Banca de DEFESA: MARIA GABRIELA DA TRINDADE SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA GABRIELA DA TRINDADE SILVA
DATA: 29/08/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 01 do PPGPA
TÍTULO:

Efeito do uso da palma forrageira e fenos de leguminosas na alimentação de ovinos em confinamento


PALAVRAS-CHAVES:

alimentos, nutrição, produção animal, ruminantes, semiárido


PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
RESUMO:

Objetivou-se com este trabalho avaliar o uso da palma forrageira associada a fenos de leguminosas na alimentação de ovinos em sistema de confinamento. Foram utilizados 24 ovinos ½ Soinga X ½ SRPD (sem padrão racial definido) com peso médio inicial de 21,38kg ± 2,53, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e seis repetições. Os animais foram alojados em baias individuais para acompanhamento de ganho de peso (com pesagens semanais), medição de consumo alimentar, predição do consumo de matéria seca e nutrientes, e digestibilidade aparente dos nutrientes. As dietas foram compostas por quatro tratamentos, sendo estes representados pelos diferentes tipos de fenos de leguminosas associados à palma: PAFC: palma forrageira + feno de catanduva; PAFS: palma forrageira + feno de sabiá; PAFT: palma forrageira + feno de catingueira; PAFG: palma forrageira + feno de gliricídia; todos os animais receberam farelo de soja. Observou-se efeito do tratamento (P<0,05) sobre os consumos de matéria seca (CMS), CMS como porcentagem de peso vivo e CMS em função do peso metabólico, consumo de matéria orgânica (CMO) 1,09kg, consumo de fibra em detergente neutro (CFDN) 0,463kg e consumo dos carboidratos totais (CCHOT) 0,867kg, com maiores médias para o tratamento PFFC. Os ganhos de peso vivo médios diários foram 0,243kg; 0,225kg; 0,221kg e 0,211kg para os tratamentos PFFC, PFFS, PFFA e PFFG respectivamente. Não foi observada influência dos tratamentos sobre, peso vivo final 33,19kg, ganho de peso vivo total 11,83kg, ganho de peso vivo médio diário 0,225kg, ganho de peso ponderal 0,196kg, conversão alimentar 6,48, eficiência alimentar 16,04%, consumo de proteína bruta (CPB) 0,216kg, consumo de extrato etéreo (CEE) 0,015kg e consumo de carboidratos não fibrosos (CCNF) 0,414kg. Para ganhos médios diários satisfatórios não influenciados pelos tratamentos, pode-se inferir que a palma forrageira associada a fenos de leguminosas pode ser indicada para a alimentação de ovinos em confinamento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1726100 - MARCONE GERALDO COSTA
Interno - 986835 - GELSON DOS SANTOS DIFANTE
Externo à Instituição - GEOVERGUE RODRIGUES DE MEDEIROS - INSA
Notícia cadastrada em: 25/08/2014 11:16
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao