Banca de DEFESA: IASMIM SANTOS MANGABEIRA E SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : IASMIM SANTOS MANGABEIRA E SILVA
DATA : 31/07/2017
HORA: 08:30
LOCAL: POP RN
TÍTULO:

TRANSCRIPTOMA DO ABOMASO DE OVINOS E POSSÍVEIS MECANISMOS DE RESPOSTA A Haemonchus contortus


PALAVRAS-CHAVES:

Alimentação, endoparasitas, ovinocultura, resposta imune, resistência, sequenciamento do RNA mensageiro.


PÁGINAS: 140
RESUMO:

A presença de nematoides gastrintestinais em sistemas de produção de ovinos é um dos principais problemas sanitários enfrentados pelos produtores em todo o mundo, gerando perdas econômicas. O objetivo desta pesquisa foi compreender os mecanismos moleculares subjacentes à resistência do hospedeiro. Comparamos o transcriptoma da mucosa do abomaso de 17 ovinos mestiços ½ Santa Inês e ½ Dorper, previamente classificados como infectados (resistentes e suscetíveis) e não infectados, distribuídos em dois sistemas de alimentação (ad libitum e alimentação restrita) em resposta a infecção por Haemonchus sp. utilizando a tecnologia RNA-Seq. A preparação das bibliotecas, o sequenciamento do genoma e a análise de dados foram realizadas no Laboratório de Biotecnologia Animal - ESALQ, Piracicaba, Brasil. A média de sequências por amostra antes e depois da filtragem foi de 12.522.573 milhões e 9.626.457 milhões, respectivamente, ea média da taxa de mapeamento das leituras filtradas contra o genoma de referência do ovinoOar_v4.0 foi de 79,66%. Um total de 421, 1123, 13, 36 e 881 genes foram classificados como diferencialmente expressos nos testes 1, 2, 3, 4 e 5, respectivamente. A análise de enriquecimento funcional mostrou que termos como sinalização, resposta imune, sistema de complemento, ciclo celular, matriz extracelular e citocinas foram significativamente enriquecidos (Benjamini <0,05). Nossos achados sugerem que além dos genes que participam diretamente do sistema imunológico, genes que participam de outras vias biológicas como o metabolismo do ácido araquidônico, via de sinalização e sistema de complemento, por exemplo, são essenciais na resposta do hospedeiro ao Haemonchus contortus, gerando, assim, uma maior resistência aos animais. Além disso, a alimentação não apresentou um efeito significativo no perfil de expressão gênica dos animais infectados e não infectados, mostrando que a maior diferença entre a expressão dos genes foi devido à infecção por H. contortus.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1714262 - LILIAN GIOTTO ZAROS DE MEDEIROS
Interno - 1282620 - HENRIQUE ROCHA DE MEDEIROS
Externo à Instituição - JOMAR PATRICIO MONTEIRO - EMBRAPA
Externo à Instituição - LUIZ LEHMANN COUTINHO - USP
Notícia cadastrada em: 11/07/2017 12:40
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao