Banca de QUALIFICAÇÃO: MARCIO GLEYBSON DA SILVA BEZERRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCIO GLEYBSON DA SILVA BEZERRA
DATA: 25/06/2014
HORA: 09:00
LOCAL: PPGPA/UFRN - Sala 1 - Campus Macaíba
TÍTULO:

UTILIZAÇÃO DA MANIPUEIRA COMO FERTILIZANTE ORGÂNICO EM PASTAGEM DE BRACHIARIA BRIZANTHA CV. MARANDU


PALAVRAS-CHAVES:

forragem; impactos ambientais; mandioca; resíduo


PÁGINAS: 20
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Pastagem e Forragicultura
RESUMO:

O Brasil destaca-se como 2º maior produtor de mandioca do mundo, sendo a maior parte desta produção utilizada para fabricação de farinha e fécula, o qual gera grande quantidade de resíduo, manipueira, em torno de 600 L/t de matéria prima processada. Em geral, esse resíduo é descartado diretamente no solo e cursos d’águas, causando sérios impactos ambientais. Diante disto, objetivou-se com este trabalho avaliar o uso da manipueira como fertilizante orgânico em pastagem de Brachiaria brizantha cv. Marandu. O experimento foi conduzido no Campus de Macaíba da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Para os tratamentos foram utilizados níveis crescentes de manipueira, aplicados no solo, como fertilizante orgânico. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com seis tratamentos e quatro repetições, sendo os tratamentos: T1 = 0; T2 = 15; T3 = 30; T4 = 60; T5 = 120 m³ ha-1; e o T6 com dose equivalente ao T5 em adubação mineral (NPK). Foram realizados três cortes com intervalo de 60 dias. As variáveis avaliadas foram: altura da planta; acúmulo e componentes morfológicos da forragem; Interceptação de Luz (IL); Índice de Área Foliar (IAF); Clorofila Total (CT); Produção de Matéria Seca (PMS); análise química da forragem; análises do solo e análise econômica. Diante dos resultados, observou-se que a produção de matéria seca no T5 teve um acréscimo quantitativo, totalizando uma produção de 2796 kg de MS ha-1 no segundo corte, proporcionando um aumento de 493% em relação ao tratamento testemunha. A altura do primeiro corte apresentou um efeito quadrático, enquanto que ao segundo corte houve um efeito linear positivo. Para as variáveis de IL, IAF, CT a adição de manipueira no solo promoveu um aumento linear para os dois cortes. As demais variáveis estão em fase de estudo para futuras discussões. Espera-se ao final deste estudo obter parâmetros para recomendações de uso da manipueira visando maximizar as características quantitativas e qualitativas da forragem e diminuição dos impactos ambientais gerados por tal resíduo.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1149546 - EMERSON MOREIRA DE AGUIAR
Externo ao Programa - 1841666 - ERMELINDA MARIA MOTA OLIVEIRA
Interno - 986835 - GELSON DOS SANTOS DIFANTE
Presidente - 1678080 - GUALTER GUENTHER COSTA DA SILVA
Notícia cadastrada em: 11/06/2014 12:39
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2021 - UFRN - sigaa28-producao.info.ufrn.br.sigaa28-producao