade de produção de forragens. Com a utilização de gramíneas exóticas na alimentação dos ovinos é possível aumentar a produtividade, diminuir a idade de abate e maximizar a qualidade da carcaça desses animais. Considerando a crescente demanda do mercado e a exigência do consumidor por produtos de qualidade justifica-se estudar a influência da alimentação na qualidade da carcaça e da carne de ovinos da região Nordeste. Diante disso, o objetivo deste projeto é avaliar a qualidade da carcaça e da carne de ovinos criados em pasto de Panicum maximum (cv. Aruana e cv. Massai) e Brachiaria Brizanta (cv. Piatã e cv. Marandu). Para isso serão utilizados 48 animais da raça Santa Inês. O experimento constará de dois blocos, cada um com quatro módulos com seis animais e cada módulo com seis piquetes. Os tratamentos serão: T1: Panicum maximum cv. Aruana, T2: Panicum maximum cv. Massai, T3: Brachiaria brizantha cv. Piatã e T4: Brachiaria brizantha cv. Marandu. Os animais serão abatidos em média aos 30 kg. Após a refrigeração das carcaças por 24 h será feita a avaliação das mesmas através de escores. De posse dos pesos de peso vivo ao abate, peso da carcaça quente, peso da carcaça fria serão calculados os rendimentos biológico, da carcaça quente e da carcaça fria. Serão retiradas amostras do músculo Longissimus dorsi para as análises físico-químicas. As análises físicas serão: cor, força de cisalhamento e perda de peso por cozimento. As análises químicas serão: umidade, cinzas, proteína e lipídeo total. O delineamento será em blocos casualizados com duas repetições e a análise estatística será feita através do Programa SAS (Analysis Systems Institute).

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2313454 - ADRIANO HENRIQUE DO NASCIMENTO RANGEL
Interno - 986835 - GELSON DOS SANTOS DIFANTE
Interno - 1726100 - MARCONE GERALDO COSTA
Notícia cadastrada em: 28/03/2011 10:00
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa16-producao.info.ufrn.br.sigaa16-producao